s
Artigos Café Brasil
Produtividade Antifrágil
Produtividade Antifrágil
PRODUTIVIDADE ANTIFRÁGIL vem para provocar você a rever ...

Ver mais

Cafezinho Live
Cafezinho Live
Luciano Pires, criador e apresentador dos podcasts Café ...

Ver mais

Me Engana Que Eu Gosto
Me Engana Que Eu Gosto
Me engana que eu gosto: dois meio brasis jamais somarão ...

Ver mais

Tá chegando o Podcast Café Brasil 700!
Tá chegando o Podcast Café Brasil 700!
Tá chegando a hora do Podcast Café Brasil 700!

Ver mais

Café Brasil 726 – Gently Weeps
Café Brasil 726 – Gently Weeps
Olha, algumas canções são tão sagradas que eu me sinto ...

Ver mais

Café Brasil 725 – A revolução da mídia
Café Brasil 725 – A revolução da mídia
Estamos protagonizando uma revolução nas mídias, com ...

Ver mais

Café Brasil 724 – A Pátria dos bobos felizes
Café Brasil 724 – A Pátria dos bobos felizes
Nos últimos 100 anos, na Alemanha e nos EUA, o ...

Ver mais

Café Brasil 723 – O Paradoxo do Dadinho
Café Brasil 723 – O Paradoxo do Dadinho
Pois é... esta semana completo 64 anos de idade. ...

Ver mais

Comunicado sobre o LíderCast
Comunicado sobre o LíderCast
Em função da pandemia e quarentena, a temporada 16 do ...

Ver mais

LíderCast 204 – Marco Bianchi
LíderCast 204 – Marco Bianchi
Humorista, um dos criadores dos Sobrinhos do Athaíde, ...

Ver mais

LíderCast 203 – Marllon Gnocchi
LíderCast 203 – Marllon Gnocchi
Empreendedor de Vitória, no Espírito Santo, que começa ...

Ver mais

LíderCast 202 – Richard Vasconcelos
LíderCast 202 – Richard Vasconcelos
Que está à frente da LEO Learning Brasil, uma empresa ...

Ver mais

Sobre Liberdade
Sobre Liberdade
Abri uma das aulas de meu curso Produtividade ...

Ver mais

Minuto da Produtividade 4 – Registre os pensamentos e ideias
Minuto da Produtividade 4 – Registre os pensamentos e ideias
A mente da gente é que nem o Windows; está agitando mas ...

Ver mais

Minuto da Produtividade 3 – Livre-se do lixo
Minuto da Produtividade 3 – Livre-se do lixo
Minuto da Produtividade 3 - Livre-se do lixo

Ver mais

Minuto da Produtividade 2 – Desenvolva sua própria pegada produtiva
Minuto da Produtividade 2 – Desenvolva sua própria pegada produtiva
Desenvolva a sua própria pegada produtiva!

Ver mais

Isolamento social, ideologia e privilégio de classe
Gustavo Bertoche
É preciso lançar pontes.
A linguagem é dialética. Para apreender toda a extensão do que é dito, é preciso captar não só o seu significado explícito, mas também o que se oculta. Todos sabemos: em período de pandemia, é ...

Ver mais

Polêmica indesejável
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
Polêmica indesejável “Eu sou o que me cerca. Se eu não preservar o que me cerca, eu não me preservo.” José Ortega y Gasset A aprovação do marco regulatório do saneamento pelo Senado, no dia 24 de ...

Ver mais

O fenômeno da fraude acadêmica no Brasil
Gustavo Bertoche
É preciso lançar pontes.
Existe um fenômeno curioso na cultura brasileira: a falsificação de credenciais acadêmicas. A mentira do novo ex-ministro da Educação, Carlos Decotelli, que afirma ter concluído um doutorado que ...

Ver mais

Pandemia ou misantropia?
Filipe Aprigliano
Iscas do Apriga
Mais importante que defender a sua opinião, é defender o direito de livre expressão e escolha.

Ver mais

Cafezinho 298 – Jogando luz sobre a incerteza
Cafezinho 298 – Jogando luz sobre a incerteza
Os dias de incertezas que hoje vivemos, estão repletos ...

Ver mais

Cafezinho 297 – Empatia Positiva
Cafezinho 297 – Empatia Positiva
Empatia positiva. Saborear a sensação boa do outro não ...

Ver mais

Cafezinho 296 – Conhecimento ao seu alcance
Cafezinho 296 – Conhecimento ao seu alcance
Se você tem acesso a informações que outras pessoas não ...

Ver mais

Cafezinho 295 – O Domingão do Faustinho
Cafezinho 295 – O Domingão do Faustinho
Estamos assistindo a uma revolução na mídia, meus ...

Ver mais

Avacaeleição

Avacaeleição

Luciano Pires -

Sempre defendi com unhas e dentes o voto consciente e a valorização das eleições como uma celebração da democracia, mas tá difícil, viu? A cada ano eleitoral reparo que as coisas vão perdendo a seriedade. Quer ver? Visitei o site www.eleicoes2012.info para pesquisar sobre os candidatos da cidade na qual voto e encontrei estes aqui, apenas uma fração dos candidatos com nomes, digamos, diferentes. Peço a você paciência:

BAHIA DO BAR, LIGEIRINHO, GORDÃO DO ENGENHO, MÃO DE OURO, TARZAN, TONINHO CHAPELLETA, KASCATA, BAU, BEDEU DO FOGÃO, BAIXINHO, COQUINHO, GIGANTE, INDIO KEKA, COXINHA.COM, DIDI DA AMBULÂNCIA, RATÃO, NEGO DRAMA, FUMAÇA, DANONE, EDSON BEIÇOLA, EDSON PERERECA, FORMIGUINHA, BETH SIMPATIA, ENECY DE BEM COM A VIDA, GABIRU, CANARINHO, VACA, LÉLÉ, ALEMÃO PIRULITO, HELIO LINDA MEU BEM, CHEIRINHO, JOANA DO SAMEB CHUCHU, JORGE LACRAIA, PARDAL, ZECA URUBU, SUKITA, BARNEY, JURANDY PILEKÃO, TIA DA COZINHA, BUDA, ZEZA ZERADA, LIDIA BELEZA NEGRA, ODETE ROITMAN, REGIANE DO PAGODE, CIPÓ, ROGÉRIA COLCHÃO, PERNA, SANDRA VALERIA DO ALMOCO, TIAGO COWBOY…

E se nas eleições de 2012 se apresentaram 15.641 candidatos para prefeito e 449.749 para vereador, imagine o que mais não apareceu por aí. Você entra na cabine para exercer seu direito sagrado, digita um número na urna eletrônica e vê surgir a foto do Chulé. Da Vilma do Umbigo Roxo. Do Chico Cachaça. Bem, você sempre pode argumentar que dar de cara com “Maluf” é muito pior, não é? Mas…

Tá bem, esses nomes estranhos sempre existiram, mas houve um tempo em que eram apenas pitorescos. Hoje já representam no mínimo 30% do total dos candidatos, e nada vejo de pitorescos. São a avacalhação de um momento que deveria ser sagrado.

Ainda na minha cidade, um dos mais ativos na propaganda de rua é o candidato que se parece com Agostinho, personagem vivido por Pedro Cardoso em A Grande Família, a comédia famosa da Rede Globo. Nas fotos dos cartazes ele surge com a característica roupa quadriculada, sentado num taxi.

Atordoado, ligo a televisão e assisto no horário político a uma bela moça dizendo: “Sou a mulher que foi trocada pela Bruna Surfistinha. De traição eu entendo. Chega de traição. Vote em mim…”.

Pois é… Dá para levar a sério um candidato que expõe como atributo para ser votado o fato de se parecer com um personagem de comédia ou de ter sido chifrado? Dá para levar a sério uma eleição que tem o Lesma, o King Kong e a Zoiuda do Funk como candidatos? Qual será o fundo do poço? Talvez fosse hora de o Tribunal Superior Eleitoral endurecer as regras do jogo, proibindo o deboche com um Código de Decoro Pré-Parlamentar.

Um pouco de respeito não fará mal a ninguém.

Pesquisei com cuidado e escolhi meus candidatos. Não achei meu voto no lixo e faço questão de valorizá-lo. Mas não posso negar… avacalhação por avacalhação, me deu vontade de votar no Vaca.

Luciano Pires