s
Portal Café Brasil
Corrente pra trás
Corrente pra trás
O que vai a seguir é um capítulo de meu livro ...

Ver mais

O que é um “bom” número de downloads para podcasts?
O que é um “bom” número de downloads para podcasts?
A Omny Studio, plataforma global na qual publico meus ...

Ver mais

O campeão
O campeão
Morreu Zagallo. Morreu o futebol brasileiro que aprendi ...

Ver mais

O potencial dos microinfluenciadores
O potencial dos microinfluenciadores
O potencial das personalidades digitais para as marcas ...

Ver mais

Café Brasil 934  – A Arte de Viver
Café Brasil 934  – A Arte de Viver
Durante o mais recente encontro do meu Mastermind MLA – ...

Ver mais

Café Brasil 933 – A ilusão de transparência
Café Brasil 933 – A ilusão de transparência
A ilusão de transparência é uma armadilha comum em que ...

Ver mais

Café Brasil 932 – Não se renda
Café Brasil 932 – Não se renda
Em "Star Wars: Episódio III - A Vingança dos Sith", ...

Ver mais

Café Brasil 931 – Essa tal felicidade
Café Brasil 931 – Essa tal felicidade
A Declaração de Independência dos Estados Unidos foi um ...

Ver mais

LíderCast 328 – Criss Paiva
LíderCast 328 – Criss Paiva
A convidada de hoje é a Criss Paiva, professora, ...

Ver mais

LíderCast 327 – Pedro Cucco
LíderCast 327 – Pedro Cucco
327 – O convidado de hoje é Pedro Cucco, Diretor na ...

Ver mais

LíderCast 326 – Yuri Trafane
LíderCast 326 – Yuri Trafane
O convidado de hoje é Yuri Trafane, sócio da Ynner ...

Ver mais

LíderCast 325 – Arthur Igreja
LíderCast 325 – Arthur Igreja
O convidado de hoje é Arthur Igreja, autor do ...

Ver mais

Segunda Live do Café Com Leite, com Alessandro Loiola
Segunda Live do Café Com Leite, com Alessandro Loiola
Segunda live do Café Com Leite, com Alessandro Loiola, ...

Ver mais

Live Café Com Leite com Roberto Motta
Live Café Com Leite com Roberto Motta
Live inaugural da série Café Com Leite Na Escola, ...

Ver mais

Café² – Live com Christian Gurtner
Café² – Live com Christian Gurtner
O Café², live eventual que faço com o Christian ...

Ver mais

Café na Panela – Luciana Pires
Café na Panela – Luciana Pires
Episódio piloto do projeto Café na Panela, com Luciana ...

Ver mais

Vida longa ao Real!
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
Vida longa ao Real!   “A população percebe que é a obrigação de um governo e é um direito do cidadão a preservação do poder de compra da sua renda. E é um dever e uma obrigação do ...

Ver mais

A Lei de Say e a situação fiscal no Brasil
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
A Lei de Say e o preocupante quadro fiscal brasileiro   “Uma das medidas essenciais para tirar o governo da rota do endividamento insustentável é a revisão das vinculações de despesas ...

Ver mais

Protagonismo das economias asiáticas
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
Protagonismo das economias asiáticas   “Os eleitores da Índia − muitos deles pobres, com baixa escolaridade e vulneráveis, sendo que um em cada quatro é analfabeto − votaram a favor de ...

Ver mais

Criatividade, destruição criativa e inteligência artificial
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
Criatividade, destruição criativa e inteligência artificial   “O capitalismo é, essencialmente, um processo de mudança econômica (endógena). O capitalismo só pode sobreviver na ...

Ver mais

Cafezinho 632 – A quilha moral
Cafezinho 632 – A quilha moral
Sua identidade não vem de suas afiliações, ou de seus ...

Ver mais

Cafezinho 631 – Quem ousa mudar?
Cafezinho 631 – Quem ousa mudar?
O episódio de hoje foi inspirado num comentário que um ...

Ver mais

Cafezinho 630 – Medo da morte
Cafezinho 630 – Medo da morte
Na reunião do meu Mastermind na semana passada, a ...

Ver mais

Cafezinho 629 – O luto político
Cafezinho 629 – O luto político
E aí? Sofrendo de luto político? Luto político é quando ...

Ver mais

Cafezinho 157 – Papo de bêbado 2

Cafezinho 157 – Papo de bêbado 2

Luciano Pires -

Eu havia prometido a mim mesmo não perder mais tempo com essas bobagens, mas não deu. É muita histeria.

Meu ponto é o seguinte: se eu fosse o Bolsonaro, nestes primeiros 100 dias estaria trancado entre quatro paredes, focado totalmente em produzir três ou quatro fatos bombásticos que apontassem mudanças drásticas na forma como o país vinha sendo conduzido.

Eu teria dia a hora para falar das reformas, só responderia perguntas sobre reformas, só tuitaria resultados e exemplos de fatos realizados. Quantos militantes foram demitidos, as negociatas desmanchadas, o resultado de auditorias, os planos detalhados de reformas, o fim de mamatas, o endurecimento das normas de segurança, os investimentos em infraestrutura etc.

Mergulharia profundamente nas negociações de bastidores e em aprender com meus Ministros especialistas sobre as mudanças que estão sendo feitas. Jamais perderia um segundo com questões periféricas. Ao ser perguntado, minha resposta seria: “Acabou a campanha, agora sou Presidente. Respondo questões de Estado. O próximo!”

Nada de bate-boca com justiceiros sociais. No máximo eu teria um interlocutor bem irônico, um rotweiller especialista no bateu-levou, como Fernando Henrique fez ao colocar Sergio Motta como Ministro das Comunicações em 1995. Esse rotweiller teria como missão a guerra cultural, preservando a mim. Eu jamais gastaria energia com isso.

Ao fim de 100 dias eu teria para mostrar um cardápio de mudanças estruturais que calaria a boca da galera do #elenao. E só então abriria alguma chance para tratar de temas periféricos que nenhum impacto trazem sobre a maioria da população. E daria a eles o tempo que merecem: 25 segundos.

Por isso acho bobagem a tuitada que ele deu, acho perda de tempo responder aos Jeans Wyllys, Zés de Abreus e Danielas Mercurys da lacrosfera. Isso está muito aquém da missão de um presidente da república, queima energia, gera cortinas de fumaça, gasta tempo e recursos.

É gastar papo com bêbado.

 

 

Este cafezinho chega a você com apoio do Cafebrasilpremium.com.br, um MLA – Master Life Administration, que ajuda a refinar sua capacidade de julgamento e tomada de decisão. www.cafebrasilpremium.com.br