s
Portal Café Brasil
Cafezinho Live
Cafezinho Live
Luciano Pires, criador e apresentador dos podcasts Café ...

Ver mais

Me Engana Que Eu Gosto
Me Engana Que Eu Gosto
Me engana que eu gosto: dois meio brasis jamais somarão ...

Ver mais

Tá chegando o Podcast Café Brasil 700!
Tá chegando o Podcast Café Brasil 700!
Tá chegando a hora do Podcast Café Brasil 700!

Ver mais

Aplicativos IOS e Android para o Café Brasil Premium!
Aplicativos IOS e Android para o Café Brasil Premium!
MUDANÇAS IMPORTANTES NO CAFÉ BRASIL PREMIUM A você que ...

Ver mais

Café Brasil 753 – A sala dos professores
Café Brasil 753 – A sala dos professores
E a Perfetto, com seus sorvetes é a patrocinadora do ...

Ver mais

Café Brasil 752 – Jam Session
Café Brasil 752 – Jam Session
Uma das coisas mais fascinantes é a demonstração de ...

Ver mais

Café Brasil 751 – A hipocrisia nossa de cada dia
Café Brasil 751 – A hipocrisia nossa de cada dia
A Perfetto é patrocinadora do Café Brasil e… sabe ...

Ver mais

Café Brasil 750 – The Rocket Man
Café Brasil 750 – The Rocket Man
Algumas obras de arte são tão perfeitas, mas tão ...

Ver mais

LíderCast 216 – Denise Pitta
LíderCast 216 – Denise Pitta
Empreendedora digital, dona do site Fashion Bubbles, ...

Ver mais

LíderCast 215 – Marco Antonio Villa
LíderCast 215 – Marco Antonio Villa
Historiador, professor, comentarista polêmico em rádio ...

Ver mais

LíderCast 214 – Bianca Oliveira
LíderCast 214 – Bianca Oliveira
Jornalista e apresentadora, hoje vivendo na Europa, ...

Ver mais

LíderCast 213 – Brunna Farizel e Lucas Moreira
LíderCast 213 – Brunna Farizel e Lucas Moreira
Empreendedores, criadores de uma franquia inovadora, ...

Ver mais

Sem treta
Sem treta
A pessoa diz que gosta, mas não compartilha.

Ver mais

O cachorro de cinco pernas
O cachorro de cinco pernas
Quantas pernas um cachorro tem se você chamar o rabo de ...

Ver mais

Leitura do Cafezinho 304 – (in) Tolerância
Leitura do Cafezinho 304 – (in) Tolerância
A intolerância é muito maior na geração que mais teve ...

Ver mais

Leitura cafezinho 303 – Cérebro médio
Leitura cafezinho 303 – Cérebro médio
Escolha um tema quente, dê sua opinião e em seguida ...

Ver mais

Ford, polarização e “capitalismo sem riscos”
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
Ford, polarização e “capitalismo sem riscos”  “A desindustrialização brasileira é resultado das intervenções equivocadas que fizemos. E o pior é que o setor empresarial, as lideranças do setor ...

Ver mais

Os economistas mais influentes da atualidade
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
Os economistas mais influentes da atualidade  “O que são as pessoas de carne e osso? Para os mais notórios economistas, números. Para os mais poderosos banqueiros, devedores. Para os mais ...

Ver mais

A sala de professores e a deseducação
Gustavo Bertoche
É preciso lançar pontes.
Comecei a dar aulas no Ensino Médio em 1999, quando estava no segundo ano da graduação em Filosofia. Ou seja: há mais de vinte anos comecei a freqüentar a sala de professores. Nesse ambiente ...

Ver mais

Leituras, conexões e reminiscências
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
Leituras, conexões e reminiscências “Se você tiver uma maçã e eu tiver uma maçã e trocarmos nossas frutas, continuaremos com uma maçã cada. Mas, se você tiver uma ideia e eu tiver uma ideia e ...

Ver mais

Cafezinho 352 – O drama da esquina
Cafezinho 352 – O drama da esquina
Não espere os grandes dramas nacionais para agir.

Ver mais

Cafezinho 351 – Um autoritário pra chamar de seu
Cafezinho 351 – Um autoritário pra chamar de seu
As pessoas perderam completamente o bom-senso e já há ...

Ver mais

Cafezinho 350 – Sob o domínio do medo
Cafezinho 350 – Sob o domínio do medo
No mundo de hoje, caótico, competitivo e apressado, ...

Ver mais

Cafezinho 349 – Pânico moral
Cafezinho 349 – Pânico moral
Pânico moral é um medo espalhado pela sociedade, ...

Ver mais

Tião Carreiro e Pardinho

Tião Carreiro e Pardinho

Luciano Pires -

José Dias Nunes começou cantando com o nome de Zezinho em parceria com Lenço Verde. A dupla não fez muito sucesso e ele trocou o nome para Palmeira e passou a fazer dupla com Coqueirinho. Posteriormente, passou a chamar-se Zé Mineiro e formou dupla com Tietezinho.

Já Antonio Henrique de Lima iniciou fazendo dupla com Miranda e posteriormente com Zé Carreiro.

A dupla Tião Carreiro e Pardinho formou-se em 1954. A dupla se apresentou em circos e praças públicas. Venceram o torneio de violeiros patrocinado pela Rádio Tupi de São Paulo em 1956 com o cururu “Canoeiro”, de Zé Carreiro. 

A apresentação chamou a atenção de Teddy Vieira, compositor e então da Colúmbia, que os convidou para gravarem um disco. Foi Teddy Vieira quem criou os nomes da dupla, mudando o nome de Carreirinho para Pardinho e o de Tião Mineiro para Tião Carreiro.

No mesmo ano, gravaram seu primeiro disco pela Colúmbia. Era um 78 rpm com as músicas “Urutu cruzeiro” e “Resposta de bombardeio”.

Ainda em 1956, começaram a trabalhar na Rádio Tupi de São Paulo onde permaneceram por seis anos. O primeiro grande sucesso da dupla foi “Cavaleiro do Bom Jesus”, de João Alves, Nhô Silva e Teddy Vieira. Gravaram, também, “Facão do Cristiano”, de Dito Mineiro e Zé Carreiro, e “Boiadeiro feliz”, de Zé Carreiro e Pardinho.

Tião Carreiro é considerado juntamente com Lourival dos Santos o criador do pagode sertanejo, um estilo especial de tocar, dedilhando a viola de 10 cordas, assim como um jeito especial no versejar.

Em 1970, foram os principais intérpretes do filme “Sertão em festa”, de Oswaldo de Oliveira, que ficou 32 semanas em cartaz no Cine Art Palácio em São Paulo.

A dupla separou-se por seis vezes. Uma delas em 1978, iniciando o maior período de afastamento, que terminou quando a dupla se reuniu em 1982, para gravar um novo LP. Gravaram mais de 55 discos com cerca de 700 músicas. Trabalharam nas Rádios Nacional, Record e Globo.

No início dos anos 90, a dupla ainda fazia de três a quatro shows por semana nos Estados de Goiás, Mato Grosso, Minas Gerais e São Paulo. Em 1991, a dupla separou-se definitivamente.

Tião Carreiro faleceu em 1993, sem conseguir gravar nenhuma música de Luiz Gonzaga, conforme pretendia.

Em 1996, ele foi homenageado no CD “Tião Carreiro e seus amigos”, lançado pela Continental, em que suas músicas foram cantadas por artistas como Sérgio Reis, Zezé di Camargo e Luciano, Irmãs Galvão, Almir Sater e Chitãozinho e Xororó. 

[youtube]X2GuweLKKvE[/youtube]

[youtube]QmhmiZTcd84[/youtube]

[youtube]LBDxuJqWp10[/youtube]