s
Artigos Café Brasil
Nem tudo se desfaz
Nem tudo se desfaz
Vale muito a pena ver a história da qual somos ...

Ver mais

Henrique Viana
Henrique Viana
O convidado para o LíderCast desta vez é Henrique ...

Ver mais

Deduzir ou induzir
Deduzir ou induzir
Veja a quantidade de gente que induz coisas, ...

Ver mais

Origem da Covid – seguindo as pistas
Origem da Covid – seguindo as pistas
Tradução automática feita pelo Google, de artigo de ...

Ver mais

Café Brasil 791 – Tempo Perdido
Café Brasil 791 – Tempo Perdido
Você certamente já ouviu falar do Complexo de ...

Ver mais

Café Brasil 790 – Don´t be evil
Café Brasil 790 – Don´t be evil
Existe uma preocupação crescente sobre o nível de ...

Ver mais

Café Brasil 789 – LíderCast Osvaldo Pimentel – Monetizze
Café Brasil 789 – LíderCast Osvaldo Pimentel – Monetizze
Hoje bato um papo com Osvaldo Pimentel, CEO da ...

Ver mais

Café Brasil 788 – Love, Janis
Café Brasil 788 – Love, Janis
Janis Joplin era uma garota incompreendida, saiu da ...

Ver mais

Café Brasil 789 – LíderCast Osvaldo Pimentel – Monetizze
Café Brasil 789 – LíderCast Osvaldo Pimentel – Monetizze
Hoje bato um papo com Osvaldo Pimentel, CEO da ...

Ver mais

Café Brasil 785 – LíderCast Leandro Bueno
Café Brasil 785 – LíderCast Leandro Bueno
Sabe quem ajuda este programa chegar até você? É a ...

Ver mais

Café Brasil 775 – LíderCast Henrique Viana – Brasil Paralelo
Café Brasil 775 – LíderCast Henrique Viana – Brasil Paralelo
Um papo muito interessante com Henrique Viana, um jovem ...

Ver mais

Café Brasil 771 – LíderCast Aurelio Alfieri
Café Brasil 771 – LíderCast Aurelio Alfieri
Aurélio Alfieri é um educador físico e youtuber, ...

Ver mais

Café na Panela – Luciana Pires
Café na Panela – Luciana Pires
Episódio piloto do projeto Café na Panela, com Luciana ...

Ver mais

Sem treta
Sem treta
A pessoa diz que gosta, mas não compartilha.

Ver mais

O cachorro de cinco pernas
O cachorro de cinco pernas
Quantas pernas um cachorro tem se você chamar o rabo de ...

Ver mais

Leitura do Cafezinho 304 – (in) Tolerância
Leitura do Cafezinho 304 – (in) Tolerância
A intolerância é muito maior na geração que mais teve ...

Ver mais

O Brasil e o Dia do Professor
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
O Brasil e o Dia do Professor Aulinha de dois mil réis Apesar das frequentes notícias que vêm a público, dando conta do elevado grau de corrupção existente em nosso país, e da terrível ...

Ver mais

Trivium: Capítulo 4 – Definição dos Termos (parte 4)
Alexandre Gomes
  Uma definição torna explícita a INTENSÃO* ou significado de um termo, a essência que este termo representa.   *  você deve ter estranhado a palavra INTENSÃO, imaginando que seria ...

Ver mais

Enquanto isso
Fernando Lopes
Iscas Politicrônicas
Em setembro do ano passado o STF julgou um processo muito interessante, sobre a propriedade do Palácio Guanabara, sede do governo do Estado do Rio de Janeiro. Foi decidido que o palácio pertence ...

Ver mais

Agronegócio, indústria e mudança de mindset
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
Agronegócio, indústria e mudança de mindset “Quando adotamos um mindset, ingressamos num novo mundo. Num dos mundos – o das características fixas –, o sucesso consiste em provar que você é ...

Ver mais

Cafezinho 429 – Minha tribo
Cafezinho 429 – Minha tribo
E no limite, a violência, o xingar, o ofender, o ...

Ver mais

Cafezinho 428 – A cultura da reclamação
Cafezinho 428 – A cultura da reclamação
O ser humano, naturalmente, só confia em membros de sua ...

Ver mais

Cafezinho 427 – Política e histeria
Cafezinho 427 – Política e histeria
A histeria política é sintoma da perda total do ...

Ver mais

Cafezinho 426 – Quem tem pressa?
Cafezinho 426 – Quem tem pressa?
Hoje as narrativas familiares perderam espaço para uma ...

Ver mais

Desemburrádio

Desemburrádio

Luciano Pires -

Em 2005 eu buscava formas de ampliar o alcance de meu trabalho, para falar às pessoas que não estavam conectadas ao limitado universo da internet.

Foi quando meu amigo Jackson Dorta sugeriu a rádio Mundial, em São Paulo. Fiquei curioso e marquei uma reunião com a diretora, quando expliquei quem eu era, mostrei meus livros e disse que queria comprar um horário para colocar um programa no ar.

A diretora gostou. Era uma terça-feira e ela disse:

– Muito bem. Sexta-feira você está no ar…

Como assim? Entrar no ar em três dias? Eu não tinha nenhuma experiência, só estava fazendo uma sondagem, vendo quanto custava, conhecendo a rádio… E ela me colocava na parede: é pegar ou largar! É claro que eu topei. Adoro entrar em frias!

Quando ouço hoje o primeiro programa, fico com vergonha. Um horror… Mas trabalhei bastante para melhorar, chegando a um formato interessante: uma espécie de caos cultural controlado, se é que isso é possível. Lanço “iscas intelectuais”, usando textos meus e de outros autores que encontro em publicações e na internet, mesclados com música popular brasileira de qualidade. Com uma característica: as músicas têm que ter relação com o assunto do programa, o que me abriu oportunidade de tocar qualquer artista. Em nenhum outro lugar você escuta um programa com 25 minutos que começa com Karnak, vai a Antônio Nóbrega, emenda com Eliezer Setton e os Almôndegas, volta para Elza Soares, segue com Clara Sverner e termina com Tião Carreiro e Pardinho.

Uma festa!

No final de 2006 transformei o programa de rádio em podcast. O que é podcast? É um termo novo para designar um sistema de distribuição de arquivos digitais de áudio pela internet. O interessado pode baixar o arquivo para ouvir onde e quando quiser. E se souber usar o programa ITunes, não precisa nem se dar ao trabalho de mandar baixar. Cada vez que publico um podcast novo, o ITunes baixa automaticamente. É uma delícia da tecnologia. Com esse processo ampliei o alcance do programa, que agora é um podcast em português que pode ser acessado e baixado no mundo todo.

Comecei o podcast em setembro de 2006 dizendo a meu pessoal que quando chegássemos a 36 mil downloads por ano eu ficaria feliz! Bem, em 2007 foram mais de 400 mil. Em 2008 foram mais de 820 mil! E a tendência de 2009 aponta para 1,2 milhão! Como o programa tem 25 minutos de duração, pesa 17 megas. Faça a conta…

E pra coroar, no final de 2008 na primeira edição do Prêmio Podcast Brasil, o programa foi escolhido pelo Júri Técnico como o melhor podcast de Variedades e Entretenimento do país!

O programa foi ao ar pela primeira vez numa sexta-feira, 13 de abril de 2005. Portanto acabamos de completar quatro anos no ar. Cerca de 220 programas e mais de 5,5 mil horas de conteúdo desemburrecedor nas ondas do rádio e da web. Uma espécie de desemburrádio…

Um esforço gigantesco. Sem patrocínio, sem anunciantes, sem dinheiro de lei de incentivo. Só com tesão.

Estou contando isso tudo para convidar quem ainda não conhece o programa para acessar www.lucianopires.com.br/cafebrasil/podcast. E para pedir aos que conhecem – e gostam – que façam duas coisas: mandem-nos um depoimento curto sobre o programa, para ajudar a montar uma apresentação. E o divulguem para mais gente.

Tá na hora de crescer, sabe? Mas só vamos conseguir com a ajuda de vocês.