s
Artigos Café Brasil
Corrente pra trás
Corrente pra trás
O que vai a seguir é um capítulo de meu livro ...

Ver mais

O que é um “bom” número de downloads para podcasts?
O que é um “bom” número de downloads para podcasts?
A Omny Studio, plataforma global na qual publico meus ...

Ver mais

O campeão
O campeão
Morreu Zagallo. Morreu o futebol brasileiro que aprendi ...

Ver mais

O potencial dos microinfluenciadores
O potencial dos microinfluenciadores
O potencial das personalidades digitais para as marcas ...

Ver mais

Café Brasil 935 – O que faz a sua cabeça?
Café Brasil 935 – O que faz a sua cabeça?
É improvável – embora não impossível – que os ...

Ver mais

Café Brasil 934  – A Arte de Viver
Café Brasil 934  – A Arte de Viver
Durante o mais recente encontro do meu Mastermind MLA – ...

Ver mais

Café Brasil 933 – A ilusão de transparência
Café Brasil 933 – A ilusão de transparência
A ilusão de transparência é uma armadilha comum em que ...

Ver mais

Café Brasil 932 – Não se renda
Café Brasil 932 – Não se renda
Em "Star Wars: Episódio III - A Vingança dos Sith", ...

Ver mais

LíderCast 329 – Bruno Gonçalves
LíderCast 329 – Bruno Gonçalves
O convidado de hoje é Bruno Gonçalves, um profissional ...

Ver mais

LíderCast 328 – Criss Paiva
LíderCast 328 – Criss Paiva
A convidada de hoje é a Criss Paiva, professora, ...

Ver mais

LíderCast 327 – Pedro Cucco
LíderCast 327 – Pedro Cucco
327 – O convidado de hoje é Pedro Cucco, Diretor na ...

Ver mais

LíderCast 326 – Yuri Trafane
LíderCast 326 – Yuri Trafane
O convidado de hoje é Yuri Trafane, sócio da Ynner ...

Ver mais

Segunda Live do Café Com Leite, com Alessandro Loiola
Segunda Live do Café Com Leite, com Alessandro Loiola
Segunda live do Café Com Leite, com Alessandro Loiola, ...

Ver mais

Live Café Com Leite com Roberto Motta
Live Café Com Leite com Roberto Motta
Live inaugural da série Café Com Leite Na Escola, ...

Ver mais

Café² – Live com Christian Gurtner
Café² – Live com Christian Gurtner
O Café², live eventual que faço com o Christian ...

Ver mais

Café na Panela – Luciana Pires
Café na Panela – Luciana Pires
Episódio piloto do projeto Café na Panela, com Luciana ...

Ver mais

Rubens Ricupero
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
Memórias de um grande protagonista   “Sem as cartas, não seríamos capazes de imaginar o fervor com que sentíamos e pensávamos aos vinte anos. Já quase não se escrevem mais cartas de amor, ...

Ver mais

Vida longa ao Real!
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
Vida longa ao Real!   “A população percebe que é a obrigação de um governo e é um direito do cidadão a preservação do poder de compra da sua renda. E é um dever e uma obrigação do ...

Ver mais

A Lei de Say e a situação fiscal no Brasil
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
A Lei de Say e o preocupante quadro fiscal brasileiro   “Uma das medidas essenciais para tirar o governo da rota do endividamento insustentável é a revisão das vinculações de despesas ...

Ver mais

Protagonismo das economias asiáticas
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
Protagonismo das economias asiáticas   “Os eleitores da Índia − muitos deles pobres, com baixa escolaridade e vulneráveis, sendo que um em cada quatro é analfabeto − votaram a favor de ...

Ver mais

Cafezinho 633 – O Debate
Cafezinho 633 – O Debate
A partir do primeiro debate entre Trump e Biden em ...

Ver mais

Cafezinho 632 – A quilha moral
Cafezinho 632 – A quilha moral
Sua identidade não vem de suas afiliações, ou de seus ...

Ver mais

Cafezinho 631 – Quem ousa mudar?
Cafezinho 631 – Quem ousa mudar?
O episódio de hoje foi inspirado num comentário que um ...

Ver mais

Cafezinho 630 – Medo da morte
Cafezinho 630 – Medo da morte
Na reunião do meu Mastermind na semana passada, a ...

Ver mais

Avacaeleição

Avacaeleição

Luciano Pires -

Sempre defendi com unhas e dentes o voto consciente e a valorização das eleições como uma celebração da democracia, mas tá difícil, viu? A cada ano eleitoral reparo que as coisas vão perdendo a seriedade. Quer ver? Visitei o site www.eleicoes2012.info para pesquisar sobre os candidatos da cidade na qual voto e encontrei estes aqui, apenas uma fração dos candidatos com nomes, digamos, diferentes. Peço a você paciência:

BAHIA DO BAR, LIGEIRINHO, GORDÃO DO ENGENHO, MÃO DE OURO, TARZAN, TONINHO CHAPELLETA, KASCATA, BAU, BEDEU DO FOGÃO, BAIXINHO, COQUINHO, GIGANTE, INDIO KEKA, COXINHA.COM, DIDI DA AMBULÂNCIA, RATÃO, NEGO DRAMA, FUMAÇA, DANONE, EDSON BEIÇOLA, EDSON PERERECA, FORMIGUINHA, BETH SIMPATIA, ENECY DE BEM COM A VIDA, GABIRU, CANARINHO, VACA, LÉLÉ, ALEMÃO PIRULITO, HELIO LINDA MEU BEM, CHEIRINHO, JOANA DO SAMEB CHUCHU, JORGE LACRAIA, PARDAL, ZECA URUBU, SUKITA, BARNEY, JURANDY PILEKÃO, TIA DA COZINHA, BUDA, ZEZA ZERADA, LIDIA BELEZA NEGRA, ODETE ROITMAN, REGIANE DO PAGODE, CIPÓ, ROGÉRIA COLCHÃO, PERNA, SANDRA VALERIA DO ALMOCO, TIAGO COWBOY…

E se nas eleições de 2012 se apresentaram 15.641 candidatos para prefeito e 449.749 para vereador, imagine o que mais não apareceu por aí. Você entra na cabine para exercer seu direito sagrado, digita um número na urna eletrônica e vê surgir a foto do Chulé. Da Vilma do Umbigo Roxo. Do Chico Cachaça. Bem, você sempre pode argumentar que dar de cara com “Maluf” é muito pior, não é? Mas…

Tá bem, esses nomes estranhos sempre existiram, mas houve um tempo em que eram apenas pitorescos. Hoje já representam no mínimo 30% do total dos candidatos, e nada vejo de pitorescos. São a avacalhação de um momento que deveria ser sagrado.

Ainda na minha cidade, um dos mais ativos na propaganda de rua é o candidato que se parece com Agostinho, personagem vivido por Pedro Cardoso em A Grande Família, a comédia famosa da Rede Globo. Nas fotos dos cartazes ele surge com a característica roupa quadriculada, sentado num taxi.

Atordoado, ligo a televisão e assisto no horário político a uma bela moça dizendo: “Sou a mulher que foi trocada pela Bruna Surfistinha. De traição eu entendo. Chega de traição. Vote em mim…”.

Pois é… Dá para levar a sério um candidato que expõe como atributo para ser votado o fato de se parecer com um personagem de comédia ou de ter sido chifrado? Dá para levar a sério uma eleição que tem o Lesma, o King Kong e a Zoiuda do Funk como candidatos? Qual será o fundo do poço? Talvez fosse hora de o Tribunal Superior Eleitoral endurecer as regras do jogo, proibindo o deboche com um Código de Decoro Pré-Parlamentar.

Um pouco de respeito não fará mal a ninguém.

Pesquisei com cuidado e escolhi meus candidatos. Não achei meu voto no lixo e faço questão de valorizá-lo. Mas não posso negar… avacalhação por avacalhação, me deu vontade de votar no Vaca.

Luciano Pires