s
Artigos Café Brasil
Nem tudo se desfaz
Nem tudo se desfaz
Vale muito a pena ver a história da qual somos ...

Ver mais

Henrique Viana
Henrique Viana
O convidado para o LíderCast desta vez é Henrique ...

Ver mais

Deduzir ou induzir
Deduzir ou induzir
Veja a quantidade de gente que induz coisas, ...

Ver mais

Origem da Covid – seguindo as pistas
Origem da Covid – seguindo as pistas
Tradução automática feita pelo Google, de artigo de ...

Ver mais

Café Brasil 791 – Tempo Perdido
Café Brasil 791 – Tempo Perdido
Você certamente já ouviu falar do Complexo de ...

Ver mais

Café Brasil 790 – Don´t be evil
Café Brasil 790 – Don´t be evil
Existe uma preocupação crescente sobre o nível de ...

Ver mais

Café Brasil 789 – LíderCast Osvaldo Pimentel – Monetizze
Café Brasil 789 – LíderCast Osvaldo Pimentel – Monetizze
Hoje bato um papo com Osvaldo Pimentel, CEO da ...

Ver mais

Café Brasil 788 – Love, Janis
Café Brasil 788 – Love, Janis
Janis Joplin era uma garota incompreendida, saiu da ...

Ver mais

Café Brasil 789 – LíderCast Osvaldo Pimentel – Monetizze
Café Brasil 789 – LíderCast Osvaldo Pimentel – Monetizze
Hoje bato um papo com Osvaldo Pimentel, CEO da ...

Ver mais

Café Brasil 785 – LíderCast Leandro Bueno
Café Brasil 785 – LíderCast Leandro Bueno
Sabe quem ajuda este programa chegar até você? É a ...

Ver mais

Café Brasil 775 – LíderCast Henrique Viana – Brasil Paralelo
Café Brasil 775 – LíderCast Henrique Viana – Brasil Paralelo
Um papo muito interessante com Henrique Viana, um jovem ...

Ver mais

Café Brasil 771 – LíderCast Aurelio Alfieri
Café Brasil 771 – LíderCast Aurelio Alfieri
Aurélio Alfieri é um educador físico e youtuber, ...

Ver mais

Café na Panela – Luciana Pires
Café na Panela – Luciana Pires
Episódio piloto do projeto Café na Panela, com Luciana ...

Ver mais

Sem treta
Sem treta
A pessoa diz que gosta, mas não compartilha.

Ver mais

O cachorro de cinco pernas
O cachorro de cinco pernas
Quantas pernas um cachorro tem se você chamar o rabo de ...

Ver mais

Leitura do Cafezinho 304 – (in) Tolerância
Leitura do Cafezinho 304 – (in) Tolerância
A intolerância é muito maior na geração que mais teve ...

Ver mais

O Brasil e o Dia do Professor
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
O Brasil e o Dia do Professor Aulinha de dois mil réis Apesar das frequentes notícias que vêm a público, dando conta do elevado grau de corrupção existente em nosso país, e da terrível ...

Ver mais

Trivium: Capítulo 4 – Definição dos Termos (parte 4)
Alexandre Gomes
  Uma definição torna explícita a INTENSÃO* ou significado de um termo, a essência que este termo representa.   *  você deve ter estranhado a palavra INTENSÃO, imaginando que seria ...

Ver mais

Enquanto isso
Fernando Lopes
Iscas Politicrônicas
Em setembro do ano passado o STF julgou um processo muito interessante, sobre a propriedade do Palácio Guanabara, sede do governo do Estado do Rio de Janeiro. Foi decidido que o palácio pertence ...

Ver mais

Agronegócio, indústria e mudança de mindset
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
Agronegócio, indústria e mudança de mindset “Quando adotamos um mindset, ingressamos num novo mundo. Num dos mundos – o das características fixas –, o sucesso consiste em provar que você é ...

Ver mais

Cafezinho 429 – Minha tribo
Cafezinho 429 – Minha tribo
E no limite, a violência, o xingar, o ofender, o ...

Ver mais

Cafezinho 428 – A cultura da reclamação
Cafezinho 428 – A cultura da reclamação
O ser humano, naturalmente, só confia em membros de sua ...

Ver mais

Cafezinho 427 – Política e histeria
Cafezinho 427 – Política e histeria
A histeria política é sintoma da perda total do ...

Ver mais

Cafezinho 426 – Quem tem pressa?
Cafezinho 426 – Quem tem pressa?
Hoje as narrativas familiares perderam espaço para uma ...

Ver mais

Compre o CD do Luan Santana

Compre o CD do Luan Santana

Luciano Pires -

Recebo diariamente dezenas de releases de assessorias de comunicação que buscam promover seus clientes. De quando em quando aparece algo que chama a atenção. Esta semana foi este:

“Na semana da Páscoa, chega às lojas o quinto CD de Luan Santana, que, como sempre, terá toda a renda arrecadada com as vendas doada para instituições de caridade. Desde 2009, quase R$ 2milhões foram destinados a 24 entidades de diferentes cidades do país (…) Outros exemplos de doações são as para o hospital do Câncer de Barretos, beneficiado com R$ 550 mil e a instituição AACC (Associação dos Amigos das Crianças com Câncer) de Campo Grande – terra natal de Luan – que recebeu R$ 217 mil. Com o lançamento do CD Quando Chega a Noite, Luan Santana pretende beneficiar ainda mais instituições brasileiras.”

Em seguida aparece uma tabela com o detalhamento das doações, que eu publiquei em http://bit.ly/H0Cne5. Luan Santana é um garoto de 21 anos, muito longe da aposentadoria. Tornou-se sucesso nacional entre as jovens e adolescentes com um popzinho romântico que eles teimam chamar de “sertanejo”. O garoto juntou uma fortuna com a venda de shows ao longo dos últimos anos e ao realizar essas doações – e divulgar – está dando um grande exemplo. Ah, mas você acha que perto do que ele ganha o valor doado é uma ninharia? Que ele não deveria divulgar? Que ele desconta do Imposto de Renda? Que é oportunismo, jogada de marketing? Pô, ainda bem que é esse tipo de oportunismo! O popzinho romântico desaparecerá com o tempo, mas o legado do Luan está sendo muito maior que isso.

Comento essa ação do Luan Santana a propósito de um reencontro com um velho amigo, alto executivo de uma grande montadora. Conversamos sobre assuntos diversos, especialmente sobre uma pergunta: quando chegar a hora de parar de trabalhar, você vai fazer o quê? Meu amigo dizia, com uma ponta de desilusão, que sempre que falava com conhecidos a respeito de trabalho voluntário, as pessoas reagiam mal. A certa altura ele reagiu indignado quando um de seus interlocutores, muito bem sucedido, disse que “não trabalharia de graça”: – Pô, mas o que é que você vai fazer com mais dinheiro?

Chega uma época da vida em que a gente – ou ao menos quem tem uma vida equilibrada – deveria parar de guardar para usufruir o que foi guardado. Entenda “usufruir” como uma ação generosa, não é usufruir só consigo e com os seus, acumulando bens, fazendo viagens e cirurgias plásticas, mas devolvendo à sociedade um pouco do que ela lhe proporcionou. Generosidade. Altruísmo.

Nos Estados Unidos é normal que médicos abracem projetos humanitários e grandes executivos fiquem à frente de associações, museus, escolas. Lá ninguém considera o voluntariado como “trabalhar de graça”. Faz parte da cultura. Mas no Brasil… Aqui a única cultura possível parece ser a cultura do juntar mais. E mais.

Aquele meu amigo vai ter que batalhar até encontrar outros como ele que queiram, mais que uma vida confortável, um propósito. Deixar um legado.

Olha só: pelas minhas contas, se mantiver o ritmo e se aposentar aos 65 anos de idade, Luan Santana terá doado algo em torno de 30 milhões de reais.

Acho que não vou ouvir, mas vou comprar os CDs dele.

Luciano Pires