s
Artigos Café Brasil
Corrente pra trás
Corrente pra trás
O que vai a seguir é um capítulo de meu livro ...

Ver mais

O que é um “bom” número de downloads para podcasts?
O que é um “bom” número de downloads para podcasts?
A Omny Studio, plataforma global na qual publico meus ...

Ver mais

O campeão
O campeão
Morreu Zagallo. Morreu o futebol brasileiro que aprendi ...

Ver mais

O potencial dos microinfluenciadores
O potencial dos microinfluenciadores
O potencial das personalidades digitais para as marcas ...

Ver mais

Café Brasil 935 – O que faz a sua cabeça?
Café Brasil 935 – O que faz a sua cabeça?
É improvável – embora não impossível – que os ...

Ver mais

Café Brasil 934  – A Arte de Viver
Café Brasil 934  – A Arte de Viver
Durante o mais recente encontro do meu Mastermind MLA – ...

Ver mais

Café Brasil 933 – A ilusão de transparência
Café Brasil 933 – A ilusão de transparência
A ilusão de transparência é uma armadilha comum em que ...

Ver mais

Café Brasil 932 – Não se renda
Café Brasil 932 – Não se renda
Em "Star Wars: Episódio III - A Vingança dos Sith", ...

Ver mais

LíderCast 329 – Bruno Gonçalves
LíderCast 329 – Bruno Gonçalves
O convidado de hoje é Bruno Gonçalves, um profissional ...

Ver mais

LíderCast 328 – Criss Paiva
LíderCast 328 – Criss Paiva
A convidada de hoje é a Criss Paiva, professora, ...

Ver mais

LíderCast 327 – Pedro Cucco
LíderCast 327 – Pedro Cucco
327 – O convidado de hoje é Pedro Cucco, Diretor na ...

Ver mais

LíderCast 326 – Yuri Trafane
LíderCast 326 – Yuri Trafane
O convidado de hoje é Yuri Trafane, sócio da Ynner ...

Ver mais

Segunda Live do Café Com Leite, com Alessandro Loiola
Segunda Live do Café Com Leite, com Alessandro Loiola
Segunda live do Café Com Leite, com Alessandro Loiola, ...

Ver mais

Live Café Com Leite com Roberto Motta
Live Café Com Leite com Roberto Motta
Live inaugural da série Café Com Leite Na Escola, ...

Ver mais

Café² – Live com Christian Gurtner
Café² – Live com Christian Gurtner
O Café², live eventual que faço com o Christian ...

Ver mais

Café na Panela – Luciana Pires
Café na Panela – Luciana Pires
Episódio piloto do projeto Café na Panela, com Luciana ...

Ver mais

Rubens Ricupero
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
Memórias de um grande protagonista   “Sem as cartas, não seríamos capazes de imaginar o fervor com que sentíamos e pensávamos aos vinte anos. Já quase não se escrevem mais cartas de amor, ...

Ver mais

Vida longa ao Real!
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
Vida longa ao Real!   “A população percebe que é a obrigação de um governo e é um direito do cidadão a preservação do poder de compra da sua renda. E é um dever e uma obrigação do ...

Ver mais

A Lei de Say e a situação fiscal no Brasil
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
A Lei de Say e o preocupante quadro fiscal brasileiro   “Uma das medidas essenciais para tirar o governo da rota do endividamento insustentável é a revisão das vinculações de despesas ...

Ver mais

Protagonismo das economias asiáticas
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
Protagonismo das economias asiáticas   “Os eleitores da Índia − muitos deles pobres, com baixa escolaridade e vulneráveis, sendo que um em cada quatro é analfabeto − votaram a favor de ...

Ver mais

Cafezinho 633 – O Debate
Cafezinho 633 – O Debate
A partir do primeiro debate entre Trump e Biden em ...

Ver mais

Cafezinho 632 – A quilha moral
Cafezinho 632 – A quilha moral
Sua identidade não vem de suas afiliações, ou de seus ...

Ver mais

Cafezinho 631 – Quem ousa mudar?
Cafezinho 631 – Quem ousa mudar?
O episódio de hoje foi inspirado num comentário que um ...

Ver mais

Cafezinho 630 – Medo da morte
Cafezinho 630 – Medo da morte
Na reunião do meu Mastermind na semana passada, a ...

Ver mais

Seis dicas para o Eureka

Seis dicas para o Eureka

Luciano Pires -

Em 2001 o neurocientista da Universidade de Washington, Marcus Raichle, observou cérebros em estado de descanso e descobriu que havia algo acontecendo numa parte escondida, lá na área do inconsciente. Ele descobriu uma febril atividade que queimava 20 vezes mais recursos metabólicos, combustível, que o cérebro consciente.

O neurologista Marcus Raichle

O neurologista Marcus Raichle

Raichle concluiu que os circuitos teoricamente em repouso do cérebro são paradoxalmente ligados quando você para de pensar e entra em repouso. Sua consciência repousa, mas a maquininha lá no fundo está a mil. É como o Windows, com centenas de tarefas rodando em segundo plano. E é ali, naquela área livre que empregamos as melhores mecânicas criativas.

O cérebro é considerado uma máquina de predição. Ele lida com as ideias e sentimentos quase sempre da mesma forma, construindo modelos de tudo que espera que aconteça, faça e sinta, e rapidamente recalcula as coisas quando está diante de uma novidade. Entendeu? O cérebro tenta transformar tudo em rotina, em hábitos, pois assim economiza energia.

Mas no subconsciente isso não acontece. Nele as ideias estão ativas, em turbilhões de conexões, filtragens e cruzamentos, até que de repente… Eureka! Surge a ideia, a solução, a inspiração!

Eu chamo isso de cozinhar as ideias. Quando estou lidando com problemas complexos, ou mesmo escrevendo um podcast, costumo deixar as ideias fluírem e depois boto o texto pra descansar e vou pensar em outras coisas. E sempre, eu disse SEMPRE, aparece uma ideia num momento que nada tem a ver com aquele texto. Surge o eureka e eu mando um e-mail pra mim mesmo com a dica que será incorporada ao texto na primeira oportunidade. E isso acontece até quando estou dormindo…

Com você não deve ser diferente.

O segredo então é acumular informação para que o subconsciente possa trabalhar com ela. O eureka de Arquimedes na banheira, por exemplo, aconteceu depois de muuuuito tempo de reflexão. A experiência por ele acumulada estava sendo trabalhada em seu íntimo e observar a água foi o gatilho. Mas havia muita experiência e reflexão acumulada.

Acumule informações, dados, de todas as formas possíveis, reflita sobre o problema e deixe seu cérebro descansar. Mas lembre-se: se você acumular dados demais, ficará indefinidamente perdido num tsunami de informações. E se acumular dados de menos, sentirá falta para tomar as decisões acertadas. Achar o equilíbrio é o segredo, que surgirá com a prática.

Será que dá então para provocar a inspiração, o insight, o eureka? Bem, vamos lá com umas dicas simples que sempre funcionam comigo.

  1. Desligue-se do problema. Pare para refletir. Saia fora do tiroteio. Dê tempo para o cérebro ativar o inconsciente.
  2. Mexa-se. Vá fazer um exercício, ande. Faça com que o cérebro preste atenção em seu corpo deixando em paz a área inconsciente, que vai trabalhar no problema.
  3. Saia do ambiente. Vá para outro lugar, viaje, visite um museu, distraia a atenção do problema e se exponha a estímulos. Arquimedes teve o eureka tomando um banho.
  4. Leia, assista, ouça coisas. Podcasts, por exemplo. Recentemente publiquei o depoimento de um ouvinte que teve um eureka ouvindo o programa, e a partir dali mergulhou num projeto que certamente mudará sua vida. Mas ele se expôs a algo fora de sua casinha, sacou?
  5. Tome nota. Desenhe. Rabisque. Eu sou maníaco por rabiscar, anotar e um dia olhar para aquele monte de coisas aparentemente sem sentido e fazer uma conexão.
  6. E por fim, preste atenção nos sinais de seu inconsciente. Acredite neles. E parta para a ação. Aceite esses sinais como uma missão dada. E cumpra. Mesmo que a ideia não esteja completa.Faça simples, deixe que as pessoas usem e depois sofistique. É claro que isso vale para mim, que trabalho com conhecimento.

Resumo: abra a porta para o subconsciente, curta as inspirações malucas, acostume-se a fazer conexões.

Louis Pasteur uma vez disse que “a sorte favorece a mente preparada”.

Boa sorte.