s
Artigos Café Brasil
Henrique Viana
Henrique Viana
O convidado para o LíderCast desta vez é Henrique ...

Ver mais

Deduzir ou induzir
Deduzir ou induzir
Veja a quantidade de gente que induz coisas, ...

Ver mais

Origem da Covid – seguindo as pistas
Origem da Covid – seguindo as pistas
Tradução automática feita pelo Google, de artigo de ...

Ver mais

Palestra Planejamento Antifrágil
Palestra Planejamento Antifrágil
Aproveite o embalo, pois além de ouvir a história, você ...

Ver mais

Café Brasil 781 – Stalinismo tecnológico
Café Brasil 781 – Stalinismo tecnológico
Se você não é do ramo do marketing, da comunicação, da ...

Ver mais

Café Brasil 780 – LíderCast Barone & Priester
Café Brasil 780 – LíderCast Barone & Priester
Pronto. Chegou o dia de conversar com duas referências ...

Ver mais

Café Brasil 779 – Grávida? Você está demitida!
Café Brasil 779 – Grávida? Você está demitida!
Há quatro anos, uma amiga me relatou uma história ...

Ver mais

Café Brasil 778 – Cringe: a maldição dos Millennials
Café Brasil 778 – Cringe: a maldição dos Millennials
Um novo termo entrou em evidência: o cringe. A tradução ...

Ver mais

Café Brasil 775 – LíderCast Henrique Viana – Brasil Paralelo
Café Brasil 775 – LíderCast Henrique Viana – Brasil Paralelo
Um papo muito interessante com Henrique Viana, um jovem ...

Ver mais

Café Brasil 771 – LíderCast Aurelio Alfieri
Café Brasil 771 – LíderCast Aurelio Alfieri
Aurélio Alfieri é um educador físico e youtuber, ...

Ver mais

Café Brasil 766 – LíderCast Ilona Becskeházy
Café Brasil 766 – LíderCast Ilona Becskeházy
E a educação brasileira, como é que vai, hein? Mal, não ...

Ver mais

Café Brasil 762 – LíderCast Alessandro Santana
Café Brasil 762 – LíderCast Alessandro Santana
Da mesma forma como o Youtube joga no colo da gente um ...

Ver mais

Sem treta
Sem treta
A pessoa diz que gosta, mas não compartilha.

Ver mais

O cachorro de cinco pernas
O cachorro de cinco pernas
Quantas pernas um cachorro tem se você chamar o rabo de ...

Ver mais

Leitura do Cafezinho 304 – (in) Tolerância
Leitura do Cafezinho 304 – (in) Tolerância
A intolerância é muito maior na geração que mais teve ...

Ver mais

Leitura cafezinho 303 – Cérebro médio
Leitura cafezinho 303 – Cérebro médio
Escolha um tema quente, dê sua opinião e em seguida ...

Ver mais

Olímpica expectativa
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
Olímpica expectativa “O esporte tem o poder de unificar, passar uma imagem de paz e resiliência, e nos dá esperança de seguir nossa jornada juntos.” Thomas Bach (Presidente do Comitê Olímpico ...

Ver mais

Economia do crime
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
Economia do crime  O crime compensa?  “Na faculdade, fui atraído pelos problemas estudados por sociólogos e as técnicas analíticas utilizadas pelos economistas. Esses interesses começaram a se ...

Ver mais

Reprise
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
Reprise  Já vi esse filme outras vezes… e não gostei do final A combinação de novas denúncias de irregularidades envolvendo membros do governo, o andamento da CPI da Covid e a sucessão de ...

Ver mais

O infalível ministro
Fernando Lopes
Iscas Politicrônicas
A piada é antiga. Dá pra contar, se a turma do politicamente correto ainda não inventou o crime de lusofobia: A famosa cena bíblica do apedrejamento da adúltera, quando o Mestre teria dito… ...

Ver mais

Cafezinho 408 – Correlações e causalidades
Cafezinho 408 – Correlações e causalidades
Preste muita atenção nos discursos dos educadores, dos ...

Ver mais

Cafezinho 407 – A teoria do valor subjetivo
Cafezinho 407 – A teoria do valor subjetivo
Trocar um apartamento por um automóvel? Como assim?

Ver mais

Cafezinho 406 – Ressentimentos passivos
Cafezinho 406 – Ressentimentos passivos
Eu escolhi participar ativamente, usando as armas que tenho.

Ver mais

Cafezinho 405 – O babaca
Cafezinho 405 – O babaca
Qual tipo de reação você acha que levo em consideração ...

Ver mais

Nossas Ondas

Nossas Ondas

Luciano Pires -

NOSSAS ONDAS

 


Recentemente li sobre os problemas que a Rádio e TV Cultura vinha passando para manter-se. Faltava dinheiro, as produções eram canceladas, muita transmissão de reprises e uma falta de perspectiva brutal diante da escassez de recursos. A maior parte da verba que mantém a RTV Cultura vem do Estado de São Paulo. E na hora do aperto, adivinha onde é o corte…


Parece que TV Cultura saiu do fundo do poço, mas está longe de ser um projeto sustentável. Não tem recursos para produzir programas com a qualidade necessária para transmitir cultura com entretenimento. A TV Cultura, assim como a Educativa e outras rádios e tvs que atuam de forma semelhante, é voltada para uma programação com conteúdo educacional e cultural. Algo que deveria ser imprescindível para um país que ainda não percebeu que sua maior fome é de educação e cultura.


No entanto, patrocinadores preferem colocar dinheiro nos programas que “dão retorno” de audiência. Dinheiro para aquele projeto dos sonhos de Paulo Autran não existe. Mas para o programa de pegadinhas, tem.


Pois sabe de uma coisa? Vou lançar o Projeto Nossas Ondas, que é tão óbvio que já deve existir escondido em algum lugar.


Veja só: TVs e rádios são concessões. Alguém obtém (não me pergunte como) uma concessão do governo para operar em determinada freqüência, produz conteúdo e bota a programação no ar, por ondas eletromagnéticas. Portanto, o dono da emissora é o Zé ou a Maria, mas o dono do espaço, da aerovia por onde transitam as ondas, é o povo. Eu e você. E o Zé e a Maria botam qualquer porcaria no nosso ar, sem pagar por isso!


Pô, eu pago pedágio para trafegar por nossas rodovias. As emissoras deviam pagar pedágio para trafegar por nossas aerovias. Aquelas ondas são nossas!


Taí o Projeto Nossas Ondas: toda emissora comercial deveria pagar um aluguel pela aerovia, sob a forma de um percentual de seu faturamento. E esse dinheiro deveria sustentar as TVs e rádios Cultura do Brasil.


Já pensou? A grana gerada pelo Pocotó servindo para criar um programa para despocotizar? Aquelas pegadinhas imbecis gerando recursos para o “Provocações” do Abujamra? O programa policial grotesco possibilitando um programa sobre saúde? O musical idiota levantando grana para um festival de MPBV – Música Popular Brasileira de Verdade? A novela vazia rendendo um programa sobre livros? O programinha dos sertanejos levantando dinheiro para outro “Castelo Rá-Tim-Bum?” Aquele berreiro insuportável das FMs com enlatados estrangeiros, gerando tutu para um programa que recupere os arquivos da MPB encostados nas rádios?


Já pensou? Dos limões, limonadas?


Vixe. Os Zés e Marias ficarão de cabelos em pé com esta proposta.


Não deveriam.


Só estou fazendo onda.


Mas o que será preciso pra aprovar uma lei assim?