s
Artigos Café Brasil
Pelé e os parasitas.
Pelé e os parasitas.
Meu herói está lá, a Copa de 1970 está lá, o futebol ...

Ver mais

Branding a preço de banana.
Branding a preço de banana.
Quanto vale o branding? Pelo que estou vendo acontecer ...

Ver mais

O Tigre Branco. Ou poderia ser Cidade de Budah…
O Tigre Branco. Ou poderia ser Cidade de Budah…
Um grande comentário sócio-político sobre a divisão em ...

Ver mais

Cafezinho Live
Cafezinho Live
Luciano Pires, criador e apresentador dos podcasts Café ...

Ver mais

Café Brasil 759 – Karl Popper e os negacionistas
Café Brasil 759 – Karl Popper e os negacionistas
Não devemos aceitar verdades universais a partir de ...

Ver mais

Café Brasil 758 – LíderCast César Menotti
Café Brasil 758 – LíderCast César Menotti
Há muito tempo tínhamos a ideia de trazer para o ...

Ver mais

Café Brasil 757 – O dono da firma
Café Brasil 757 – O dono da firma
Vamos então a mais um programa que fala do empreendedor ...

Ver mais

Café Brasil 756 – Netiqueta e as mulas digitais
Café Brasil 756 – Netiqueta e as mulas digitais
Usar a internet de forma responsável, é isso que trata ...

Ver mais

LíderCast 217 – Amyr Klink
LíderCast 217 – Amyr Klink
Meu nome é Amyr Klink, tenho 65 anos e eu construo viagens.

Ver mais

LíderCast 216 – Denise Pitta
LíderCast 216 – Denise Pitta
Empreendedora digital, dona do site Fashion Bubbles, ...

Ver mais

LíderCast 215 – Marco Antonio Villa
LíderCast 215 – Marco Antonio Villa
Historiador, professor, comentarista polêmico em rádio ...

Ver mais

LíderCast 214 – Bianca Oliveira
LíderCast 214 – Bianca Oliveira
Jornalista e apresentadora, hoje vivendo na Europa, ...

Ver mais

Sem treta
Sem treta
A pessoa diz que gosta, mas não compartilha.

Ver mais

O cachorro de cinco pernas
O cachorro de cinco pernas
Quantas pernas um cachorro tem se você chamar o rabo de ...

Ver mais

Leitura do Cafezinho 304 – (in) Tolerância
Leitura do Cafezinho 304 – (in) Tolerância
A intolerância é muito maior na geração que mais teve ...

Ver mais

Leitura cafezinho 303 – Cérebro médio
Leitura cafezinho 303 – Cérebro médio
Escolha um tema quente, dê sua opinião e em seguida ...

Ver mais

A guerra dos pelados
Fernando Lopes
Iscas Politicrônicas
De 1912 a 1916 o Estado de Santa Catarina sofreu a Guerra do Contestado, conflito armado que opôs, de um lado, posseiros e pequenos produtores rurais, e de outro militares federais e estaduais. ...

Ver mais

A americanização do Brasil
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
O imperialismo sedutor     “Chegou a hora dessa gente bronzeada mostrar seu valor Eu fui à  Penha, fui pedir à Padroeira para me ajudar Salve o Morro do Vintém, pendura a saia que eu quero ...

Ver mais

Economia da desigualdade
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
Economia da desigualdade “Os valores que conferem ao capitalismo sua legitimidade são prosperidade e liberdade para todos. […[ Se você concentra poder e renda em um pequeno grupo, o ...

Ver mais

Autonomia do Banco Central
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
Caminhando rumo à autonomia do Banco Central ˜O desejo parece ser o de que a política econômica saia de uma vez por todas da alçada dos presidentes da república. […]. Delega-se para a diretoria ...

Ver mais

Cafezinho 365 – (IN)segurança Nacional
Cafezinho 365 – (IN)segurança Nacional
Nem precisa prender o Danilo Gentili, a simples ameaça ...

Ver mais

Cafezinho 364 – Isolacionismo intelectual
Cafezinho 364 – Isolacionismo intelectual
O viés de confirmação leva ao isolacionismo ...

Ver mais

Cafezinho 363 – Chapeuzinho Vermelho 4.0
Cafezinho 363 – Chapeuzinho Vermelho 4.0
No Chapeuzinho Vermelho 4.0, tá cheio de lobo se ...

Ver mais

Cafezinho 362 – Na bala!
Cafezinho 362 – Na bala!
Se a constituição brasileira não proíbe que o deputado ...

Ver mais

Correndo da crise

Correndo da crise

Luciano Pires -

Tenho encontrado um clima de desânimo, desmotivação e frustração nas visitas a meus clientes e amigos, o que é compreensível diante da sucessão de notícias alarmantes nestes dias de escândalos, crise política, moral e institucional. Tentado a cair na mesma situação depressiva, lembrei de uma história deliciosa.

Na TV, uma entrevista com os nossos corredores que foram medalha de prata no revezamento nas Olimpíadas de Sidney em 2000:  Claudinei Quirino, André Domingos, Edson Luciano e Vicente Lenilson. Lá pelas tantas, vem a história. Em Presidente Prudente, onde treinavam, um ladrão pulou o muro do quintal para roubar umas roupas que estavam no varal. Foi surpreendido e os atletas saíram correndo atrás do bandido.

O ladrão, apavorado com os aqueles negões, pulou o muro e correu pela rua, com os nossos atletas atrás e… escapou!

“Pô, o cara era muito rápido” disse gargalhando um dos corredores medalha de prata na Olimpíada!

Sacou?

Raríssimas pessoas conseguem ter performance fora da média num ambiente de segurança e tranquilidade. É na fronteira do perigo que está a motivação, a explosão de adrenalina para superar suas limitações. Foi isso que fez o ladrão ganhar dos campeões olímpicos na corrida.

O medo provocado pela crise é uma experiência interessante. Não sei como é com você, mas comigo, quando bate aquele frio no estômago, o alerta de perigo, em vez de ficar paralisado sou empurrado para as oportunidades.  Quando em situação de risco, e sabendo disso, meus sentidos ficam em alerta, a respiração ofegante, o sangue circula mais rápido, me preparo para algo que poderá ser ruim. Esse estado de alerta paralisa algumas pessoas, mas aqueles que conhecem o processo e sabem utilizá-lo a seu favor, tiram dele a energia para as arrancadas em direção à solução dos problemas. Se o enfrentamento do risco der certo, seremos lembrados pelo feito espetacular, incomum, criativo, corajoso.

Este ano começou devagar e me pegou num momento crítico de mudança de escritório, de casa, de portal, no pico de uma série de investimentos importantes. Acendeu todos os alertas vermelhos, me obrigando sair da acomodação.

O resultado é que criei um novo podcast, o LíderCast, que já tem a primeira temporada pronta para ser lançada nas próximas semanas. E preparei mais um livro que está em produção com lançamento também nas próximas semanas. Também passei a visitar clientes novos com propostas de novos produtos, já com algumas oportunidades excelentes em vista. E vou terminar nas próximas semanas meu estúdio para voltar a gravar os vídeocasts e podbooks. Tudo nos últimos três meses.

Vi a crise correndo atrás de mim e disparei na frente…

– Mas Luciano, não é hora de correr riscos!

Pois é. Mas qual é mesmo a opção para não correr riscos?

Faça nada. Diga nada. Seja ninguém.

E isso é muito arriscado.