s
Portal Café Brasil
Corrente pra trás
Corrente pra trás
O que vai a seguir é um capítulo de meu livro ...

Ver mais

O que é um “bom” número de downloads para podcasts?
O que é um “bom” número de downloads para podcasts?
A Omny Studio, plataforma global na qual publico meus ...

Ver mais

O campeão
O campeão
Morreu Zagallo. Morreu o futebol brasileiro que aprendi ...

Ver mais

O potencial dos microinfluenciadores
O potencial dos microinfluenciadores
O potencial das personalidades digitais para as marcas ...

Ver mais

Café Brasil 934  – A Arte de Viver
Café Brasil 934  – A Arte de Viver
Durante o mais recente encontro do meu Mastermind MLA – ...

Ver mais

Café Brasil 933 – A ilusão de transparência
Café Brasil 933 – A ilusão de transparência
A ilusão de transparência é uma armadilha comum em que ...

Ver mais

Café Brasil 932 – Não se renda
Café Brasil 932 – Não se renda
Em "Star Wars: Episódio III - A Vingança dos Sith", ...

Ver mais

Café Brasil 931 – Essa tal felicidade
Café Brasil 931 – Essa tal felicidade
A Declaração de Independência dos Estados Unidos foi um ...

Ver mais

LíderCast 328 – Criss Paiva
LíderCast 328 – Criss Paiva
A convidada de hoje é a Criss Paiva, professora, ...

Ver mais

LíderCast 327 – Pedro Cucco
LíderCast 327 – Pedro Cucco
327 – O convidado de hoje é Pedro Cucco, Diretor na ...

Ver mais

LíderCast 326 – Yuri Trafane
LíderCast 326 – Yuri Trafane
O convidado de hoje é Yuri Trafane, sócio da Ynner ...

Ver mais

LíderCast 325 – Arthur Igreja
LíderCast 325 – Arthur Igreja
O convidado de hoje é Arthur Igreja, autor do ...

Ver mais

Segunda Live do Café Com Leite, com Alessandro Loiola
Segunda Live do Café Com Leite, com Alessandro Loiola
Segunda live do Café Com Leite, com Alessandro Loiola, ...

Ver mais

Live Café Com Leite com Roberto Motta
Live Café Com Leite com Roberto Motta
Live inaugural da série Café Com Leite Na Escola, ...

Ver mais

Café² – Live com Christian Gurtner
Café² – Live com Christian Gurtner
O Café², live eventual que faço com o Christian ...

Ver mais

Café na Panela – Luciana Pires
Café na Panela – Luciana Pires
Episódio piloto do projeto Café na Panela, com Luciana ...

Ver mais

Vida longa ao Real!
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
Vida longa ao Real!   “A população percebe que é a obrigação de um governo e é um direito do cidadão a preservação do poder de compra da sua renda. E é um dever e uma obrigação do ...

Ver mais

A Lei de Say e a situação fiscal no Brasil
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
A Lei de Say e o preocupante quadro fiscal brasileiro   “Uma das medidas essenciais para tirar o governo da rota do endividamento insustentável é a revisão das vinculações de despesas ...

Ver mais

Protagonismo das economias asiáticas
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
Protagonismo das economias asiáticas   “Os eleitores da Índia − muitos deles pobres, com baixa escolaridade e vulneráveis, sendo que um em cada quatro é analfabeto − votaram a favor de ...

Ver mais

Criatividade, destruição criativa e inteligência artificial
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
Criatividade, destruição criativa e inteligência artificial   “O capitalismo é, essencialmente, um processo de mudança econômica (endógena). O capitalismo só pode sobreviver na ...

Ver mais

Cafezinho 632 – A quilha moral
Cafezinho 632 – A quilha moral
Sua identidade não vem de suas afiliações, ou de seus ...

Ver mais

Cafezinho 631 – Quem ousa mudar?
Cafezinho 631 – Quem ousa mudar?
O episódio de hoje foi inspirado num comentário que um ...

Ver mais

Cafezinho 630 – Medo da morte
Cafezinho 630 – Medo da morte
Na reunião do meu Mastermind na semana passada, a ...

Ver mais

Cafezinho 629 – O luto político
Cafezinho 629 – O luto político
E aí? Sofrendo de luto político? Luto político é quando ...

Ver mais

Café Com Leite 17 – Mais cinco valores

Café Com Leite 17 – Mais cinco valores

Luciano Pires -

Café Com Leite 17 – Mais cinco valores (com camila)

Bárbara: Bom dia, boa tarde, boa noite! Vamos continuar com nossa lista de valores?

Babica: Vamos! Essa lista é importante pra gente entender cada vez mais sobre moral e ética!

Bárbara: Meu nome é Bárbara Stock e este é o Café Com Leite, um podcast para crianças inteligentes e para pais que se importam.

Babica: E eu sou a Babica, o avatar da Bárbara que vive dentro do celular dela! Também estarei aqui com você! E já trago uma ouvinte muito especial!

Bárbara: Especial?

Babica: Sim, Bárbara! Ela mora muito longe! É a Camila.

COMENTÁRIO D

Bárbara comenta: Camila, que legal! Ouvindo a gente nos Estados Unidos! Essa é a mágica do Podcast, que não tem fronteiras, né? Fique tranquila que vamos continuar, sim!

Babica: Hi, Camila, nice to hear you! (exclamando) Bárbara, estamos internacionais!

Bárbara: Que coisa mais chique, não é?

Babica: Yes! Olha, se você gostou do nosso Café com Leite, mande uma mensagem de voz para nós no whatsapp 11915670602. Se sua mensagem for escolhida, vamos publicá-la no próximo episódio e você ganhará uma camiseta muito legal!

Babica: Isso! A Camila ganhou uma camiseta do Café Com Leite!  Vou repetir o whatsap: 11 915670602

SOBE A MÚSICA

Bárbara: Então, Babica, no episódio passado nós falamos dos primeiros cinco valores. Quais foram?

Babica: Gratidão, honestidade, compartilhamento, empatia e compaixão!

Bárbara: Huuummmm… tá afiada, hein?

Babica: Eu tenho a forçaaaaaa!

Bárbara: Ahahahhahaha. Muito bem. Vamos ao sexto valor?

Babica: Vamos. É a Cooperação.

Bárbara: Ah, esse também está próximo de compaixão e empatia. A cooperação é quando a gente ajuda os outros a atingir um objetivo que muitas vezes é o mesmo que nós temos.

Babica: Já sei! Quando a mãe da gente pede pra ajudar com as louças depois do jantar. Ou a levar o cachorro pra fazer xixi!

Bárbara: Sim! Quando colaboramos com as tarefas de casa, damos o primeiro passo para desenvolver um senso de cooperação. Fazer as tarefas domésticas juntos e ouvir os problemas uns dos outros são alguns atos de cooperação que uma família deve seguir.

Babica: Isso mesmo. Essas ações ajudam uma criança em crescimento a pensar como “nós” em vez de “eu”. Bárbara, sabe que eu estava pensando? Como é que chamamos várias pessoas que cooperam umas com as outras?

Bárbara: Ah, tem várias formas. Acho que pode ser uma cooperativa.

Babica: Isso! Então o Quarteto Fantástico é uma cooperativa!

Bárbara: Ahahahahahaha… só você, Baboca! Muito bem, cooperação é o nome! Qual é o sétimo valor?

Babica: O sétimo valor é… Respeito.

Bárbara: Ah, esse é fundamental. Aliás, todos são, mas o respeito… Respeitar é tratar o outro como você gostaria de ser tratado. É reconhecer que o outro merece atenção, educação. Por meio do respeito uma pessoa evita agir de modo errado com outra.

Babica: Me lembra da empatia!

Bárbara: Sim! Uma pessoa também cultiva o respeito por outra quando cria empatia por ela. Por isso os pais da gente fazem tanta questão que nós, quando crianças pequenas, aprendamos a respeitar cada pessoa, independente de idade, cor da pele, religião, se é rica ou pobre ou se tem ideias diferentes das suas…

Babica: Ah, nada mais desagradável que criança grossa e mal educada!

Bárbara: É, tem adultos também que são insuportáveis!

Babica: Tipo você quando está estressada.

Bárbara: Babica! Eu, hein? Olha o respeito!

Babica: Ahahahahahahah

Bárbara: Olha, o respeito é um passo fundamental pra gente desenvolver relações sociais e profissionais saudáveis. Falar educadamente com o motorista do ônibus escolar ou com a pessoa que ajuda em casa é um exemplo.

Babica: De novo o “por favor”, “com licença” e “muito obrigado”

Bárbara: Isso mesmo! Essas expressões de educação mostram para a outra pessoa que você a respeita! E isso a deixa feliz e pronta para reagir com gratidão e respeito com você também.

Babica: Muito bom. Vamos ao oitavo valor? Igualdade.

Bárbara: Ah, que coisa importante, Babica A igualdade é parte integrante de vários valores morais, como a justiça. Tratar todos as pessoas com igualdade de direitos e oportunidades, é essencial. Dar atenção e brincar com outras crianças, independente de suas diferenças sociais, se são ricas ou pobres, por exemplo, é fundamental.

Babica: Igualdade é tratar todos com justiça, não é?

Bárbara: Isso mesmo. Babica. Infelizmente, nem todo mundo age assim. Muitas pessoas se julgam melhores que outras, só porque tem mais dinheiro ou tem uma profissão que consideram mais importante.

Babica: Gente mal educada.

Bárbara: Ihhhhh mal educada é pouco, Babica.

Babica: Vamos ao nono valor? Justiça.

Bárbara: Olhaí! Tudo a ver com igualdade! Agir com justiça é ser capaz de decidir entre o certo e o errado e então escolher o caminho certo. É tratar a todos com o mesmo respeito. Por exemplo, quando seu pai define que é hora de apagar as luzes para dormir, e faz isso com você e seus irmãos, ele está agindo com justiça. Quando ele faz isso com um, mas deixa o outro dormir mais tarde, aposto que você fica brava, não é?

Babica: Ah, se eu tivesse irmãos, ficaria muito brava!

Bárbara: Você fica brava porque acha que está sofrendo uma injustiça. No pátio da escola, por exemplo, as crianças aprendem muito sobre justiça. “Ah, o Pedrinho não me deixa ir no balanço”, “Ah, a Maria entrou na minha frente na fila”, “Ah, os meninos não deixam eu entrar no time…” “Isso não é justo!”. Não é assim?

Babica: ô se é…

Bárbara: A injustiça é algo que as crianças veem todos os dias, e a justiça é algo com que elas se preocupam profundamente. E está por todo lado nas histórias dos super-heróis, como a gente já falou antes.

Babica: Jus-ti-ça! Posso ir para o décimo valor?

Bárbara: pode.

Babica: Coragem.

Bárbara: Hummm…esse é muito importante. Nada acontece sem coragem. Coragem é a disposição de fazer coisas difíceis em situações difíceis. É a coragem que prepara a gente para fazer o que é certo, mesmo correndo riscos.

Babica: Ah, eu acho que tenho um exemplo! Sei de um menino que foi defender um colega de classe mais fraco que estava sendo importunado por um mais forte. Teve de ter coragem para fazer isso, pois os outros viam e ninguém fazia nada!

Bárbara: Então, olha que legal: esse menino viu o colega em apuros, praticou a empatia, teve compaixão e foi cooperar com ele para acabar com a injustiça. Mas para isso teve de ter coragem!

Babica: Ah, a gente tem de elogiar quem age assim, defendendo os mais fracos, não é?

Bárbara: É. Coragem é a força que temos para agir apesar das dificuldades ou dos perigos. Graças à nossa coragem, podemos superar os obstáculos e fazer com que as coisas aconteçam.

Babica: Ah, foi isso o que eu vi em você, Bárbara, quando aceitou ser a apresentadora deste podcast!

Bárbara: Ah, nem me diga, Babica! Eu morri de medo quando recebi o convite, mas tinha tudo a ver com meu projeto de criar crianças empreendedoras! Então superei o meu medo e mandei ver! Nós, que não temos super poderes, precisamos valorizar ainda mais a coragem, Babica.

Babica: Puxa, Bárbara, como os valores morais são importantes, né?

Bárbara. Se são, Babica. Muitas vezes, por conta de compromissos, a gente se esquece deles. Mas quem consegue sempre se lembrar deles, tem uma ajuda importante na hora de decidir sobre como agir diante dos problemas da vida.

Babica: É isso mesmo. Quando eu estiver em dúvida sobre como agir, devo me lembrar dos valores que são importantes para mim. São eles que vão me guiar para fazer as escolhas certas.

Bárbara: Perfeito! Não esqueça então: se você está gostando deste nosso podcast, se quer que a gente cresça, contribua conosco! Tem várias formas! Quem sabe você nos ajuda a encontrar um patrocinador. Ou então faz uma contribuição pelo nosso PIX, que é o 11915670602

Babica: É isso mesmo! E mande recados de voz para nós, comentando o programa! Se seu recado for escolhido, vamos publicá-lo no podcast e você ainda vai ganhar uma camiseta de presente, Que tal? Vou repetir o número do whatsapp: 11915670602.

_______________________________________________________

Bárbara: Muito bem! Eu sou a Bárbara Stock…

Babica: E eu sou a Babica! O avatar de Bárbara que mora no super celular dela.

Bárbara: somos suas companheiras neste Café Com Leite, que é feito com muito carinho pela turma de super heróis do Podcast Café Brasil. A edição é do Senhor A e a direção é do Luciano Pires.

Quem você trouxe para encerrar este episódio, Babica?

Babica: Ah, hoje vou trazer uma frase do escritor Mario Sérgio Cortella:

Nem tudo que eu quero, eu posso; nem tudo que eu posso eu devo; e nem tudo que eu devo eu quero. Você tem paz de espírito quando aquilo que você quer é ao mesmo tempo o que você pode e o que você deve.