s
Iscas Intelectuais
Encontro Roberto Motta e Luciano Pires
Encontro Roberto Motta e Luciano Pires
Roberto Motta e Luciano Pires numa manhã de conversas ...

Ver mais

Corrente pra trás
Corrente pra trás
O que vai a seguir é um capítulo de meu livro ...

Ver mais

O que é um “bom” número de downloads para podcasts?
O que é um “bom” número de downloads para podcasts?
A Omny Studio, plataforma global na qual publico meus ...

Ver mais

O campeão
O campeão
Morreu Zagallo. Morreu o futebol brasileiro que aprendi ...

Ver mais

Café Brasil 931 – Essa tal felicidade
Café Brasil 931 – Essa tal felicidade
A Declaração de Independência dos Estados Unidos foi um ...

Ver mais

Café Brasil 930 – A Escolha de Sofia
Café Brasil 930 – A Escolha de Sofia
Tomar decisões é uma parte essencial do dia a dia, ...

Ver mais

Café Brasil 929 – Desobediência Civil
Café Brasil 929 – Desobediência Civil
O livro "Desobediência Civil" de Henry David Thoreau é ...

Ver mais

Café Brasil 928 – Preguiça Intelectual
Café Brasil 928 – Preguiça Intelectual
Láááááááá em 2004 eu lancei meu livro Brasileiros ...

Ver mais

LíderCast 325 – Arthur Igreja
LíderCast 325 – Arthur Igreja
O convidado de hoje é Arthur Igreja, autor do ...

Ver mais

LíderCast 324 – Cristiano Corrêa
LíderCast 324 – Cristiano Corrêa
Hoje trazemos Cristiano Corrêa, um especialista no ...

Ver mais

LíderCast 323 – Sérgio Molina
LíderCast 323 – Sérgio Molina
O convidado de hoje é Sérgio Molina, – atual CEO do ...

Ver mais

LíderCast 322 – Rodrigo Rezende
LíderCast 322 – Rodrigo Rezende
Rodrigo Rezende, carioca, empreendedor raiz, um dos ...

Ver mais

Segunda Live do Café Com Leite, com Alessandro Loiola
Segunda Live do Café Com Leite, com Alessandro Loiola
Segunda live do Café Com Leite, com Alessandro Loiola, ...

Ver mais

Live Café Com Leite com Roberto Motta
Live Café Com Leite com Roberto Motta
Live inaugural da série Café Com Leite Na Escola, ...

Ver mais

Café² – Live com Christian Gurtner
Café² – Live com Christian Gurtner
O Café², live eventual que faço com o Christian ...

Ver mais

Café na Panela – Luciana Pires
Café na Panela – Luciana Pires
Episódio piloto do projeto Café na Panela, com Luciana ...

Ver mais

Protagonismo das economias asiáticas
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
Protagonismo das economias asiáticas   “Os eleitores da Índia − muitos deles pobres, com baixa escolaridade e vulneráveis, sendo que um em cada quatro é analfabeto − votaram a favor de ...

Ver mais

Criatividade, destruição criativa e inteligência artificial
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
Criatividade, destruição criativa e inteligência artificial   “O capitalismo é, essencialmente, um processo de mudança econômica (endógena). O capitalismo só pode sobreviver na ...

Ver mais

Inteligência de mercado (Business intelligence)
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
A importância da inteligência de mercado[1] Considerações iniciais Este artigo tem por objetivo ressaltar a importância da inteligência de mercado no competitivo mundo contemporâneo, por se ...

Ver mais

Americanah
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
Americanah   “O identitarismo tem duas dimensões, uma dimensão intelectual e uma dimensão política, que estão profundamente articuladas, integradas. A dimensão intelectual é resultado ...

Ver mais

Cafezinho 629 – O luto político
Cafezinho 629 – O luto político
E aí? Sofrendo de luto político? Luto político é quando ...

Ver mais

Cafezinho 628 – Crimes de Honra
Cafezinho 628 – Crimes de Honra
A Corte Constitucional da França recentemente declarou ...

Ver mais

Cafezinho 627 – O Pum da Vaca
Cafezinho 627 – O Pum da Vaca
O físico Richard Feynman tem uma frase ótima: "A ...

Ver mais

Cafezinho 626 – A Globo já era?
Cafezinho 626 – A Globo já era?
A internet mudou tudo. Ela acabou com os ...

Ver mais

Economia + Criatividade = Economia Criativa

Economia + Criatividade = Economia Criativa

Luiz Alberto Machado - Iscas Econômicas -

Economia + Criatividade = Economia Criativa

Já se encontra à disposição no Espaço Democrático, a segunda edição revista, atualizada e ampliada do livro Economia + Criatividade = Economia Criativa, do qual sou um dos autores, juntamente com o professor Mauricio Andrade de Paula e as professoras Anapaula Iacovino Davila e Sonia Helena Santos.

Lançada no início de 2022, a primeira edição foi muito bem recebida, tendo se esgotado completamente em meados de 2023. Como afirmou o presidente do PSD, Gilberto Kassab, por ocasião do seu lançamento, “além de se constituir num setor fundamental de geração de emprego e renda, a economia criativa combina fatores de importância inquestionável no Brasil contemporâneo, como diversidade cultural, inovação, sustentabilidade e inclusão social”. 

Diante do êxito alcançado, o Espaço Democrático propôs aos autores a publicação de uma segunda edição que poderia conter algumas atualizações em relação à edição anterior.

A segunda edição do livro, que tem como proposta básica oferecer uma visão integrada da economia, da criatividade e da economia criativa, é prefaciada por Rafael Greca, prefeito de Curitiba, cidade que além de fazer parte da Rede de Cidades Criativas da UNESCO no segmento design, foi eleita em Barcelona, na Espanha, no mês de novembro de 2023, a Cidade Mais Inteligente do Mundo  – principal prêmio do World Smart City Awards – por suas políticas públicas, ações e programas de planejamento urbano voltados ao crescimento socioeconômico e à sustentabilidade ambiental.

Enfatizando sempre que a combinação entre economia e criatividade pode resultar em economia criativa, os autores corroboram a posição de John Howkins, um dos mais respeitados especialistas em economia criativa, que em seu livro Economia Criativa: como ganhar dinheiro com ideias criativas, afirma “A criatividade não é algo novo, tampouco a economia, mas a novidade está na natureza e na extensão da relação entre elas e como elas se combinam para criar valor e riqueza extraordinários”.

O conteúdo do livro Economia + Criatividade = Economia Criativa está dividido em três partes. A primeira versa sobre economia, dando ênfase aos aspectos da teoria econômica que se relacionam com a criatividade e a inovação como fatores fundamentais para a obtenção do desenvolvimento. Esse aspecto foi identificado pioneiramente por Celso Furtado, que no livro Criatividade e dependência na civilização industrial, escrito em 1978, afirmou: “Quaisquer que sejam as antinomias que se apresentem entre as visões da história que emergem em uma sociedade, o processo de mudança social que chamamos desenvolvimento adquire certa nitidez quando o relacionamos com a ideia de criatividade”.

A segunda parte aborda a criatividade, alertando para o fato de que a mesma, ao contrário do que muita gente pensa, não é uma característica inata nas pessoas, mas sim uma área do conhecimento cujas pesquisas têm se intensificado desde a segunda metade do século XX, sendo possível identificar pelo menos cinco gerações, como se vê na tabela 1.

Tabela 1

 Cinco gerações no estudo da criatividade

 

Denominação Ênfase Época
Pensamento criativo Desenvolvimento de habilidades Década de 1950
Solução criativa de problemas Produtividade e competitividade Década de 1960
O viver criativo Autotransformação Década de 1980
Criatividade como valor social Solução de problemas sociais, aberta à vida, à juventude, ao cotidiano Década de 1990
Economia criativa Geração e exploração da propriedade intelectual; economia do intangível Década de 2000
Fonte: MACHADO, Luiz Alberto. Viagem pela economia, p. 339.

A terceira parte, por sua vez, focaliza a economia criativa, apresentando suas principais definições, sua abrangência e seu caráter estratégico. Encerrando a terceira parte, os autores convidam os leitores a uma viagem a dezenove cidades criativas brasileiras, incluindo as quatorze que fazem parte da Rede de Cidades Criativas da UNESCO[1].

Os autores esperam que tais exemplos possam inspirar gestores públicos, em especial os ocupantes de cargos executivos nas esferas municipal e estadual, no sentido de explorarem os diversos segmentos da economia criativa em suas respectivas localidades.

 

Iscas para ir mais fundo no assunto 

Referências

DAVILA, Anapaula Iacovino; MACHADO, Luiz Alberto; PAULA, Mauricio Andrade de; SANTOS, Sonia Helena. Economia + Criatividade = Economia Criativa (2ª edição revista, ampliada e atualizada). São Paulo: Scriptum, 2024.

FURTADO, Celso. Criatividade e dependência na civilização industrial. São Paulo: Companhia das Letras, 2008.

HOWKINS, John. A economia criativa: como ganhar dinheiro com ideias criativas. Tradução de Ariovaldo Griesi. São Paulo: M. Books do Brasil Editora Ltda, 2013.

MACHADO, Luiz Alberto. Viagem pela economia. São Paulo: Scriptum, 2019.

 

[1] As quatorze cidades brasileiras integrantes da Rede são: Campina Grande (PB), no segmento artes midiáticas; João Pessoa (PB), em artesanato e artes populares; Santos (SP) e Penedo (AL), em cinema; Brasília (DF), Curitiba (PR) e Fortaleza (CE), em design; Belém (PA), Florianópolis (SC), Paraty (RJ) e Belo Horizonte (MG), em gastronomia; Rio de Janeiro (RJ), em literatura; e Salvador (BA) e Recife (PE), em música.

 

Ver Todos os artigos de Luiz Alberto Machado