s
Artigos Café Brasil
Isca Intelectual sobre talento
Isca Intelectual sobre talento
O que tinham feito suas mãos?

Ver mais

Arremessando Alto (Hustle) na NetFlix.
Arremessando Alto (Hustle) na NetFlix.
Um filme para cima, focado na busca pelo sucesso mesmo ...

Ver mais

Planejamento Antifrágil – Aula gratuita!
Planejamento Antifrágil – Aula gratuita!
Planejamento Antifrágil é a capacidade de incorporar o ...

Ver mais

Ensaio sobre Palestras e Palestrantes
Ensaio sobre Palestras e Palestrantes
Depois de realizar mais de 1000 palestras no Brasil e ...

Ver mais

Café Brasil 828 – O catalisador
Café Brasil 828 – O catalisador
Todo mundo tem alguma coisa que quer mudar. Os ...

Ver mais

Café Brasil 827 – A complicada arte de ver – Revisitado
Café Brasil 827 – A complicada arte de ver – Revisitado
A árvore que o sábio vê não é a mesma árvore que o tolo ...

Ver mais

Café Brasil 826 – Os fatos? Ora, os fatos…
Café Brasil 826 – Os fatos? Ora, os fatos…
O mundo anda mesmo louco. Vira e mexe eu encontro ...

Ver mais

Café Brasil 825 – Precisamos falar sobre o medo
Café Brasil 825 – Precisamos falar sobre o medo
Coragem não é atributo apenas dos heróis. O medo é uma ...

Ver mais

LíderCast 235 – Gilberto Lopes
LíderCast 235 – Gilberto Lopes
Hoje a conversa é com Gilberto Lopes, o Giba, que é CEO ...

Ver mais

LíderCast 234 – Danilo Cavalcante
LíderCast 234 – Danilo Cavalcante
Hoje o convidado é o Danilo Cavalcante, que se diz ...

Ver mais

LíderCast 233 – Flavia Zülzke
LíderCast 233 – Flavia Zülzke
Flavia Zülzke é Head de Marketing, Branding, ...

Ver mais

LíderCast 232 – Giovanna Mel
LíderCast 232 – Giovanna Mel
Hoje a convidada é Giovanna Mel, comunicadora e ...

Ver mais

Café na Panela – Luciana Pires
Café na Panela – Luciana Pires
Episódio piloto do projeto Café na Panela, com Luciana ...

Ver mais

Sem treta
Sem treta
A pessoa diz que gosta, mas não compartilha.

Ver mais

O cachorro de cinco pernas
O cachorro de cinco pernas
Quantas pernas um cachorro tem se você chamar o rabo de ...

Ver mais

Leitura do Cafezinho 304 – (in) Tolerância
Leitura do Cafezinho 304 – (in) Tolerância
A intolerância é muito maior na geração que mais teve ...

Ver mais

Os novos clubes de Lula
Fernando Lopes
Iscas Politicrônicas
Há alguns dias, o convenientemente descondenado Lula da Silva afirmou: Se eleito, fechará todos os clubes de tiro do Brasil, substituindo-os por “clubes de leitura”. Primeiramente, seria ...

Ver mais

Tentação perigosa
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
Tentação perigosa   “O tabelamento de preços é como o segundo casamento: é a vitória da esperança sobre a experiência.” John Kenneth Galbraith   Depois de quase trinta anos de relativa ...

Ver mais

A ignorância como motor do conhecimento e da ciência
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
A ignorância como motor do conhecimento e da ciência “Para quem busca o conhecimento, surpresas são achados valiosos. A descoberta de um fato surpreendente leva à procura de novos fatos e suscita ...

Ver mais

Trivium: Capítulo 7 – Silogismo Simples (parte 1)
Alexandre Gomes
Como mencionado na lição anterior, vamos agora tratar de silogismo – que é o raciocínio mais associado à lógica.   Definição: O silogismo é um ATO DE RACIOCÍNIO pelo qual a mente ...

Ver mais

Cafezinho 504 – (Des)honestidade intelectual
Cafezinho 504 – (Des)honestidade intelectual
Mesmo num debate entre pontos de vista diferentes, tem ...

Ver mais

Cafezinho 503 – Quantos anos tenho?
Cafezinho 503 – Quantos anos tenho?
Tenho os anos necessários para perder o medo e fazer o ...

Ver mais

Cafezinho 502 – Prenda o elefante!
Cafezinho 502 – Prenda o elefante!
Cinco fundamentos morais para o comportamento das ...

Ver mais

Cafezinho 501 – Libere o elefante!
Cafezinho 501 – Libere o elefante!
Na sociedade, o ginete são as minorias militantes que ...

Ver mais

A audiência que interessa

A audiência que interessa

Luciano Pires -

Quando criei o Café Brasil em 2003 com a intenção de oferecer um ambiente onde ideias fossem debatidas fora das amarras das mídias tradicionais, sabia que teria de focar em três pilares: criação de conteúdo, distribuição e audiência.

A criação de conteúdo era o mais fácil, essa é minha praia. A distribuição envolvia basicamente tecnologia e marketing. E aí foi uma questão de erros e acertos até encontrar o parceiro que conseguisse suprir não só as necessidades básicas, mas acompanhasse as mudanças que acontecem a cada minuto. Do marketing falo depois.

Já a audiência…

Comecei com cerca de 300 contatos que eu tinha, que com tempo cresceram para 3 mil, depois 30 mil e por aí em diante. Com a chegada das mídias sociais a coisa ampliou, os podcasts ajudaram e pronto! Eu tinha uma audiência proprietária, que não dependia de alugar um espaço num jornal, numa revista, numa rádio ou televisão para ser alcançada. Surgiu então um novo desafio: que tipo de audiência interessa? Volume ou qualidade? Volume traz grana e emburrece a gente, pois é focado no mínimo divisor comum. Qualidade faz a gente crescer… e pode dar grana. E foi aí o foco: qualidade da audiência. O que aprendi? Que a audiência que interessa…

… quer conteúdo provocativo, com opinião, que não fique em cima do muro, que fuja do senso comum;

… contesta, discute, fica brava e me obriga a ficar atento todo o tempo;

… quer participar, quer compartilhar uma visão, quer opinar, quer se sentir parte do processo;

… aceita, e de certa forma até mesmo exige, ideias que sejam contrárias às suas, pois sabe que são elas que ampliam sua visão de mundo;

… é extremamente receptiva aos meus chamados para colaborar;

… sabe que a discussão produtiva das ideias exige educação e respeito;

… tem a consciência de que, como disse Aristóteles: “Não se pode conceber o ‘muitos’ sem o ‘um’”.

… é generosa e se diverte comigo.

Percebeu? A audiência que me interessa é muito diferente daquela que assiste o Faustão e para quem os marqueteiros vendem xampu. E a audiência que interessa faz o marketing que interessa, num nível de engajamento impensável quando comparado àquele obtido pelas mídias tradicionais.

Muito bem. Foi assim então que chegamos a alguns números expressivos: 170 mil curtidores no Facebook, 200 mil ouvintes nos Podcasts, 8 milhões de downloads por ano, 100 mil ouvintes nas rádios, 100 mil visitantes únicos/mês no Portal Café Brasil. Números expressivos, mas tímidos diante dos campeões das mídias sociais e celebridades. Mas não importa.  Pelo nível de engajamento, interesse e vontade de se incomodar, cada componente da minha audiência que interessa vale por 1000 daqueles que buscam apenas passatempos.

A audiência que interessa valoriza seu tempo de vida.

Esta madrugada demos mais um passo. Lançamos na Confraria Café Brasil um processo revolucionário ao entregar a cada Confrade seu feed individual, – Individual Custom Feed – que é algo novo, levando os conceitos de liberdade, exclusividade e comodidade a outro patamar. Liberdade, porque o ouvinte/leitor/espectador pode determinar o que vai receber no feed. Exclusividade, pois alguns conteúdos são exclusivos para assinantes que, num próximo passo, poderão ser segmentados ainda mais. E finalmente, comodidade, que reúne a facilidade de receber automaticamente no smartphone ou computador, sem qualquer esforço extra, conteúdos exclusivos, personalizados, de forma rápida e sem complicações.

O período entre 23:30 e 01:45 em que fizemos os testes com 30 “confrades” dentro de nosso grupo no Telegram foi sensacional. Todos participando, vibrando, dando retorno imediato, reportando os problemas e reagindo conforme amarrávamos as pontas… Foi então me deu uma luz!

Cara, descobri que não tenho audiência! Tenho torcida.

E isso muda tudo.

A Confraria Café Brasil está nascendo, convido você a conhecê-la acessando o www.portalcafebrasil.com.br e clicando no banner “Fitness Intelectual para quem quer cérebro tanquinho”.

Depois é correr pro abraço.