s
Podcast Café Brasil com Luciano Pires
Corrente pra trás
Corrente pra trás
O que vai a seguir é um capítulo de meu livro ...

Ver mais

O que é um “bom” número de downloads para podcasts?
O que é um “bom” número de downloads para podcasts?
A Omny Studio, plataforma global na qual publico meus ...

Ver mais

O campeão
O campeão
Morreu Zagallo. Morreu o futebol brasileiro que aprendi ...

Ver mais

O potencial dos microinfluenciadores
O potencial dos microinfluenciadores
O potencial das personalidades digitais para as marcas ...

Ver mais

Café Brasil 927 – Quando a água baixar
Café Brasil 927 – Quando a água baixar
A história de Frodo Bolseiro em "O Senhor dos Anéis" ...

Ver mais

Café Brasil 926 – Definição de Gaúcho – Revisitado
Café Brasil 926 – Definição de Gaúcho – Revisitado
Então... diante dos acontecimentos dos últimos dias eu ...

Ver mais

Café Brasil 925 – No Beyond The Cave
Café Brasil 925 – No Beyond The Cave
Recebi um convite para participar do podcast Beyond The ...

Ver mais

Café Brasil 924 – Portugal dos Cravos – Revisitado
Café Brasil 924 – Portugal dos Cravos – Revisitado
Lááááááááá em 2007, na pré-história do Café Brasil, ...

Ver mais

LíderCast 321 – Rafael Cortez
LíderCast 321 – Rafael Cortez
Tá no ar o #LC321 O convidado de hoje é Rafael Cortez, ...

Ver mais

LíderCast 320 – Alessandra Bottini
LíderCast 320 – Alessandra Bottini
A convidada de hoje é Alessandra Bottini, da 270B, uma ...

Ver mais

LíderCast Especial – Rodrigo Gurgel – Revisitado
LíderCast Especial – Rodrigo Gurgel – Revisitado
No episódio de hoje a revisita a uma conversa que foi ...

Ver mais

LíderCast 319 – Anna Rita Zanier
LíderCast 319 – Anna Rita Zanier
A convidada de hoje é Anna Rita Zanier, italiana há 27 ...

Ver mais

Segunda Live do Café Com Leite, com Alessandro Loiola
Segunda Live do Café Com Leite, com Alessandro Loiola
Segunda live do Café Com Leite, com Alessandro Loiola, ...

Ver mais

Live Café Com Leite com Roberto Motta
Live Café Com Leite com Roberto Motta
Live inaugural da série Café Com Leite Na Escola, ...

Ver mais

Café² – Live com Christian Gurtner
Café² – Live com Christian Gurtner
O Café², live eventual que faço com o Christian ...

Ver mais

Café na Panela – Luciana Pires
Café na Panela – Luciana Pires
Episódio piloto do projeto Café na Panela, com Luciana ...

Ver mais

Americanah
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
Americanah   “O identitarismo tem duas dimensões, uma dimensão intelectual e uma dimensão política, que estão profundamente articuladas, integradas. A dimensão intelectual é resultado ...

Ver mais

A tragédia e o princípio da subsidiariedade
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
A tragédia e o princípio da subsidiariedade “Ações que se limitam às respostas de emergência em situações de crise não são suficiente. Eventos como esse – cada vez mais comuns por ...

Ver mais

Percepções opostas sobre a Argentina
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
Percepções opostas sobre a Argentina “A lista de perrengues diários e dramas nacionais é grande, e a inflação, com certeza, é um dos mais complicados. […] A falta de confiança na ...

Ver mais

Economia + Criatividade = Economia Criativa
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
Economia + Criatividade = Economia Criativa Já se encontra à disposição no Espaço Democrático, a segunda edição revista, atualizada e ampliada do livro Economia + Criatividade = Economia ...

Ver mais

Cafezinho 625 – Fake news que matam
Cafezinho 625 – Fake news que matam
Há tempos eu digo que saímos da Sociedade da Informação ...

Ver mais

Cafezinho 624 – Desastres não naturais
Cafezinho 624 – Desastres não naturais
Ao longo dos anos, o Brasil experimentou uma variedade ...

Ver mais

Cafezinho 623 – Duas lamas, duas tragédias
Cafezinho 623 – Duas lamas, duas tragédias
O Brasil está vivenciando duas lamas que revelam muito ...

Ver mais

Cafezinho 622 – Sobre liderança e culhões
Cafezinho 622 – Sobre liderança e culhões
Minhas palestras e cursos sobre liderança abrem assim: ...

Ver mais

Café Brasil 655 – É carnaval

Café Brasil 655 – É carnaval

Luciano Pires -

Olha! Este aqui é o meu sexagésimo segundo carnaval. Os primeiros 18 aconteceram entre 1957 e 1974 e eu acho que uns 12 deles foram intensos. Seja quando criança com meus pais me levando nos bailes infantis, seja na adolescência nos bailes da molecada, ou então jovem adulto nos bailões com orquestra, serpentina, confete e bebedeira. E aprendi a apreciar as músicas que fizeram nossas cabeças, os clássicos do carnaval que todos cantamos até hoje, embora uns chatos aí estejam tentando enquadrar umas músicas.

Mas um dia a composição daquelas músicas de carnaval parece que acabou. Nãos e compõe mais para o carnaval, hoje se adapta o que existe, numa salada musical que até pode ser rica, mas que não é páreo para minhas lembranças. Mas nem tudo está perdido.

Tem gente boa, muito boa, fazendo a legítima música de carnaval, com  humor, ironia, crônica e crítica social. E com uma qualidade musical rara.

Como o pessoal da Panela Produtora que lança o disco É Carnaval e com quem vou conversar no programa de hoje.

Bom dia, boa tarde, boa noite. Eu sou Luciano Pires e você está no Café Brasil.

Posso entrar?  

Fui até a Panela Produtora e conversei com três queridos amigos. Um papo maduro, livre e leve, sobre música, criatividade, conectividade e, é claro, carnaval. Vamos nessa?

(Como todos os programas especiais, não teremos a íntegra do texto)

o que é que aconteceu com o carnaval?
Felipe Trielli

linda morena virou afrodescendente
empoderou-se e não quer saber de mim
o pierrô fez terapia esqueceu da colombina
fugiu com o arlequim
e a mulata bossa nova
trocou o hully gully pelo funk ostentação
o Zezé ficou careca, já tomou finasterida
e virou chefe na repartição
Maria Sapatão vive na solidão
e agora toda hora ela chora de saudade
da dicotomia de ser de dia a linda Maria
e de noite não Maria é só João depois da operação
Chiquita Bacana entrou pros black blocks
e a jardineira anda feliz com dez miligramas de fluoxetina
cortou o mal pela raíz
e quem veio do Egito está proibido de cantar
está proibido de cantar de dançar, de pular e até desenhar
e do cabelo da mulata minha advogada me proibiu de falar
a gente se perdeu?
o que é que aconteceu com o Carnaval?
já tem deputado federal que diz que roupa de ladrão é apropriação cultural
a gente se perdeu?
o que é que aconteceu com o Carnaval?
Rei Momo tá magrelo trocou o caramelo por barra de cereal
mas o que foi que aconteceu?
não posso mais pular o carnaval eu tô passando mal
passaram sabonete na cabeça do meu paulatinamente
aconteceu e o que era doce agora é um pote de amargura
o que era diversão virou contravenção 
tem burocrata com a dita dura
o que é que aconteceu com o Carnaval?

ladeira da purpurina

na ladeira da Purpurina
o meu carro morreu
e o carro atrás do meu
disparou a buzina
mas que filho da biiiiiiiiiiiiiiii
vai tomá no seu biiiiiiiiiiiiiii
vai si fu biiiiiiiiiiiiiii biiiiiiiiii biiiiiiii biiiiiiiii

carnaval na Sibéria
Daniel Galli

confesso que odeio o carnaval
meu terapeuta insiste que eu não sou normal
mas tanta felicidade me cheira a miséria
eu só queria passar o carnaval na Sibéria
carnaval na Sibéria com seus blocos de gelo
nenhum gringo de férias sambando pelos cotovelos
carnaval na Sibéria com seu frio glacial
infindos confetes de neve isso é que é carnaval
confesso que odeio o carnaval
minha mulher reclama do meu baixo-astral “chega, Valdir”,
ela implora e eu respondo
“Valéria, já decidi, vou passar o carnaval na Sibéria”
carnaval na Sibéria
longe do hemisfério sul
lá ninguém sopra trompete
como se soprasse do (fooom)
carnaval na Sibéria
sem vivalma na rua
lá não vai ter black block
e ninguém na bunda sua

triglicérides

meu nível de triglicérides
tomara que caia enquanto
eu tô ladeira abaixo
ele só quer ficar no himalaia
trigli trigli trigli triglicérides
gorduras em coreografia
trigli trigli trigli triglicérides demais
é hipertrigliceridemia
não posso beber
não posso beber
não posso beber

Então, parte fundamental do Café Brasil é o ouvinte, não é? Como o Diego:

“Olá Luciano, pessoal do Café Brasil. Tudo bom?  Meu nome é Diego, tenho 27 anos  e eu moro em Goiânia desde que nasci. 

Bem. Eu ouço o podcast Café Brasil há aproximadamente cinco meses, porque eu estava procurando na net algum podcast sobre musica e encontrei  o episódio do Pink Floyd, The dark side of the moon, que foi uma das bandas que eu mais escutei na adolescência. E é claro que eu pirei. Logo eu procurei mais e encontrei o do Led Zeppelin, o lendário 275. Eu já tinha ouvido um ou outro episódio do podcast, mas nunca dei bola, ou não gostei, porque eles me faziam pensar e naquele momento não o que eu queria, pelo menos eu achava.

Foi então que o meu modo de pensar mudou, quando eu ouvi o episódio 460 sobre meritocracia, que me fez ver que toda minha vida, como eu fui criado pra ser uma vítima. Desde criança eu ouço os meus familiares falando ah coitado, coitado de mim que não tive estudo, coitado de mim que não tive um bom emprego, coitado. Coitado de mim. E cara, foi um tapa na cara, finalmente depois de 27 anos eu começo a ter opinião própria, eu começo a me questionar, enfim, eu começo a pensar. E depois dele, eu não parei mais, eu virei fã, comecei a ter opinião, nem todas a favor, mas eu comecei a ter opinião. Passei por episódios como Sorte ou Azar, Brasiliência, LíderCast, Revolta do tico, Conspiradores, cara, foram tantos episódios que marcaram pra valer a minha vida. 

Enfim, parece exagero. Hoje eu continuo sendo eu,  mas com atitudes e pensamentos de outra pessoa que, sem dúvida, estão se transformando na minha vida. Pra melhor, sem dúvida.

O que eu quero dizer é que eu agradeço pela oportunidade que vocês me deram agora e contem com o ouvinte fiel que começou a fazer parte ainda dessa minoria pensante que não tem como plano de ação a esperança.

Pessoal. Valeu. Até mais. Tchau tchau.”

É isso aí, Diego! Conteúdo conteúdo pertinente para ampliar seu repertório e a capacidade de julgamento e tomada de decisão. Parabéns, cara! Você ganhou um e-book, viu?

Muito bem. O Diego receberá um KIT DKT, recheado de produtos PRUDENCE, como géis lubrificantes e preservativos masculinos. Basta enviar seu endereço para contato@lucianopires.com.br.

A DKT distribui as marcas Prudence, Sutra e Andalan, contemplando a maior linha de camisinhas do mercado, além de outros produtos como anticonceptivos intrauterinos, géis lubrificantes, estimuladores, coletor menstrual descartável e lenços umedecidos. E reverte grande parte de seus lucros para evitar a gravidez indesejada, infecções sexualmente transmissíveis e a AIDS nas regiões mais carentes do planeta.

Ao comprar um produto Prudence, Sutra ou Andalan você está ajudando nessa missão! facebook.com/dktbrasil

Luciano – Lalá, é carnaval, meu! O que que a Colombina não pode esquecer no rala rola com o Pierrô?

Lalá – Pô, Prudence, é claro!

o bloco dos pintores do passado

tá pintando o bloco dos pintores do passado
que tá com pinta de que nunca vai passar
séculos e séculos de pinceladas pelo ar
mas tá pintando o bloco dos pintores do passado
que tá com pinta de que nunca vai passar
um carnaval de cores
na tela do lado de lá
Van Gogh tá grogue
Dalí tá mais pra lá do que pra cá
mas que Caravaggio
Da Vinci dá vinte sem tirar
abram alas pro Picasso
Manet, Monet, tchu tchu ru tchu
Rembrandt se requebrando
Vermeer na terra e Renoir

lavadeira
Felipe Trielli

ô lavadeira, meu amor
não fique triste pois senão eu morro
eu tô pensando no sabão de coco que já foi cachorro
que já foi cachorro
não fique assim
meu bichano virou tamborim
e isso que tá no seu prato
foi o que restou do gato
Pelo bem de todos
E felicidade geral
se não matar os bichinhos
não tem carnaval
ô lavadeira, meu amor
não fique triste pois senão eu morro
eu tô pensando no sabão de côco que já foi cachorro
que já foi cachorro
não vá embora
amanhã bem na primeira hora
conto tudo que cê disse
pro pessoal do Greenpeace
pele de gato vira tamborim
cachorro vira sabão
e todo mundo um dia vai virar pó

gnomo não é anão

gnomo não é anão
vê se não faz confusão
anão não é assim
gnomo é anão de jardim?
ou não?
mas se gnomo não é anão
vê se não faz confusão
anão não é assim
gnomo é anão de jardim?
e com essa onda de RPG
tem tanto anão por aí
tem tanto anão por aí
halflings, hurthlings, hobbits, bobbits,
kithkins, elfos, kenders, hins,
pois é, mas é,
gnomo não é anão
vê se não faz confusão
anão não é assim
gnomo é anão de jardim
gui gui gui gui gui gui gui

Muito bem! O Café Brasil é produzido por quatro pessoas. Eu, Luciano Pires, na direção e apresentação, Lalá Moreira na técnica, Ciça Camargo na produção e, é claro, você aí ó completando o ciclo.   

De onde veio este programa tem muito mais, especialmente para quem assina o cafebrasilpremium.com.br, nossa “Netflix do Conhecimento”, onde você tem uma espécie de MLA – Master Life Administration. Então acesse cafedegraca.com e experimente o Premium por um mês, sem pagar.

O conteúdo do Café Brasil pode chegar ao vivo em sua empresa através de minhas palestras. Acesse lucianopires.com.br. Vamos levar um cafezinho ao vivo aí pra sua empresa

Mande um comentário de voz pelo WhatSapp no 11 96429 4746. E também estamos no Telegram, com o grupo Café Brasil.

Pra terminar, em carnaval, em ritmo carnavalesco, eu vou repetir uma frase antologica de Joãosinho Trinta

Quem gosta de miséria, é intelectual.

https://www.youtube.com/watch?v=yHronxU2K-M

https://open.spotify.com/album/5sMLZZ97kduEZRYdXk5l6k?si=VjeYh1V9TNqeDNolHhMRBA