s
Iscas Intelectuais
Semana Café Brasil 25/07/20 a 31/07/20
Semana Café Brasil 25/07/20 a 31/07/20
Atividades no Ecossistema Café Brasil de 25/07/20 a 31/07/20

Ver mais

Participe da Semana da Produtividade – 27 a 30/7
Participe da Semana da Produtividade – 27 a 30/7
Quatro aulas gratuitas sobre Produtividade que ...

Ver mais

Produtividade Antifrágil
Produtividade Antifrágil
PRODUTIVIDADE ANTIFRÁGIL vem para provocar você a rever ...

Ver mais

Cafezinho Live
Cafezinho Live
Luciano Pires, criador e apresentador dos podcasts Café ...

Ver mais

Café Brasil 730 – Um massacre cultural revisitado
Café Brasil 730 – Um massacre cultural revisitado
Você acha que a música popular brasileira acabou, hein? ...

Ver mais

Café Brasil 729 – Cala Boca Zebedeu
Café Brasil 729 – Cala Boca Zebedeu
Se você está feliz porque estão sendo caladas as vozes ...

Ver mais

Café Brasil 728 – Saindo do armário Político
Café Brasil 728 – Saindo do armário Político
Já se sentiu perseguido ou discriminado por conta de ...

Ver mais

Café Brasil 727 – A nova Inquisição
Café Brasil 727 – A nova Inquisição
Houve um tempo em que a censura vinha do Estado ...

Ver mais

Comunicado Café Brasil e Omnystudio
Comunicado Café Brasil e Omnystudio
Nos 14 anos em que produzimos podcasts, esta talvez ...

Ver mais

Comunicado sobre o LíderCast
Comunicado sobre o LíderCast
Em função da pandemia e quarentena, a temporada 16 do ...

Ver mais

LíderCast 204 – Marco Bianchi
LíderCast 204 – Marco Bianchi
Humorista, um dos criadores dos Sobrinhos do Athaíde, ...

Ver mais

LíderCast 203 – Marllon Gnocchi
LíderCast 203 – Marllon Gnocchi
Empreendedor de Vitória, no Espírito Santo, que começa ...

Ver mais

Sem treta
Sem treta
A pessoa diz que gosta, mas não compartilha.

Ver mais

O cachorro de cinco pernas
O cachorro de cinco pernas
Quantas pernas um cachorro tem se você chamar o rabo de ...

Ver mais

Leitura do Cafezinho 304 – (in) Tolerância
Leitura do Cafezinho 304 – (in) Tolerância
A intolerância é muito maior na geração que mais teve ...

Ver mais

Leitura cafezinho 303 – Cérebro médio
Leitura cafezinho 303 – Cérebro médio
Escolha um tema quente, dê sua opinião e em seguida ...

Ver mais

Minha viagem pela Economia
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
Minha viagem pela Economia “Mais importante que as riquezas naturais são as riquezas artificiais da educação e tecnologia.” Roberto Campos Em março de 1974 embarquei numa viagem na estação ...

Ver mais

Cloroquina. Ou: Da necessidade da Filosofia
Gustavo Bertoche
É preciso lançar pontes.
“Eu tomei cloroquina e fiquei curado”. Quantas vezes não ouvimos ou lemos alguém dizendo isso? Não duvido: muitos devem ter superado o Covid após o uso da cloroquina. Isso significa ...

Ver mais

Um sentido para a vida
Jota Fagner
Origens do Brasil
Esta semana eu completo 41 voltas em torno do Sol. Confesso que nunca entendi o motivo de se parabenizar alguém que faz aniversário. Parabéns pelo quê? Por continuar vivo? Como se pudéssemos ...

Ver mais

A real história do Plano Real
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
A real história do Plano Real Uma moeda cunhada no consenso democrático Jovens nascidos neste século dificilmente podem compreender o que era viver no Brasil nas últimas duas décadas do século ...

Ver mais

Cafezinho 306 – Sem treta
Cafezinho 306 – Sem treta
Empatia com quem produz o conteúdo que você curte

Ver mais

Cafezinho 305 – Rabo e perna 2
Cafezinho 305 – Rabo e perna 2
Bote sua energia em mudar a realidade para outra ...

Ver mais

Cafezinho 304 – (in)Tolerância
Cafezinho 304 – (in)Tolerância
A intolerância é muito maior na geração que mais teve ...

Ver mais

Cafezinho 303- O cérebro médio
Cafezinho 303- O cérebro médio
Temas importantes que deveriam estar sendo discutidos, ...

Ver mais

Moralidade e Capitalismo 5: O Humanitarismo

Moralidade e Capitalismo 5: O Humanitarismo

Alessandro Loiola -

Como mencionado anteriormente, os reformistas sociais enxergam na ganância e na ambição os traços mais detestáveis das entranhas capitalistas. Mas estas características ancestrais são inerentes à condição humana e jamais serão extintas. Qualquer sistema político e econômico terá que lidar com elas.

Os defensores do capitalismo gostam de salientar que ele é o sistema que mais atende às necessidades humanas dentro dos recursos limitados que temos: a teoria da eficiência do mercado afirma que cada transação é mutuamente benéfica (ou, caso contrário, não ocorreria), levando a proveitos recíprocos. Mas a movimentação de capital não necessariamente resulta em melhor saúde, melhor educação, melhor tecnologia ou avanço científico. Além disso, o livre comércio possui seus próprios demônios: a estagnação dos lucros, a acentuação das desigualdades, a concentração de renda e uma busca desenfreada por um sucesso baseado em recordes cada vez maiores. O balé da especulação financeira, uma das festas mais concorridas do capitalismo, não tem qualquer preocupação em ser humanitário – mas tampouco deveria ser punido de alguma forma por isso.

Uma economia eficiente, para servir realmente a uma causa humanitária, deveria ter alguma forma de regulação para direcionar a criatividade rumo à produção de benefícios reais. Sem este tipo de Consequencialismo Utilitarista, a Moralidade do sistema capitalista tem o sério risco de tornar-se apenas um teatro de hedonistas.

Leis humanitárias devem ser negativas (elas dizem o que não deve ser feito, ao invés do que pode ou deve ser feito), gerais (abstratas o suficiente para serem aplicadas em situações futuras) e permanentes (só devem ser modificadas quando conflitarem com outras leis de maior valor). Uma conduta justa, portanto, consistiria em agir de acordo com estas leis, e uma sociedade justa seria aquela que funcionasse em obediência a elas. O capitalismo acomoda bem esta noção de justiça: as instituições de propriedade privada e livre mercado, por exemplo, protegem a vida e a liberdade de todos, a despeito de seu nível social.

O debate Moral em torno do capitalismo deveria centrar-se então não em uma condenação completa e irreversível do sistema, mas em como manter um livre mercado garantindo eficiência econômica com dignidade humanitária e discussões honestas sobre as gafes do modelo.

Ver Todos os artigos de Alessandro Loiola