s
Artigos Café Brasil
Nem tudo se desfaz
Nem tudo se desfaz
Vale muito a pena ver a história da qual somos ...

Ver mais

Henrique Viana
Henrique Viana
O convidado para o LíderCast desta vez é Henrique ...

Ver mais

Deduzir ou induzir
Deduzir ou induzir
Veja a quantidade de gente que induz coisas, ...

Ver mais

Origem da Covid – seguindo as pistas
Origem da Covid – seguindo as pistas
Tradução automática feita pelo Google, de artigo de ...

Ver mais

Café Brasil 793 – LíderCast Antônio Chaker
Café Brasil 793 – LíderCast Antônio Chaker
Hoje bato um papo com Antônio Chaker, que é o ...

Ver mais

Café Brasil 792 – Solte o belo!
Café Brasil 792 – Solte o belo!
A beleza existe? Ou é só coisa da nossa cabeça? E se ...

Ver mais

Café Brasil 791 – Tempo Perdido
Café Brasil 791 – Tempo Perdido
Você certamente já ouviu falar do Complexo de ...

Ver mais

Café Brasil 790 – Don´t be evil
Café Brasil 790 – Don´t be evil
Existe uma preocupação crescente sobre o nível de ...

Ver mais

Café Brasil 789 – LíderCast Osvaldo Pimentel – Monetizze
Café Brasil 789 – LíderCast Osvaldo Pimentel – Monetizze
Hoje bato um papo com Osvaldo Pimentel, CEO da ...

Ver mais

Café Brasil 785 – LíderCast Leandro Bueno
Café Brasil 785 – LíderCast Leandro Bueno
Sabe quem ajuda este programa chegar até você? É a ...

Ver mais

Café Brasil 775 – LíderCast Henrique Viana – Brasil Paralelo
Café Brasil 775 – LíderCast Henrique Viana – Brasil Paralelo
Um papo muito interessante com Henrique Viana, um jovem ...

Ver mais

Café Brasil 771 – LíderCast Aurelio Alfieri
Café Brasil 771 – LíderCast Aurelio Alfieri
Aurélio Alfieri é um educador físico e youtuber, ...

Ver mais

Café na Panela – Luciana Pires
Café na Panela – Luciana Pires
Episódio piloto do projeto Café na Panela, com Luciana ...

Ver mais

Sem treta
Sem treta
A pessoa diz que gosta, mas não compartilha.

Ver mais

O cachorro de cinco pernas
O cachorro de cinco pernas
Quantas pernas um cachorro tem se você chamar o rabo de ...

Ver mais

Leitura do Cafezinho 304 – (in) Tolerância
Leitura do Cafezinho 304 – (in) Tolerância
A intolerância é muito maior na geração que mais teve ...

Ver mais

Pax Aeterna
Gustavo Bertoche
É preciso lançar pontes.
Maquiavel é, com alguma freqüência, considerado o primeiro cientista político moderno: nas suas análises, ele teria sido um dos primeiros a rejeitar tanto uma concepção metafísica da natureza ...

Ver mais

Trivium: Capítulo 4 – Regras de Definição (parte 5)
Alexandre Gomes
  Para cumprir a função de DEFINIÇÃO, esta deve atender alguns requisitos. Do contrário, será apenas enrolação ou retórica vazia. Os requisitos são: 1. CONVERSÍVEL em relação ao sujeito, à ...

Ver mais

O Brasil e o Dia do Professor
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
O Brasil e o Dia do Professor Aulinha de dois mil réis Apesar das frequentes notícias que vêm a público, dando conta do elevado grau de corrupção existente em nosso país, e da terrível ...

Ver mais

Trivium: Capítulo 4 – Definição dos Termos (parte 4)
Alexandre Gomes
  Uma definição torna explícita a INTENSÃO* ou significado de um termo, a essência que este termo representa.   *  você deve ter estranhado a palavra INTENSÃO, imaginando que seria ...

Ver mais

Cafezinho 432 – O vencedor
Cafezinho 432 – O vencedor
As pessoas não se importam com o que você diz, desde ...

Ver mais

Cafezinho 431 – Sobre Egosidade
Cafezinho 431 – Sobre Egosidade
Descobri o que acontece com aquela gente enfática, que ...

Ver mais

Cafezinho 430 – A desigualdade nossa de cada dia
Cafezinho 430 – A desigualdade nossa de cada dia
Gritaria ideológica em rede social, sustentada em ...

Ver mais

Cafezinho 429 – Minha tribo
Cafezinho 429 – Minha tribo
E no limite, a violência, o xingar, o ofender, o ...

Ver mais

70:20:10

70:20:10

Luciano Pires -

Um leitor me escreve dizendo das dificuldades para escolher seus candidatos para as eleições, pois parece que todo o processo está dominado pelos postulantes à presidência. Quando fui responder, uma coincidência me fez lembrar da relação 70:20:10 que está tão em moda no ambiente empresarial. Se você não sabe o que é, é simples.

Normalmente achamos que nosso aprendizado vem prioritariamente do estudo formal, com aulas, leituras e professores, não é? Mas a partir de pesquisas realizadas no Center for Creative Leadership, entidade global voltada ao treinamento executivo, pesquisadores concluíram que os líderes bem sucedidos aprendem as lições de forma efetiva utilizando a seguinte relação: 70% do aprendizado se dá no dia a dia, com a mão na massa; 20%  se dá a partir do contato com outras pessoas e apenas 10% vem de cursos e leituras. Assim, as empresas mais antenadas estão trazendo para o dia a dia, para a responsabilidade de cada um, as oportunidades de aprendizado, com grande sucesso.

Bem, e as eleições? Vamos lá:

Hoje ao lidar com a escolha dos candidatos, até pela pressão da mídia, normalmente focamos nos cargos mais importantes e glamorosos, deixando pra lá os de menor expressão. É até natural que seja assim, pois candidatos a Vereador e Deputado Estadual, por exemplo, são pessoas que circulam por nosso dia a dia, que provavelmente conhecemos há muito e de quem pouco ou nada esperamos. Não tem graça. Votamos no Palhaço Perereco e na Maria Sapatão sem preocupação só para tirar um sarro, manifestar nosso desprezo pelo processo eleitoral, agradar um amigo ou nos livrar do voto o mais rápido possível.

Mas quem age dessa forma não considera que esses Vereadores e Deputados Estaduais são a matéria prima para os próximos Deputados Federais, Senadores, Prefeitos, Governadores e Presidentes da República. Se alimentamos o processo com matéria fecal, como reclamar do resultado depois? É da “escolinha” composta de Vereadores e Deputados que daqui a alguns anos sairá o próximo Senador, Governador ou Presidente. Qualquer processo de depuração tem que começar, portanto, pela base!

Passei então a receita para o leitor:

Inverta a fórmula que você usa hoje! Dedique 70% do seu tempo à escolha dos Vereadores, Deputados Estaduais e Federais ; 20%  aos Senadores e Governadores e nada mais que 10% ao Presidente da República. Dessa forma você terá a chance de expurgar parte dos bandidos e oportunistas ainda no ninho, ajudando a elevar o nível dos candidatos que um dia disputarão os mais altos cargos da nação. Sem contar que, agindo assim, você melhorará o nível das decisões que essas pessoas tomarão na sua comunidade.

Voltando ao aprendizado: esta será a sétima eleição pós redemocratização do Brasil. E parece que não aplicamos aquela regra de aprender 70% com a prática. Pois tá na hora de começar.

Ah, é demorado? É. Por isso tem que começar já para ver resultado dentro de 20 anos.

Dica: http://www.excelencias.org.br/quemquer/ . Aqui estão todos os candidatos, com histórico, doadores de campanha, declaração de bens, quase tudo que você precisa para aplicar seus 70:20:10.

Tá esperando o quê?