s
Portal Café Brasil
Branding a preço de banana.
Branding a preço de banana.
Quanto vale o branding? Pelo que estou vendo acontecer ...

Ver mais

O Tigre Branco. Ou poderia ser Cidade de Budah…
O Tigre Branco. Ou poderia ser Cidade de Budah…
Um grande comentário sócio-político sobre a divisão em ...

Ver mais

Cafezinho Live
Cafezinho Live
Luciano Pires, criador e apresentador dos podcasts Café ...

Ver mais

Me Engana Que Eu Gosto
Me Engana Que Eu Gosto
Me engana que eu gosto: dois meio brasis jamais somarão ...

Ver mais

Café Brasil 758 – LíderCast César Menotti
Café Brasil 758 – LíderCast César Menotti
Há muito tempo tínhamos a ideia de trazer para o ...

Ver mais

Café Brasil 757 – O dono da firma
Café Brasil 757 – O dono da firma
Vamos então a mais um programa que fala do empreendedor ...

Ver mais

Café Brasil 756 – Netiqueta e as mulas digitais
Café Brasil 756 – Netiqueta e as mulas digitais
Usar a internet de forma responsável, é isso que trata ...

Ver mais

Café Brasil 755 – Alfabestismo digital
Café Brasil 755 – Alfabestismo digital
Conhecimento sempre significou poder. Transitamos ...

Ver mais

LíderCast 217 – Amyr Klink
LíderCast 217 – Amyr Klink
Meu nome é Amyr Klink, tenho 65 anos e eu construo viagens.

Ver mais

LíderCast 216 – Denise Pitta
LíderCast 216 – Denise Pitta
Empreendedora digital, dona do site Fashion Bubbles, ...

Ver mais

LíderCast 215 – Marco Antonio Villa
LíderCast 215 – Marco Antonio Villa
Historiador, professor, comentarista polêmico em rádio ...

Ver mais

LíderCast 214 – Bianca Oliveira
LíderCast 214 – Bianca Oliveira
Jornalista e apresentadora, hoje vivendo na Europa, ...

Ver mais

Sem treta
Sem treta
A pessoa diz que gosta, mas não compartilha.

Ver mais

O cachorro de cinco pernas
O cachorro de cinco pernas
Quantas pernas um cachorro tem se você chamar o rabo de ...

Ver mais

Leitura do Cafezinho 304 – (in) Tolerância
Leitura do Cafezinho 304 – (in) Tolerância
A intolerância é muito maior na geração que mais teve ...

Ver mais

Leitura cafezinho 303 – Cérebro médio
Leitura cafezinho 303 – Cérebro médio
Escolha um tema quente, dê sua opinião e em seguida ...

Ver mais

Autonomia do Banco Central
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
Caminhando rumo à autonomia do Banco Central ˜O desejo parece ser o de que a política econômica saia de uma vez por todas da alçada dos presidentes da república. […]. Delega-se para a diretoria ...

Ver mais

DSM-5: Thomas Insel, Thomas Szasz e Simão Bacamarte
Gustavo Bertoche
É preciso lançar pontes.
Em 2013, o neurocientista Thomas Insel criticou o lançamento do DSM-5. Ele escreveu que “diferentemente das definições de isquemia cardíaca, linfoma e Aids, os diagnósticos do DSM são ...

Ver mais

Ciência e Mito na Pandemia
Gustavo Bertoche
É preciso lançar pontes.
Neste tempo de controvérsias de todos os tipos a respeito do Covid-19, é preciso perceber que há vários grupos econômicos com forte interesse em um ou outro tipo de biopolítica – as ...

Ver mais

O essencial e o acessório
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
O essencial e o acessório Em 1984 ocorreu uma ampla reforma curricular nos cursos de ciências econômicas que instituiu uma série de mudanças a serem obedecidas por todos os cursos ministrados no ...

Ver mais

Cafezinho 363 – Chapeuzinho Vermelho 4.0
Cafezinho 363 – Chapeuzinho Vermelho 4.0
No Chapeuzinho Vermelho 4.0, tá cheio de lobo se ...

Ver mais

Cafezinho 362 – Na bala!
Cafezinho 362 – Na bala!
Se a constituição brasileira não proíbe que o deputado ...

Ver mais

Cafezinho 361 – Big Brother Brasil-sil-sil
Cafezinho 361 – Big Brother Brasil-sil-sil
Tudo o que é possível de ser tornado coletivo em grande ...

Ver mais

Cafezinho 360 – Sobre políticos e educadores
Cafezinho 360 – Sobre políticos e educadores
Em política, quem pensa em eternidades é atropelado ...

Ver mais

Cafezinho 39 – Como fazer críticas nutritivas

Cafezinho 39 – Como fazer críticas nutritivas

Luciano Pires -

Num cafezinho anterior falei sobre a importância de fazer críticas. E neste dou algumas dicas:

Primeiro: assegure-se que você entendeu o objeto de sua crítica. Entendeu o conteúdo, a ironia, as intenções do criticado. Se não entendeu, vai fazer papel de idiota.

Segundo: Empatia. Ponha-se no lugar do criticado. Se você está apenas criticando por criticar, a única coisa que você vai obter será rancor e ressentimento.

Terceiro: crie um ambiente neutro para a crítica. Preste muita atenção no onde e quando você fará a crítica.

Quarto: Humor. O humor ajuda a baixar a guarda. Ele mostra à quem receberá a crítica que você é humano, e não apenas um ogro querendo conflito. É um poderoso instrumento para baixar a guarda. Atenção: humor não é tirar um sarro do criticado. Isso só serve para piorar as coisas.

Quinto: seja assertivo. Ouvir um indivíduo assertivo nos dá a segurança de que ele ou ela sabe o que está dizendo.

Sexto: alinhe sua crítica aos objetivos do criticado. Você conhece o indivíduo? Sabe o que ele busca? Então explique como você acha que sua crítica vai ajudá-lo a atingir seus objetivos.

Sétimo: ajude a pessoa na autocrítica. Em vez de ficar ofendendo, desenhe cenários, faça perguntas que, ao responder, ajudem o indivíduo a concluir sobre suas fraquezas.

Oitavo: Use a lei de Wheaton, quando fizer críticas: não aja como um idiota. O que nos leva ao primeiro item desta lista.

Abordo este assunto com profundidade no Ensaio Sobre as Críticas, que acabo de publicar no www.cafebrasilpremium.com.br

________________________________

Para assinar o Cafezinho:

No WhatsApp: bit.ly/querocafezinho

Feed do Cafezinho: http://feed.portalcafebrasil.com.br/tools/cafezinho.xml

Para iTunes: https://itunes.apple.com/br/podcast/cafezinho-caf%C3%A9-brasil/id1281343582?mt=2