s
Artigos Café Brasil
Produtividade Antifrágil
Produtividade Antifrágil
PRODUTIVIDADE ANTIFRÁGIL vem para provocar você a rever ...

Ver mais

Cafezinho Live
Cafezinho Live
Luciano Pires, criador e apresentador dos podcasts Café ...

Ver mais

Me Engana Que Eu Gosto
Me Engana Que Eu Gosto
Me engana que eu gosto: dois meio brasis jamais somarão ...

Ver mais

Tá chegando o Podcast Café Brasil 700!
Tá chegando o Podcast Café Brasil 700!
Tá chegando a hora do Podcast Café Brasil 700!

Ver mais

Café Brasil 725 – A revolução da mídia
Café Brasil 725 – A revolução da mídia
Estamos protagonizando uma revolução nas mídias, com ...

Ver mais

Café Brasil 724 – A Pátria dos bobos felizes
Café Brasil 724 – A Pátria dos bobos felizes
Nos últimos 100 anos, na Alemanha e nos EUA, o ...

Ver mais

Café Brasil 723 – O Paradoxo do Dadinho
Café Brasil 723 – O Paradoxo do Dadinho
Pois é... esta semana completo 64 anos de idade. ...

Ver mais

Café Brasil 722 – O Poder do Mau
Café Brasil 722 – O Poder do Mau
Um Podcast Café Brasil com quase três horas de duração ...

Ver mais

Comunicado sobre o LíderCast
Comunicado sobre o LíderCast
Em função da pandemia e quarentena, a temporada 16 do ...

Ver mais

LíderCast 204 – Marco Bianchi
LíderCast 204 – Marco Bianchi
Humorista, um dos criadores dos Sobrinhos do Athaíde, ...

Ver mais

LíderCast 203 – Marllon Gnocchi
LíderCast 203 – Marllon Gnocchi
Empreendedor de Vitória, no Espírito Santo, que começa ...

Ver mais

LíderCast 202 – Richard Vasconcelos
LíderCast 202 – Richard Vasconcelos
Que está à frente da LEO Learning Brasil, uma empresa ...

Ver mais

Sobre Liberdade
Sobre Liberdade
Abri uma das aulas de meu curso Produtividade ...

Ver mais

Minuto da Produtividade 4 – Registre os pensamentos e ideias
Minuto da Produtividade 4 – Registre os pensamentos e ideias
A mente da gente é que nem o Windows; está agitando mas ...

Ver mais

Minuto da Produtividade 3 – Livre-se do lixo
Minuto da Produtividade 3 – Livre-se do lixo
Minuto da Produtividade 3 - Livre-se do lixo

Ver mais

Minuto da Produtividade 2 – Desenvolva sua própria pegada produtiva
Minuto da Produtividade 2 – Desenvolva sua própria pegada produtiva
Desenvolva a sua própria pegada produtiva!

Ver mais

Isolamento social, ideologia e privilégio de classe
Gustavo Bertoche
É preciso lançar pontes.
A linguagem é dialética. Para apreender toda a extensão do que é dito, é preciso captar não só o seu significado explícito, mas também o que se oculta. Todos sabemos: em período de pandemia, é ...

Ver mais

Polêmica indesejável
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
Polêmica indesejável “Eu sou o que me cerca. Se eu não preservar o que me cerca, eu não me preservo.” José Ortega y Gasset A aprovação do marco regulatório do saneamento pelo Senado, no dia 24 de ...

Ver mais

O fenômeno da fraude acadêmica no Brasil
Gustavo Bertoche
É preciso lançar pontes.
Existe um fenômeno curioso na cultura brasileira: a falsificação de credenciais acadêmicas. A mentira do novo ex-ministro da Educação, Carlos Decotelli, que afirma ter concluído um doutorado que ...

Ver mais

Pandemia ou misantropia?
Filipe Aprigliano
Iscas do Apriga
Mais importante que defender a sua opinião, é defender o direito de livre expressão e escolha.

Ver mais

Cafezinho 298 – Jogando luz sobre a incerteza
Cafezinho 298 – Jogando luz sobre a incerteza
Os dias de incertezas que hoje vivemos, estão repletos ...

Ver mais

Cafezinho 297 – Empatia Positiva
Cafezinho 297 – Empatia Positiva
Empatia positiva. Saborear a sensação boa do outro não ...

Ver mais

Cafezinho 296 – Conhecimento ao seu alcance
Cafezinho 296 – Conhecimento ao seu alcance
Se você tem acesso a informações que outras pessoas não ...

Ver mais

Cafezinho 295 – O Domingão do Faustinho
Cafezinho 295 – O Domingão do Faustinho
Estamos assistindo a uma revolução na mídia, meus ...

Ver mais

É o dente, atendente!

É o dente, atendente!

Luciano Pires -

Um dos programas em minha última visita a Nova Iorque era comprar um IPad na loja da Apple na Quinta Avenida. É claro que “comprar um IPad” é diferente de “comprar um IPad na loja da Apple da Quinta Avenida”. Pode ser que isso nada signifique para quem não é fissurado em tecnologia, mas pra quem é, faz toda a diferença. É mais ou menos como comprar um Acarajé lá na Dinha em Salvador ou uma imagem de Nossa Senhora lá na Basílica de Aparecida, sabe como é? A loja da Apple na Quinta Avenida é um ícone da inovação e visitá-la é hoje um programa obrigatório para os nerds e semi-nerds de plantão.

Recebi uma dica de uns brasileiros que encontrei no hotel:

– Eles só tem o aparelho de madrugada.

Devido ao sucesso do IPad, encontrá-lo no modelo que a gente quer é um desafio. Fiz o que eles recomendaram e fui para a loja por volta de meia noite. Encontrei-a lotada, com centenas de pessoas olhando as ofertas. Achei uma mesa livre com um IPad em exposição e no próprio aparelho acionei o ícone que chamava um consultor. Recebi a mensagem de que eu era o 8º. da fila e que dentro de alguns minutos o fulano de tal me atenderia. Dito e feito. Passado precisamente o tempo previsto, maravilhado vejo chegar o atendente com o jaleco azul característico da Apple e com aquela cara de nerd. E dentes podres.

Sim, você leu direito, os dentes da frente, a fachada, com um buraco no meio e pretos. Eu simplesmente não conseguia tirar os olhos dos dentes do sujeito, nem mesmo para olhar o IPad.

Cara, eu estava na loja da Apple, em Manhattan, na Quinta Avenida, debaixo daquela caixa de vidro famosa! Eu estava no templo mundial da tecnologia, onde tudo que o gênio humano consegue produzir de mais avançado estava ao meu alcance. Eu estava diante da quintessência da evolução tecnológica. Mas o cara que me atendia tinha o dente podre. Ele não era um nerd qualquer vendendo um produto. Naquele momento ele era a Apple em pessoa. Fiquei chocado. 
Mas o que é que o estado dos dentes do atendente tinha a ver com sua competência técnica? O dente do atendente mudaria a qualidade do IPad? Deixaria mais caro ou mais barato? Impactaria de alguma forma na performance do aparelho? Mudaria a sensação de “comprar um IPad na loja da Apple da Quinta Avenida”? Não mesmo.

Mas aqueles dentes causaram uma péssima impressão. Foi então que o alarme do politicamente correto soou:

– Preconceito! Preconceito! Você está manifestando preconceito contra um indivíduo dentalmente prejudicado…

Refleti bastante e concluí: preconceito? Na loja ícone do que há de melhor no mundo? Na expressão maior da qualidade e preocupação com praticidade,  inovação e design? Preconceito uma ova! Minha má impressão com os dentes podres do atendente é con-ceito!

Bem, eles não tinham o aparelho em estoque. Voltei para o hotel naquela madrugada novaiorquina sem minha compra e sem algumas ilusões, destruídas pelo dente do atendente. 

Comprei meu IPad na Best Buy.

Luciano Pires