s
Artigos Café Brasil
Produtividade Antifrágil
Produtividade Antifrágil
PRODUTIVIDADE ANTIFRÁGIL vem para provocar você a rever ...

Ver mais

Cafezinho Live
Cafezinho Live
Luciano Pires, criador e apresentador dos podcasts Café ...

Ver mais

Me Engana Que Eu Gosto
Me Engana Que Eu Gosto
Me engana que eu gosto: dois meio brasis jamais somarão ...

Ver mais

Tá chegando o Podcast Café Brasil 700!
Tá chegando o Podcast Café Brasil 700!
Tá chegando a hora do Podcast Café Brasil 700!

Ver mais

Café Brasil 726 – Gently Weeps
Café Brasil 726 – Gently Weeps
Olha, algumas canções são tão sagradas que eu me sinto ...

Ver mais

Café Brasil 725 – A revolução da mídia
Café Brasil 725 – A revolução da mídia
Estamos protagonizando uma revolução nas mídias, com ...

Ver mais

Café Brasil 724 – A Pátria dos bobos felizes
Café Brasil 724 – A Pátria dos bobos felizes
Nos últimos 100 anos, na Alemanha e nos EUA, o ...

Ver mais

Café Brasil 723 – O Paradoxo do Dadinho
Café Brasil 723 – O Paradoxo do Dadinho
Pois é... esta semana completo 64 anos de idade. ...

Ver mais

Comunicado sobre o LíderCast
Comunicado sobre o LíderCast
Em função da pandemia e quarentena, a temporada 16 do ...

Ver mais

LíderCast 204 – Marco Bianchi
LíderCast 204 – Marco Bianchi
Humorista, um dos criadores dos Sobrinhos do Athaíde, ...

Ver mais

LíderCast 203 – Marllon Gnocchi
LíderCast 203 – Marllon Gnocchi
Empreendedor de Vitória, no Espírito Santo, que começa ...

Ver mais

LíderCast 202 – Richard Vasconcelos
LíderCast 202 – Richard Vasconcelos
Que está à frente da LEO Learning Brasil, uma empresa ...

Ver mais

Sobre Liberdade
Sobre Liberdade
Abri uma das aulas de meu curso Produtividade ...

Ver mais

Minuto da Produtividade 4 – Registre os pensamentos e ideias
Minuto da Produtividade 4 – Registre os pensamentos e ideias
A mente da gente é que nem o Windows; está agitando mas ...

Ver mais

Minuto da Produtividade 3 – Livre-se do lixo
Minuto da Produtividade 3 – Livre-se do lixo
Minuto da Produtividade 3 - Livre-se do lixo

Ver mais

Minuto da Produtividade 2 – Desenvolva sua própria pegada produtiva
Minuto da Produtividade 2 – Desenvolva sua própria pegada produtiva
Desenvolva a sua própria pegada produtiva!

Ver mais

Isolamento social, ideologia e privilégio de classe
Gustavo Bertoche
É preciso lançar pontes.
A linguagem é dialética. Para apreender toda a extensão do que é dito, é preciso captar não só o seu significado explícito, mas também o que se oculta. Todos sabemos: em período de pandemia, é ...

Ver mais

Polêmica indesejável
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
Polêmica indesejável “Eu sou o que me cerca. Se eu não preservar o que me cerca, eu não me preservo.” José Ortega y Gasset A aprovação do marco regulatório do saneamento pelo Senado, no dia 24 de ...

Ver mais

O fenômeno da fraude acadêmica no Brasil
Gustavo Bertoche
É preciso lançar pontes.
Existe um fenômeno curioso na cultura brasileira: a falsificação de credenciais acadêmicas. A mentira do novo ex-ministro da Educação, Carlos Decotelli, que afirma ter concluído um doutorado que ...

Ver mais

Pandemia ou misantropia?
Filipe Aprigliano
Iscas do Apriga
Mais importante que defender a sua opinião, é defender o direito de livre expressão e escolha.

Ver mais

Cafezinho 298 – Jogando luz sobre a incerteza
Cafezinho 298 – Jogando luz sobre a incerteza
Os dias de incertezas que hoje vivemos, estão repletos ...

Ver mais

Cafezinho 297 – Empatia Positiva
Cafezinho 297 – Empatia Positiva
Empatia positiva. Saborear a sensação boa do outro não ...

Ver mais

Cafezinho 296 – Conhecimento ao seu alcance
Cafezinho 296 – Conhecimento ao seu alcance
Se você tem acesso a informações que outras pessoas não ...

Ver mais

Cafezinho 295 – O Domingão do Faustinho
Cafezinho 295 – O Domingão do Faustinho
Estamos assistindo a uma revolução na mídia, meus ...

Ver mais

Acabativa: o óbvio para fazer acontecer

Acabativa: o óbvio para fazer acontecer

Luciano Pires -

Em meu penúltimo artigo de 2010 dei início ao que pretendo seja uma série sobre a Acabativa, neologismo que indica a capacidade de fazer acontecer. Uma leitora, a Paula Cristina, me escreveu:

“…vamos colocar pessoas como eu dando conselhos aos outros, ou melhor, repassando. Mas na hora H, fica difícil aplicar o que aprendi durante anos, e entro em pânico. Será que é possível colocar as idéias em prática sem a ajuda de toda esta gente com textos maravilhosos? Quem sabe você formula um lindo texto e destrincha esta questão?”

Vou tentar. Paula, muitas vezes esses “conselhos” que recebemos tratam do “o que fazer” e nos vemos paralisados diante do “como fazer”. Isso acontece com todo mundo… O melhor é desenvolver um método para fazer acontecer. “Método” vem do grego méthodos, que quer dizer “caminho para chegar a um fim”. Ao tomar banho, por exemplo, você prende o cabelo da mesma forma, ensaboa primeiro uma parte do corpo, depois outra, e ao se enxugar segue uma rotina. É seu método.

É por meio de métodos (ou processos) que os objetivos estratégicos pessoais e das empresas são atingidos. Por exemplo, para perder peso os métodos podem ser: tomar remédios, fazer dietas ou praticar exercícios físicos. Para dar suporte a esses métodos, precisamos do conhecimento do médico, da nutricionista e do professor de educação física. E da tecnologia de aparelhos de ginástica, do tênis à esteira computadorizada. 

Se dividirmos as providências necessárias para agir e perder peso, acabaremos chegando a um método óbvio:

Primeiro tem que estar clara a necessidade de que TEMOS de perder peso. Se não estivermos convencidos, se não entendermos a razão de perder peso e os benefícios, não vamos nem começar. Portanto, a compreensão da inconveniência que precisa da ação vem em primeiro lugar.

Em seguida temos que descobrir O QUE fazer: perguntando a quem tem ou teve a mesma inconveniência, lendo a respeito, consultando especialistas que dirão o que deve ser feito e até mesmo COMO fazer.

Em seguida, precisamos do conhecimento e da tecnologia para agir. Que dieta fazer? Temos grana pra pagar uma academia? Se não temos, dá pra fazer o exercício em casa? Onde aprender os exercícios?

Depois é preciso definir indicadores que mostrem que estamos no caminho certo: medir o peso todo dia? Fazer um exame de sangue periódico? Determinar a taxa de gordura e acompanhar? Experimentar roupas antigas pra saber se servem? Quem já sentiu o prazer de subir numa balança e descobrir que está um quilo mais leve, sabe do que estou falando. A sensação de vitória desse indicador de sucesso – a balança – é que vai nos motivar a continuar seguindo o método.

Bem, não dá para escrever aqui um tratado, tem que ser aos poucos, mas acho que deu pra dar uma pista: para praticar a acabativa é conveniente desenvolver um método. Convencer-se de que algo tem que ser feito. Buscar conhecimento sobre o que fazer. Desenvolver as tecnologias necessárias para executar. E definir como medir o resultado.

Parece óbvio, não é? E é óbvio. 

Mas como é difícil fazer…

Luciano Pires