s
Artigos Café Brasil
Nem tudo se desfaz
Nem tudo se desfaz
Vale muito a pena ver a história da qual somos ...

Ver mais

Henrique Viana
Henrique Viana
O convidado para o LíderCast desta vez é Henrique ...

Ver mais

Deduzir ou induzir
Deduzir ou induzir
Veja a quantidade de gente que induz coisas, ...

Ver mais

Origem da Covid – seguindo as pistas
Origem da Covid – seguindo as pistas
Tradução automática feita pelo Google, de artigo de ...

Ver mais

Café Brasil 793 – LíderCast Antônio Chaker
Café Brasil 793 – LíderCast Antônio Chaker
Hoje bato um papo com Antônio Chaker, que é o ...

Ver mais

Café Brasil 792 – Solte o belo!
Café Brasil 792 – Solte o belo!
A beleza existe? Ou é só coisa da nossa cabeça? E se ...

Ver mais

Café Brasil 791 – Tempo Perdido
Café Brasil 791 – Tempo Perdido
Você certamente já ouviu falar do Complexo de ...

Ver mais

Café Brasil 790 – Don´t be evil
Café Brasil 790 – Don´t be evil
Existe uma preocupação crescente sobre o nível de ...

Ver mais

Café Brasil 789 – LíderCast Osvaldo Pimentel – Monetizze
Café Brasil 789 – LíderCast Osvaldo Pimentel – Monetizze
Hoje bato um papo com Osvaldo Pimentel, CEO da ...

Ver mais

Café Brasil 785 – LíderCast Leandro Bueno
Café Brasil 785 – LíderCast Leandro Bueno
Sabe quem ajuda este programa chegar até você? É a ...

Ver mais

Café Brasil 775 – LíderCast Henrique Viana – Brasil Paralelo
Café Brasil 775 – LíderCast Henrique Viana – Brasil Paralelo
Um papo muito interessante com Henrique Viana, um jovem ...

Ver mais

Café Brasil 771 – LíderCast Aurelio Alfieri
Café Brasil 771 – LíderCast Aurelio Alfieri
Aurélio Alfieri é um educador físico e youtuber, ...

Ver mais

Café na Panela – Luciana Pires
Café na Panela – Luciana Pires
Episódio piloto do projeto Café na Panela, com Luciana ...

Ver mais

Sem treta
Sem treta
A pessoa diz que gosta, mas não compartilha.

Ver mais

O cachorro de cinco pernas
O cachorro de cinco pernas
Quantas pernas um cachorro tem se você chamar o rabo de ...

Ver mais

Leitura do Cafezinho 304 – (in) Tolerância
Leitura do Cafezinho 304 – (in) Tolerância
A intolerância é muito maior na geração que mais teve ...

Ver mais

Trivium: Capítulo 4 – Regras de Definição (parte 5)
Alexandre Gomes
  Para cumprir a função de DEFINIÇÃO, esta deve atender alguns requisitos. Do contrário, será apenas enrolação ou retórica vazia. Os requisitos são: 1. CONVERSÍVEL em relação ao sujeito, à ...

Ver mais

O Brasil e o Dia do Professor
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
O Brasil e o Dia do Professor Aulinha de dois mil réis Apesar das frequentes notícias que vêm a público, dando conta do elevado grau de corrupção existente em nosso país, e da terrível ...

Ver mais

Trivium: Capítulo 4 – Definição dos Termos (parte 4)
Alexandre Gomes
  Uma definição torna explícita a INTENSÃO* ou significado de um termo, a essência que este termo representa.   *  você deve ter estranhado a palavra INTENSÃO, imaginando que seria ...

Ver mais

Enquanto isso
Fernando Lopes
Iscas Politicrônicas
Em setembro do ano passado o STF julgou um processo muito interessante, sobre a propriedade do Palácio Guanabara, sede do governo do Estado do Rio de Janeiro. Foi decidido que o palácio pertence ...

Ver mais

Cafezinho 432 – O vencedor
Cafezinho 432 – O vencedor
As pessoas não se importam com o que você diz, desde ...

Ver mais

Cafezinho 431 – Sobre Egosidade
Cafezinho 431 – Sobre Egosidade
Descobri o que acontece com aquela gente enfática, que ...

Ver mais

Cafezinho 430 – A desigualdade nossa de cada dia
Cafezinho 430 – A desigualdade nossa de cada dia
Gritaria ideológica em rede social, sustentada em ...

Ver mais

Cafezinho 429 – Minha tribo
Cafezinho 429 – Minha tribo
E no limite, a violência, o xingar, o ofender, o ...

Ver mais

A Sociedade Amigos De Plutão

A Sociedade Amigos De Plutão

Luciano Pires -

A SOCIEDADE AMIGOS DE PLUTÃO




Consternado recebi a informação de que a União Astronômica Internacional decidiu rebaixar Plutão da condição de planeta. Assim, o sistema solar passa a ter, não nove, mas oito planetas. Fiquei abalado. Desde garoto decorei: Mercúrio, Vênus, Terra, Marte, Júpiter, Saturno, Urano, Netuno e Plutão. É tão bonito… Como é que vou recitar essa série para impressionar os netos que um dia terei, terminando em “uno” em vez de “ão”? Pois é…
E então recebo vários e-mails dando conta de que militantes do PT fundaram uma ONG chamada “Sociedade Amigos de Plutão”, com o objetivo de combater a medida anunciada pelos astrônomos. A tal ONG teria gente viajando o mundo e 800 diretores que retirariam, cada um, 20 mil reais por mês. O governo Lula já teria destinado R$ 7,5 milhões à ONG. Que escândalo. Os e-mails que recebi eram raivosos. Traziam anexados artigos de jornais tratando do assunto. E até um filminho com o Senador Heráclito Fortes denunciando a tal ONG no plenário da Câmara. Que escândalo.
Confesso que quando li a notícia pela primeira vez, fiquei cismado. Era um texto de Carlos Chagas, que denunciou a ONG em sua coluna na Tribuna da Imprensa. Que escândalo. A história era absurda demais e deixei pra lá. Mas quando os e-mails tornaram-se aquela coisa viral da Internet, fui atrás, pedindo ajuda ao novo filósofo de nossos tempos: Mr. Google. E encontrei a retratação de Carlos Chagas, sobre o assunto da ONG plutônica:

“…Ao descrever suas atividades, obviamente fictícias, não resisti à tentação de apresentá-la como da mesma forma presidida por líder sindical, suposto amigo do presidente, claro que inexistente, por isso jamais fulanizado. A ONG teria sede na Esplanada dos Ministérios e seus diretores empreenderiam farta e luxuosa viagem ao redor do mundo, pregando a imprescindível reabilitação de Plutão. Simples metáfora, mas, reconheço, sem a caracterização explícita. Como no período eleitoral que agora se encerra andam exasperadas as emoções, houve quem supusesse naquela crônica uma agressão ao PT, às lideranças sindicais, ao presidente e à Esplanada dos Ministérios. Penitencio-me, para que não haja dúvidas. A ONG “Sociedade dos Amigos de Plutão” não existe. Pelo menos, ainda não foi criada”.

Faço então duas reflexões. A primeira diz respeito ao grau de credibilidade que nossos políticos têm hoje em dia. Por mais estapafúrdia que seja a notícia, sempre sobra aquela dúvida: será? Ninguém mais duvida do que um político possa fazer. Não existe mais o respeito, aquela coisa do “ah, mas o fulano nunca faria uma coisa dessas”. No Brasil, em se tratando de política, vale tudo! Todos são suspeitos até prova em contrário. Estão colhendo o que plantaram… E daí? Daí que você já freqüentou um ambiente dominado pela desconfiança? Pois é… É num ambiente assim que estão sendo decididas as leis que orientam nossa vida.
A outra reflexão é: deu no jornal? O jornalista escreveu? Então é verdade. É um absurdo? É. Mas deu no jornal! Então é verdade. Pior: deu no blog que disse que deu no jornal. Deve ser verdade. Tem que ser verdade… E lá vamos nós… Uns 6 ou 7 anos atrás o Diário Oficial publicou que o governo estava contratando Pelé para dar aulas de futebol. E Elba Ramalho para um show. O cachê deles era da ordem de 800 mil reais… Oitocentos mil! Isso é estapafúrdio. Um escândalo. Lembro-me de Luiza Erundina fazendo um discurso na Câmara pedindo o impeachment do presidente por conta do que foi publicado no Diário Oficial. Quando foram investigar, descobriram que tudo não passava de uma brincadeirinha, um trote que uma jornalista pregou em alguém e que acabou sendo publicado… E virou verdade!
Portanto, cuidado. Muito cuidado. Com os jornais e revistas que você lê. Os programas que você assiste ou ouve. Os blogs que você acessa. Todos estão descrevendo a realidade da forma que lhes interessa. Alguns, ou melhor, muitos, com mentiras…  É preciso procurar fontes que representem os vários lados de cada questão. E usar Mr. Google para checar as informações que vêm por e-mail. Para checar, entendeu? Mr. Google pode ser um perigo…
Citando de forma livre Wilhelm Reich: “Quem é você? Você mesmo? Ou o jornal que você lê? Ou a opinião de seu vizinho perverso?”.
Você faz as escolhas. Você decide em quem acreditar. Você decide de que lado vai ficar. Então o mínimo que tem de fazer é verificar a procedência das informações que recebe. Ou é capaz de acabar fazendo contribuições para a Sociedade Amigos de Plutão…