s
Artigos Café Brasil
Nem tudo se desfaz
Nem tudo se desfaz
Vale muito a pena ver a história da qual somos ...

Ver mais

Henrique Viana
Henrique Viana
O convidado para o LíderCast desta vez é Henrique ...

Ver mais

Deduzir ou induzir
Deduzir ou induzir
Veja a quantidade de gente que induz coisas, ...

Ver mais

Origem da Covid – seguindo as pistas
Origem da Covid – seguindo as pistas
Tradução automática feita pelo Google, de artigo de ...

Ver mais

Café Brasil 792 – Solte o belo!
Café Brasil 792 – Solte o belo!
A beleza existe? Ou é só coisa da nossa cabeça? E se ...

Ver mais

Café Brasil 791 – Tempo Perdido
Café Brasil 791 – Tempo Perdido
Você certamente já ouviu falar do Complexo de ...

Ver mais

Café Brasil 790 – Don´t be evil
Café Brasil 790 – Don´t be evil
Existe uma preocupação crescente sobre o nível de ...

Ver mais

Café Brasil 789 – LíderCast Osvaldo Pimentel – Monetizze
Café Brasil 789 – LíderCast Osvaldo Pimentel – Monetizze
Hoje bato um papo com Osvaldo Pimentel, CEO da ...

Ver mais

Café Brasil 789 – LíderCast Osvaldo Pimentel – Monetizze
Café Brasil 789 – LíderCast Osvaldo Pimentel – Monetizze
Hoje bato um papo com Osvaldo Pimentel, CEO da ...

Ver mais

Café Brasil 785 – LíderCast Leandro Bueno
Café Brasil 785 – LíderCast Leandro Bueno
Sabe quem ajuda este programa chegar até você? É a ...

Ver mais

Café Brasil 775 – LíderCast Henrique Viana – Brasil Paralelo
Café Brasil 775 – LíderCast Henrique Viana – Brasil Paralelo
Um papo muito interessante com Henrique Viana, um jovem ...

Ver mais

Café Brasil 771 – LíderCast Aurelio Alfieri
Café Brasil 771 – LíderCast Aurelio Alfieri
Aurélio Alfieri é um educador físico e youtuber, ...

Ver mais

Café na Panela – Luciana Pires
Café na Panela – Luciana Pires
Episódio piloto do projeto Café na Panela, com Luciana ...

Ver mais

Sem treta
Sem treta
A pessoa diz que gosta, mas não compartilha.

Ver mais

O cachorro de cinco pernas
O cachorro de cinco pernas
Quantas pernas um cachorro tem se você chamar o rabo de ...

Ver mais

Leitura do Cafezinho 304 – (in) Tolerância
Leitura do Cafezinho 304 – (in) Tolerância
A intolerância é muito maior na geração que mais teve ...

Ver mais

O Brasil e o Dia do Professor
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
O Brasil e o Dia do Professor Aulinha de dois mil réis Apesar das frequentes notícias que vêm a público, dando conta do elevado grau de corrupção existente em nosso país, e da terrível ...

Ver mais

Trivium: Capítulo 4 – Definição dos Termos (parte 4)
Alexandre Gomes
  Uma definição torna explícita a INTENSÃO* ou significado de um termo, a essência que este termo representa.   *  você deve ter estranhado a palavra INTENSÃO, imaginando que seria ...

Ver mais

Enquanto isso
Fernando Lopes
Iscas Politicrônicas
Em setembro do ano passado o STF julgou um processo muito interessante, sobre a propriedade do Palácio Guanabara, sede do governo do Estado do Rio de Janeiro. Foi decidido que o palácio pertence ...

Ver mais

Agronegócio, indústria e mudança de mindset
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
Agronegócio, indústria e mudança de mindset “Quando adotamos um mindset, ingressamos num novo mundo. Num dos mundos – o das características fixas –, o sucesso consiste em provar que você é ...

Ver mais

Cafezinho 430 – A desigualdade nossa de cada dia
Cafezinho 430 – A desigualdade nossa de cada dia
Gritaria ideológica em rede social, sustentada em ...

Ver mais

Cafezinho 429 – Minha tribo
Cafezinho 429 – Minha tribo
E no limite, a violência, o xingar, o ofender, o ...

Ver mais

Cafezinho 428 – A cultura da reclamação
Cafezinho 428 – A cultura da reclamação
O ser humano, naturalmente, só confia em membros de sua ...

Ver mais

Cafezinho 427 – Política e histeria
Cafezinho 427 – Política e histeria
A histeria política é sintoma da perda total do ...

Ver mais

A República Das Coincidências

A República Das Coincidências

Luciano Pires -

O Brasil transformou-se no país das coincidências. Já temos aquela fama de ser o país dos santos, dos jogadores de futebol, das mulheres de biquíni. E agora somos a República das Coincidências.
Veja só: cai um avião da Gol num acidente estranho. Dez meses depois cai um da Tam noutro acidente estranho. Quatro meses depois caem três helicópteros no mesmo dia e um jatinho executivo, num acidente estranho.
Não é uma coincidência? E, por coincidência, ao mesmo tempo o Brasil vive um caos aéreo, com greve de controladores, desencontro de informações, desrespeito aos passageiros, atrasos e cancelamentos. O apagão aéreo. Ah, e o serviço de bordo fica uma merda e as poltronas mais apertadas. E agora a BRA quebra… Só pode ser coincidência.
E em outra área onde o país é reconhecido – o futebol – outras coincidências. Times populares como Palmeiras e Corinthians caem pelas tabelas com times repletos de pernas-de-pau. Por coincidência, estouram ao mesmo tempo escândalos sobre lavagem de dinheiro, venda irregular de jogadores, relação promíscua com empresários, levando até mesmo alguns dirigentes à prisão. Tudo ao mesmo tempo. Que coincidência…
Não é uma coincidência discutir-se a prorrogação da CPMF enquanto vemos hospitais entrando em colapso, o sistema de saúde arrasado, médicos em greve e os pacientes condenados ao sofrimento eterno?
Não é uma coincidência que, pouco tempo depois daquela confusão toda da Bolívia com a nacionalização dos empreendimentos da Petrobrás, o Brasil seja confrontado com um apagão de energia? Vai faltar gás. Vai subir o preço do gás. Tudo ao mesmo tempo. Que coincidência.
Outra coincidência brasileira: ao mesmo tempo em que o sistema educacional experimenta uma brutal queda na qualidade, transformando-se numa indústria de ignorantes, todos os indicadores internacionais de qualidade de ensino aplicados colocam o Brasil nos últimos lugares da fila, atrás até mesmo de miseráveis países africanos. Que coincidência, né?
Mais uma coincidência: enquanto descobrimos que a corrupção está enfronhada em todos os níveis e segmentos da sociedade brasileira – inclusive com aqueles espetáculos vergonhosos proporcionados pelos políticos, assistimos ao PCC parando São Paulo, o tráfico de drogas parando o Rio de Janeiro, os celulares invadindo as prisões e algumas organizações terroristas internacionais espalhando seus tentáculos pelo Brasil. Tudo ao mesmo tempo. Só pode ser coincidência.
Olha mais essa: um discurso esquerdista, imbecil, atrasado e míope toma conta da sociedade, pregando o ódio entre as classes, demonizando as “elites” e criando uma quimera que não existe, um tal de “neoliberalismo”. Ao mesmo tempo o PIB brasileiro patina, nossa economia só cresce pra valer no paralelo, a pirataria ganha espaço e milionários – digamos, “informais” – surgem por toda parte. Que coincidência…
Também tem outro fenômeno: enquanto esse mesmo papo esquerdista de “defesa dos oprimidos” flexibiliza as leis e valores morais, os movimentos ditos “populares”, como MST e congêneres, espalham terror invadindo e destruindo impunemente propriedades, fazendo reféns, matando e roubando. Não é uma coincidência?


Outra coincidência: sempre que existe um confronto do MST com os donos das propriedades invadidas só os mortos do MST têm nomes, famílias e defensores. Mais coincidência.


E as obras que só ficam prontas às vésperas das eleições? Coincidência. E as emendas que são aprovadas às vésperas das grandes votações? Coincidência. E olha outra: a maioria das emissoras de rádio e televisão pertence a políticos! Que coincidência. E a TV do Lulla? Todos os indicados para a direção são jornalistas que defenderam o Lulla enquanto a maioria batia. Não é uma coincidência?
E aquela moça linda e inteligente que teve um caso com o político feio e desengonçado? Por coincidência ela engravidou. E quem pagava a pensão, por coincidência, era o cara da empreiteira!
E tem também… Ah, quer saber? Essas coincidências já começaram a me encher o saco.
Uma coincidência é algo absolutamente normal e curioso. É definida como ato ou efeito de coincidir. Como a realização simultânea de dois ou mais acontecimentos. Duas coincidências são mais raras, mas costumam acontecer. Três coincidências deixam a gente em alerta. Quatro, tem cheiro de sacanagem… Mas quando tudo é coincidência, não há mais dúvidas: estamos lidando com… coindecências.
O Brasil transformou-se na República das Co-in-de-cên-cias.