Artigos Café Brasil
Produtividade Antifrágil
Produtividade Antifrágil
PRODUTIVIDADE ANTIFRÁGIL vem para provocar você a rever ...

Ver mais

Cafezinho Live
Cafezinho Live
Luciano Pires, criador e apresentador dos podcasts Café ...

Ver mais

Me Engana Que Eu Gosto
Me Engana Que Eu Gosto
Me engana que eu gosto: dois meio brasis jamais somarão ...

Ver mais

Tá chegando o Podcast Café Brasil 700!
Tá chegando o Podcast Café Brasil 700!
Tá chegando a hora do Podcast Café Brasil 700!

Ver mais

Café Brasil 724 – A Pátria dos bobos felizes
Café Brasil 724 – A Pátria dos bobos felizes
Nos últimos 100 anos, na Alemanha e nos EUA, o ...

Ver mais

Café Brasil 723 – O Paradoxo do Dadinho
Café Brasil 723 – O Paradoxo do Dadinho
Pois é... esta semana completo 64 anos de idade. ...

Ver mais

Café Brasil 722 – O Poder do Mau
Café Brasil 722 – O Poder do Mau
Um Podcast Café Brasil com quase três horas de duração ...

Ver mais

Café Brasil 721 – Lake Street Dive
Café Brasil 721 – Lake Street Dive
Olha, os dias andam um saco! Todo mundo nervoso, ...

Ver mais

Comunicado sobre o LíderCast
Comunicado sobre o LíderCast
Em função da pandemia e quarentena, a temporada 16 do ...

Ver mais

LíderCast 204 – Marco Bianchi
LíderCast 204 – Marco Bianchi
Humorista, um dos criadores dos Sobrinhos do Athaíde, ...

Ver mais

LíderCast 203 – Marllon Gnocchi
LíderCast 203 – Marllon Gnocchi
Empreendedor de Vitória, no Espírito Santo, que começa ...

Ver mais

LíderCast 202 – Richard Vasconcelos
LíderCast 202 – Richard Vasconcelos
Que está à frente da LEO Learning Brasil, uma empresa ...

Ver mais

Sobre Liberdade
Sobre Liberdade
Abri uma das aulas de meu curso Produtividade ...

Ver mais

Minuto da Produtividade 4 – Registre os pensamentos e ideias
Minuto da Produtividade 4 – Registre os pensamentos e ideias
A mente da gente é que nem o Windows; está agitando mas ...

Ver mais

Minuto da Produtividade 3 – Livre-se do lixo
Minuto da Produtividade 3 – Livre-se do lixo
Minuto da Produtividade 3 - Livre-se do lixo

Ver mais

Minuto da Produtividade 2 – Desenvolva sua própria pegada produtiva
Minuto da Produtividade 2 – Desenvolva sua própria pegada produtiva
Desenvolva a sua própria pegada produtiva!

Ver mais

Revisionismos e intolerância
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
Revisionismos e intolerância “Sabemos que ninguém jamais toma o poder com a intenção de largá-lo. O poder não é um meio, é um fim em si. Não se estabelece uma ditadura com o fito de salvaguardar ...

Ver mais

Motivos de orgulho
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
Motivos de orgulho Numa época repleta de dificuldades, pessimismo e más notícias como a que estamos vivendo em razão da pandemia de coronavírus e suas consequências sanitárias, econômicas, ...

Ver mais

5 ações de marketing para ajudar a superar a crise do coronavírus
Michel Torres
Negócios em todo o mundo estão sentindo os efeitos da pandemia: menos clientes, menor receita e o medo de não ter condições de aguentar esse tempo de prejuízo. Precisamos salvaguardar a saúde e o ...

Ver mais

Brasis
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
Brasis  “Quanto tempo um homem deve virar a cabeça, fingindo não ver o que está vendo?” Bob Dylan Minha primeira lembrança pra valer do que vou focalizar neste artigo é de quando li Os dos ...

Ver mais

Cafezinho 295 – O Domingão do Faustinho
Cafezinho 295 – O Domingão do Faustinho
Estamos assistindo a uma revolução na mídia, meus ...

Ver mais

Cafezinho 294 – Vem pra Confraria
Cafezinho 294 – Vem pra Confraria
Se você vê algum valor em nosso trabalho, acesse ...

Ver mais

Cafezinho 293 – Democracia da porta pra fora.
Cafezinho 293 – Democracia da porta pra fora.
Não coloque a distribuição do seu trabalho nas mãos das ...

Ver mais

Cafezinho 292 – A bunda da Daniele
Cafezinho 292 – A bunda da Daniele
Qual janela você escolheu para ver o mundo?

Ver mais

Canalhas…ou estúpidos?

Canalhas…ou estúpidos?

Luciano Pires -

A sequência de acontecimentos que culminou com o impeachment de Dilma Rousseff foi uma aula de sociologia, antropologia, política e, especialmente, comportamento humano para quem conseguiu manter a cabeça fria durante cada passo do processo. Eu me refestelei… E até criei um bloco novo para uma de minhas palestras, no qual apresento AS CINCO LEIS DA ESTUPIDEZ, com as quais o economista e historiador italiano Carlo Cipola fez uma análise sobre o impacto que a estupidez traz sobre a sociedade. Seguindo os ensinamento de Cipola, mostro um gráfico com quatro quadrantes e proponho à plateia uma reflexão.

No primeiro quadrante estão as pessoas estúpidas, aquelas cujas ações trazem prejuízos a si próprias e às pessoas que as rodeiam. Ninguém ganha com o estúpido.

No segundo quadrante estão as pessoas ingênuas, aquelas cujas ações trazem prejuízos a si próprias e ganhos para terceiros.

No terceiro quadrante estão as pessoas sábias, aquelas cujas ações trazem ganhos para si, para as pessoas que as rodeiam e para a sociedade.

E no quarto quadrante estão os canalhas, as pessoas cujas ações só trazem benefício para si próprias, não importa que para isso causem prejuízo para outros e para a sociedade.

E a reflexão proposta é a seguinte: é muito fácil ter a atenção focada nos canalhas. Eles despertam em nós a indignação, a revolta, e com frequência neles depositamos a responsabilidade pelas mazelas que sofremos. O cenário político dos últimos anos no Brasil é um exemplo acabado: canalhas de diversos matizes, vermelhos azuis, verdes, com plumas, com rabos, desfilaram diante de nós suas estratégias para burlar as leis e sair impunes. O exemplo mais recente foi Renan Calheiros na votação do impeachment, brandindo a Constituição enquanto votava para que ela fosse vilipendiada. Canalhice explícita.

Mas os canalhas não são o câncer a ser extirpado, são o sintoma.

O câncer são os estúpidos.

Imagine uma sociedade bem sucedida. Tente visualizar a distribuição daqueles quatro quadrantes. Não há dúvidas que poucos sábios estão no poder, controlando poucos canalhas e muitos estúpidos para que não explorem a maioria de ingênuos. Essa é uma sociedade bem sucedida, com crescimento, justiça e harmonia.

Numa sociedade como a brasileira, que está muito longe de ser bem sucedida, a disposição dos quadrantes é diferente. Poucos canalhas detêm o poder, garantidos por uma imensidão de estúpidos, e assim controlam os poucos sábios e exploram a maioria de ingênuos.

Sacou o jogo? São os estúpidos que apoiam e garantem os canalhas, que calam os sábios e exploram os ingênuos.

Sem os estúpidos, os canalhas estão sós.

Portanto, neste momento crucial para a sociedade brasileira, nossas energias devem ser redirecionadas para os estúpidos, sempre lembrando que ninguém é estúpido, mas está estúpido. A estupidez é uma condição, portanto é possível sair ou tirar alguém dela. Fazer que a pessoa se torne consciente de sua estupidez é o primeiro passo a ser dado. A estupidez começa com a ignorância.

A canalhice também é uma condição, mas é mais difícil tirar alguém dela, pois o problema não é de ignorância, mas de caráter.

Se você faz parte dos ingênuos ou dos sábios, pare de gastar seu tempo, sua energia, com os canalhas. Dedique-se aos estúpidos. Em sua família, em sua escola, em sua empresa, em sua cidade, comece uma cruzada contra a estupidez.

Só assim acabaremos com os canalhas.