s
Artigos Café Brasil
Corrente pra trás
Corrente pra trás
O que vai a seguir é um capítulo de meu livro ...

Ver mais

O que é um “bom” número de downloads para podcasts?
O que é um “bom” número de downloads para podcasts?
A Omny Studio, plataforma global na qual publico meus ...

Ver mais

O campeão
O campeão
Morreu Zagallo. Morreu o futebol brasileiro que aprendi ...

Ver mais

O potencial dos microinfluenciadores
O potencial dos microinfluenciadores
O potencial das personalidades digitais para as marcas ...

Ver mais

Café Brasil 935 – O que faz a sua cabeça?
Café Brasil 935 – O que faz a sua cabeça?
É improvável – embora não impossível – que os ...

Ver mais

Café Brasil 934  – A Arte de Viver
Café Brasil 934  – A Arte de Viver
Durante o mais recente encontro do meu Mastermind MLA – ...

Ver mais

Café Brasil 933 – A ilusão de transparência
Café Brasil 933 – A ilusão de transparência
A ilusão de transparência é uma armadilha comum em que ...

Ver mais

Café Brasil 932 – Não se renda
Café Brasil 932 – Não se renda
Em "Star Wars: Episódio III - A Vingança dos Sith", ...

Ver mais

LíderCast 329 – Bruno Gonçalves
LíderCast 329 – Bruno Gonçalves
O convidado de hoje é Bruno Gonçalves, um profissional ...

Ver mais

LíderCast 328 – Criss Paiva
LíderCast 328 – Criss Paiva
A convidada de hoje é a Criss Paiva, professora, ...

Ver mais

LíderCast 327 – Pedro Cucco
LíderCast 327 – Pedro Cucco
327 – O convidado de hoje é Pedro Cucco, Diretor na ...

Ver mais

LíderCast 326 – Yuri Trafane
LíderCast 326 – Yuri Trafane
O convidado de hoje é Yuri Trafane, sócio da Ynner ...

Ver mais

Segunda Live do Café Com Leite, com Alessandro Loiola
Segunda Live do Café Com Leite, com Alessandro Loiola
Segunda live do Café Com Leite, com Alessandro Loiola, ...

Ver mais

Live Café Com Leite com Roberto Motta
Live Café Com Leite com Roberto Motta
Live inaugural da série Café Com Leite Na Escola, ...

Ver mais

Café² – Live com Christian Gurtner
Café² – Live com Christian Gurtner
O Café², live eventual que faço com o Christian ...

Ver mais

Café na Panela – Luciana Pires
Café na Panela – Luciana Pires
Episódio piloto do projeto Café na Panela, com Luciana ...

Ver mais

Rubens Ricupero
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
Memórias de um grande protagonista   “Sem as cartas, não seríamos capazes de imaginar o fervor com que sentíamos e pensávamos aos vinte anos. Já quase não se escrevem mais cartas de amor, ...

Ver mais

Vida longa ao Real!
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
Vida longa ao Real!   “A população percebe que é a obrigação de um governo e é um direito do cidadão a preservação do poder de compra da sua renda. E é um dever e uma obrigação do ...

Ver mais

A Lei de Say e a situação fiscal no Brasil
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
A Lei de Say e o preocupante quadro fiscal brasileiro   “Uma das medidas essenciais para tirar o governo da rota do endividamento insustentável é a revisão das vinculações de despesas ...

Ver mais

Protagonismo das economias asiáticas
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
Protagonismo das economias asiáticas   “Os eleitores da Índia − muitos deles pobres, com baixa escolaridade e vulneráveis, sendo que um em cada quatro é analfabeto − votaram a favor de ...

Ver mais

Cafezinho 633 – O Debate
Cafezinho 633 – O Debate
A partir do primeiro debate entre Trump e Biden em ...

Ver mais

Cafezinho 632 – A quilha moral
Cafezinho 632 – A quilha moral
Sua identidade não vem de suas afiliações, ou de seus ...

Ver mais

Cafezinho 631 – Quem ousa mudar?
Cafezinho 631 – Quem ousa mudar?
O episódio de hoje foi inspirado num comentário que um ...

Ver mais

Cafezinho 630 – Medo da morte
Cafezinho 630 – Medo da morte
Na reunião do meu Mastermind na semana passada, a ...

Ver mais

Estelionato Televisivo

Estelionato Televisivo

Luciano Pires -

ESTELIONATO TELEVISIVO

Quem acompanha meus artigos desde 2004 sabe que andei me estranhando com o advogado de Augusto Liberato – o Gugu – no ano passado, por conta do Troféu Brasileiro Pocotó, que nosso solerte apresentador estava prestes a ganhar. Em eleição direta pelos internautas.
Naquela ocasião o advogado veio pra cima de mim, dizendo que se eu não parasse de “atacar celebridades”, iria me processar. O troféu acabou por outros motivos, mas para mim foi uma vitória contra aqueles que transformam nossa televisão numa lata de lixo.
Reproduzo a seguir uma nota recentemente publicada no site do jornal Meio e Mensagem, que é especializado em mídia:
“O apresentador Antonio Augusto Moraes Liberato, o Gugu, vai pagar R$ 750 mil para encerrar um processo civil na Justiça de São Paulo referente à falsa entrevista com membros do PCC, segundo informa o site Consultor Jurídico. A´ matéria ´, que foi ao ar no programa do apresentador no SBT em 2003, mostrava supostos membros da facção criminosa paulistana fazendo uma série de ameaças contra apresentadores de programas policiais e ativistas de direitos humanos”.
A indenização por dano moral difuso e por prática comercial abusiva é resultado de ação da promotora Deborah Pierri e alega que o apresentador tinha conhecimento do conteúdo do programa antes de sua veiculação. Responde então por omissão dolosa. O apresentador e seus advogados aceitaram doar R$ 750 mil a instituições de caridade que serão indicadas pelo Ministério Público Estadual, divididos em 12 parcelas.
O acordo não encerra outras ações sobre a falsa entrevista. Gugu ainda responde pelos crimes de ameaça e divulgação de notícia falsa na 2ª Vara Criminal de Osasco, na Grande São Paulo e o SBT responde a uma Ação Civil Pública do Ministério Público Federal pelos danos causados à sociedade pela exibição do programa “”.
Bem feito. Mas… E se o culpado fosse eu, que não tenho 750 mil reais? A pena seria uma cadeiazinha pra deixar de ser besta?
Quanto vale um crime moral como aquele de falsificar entrevista com os bandidos? Vale dez mil? Duzentos mil? Pois o Ministério Público achou que vale 750 mil. Uma boa grana, não é? Vai ajudar um monte de gente…
No entanto, penso que não tem dinheiro que pague a destruição de valores morais que sistematicamente essas porcarias veiculadas por nossa tv vêm causando.
Nós, brasileiros, estamos perdendo a capacidade de indignar-nos, por conta da exposição sistemática, através da mídia, a situações onde valores morais são acessórios. Detalhes secundários.
Vale a carinha bonitinha, a bundinha redondinha e a piadinha engraçadinha.
E agora descobrimos quanto vale o dano moral em rede nacional de TV: R$ 750 mil.
Pois quer saber? Eu acho pouco.
Valores morais valem mais.
E não creio que possam ser comprados com dinheiro.