s
Artigos Café Brasil
Nem tudo se desfaz
Nem tudo se desfaz
Vale muito a pena ver a história da qual somos ...

Ver mais

Henrique Viana
Henrique Viana
O convidado para o LíderCast desta vez é Henrique ...

Ver mais

Deduzir ou induzir
Deduzir ou induzir
Veja a quantidade de gente que induz coisas, ...

Ver mais

Origem da Covid – seguindo as pistas
Origem da Covid – seguindo as pistas
Tradução automática feita pelo Google, de artigo de ...

Ver mais

Café Brasil 792 – Solte o belo!
Café Brasil 792 – Solte o belo!
A beleza existe? Ou é só coisa da nossa cabeça? E se ...

Ver mais

Café Brasil 791 – Tempo Perdido
Café Brasil 791 – Tempo Perdido
Você certamente já ouviu falar do Complexo de ...

Ver mais

Café Brasil 790 – Don´t be evil
Café Brasil 790 – Don´t be evil
Existe uma preocupação crescente sobre o nível de ...

Ver mais

Café Brasil 789 – LíderCast Osvaldo Pimentel – Monetizze
Café Brasil 789 – LíderCast Osvaldo Pimentel – Monetizze
Hoje bato um papo com Osvaldo Pimentel, CEO da ...

Ver mais

Café Brasil 789 – LíderCast Osvaldo Pimentel – Monetizze
Café Brasil 789 – LíderCast Osvaldo Pimentel – Monetizze
Hoje bato um papo com Osvaldo Pimentel, CEO da ...

Ver mais

Café Brasil 785 – LíderCast Leandro Bueno
Café Brasil 785 – LíderCast Leandro Bueno
Sabe quem ajuda este programa chegar até você? É a ...

Ver mais

Café Brasil 775 – LíderCast Henrique Viana – Brasil Paralelo
Café Brasil 775 – LíderCast Henrique Viana – Brasil Paralelo
Um papo muito interessante com Henrique Viana, um jovem ...

Ver mais

Café Brasil 771 – LíderCast Aurelio Alfieri
Café Brasil 771 – LíderCast Aurelio Alfieri
Aurélio Alfieri é um educador físico e youtuber, ...

Ver mais

Café na Panela – Luciana Pires
Café na Panela – Luciana Pires
Episódio piloto do projeto Café na Panela, com Luciana ...

Ver mais

Sem treta
Sem treta
A pessoa diz que gosta, mas não compartilha.

Ver mais

O cachorro de cinco pernas
O cachorro de cinco pernas
Quantas pernas um cachorro tem se você chamar o rabo de ...

Ver mais

Leitura do Cafezinho 304 – (in) Tolerância
Leitura do Cafezinho 304 – (in) Tolerância
A intolerância é muito maior na geração que mais teve ...

Ver mais

Trivium: Capítulo 4 – Regras de Definição (parte 5)
Alexandre Gomes
  Para cumprir a função de DEFINIÇÃO, esta deve atender alguns requisitos. Do contrário, será apenas enrolação ou retórica vazia. Os requisitos são: 1. CONVERSÍVEL em relação ao sujeito, à ...

Ver mais

O Brasil e o Dia do Professor
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
O Brasil e o Dia do Professor Aulinha de dois mil réis Apesar das frequentes notícias que vêm a público, dando conta do elevado grau de corrupção existente em nosso país, e da terrível ...

Ver mais

Trivium: Capítulo 4 – Definição dos Termos (parte 4)
Alexandre Gomes
  Uma definição torna explícita a INTENSÃO* ou significado de um termo, a essência que este termo representa.   *  você deve ter estranhado a palavra INTENSÃO, imaginando que seria ...

Ver mais

Enquanto isso
Fernando Lopes
Iscas Politicrônicas
Em setembro do ano passado o STF julgou um processo muito interessante, sobre a propriedade do Palácio Guanabara, sede do governo do Estado do Rio de Janeiro. Foi decidido que o palácio pertence ...

Ver mais

Cafezinho 431 – Sobre Egosidade
Cafezinho 431 – Sobre Egosidade
Descobri o que acontece com aquela gente enfática, que ...

Ver mais

Cafezinho 430 – A desigualdade nossa de cada dia
Cafezinho 430 – A desigualdade nossa de cada dia
Gritaria ideológica em rede social, sustentada em ...

Ver mais

Cafezinho 429 – Minha tribo
Cafezinho 429 – Minha tribo
E no limite, a violência, o xingar, o ofender, o ...

Ver mais

Cafezinho 428 – A cultura da reclamação
Cafezinho 428 – A cultura da reclamação
O ser humano, naturalmente, só confia em membros de sua ...

Ver mais

A importância da importância

A importância da importância

Luciano Pires -

Quando numa de minhas palestras tratei de “relevância”, um dos presentes perguntou se isso não seria o mesmo que importância. Tentei explicar usando um exemplo da internet.

Numa busca por um determinado assunto na internet utilizando “motores de busca”, como Google, Bing ou Yahoo, os resultados surgem numa ordem específica, com as páginas que o buscador julgou mais relevantes e importantes em primeiro lugar. Chama-se SEO – Search Engine Optimization – Otimizador dos Motores de Busca – a ferramenta que a turma utiliza para tentar colocar suas páginas nas primeiras posições. O SEO trabalha com critérios determinados pelo que eles chamam de Teoria da Relevância e da Importância. Ao examinar uma página, o Google primeiro busca determinar sua relevância, verificando o assunto tratado, se outras páginas apontam para aquela página específica e como é a URL (endereço da página), entre outras coisas. Quando muitas páginas sobre o mesmo assunto apresentam grau de relevância parecido, o Google parte para a segunda fase, determinando a importância. Coisas como a autoridade de quem escreveu a página, a confiança dos sites de busca, volume de acessos, comentários, citações, compõem uma equação complexa que determinará quem aparecerá em primeiro lugar. O trabalho do SEO é fazer com que os motores de busca vejam relevância e importância nas páginas. A relevância é muito importante, mas é a importância que define a posição da página no resultado da busca.

Que lição tirar daí? Bem, nosso processo de julgamento e tomada de decisão trabalha com uma equação até mais complicada que a do Google, pois envolve emoções. Mas é parecida. Que tal fazer nosso “SEO particular” trazendo para primeiro plano as informações que realmente interessam? Comecemos com as definições.

Relevância: que valor essa informação tem em relação às minhas necessidades? Importância: que valor essa informação tem em relação a um contexto maior que as minhas necessidades?

Por exemplo, meu cunhado foi convidado no começo dos anos 1990 para trabalhar em outro país. As informações sobre a transferência, cargo, salário, benefícios e escola para os filhos foram absolutamente relevantes e ele ficou entusiasmado, até descobrir que o emprego era em Medelín, Colômbia, que naquela época era a sucursal do inferno. Essa era a informação importante, que tinha valor em relação a um contexto maior que as necessidades individuais dele, sacou? A informação importante se sobrepôs às relevantes e ele declinou do convite.

Para um pescador em alto mar, a localização do cardume e o preço de venda dos peixes é relevante, mas o aviso da chegada de um furacão é importante. E ele volta para o porto. É claro que a coisa não é assim tão simples, para mergulhar fundo teríamos que tratar de filosofia e ética, mas tente fazer o exercício de determinar a relevância e importância das informações com as quais você se depara diariamente.

Por exemplo, acaba de entrar um tuíte aqui dizendo que a Luana Piovani chamou a Galisteu de prostituta. Devo ou não clicar no link para saber mais? Puxa, mas é só clicar num link, não vai tomar mais que três minutos… Pois é. Se você é fã das duas, “só três minutos” é relevante. Mas serão “três minutos de sua vida”, e isso é importante.

Charles Darwin disse uma vez: “O homem que tem coragem de desperdiçar uma hora de seu tempo, não descobriu o valor da vida.”

Pense nisso ao definir o que é realmente importante.

Luciano Pires

[jacomment on]