s
Artigos Café Brasil
Semana Café Brasil 25/07/20 a 31/07/20
Semana Café Brasil 25/07/20 a 31/07/20
Atividades no Ecossistema Café Brasil de 25/07/20 a 31/07/20

Ver mais

Participe da Semana da Produtividade – 27 a 30/7
Participe da Semana da Produtividade – 27 a 30/7
Quatro aulas gratuitas sobre Produtividade que ...

Ver mais

Produtividade Antifrágil
Produtividade Antifrágil
PRODUTIVIDADE ANTIFRÁGIL vem para provocar você a rever ...

Ver mais

Cafezinho Live
Cafezinho Live
Luciano Pires, criador e apresentador dos podcasts Café ...

Ver mais

Café Brasil 729 – Cala Boca Zebedeu
Café Brasil 729 – Cala Boca Zebedeu
Se você está feliz porque estão sendo caladas as vozes ...

Ver mais

Café Brasil 728 – Saindo do armário Político
Café Brasil 728 – Saindo do armário Político
Já se sentiu perseguido ou discriminado por conta de ...

Ver mais

Café Brasil 727 – A nova Inquisição
Café Brasil 727 – A nova Inquisição
Houve um tempo em que a censura vinha do Estado ...

Ver mais

Comunicado Café Brasil e Omnystudio
Comunicado Café Brasil e Omnystudio
Nos 14 anos em que produzimos podcasts, esta talvez ...

Ver mais

Comunicado Café Brasil e Omnystudio
Comunicado Café Brasil e Omnystudio
Nos 14 anos em que produzimos podcasts, esta talvez ...

Ver mais

Comunicado sobre o LíderCast
Comunicado sobre o LíderCast
Em função da pandemia e quarentena, a temporada 16 do ...

Ver mais

LíderCast 204 – Marco Bianchi
LíderCast 204 – Marco Bianchi
Humorista, um dos criadores dos Sobrinhos do Athaíde, ...

Ver mais

LíderCast 203 – Marllon Gnocchi
LíderCast 203 – Marllon Gnocchi
Empreendedor de Vitória, no Espírito Santo, que começa ...

Ver mais

O cachorro de cinco pernas
O cachorro de cinco pernas
Quantas pernas um cachorro tem se você chamar o rabo de ...

Ver mais

Leitura do Cafezinho 304 – (in) Tolerância
Leitura do Cafezinho 304 – (in) Tolerância
A intolerância é muito maior na geração que mais teve ...

Ver mais

Leitura cafezinho 303 – Cérebro médio
Leitura cafezinho 303 – Cérebro médio
Escolha um tema quente, dê sua opinião e em seguida ...

Ver mais

Leitura do Cafezinho 302 – Tenho pressa
Leitura do Cafezinho 302 – Tenho pressa
Hoje as narrativas familiares perderam espaço para uma ...

Ver mais

A real história do Plano Real
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
A real história do Plano Real Uma moeda cunhada no consenso democrático Jovens nascidos neste século dificilmente podem compreender o que era viver no Brasil nas últimas duas décadas do século ...

Ver mais

Perdemos Jorge Portugal e nossa capacidade de autodefinição
Jota Fagner
Origens do Brasil
“Esqueci de te falar, o Jorge Portugal deu entrada no Hospital do Estado de Salvador. Está em coma induzido, não está bem não. Acho que deu um problema no coração, que não estava conseguindo ...

Ver mais

Tributo a Celso Furtado
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
Celso Furtado: 100 anos “O desejo obstinado de entender o Brasil pressupôs entender por que o país era subdesenvolvido, e, corolário, a mecânica do subdesenvolvimento. ´[…] Autor de cerca ...

Ver mais

A conveniência do comércio eletrônico conquistou os consumidores
Michel Torres
No início de abril, quando o comércio estava quase que totalmente fechado, conversei com um amigo próximo que lidera uma grande rede de lojas de tintas e ele fez uma constatação emblemática: ...

Ver mais

Cafezinho 305 – Rabo e perna 2
Cafezinho 305 – Rabo e perna 2
Bote sua energia em mudar a realidade para outra ...

Ver mais

Cafezinho 304 – (in)Tolerância
Cafezinho 304 – (in)Tolerância
A intolerância é muito maior na geração que mais teve ...

Ver mais

Cafezinho 303- O cérebro médio
Cafezinho 303- O cérebro médio
Temas importantes que deveriam estar sendo discutidos, ...

Ver mais

Cafezinho 302 – Tenho pressa
Cafezinho 302 – Tenho pressa
Houve um tempo em que as narrativas eram feitas dentro ...

Ver mais

Unidos! Jamais seremos vencidos!

Unidos! Jamais seremos vencidos!

Luciano Pires -

Me desculpem. Tentei escrever algo sério mas não deu. Depois de assistir pela televisão aos últimos acontecimentos político-carnavalescos, dormi mal e tive um sonho que quero compartilhar com você. Conforme eu for descrevendo, tente imaginar a cena…

Em meu sonho, os brasileiros resolveram deixar desavenças de lado e recorrer a quem sabe juntar gente para fazer uma gigantesca manifestação contra os desmandos que tomam conta do país. E surgiu a primeira Marcha LGBT-Evangélica Contra a Corrupção!

Usando o poder de mobilização daquela turma, colocamos 6 milhões de pessoas na Avenida Paulista, gritando contra a corrupção!

A ala LGBT se reuniu em frente à antiga boate “The Week” e subiu a Augusta. Eram 23 trios-elétricos tendo à frente Fernando Haddad e Marta Suplicy com o grito de guerra:

– Relaxa! E goza!

O grupo LGBT entrou na Paulista e seguiu em direção ao Parque Trianon, enquanto o grupo evangélico veio lá das bandas do Jabaquara. Eram outros tantos trios elétricos entoando hinos. À frente, a coligação Bispo Edir Macedo-Apóstolo Valdemiro Santiago com o grito de guerra:

– Em nome! Do Senhor!

E então os dois grupos se encontraram em frente ao Masp. Sob os olhares desconfiados dos evangélicos, a turma colorida entrou em êxtase aos primeiros acordes de “I will survive”, em versão gospel. E a Paulista explodiu aos gritos de:

– Bibas! Unidas! Jamais serão vencidas! Em nome do Senhor!

Os líderes dos dois grupos se revezavam em discursos inflamados:

– Corrupção, que nojo! – gritou Isabelita dos Patins.

– Contra a corrupção! Deposite o seu, por favor, por favor! – exorcizou Marco Feliciano.

Seis milhões de brasileiros, brasileiras e derivados unidos contra a corrupção! Mas a coisa esquentou mesmo quando uma biba reconheceu um bofe na turma de lá.

– O quêêê? Fazendo o quê desse lado, querida?

– Pastor, que é issoooo?

– Ah, sei lá. Sai desse corpo, Satanás! Ele não te pertence!

– Ai… Pertence sim. Comprei tudinho, ó…

Um pote de purpurina é arremessado na testa do pastor quando o sistema de som anuncia a chegada do ex-senador Eduardo Suplicy para cantar “Blow in the wind”.

– Senador, não é “Blowing”?

– É. Mas fiz uma adaptação. Marta, querida! Como vai você?

– Ah, Eduardo, por enquanto tô relaxando.

E então os presentes assinaram a “Carta do Trianon”. Um documento LGBT-Evangélico pedindo o fim da corrupção, a prisão dos corruptos e a limpeza ética no Senado. Com seis milhões de assinaturas, o manifesto não passaria em branco pelo Congresso. Pelas mãos do deputado Jean Wyllys, uma caravana com representantes dos dois grupos foi para Brasília entregar o documento em mãos para o presidente do Senado.

E foi então que aconteceu…

Na Praça dos Três Poderes a caravana LGBT-Evangélica encontra outra caravana, do MST. Bíblias, purpurina, lantejoulas, enxadas, foices, bonés vermelhos e um empurra-empurra daqueles.

– Que é isso, tchê? – disse o Stédile.

– Volta pro mar, oferenda! – exclamou a biba-mor.

– O sangue do Senhor tem poder! – bradou o pastor.

No plenário, um senador cabeludo interrompe o inflamado discurso de Fernando Collor sobre Ética Aplicada e anuncia:

– Excelências, tem um grupo de lésbicas, gays, bissexuais, transgêneros, simpatizantes, evangélicos e sem-terra aí pra falar com a gente!

Todos olham imediatamente para Renan Calheiros. E o honrado Senador, com os olhos arregalados e fazendo biquinho diz:

– Abisolutamente!

Foi aí que eu acordei.