Artigos Café Brasil
Produtividade Antifrágil
Produtividade Antifrágil
PRODUTIVIDADE ANTIFRÁGIL vem para provocar você a rever ...

Ver mais

Cafezinho Live
Cafezinho Live
Luciano Pires, criador e apresentador dos podcasts Café ...

Ver mais

Me Engana Que Eu Gosto
Me Engana Que Eu Gosto
Me engana que eu gosto: dois meio brasis jamais somarão ...

Ver mais

Tá chegando o Podcast Café Brasil 700!
Tá chegando o Podcast Café Brasil 700!
Tá chegando a hora do Podcast Café Brasil 700!

Ver mais

Café Brasil 725 – A revolução da mídia
Café Brasil 725 – A revolução da mídia
Estamos protagonizando uma revolução nas mídias, com ...

Ver mais

Café Brasil 724 – A Pátria dos bobos felizes
Café Brasil 724 – A Pátria dos bobos felizes
Nos últimos 100 anos, na Alemanha e nos EUA, o ...

Ver mais

Café Brasil 723 – O Paradoxo do Dadinho
Café Brasil 723 – O Paradoxo do Dadinho
Pois é... esta semana completo 64 anos de idade. ...

Ver mais

Café Brasil 722 – O Poder do Mau
Café Brasil 722 – O Poder do Mau
Um Podcast Café Brasil com quase três horas de duração ...

Ver mais

Comunicado sobre o LíderCast
Comunicado sobre o LíderCast
Em função da pandemia e quarentena, a temporada 16 do ...

Ver mais

LíderCast 204 – Marco Bianchi
LíderCast 204 – Marco Bianchi
Humorista, um dos criadores dos Sobrinhos do Athaíde, ...

Ver mais

LíderCast 203 – Marllon Gnocchi
LíderCast 203 – Marllon Gnocchi
Empreendedor de Vitória, no Espírito Santo, que começa ...

Ver mais

LíderCast 202 – Richard Vasconcelos
LíderCast 202 – Richard Vasconcelos
Que está à frente da LEO Learning Brasil, uma empresa ...

Ver mais

Sobre Liberdade
Sobre Liberdade
Abri uma das aulas de meu curso Produtividade ...

Ver mais

Minuto da Produtividade 4 – Registre os pensamentos e ideias
Minuto da Produtividade 4 – Registre os pensamentos e ideias
A mente da gente é que nem o Windows; está agitando mas ...

Ver mais

Minuto da Produtividade 3 – Livre-se do lixo
Minuto da Produtividade 3 – Livre-se do lixo
Minuto da Produtividade 3 - Livre-se do lixo

Ver mais

Minuto da Produtividade 2 – Desenvolva sua própria pegada produtiva
Minuto da Produtividade 2 – Desenvolva sua própria pegada produtiva
Desenvolva a sua própria pegada produtiva!

Ver mais

O fenômeno da fraude acadêmica no Brasil
Gustavo Bertoche
É preciso lançar pontes.
Existe um fenômeno curioso na cultura brasileira: a falsificação de credenciais acadêmicas. A mentira do novo ex-ministro da Educação, Carlos Decotelli, que afirma ter concluído um doutorado que ...

Ver mais

Pandemia ou misantropia?
Filipe Aprigliano
Iscas do Apriga
Mais importante que defender a sua opinião, é defender o direito de livre expressão e escolha.

Ver mais

Revisionismos e intolerância
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
Revisionismos e intolerância “Sabemos que ninguém jamais toma o poder com a intenção de largá-lo. O poder não é um meio, é um fim em si. Não se estabelece uma ditadura com o fito de salvaguardar ...

Ver mais

Motivos de orgulho
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
Motivos de orgulho Numa época repleta de dificuldades, pessimismo e más notícias como a que estamos vivendo em razão da pandemia de coronavírus e suas consequências sanitárias, econômicas, ...

Ver mais

Cafezinho 296 – Conhecimento ao seu alcance
Cafezinho 296 – Conhecimento ao seu alcance
Se você tem acesso a informações que outras pessoas não ...

Ver mais

Cafezinho 295 – O Domingão do Faustinho
Cafezinho 295 – O Domingão do Faustinho
Estamos assistindo a uma revolução na mídia, meus ...

Ver mais

Cafezinho 294 – Vem pra Confraria
Cafezinho 294 – Vem pra Confraria
Se você vê algum valor em nosso trabalho, acesse ...

Ver mais

Cafezinho 293 – Democracia da porta pra fora.
Cafezinho 293 – Democracia da porta pra fora.
Não coloque a distribuição do seu trabalho nas mãos das ...

Ver mais

A universidade do milho

A universidade do milho

Luciano Pires -

Acabo de retornar de uma daquelas viagens que renovam minha esperança no Brasil. Estive em Patos de Minas, palestrando no II Seminário Agroceres de Economia e Negócios. O evento fez parte da programação da Fenamilho 2013, organizada pelo Sindicato dos Produtores Rurais e que acontece naquela cidade desde 1959. Hoje é considerada a maior festa de Minas Gerais. São 10 dias de atrações em 130 mil metros quadrados, numa cidade que tem pouco mais de 130 mil habitantes. É impressionante. A gente caminha pela área do evento, repleta de estandes de empresas do agronegócio e empreendedores regionais e vê claramente a riqueza da economia da região. De novo: impressionante!

O seminário discutiu o agronegócio, especialmente a cultura do milho. E o que vi ali foi a repetição do que eu havia visto uma semana antes em Caxias do Sul, no Seminário Transpodata. Dados fantásticos sobre o aumento da produtividade e, especialmente, o potencial de crescimento dos negócios. E no final a mesma conclusão: apesar de todo o potencial, não se espera grandes saltos de crescimento, pois não existe nem capacidade de armazenamento nem de transporte para escoar a safra. O agronegócio brasileiro é imbatível até a porteira. Dali para fora é um desastre logístico que derruba nossa competitividade e limita o crescimento. Um desastre de planejamento e execução, de falta de estradas, ferrovias, hidrovias, portos e tudo aquilo que há 40 anos reclamamos. As prioridades dos governantes são outras.

Após minha palestra participei de uma rodada de debates e uma das perguntas lançadas para a mesa foi sobre a falta de mão de obra qualificada em várias frentes. Como suprir essa deficiência? Na minha resposta, eu disse mais ou menos o seguinte:

“Se vocês forem esperar pelo governo, jamais resolverão o problema da formação da mão-de-obra. Lamento, mas a solução vai implicar em mais custo para vocês, que julgo impossíveis de serem evitados. Vocês tem que pensar na Universidade do Milho, juntando forças, reunindo produtores, associações, entidades de classe, cooperativas e fornecedores para criar o seu próprio sistema de educação, focado nas habilidades e atributos que a indústria de vocês precisa. Vocês tem que construir seu próprio complexo educacional, investindo por conta própria, sem depender do governo.”

E dei alguns exemplos, como a criação pela Ford de uma escola de mecatrônica em Camaçari para suprir mão de obra para sua fábrica então recém inaugurada.

Sim, parece um absurdo. É mais custo, é pagar de novo por um serviço que é obrigação do governo… Mas é infinitamente mais barato que o custo da inoperância e da ignorância.
Universidade do Milho. Universidade da Soja. Universidade do Boi. Universidade do Vidro. Universidade do Aço. Universidade do Pão. Universidade da Energia… Iniciativas privadas de quem quer resolver os problemas. Tenho certeza que a ideia é óbvia ululante, e que talvez você conheça exemplos de setores da economia que já estão fazendo isso. Se conhece, por favor, conte para todo mundo, acessando a área de comentários deste artigo em www.portalcafebrasil.com.br.

Acho que mais gente vai se beneficiar dos exemplos.

Luciano Pires