s
Artigos Café Brasil
Nem tudo se desfaz
Nem tudo se desfaz
Vale muito a pena ver a história da qual somos ...

Ver mais

Henrique Viana
Henrique Viana
O convidado para o LíderCast desta vez é Henrique ...

Ver mais

Deduzir ou induzir
Deduzir ou induzir
Veja a quantidade de gente que induz coisas, ...

Ver mais

Origem da Covid – seguindo as pistas
Origem da Covid – seguindo as pistas
Tradução automática feita pelo Google, de artigo de ...

Ver mais

Café Brasil 799 – Essa tal meritocracia
Café Brasil 799 – Essa tal meritocracia
Meritocracia, meritocracia... meritocracia... como tem ...

Ver mais

Café Brasil 798 – Raciocínios Perigosos – Revisitado
Café Brasil 798 – Raciocínios Perigosos – Revisitado
O Café Brasil de hoje é a releitura de um programa de ...

Ver mais

Café Brasil 797 – ‘Bora pra Retomada – com Lucia Helena Galvão
Café Brasil 797 – ‘Bora pra Retomada – com Lucia Helena Galvão
Tenho feito uma série de lives que chamei de ‘Bora pra ...

Ver mais

Café Brasil 796 – Maiorias Irrelevantes
Café Brasil 796 – Maiorias Irrelevantes
Outro daqueles acidentes estúpidos vitimou mais uma ...

Ver mais

Café Brasil 793 – LíderCast Antônio Chaker
Café Brasil 793 – LíderCast Antônio Chaker
Hoje bato um papo com Antônio Chaker, que é o ...

Ver mais

Café Brasil 789 – LíderCast Osvaldo Pimentel – Monetizze
Café Brasil 789 – LíderCast Osvaldo Pimentel – Monetizze
Hoje bato um papo com Osvaldo Pimentel, CEO da ...

Ver mais

Café Brasil 785 – LíderCast Leandro Bueno
Café Brasil 785 – LíderCast Leandro Bueno
Sabe quem ajuda este programa chegar até você? É a ...

Ver mais

Café Brasil 775 – LíderCast Henrique Viana – Brasil Paralelo
Café Brasil 775 – LíderCast Henrique Viana – Brasil Paralelo
Um papo muito interessante com Henrique Viana, um jovem ...

Ver mais

Café na Panela – Luciana Pires
Café na Panela – Luciana Pires
Episódio piloto do projeto Café na Panela, com Luciana ...

Ver mais

Sem treta
Sem treta
A pessoa diz que gosta, mas não compartilha.

Ver mais

O cachorro de cinco pernas
O cachorro de cinco pernas
Quantas pernas um cachorro tem se você chamar o rabo de ...

Ver mais

Leitura do Cafezinho 304 – (in) Tolerância
Leitura do Cafezinho 304 – (in) Tolerância
A intolerância é muito maior na geração que mais teve ...

Ver mais

Trivium: Capítulo 5 – Proposições e sua Expressão Gramatical (parte 1)
Alexandre Gomes
DEFINIÇÕES E DISTINÇÕES Proposição e relação de termos. A proposição AFIRMA uma relação de termos. Em uma estrutura de palavras compostas de: um sujeito, uma cópula e um predicado. Os termos ...

Ver mais

A catástrofe circular da escola brasileira
Gustavo Bertoche
É preciso lançar pontes.
A catástrofe circular da nossa escola: temos professores de fraca formação acadêmica, com salários miseráveis. Eles oferecem aos seus alunos pouca cultura e, por isso, não os elevam acima da ...

Ver mais

Quadrinhos em alta
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
Quadrinhos em alta Apesar do início com publicações periódicas impressas para públicos específicos, as HQs não se limitam a atender às crianças. Há quadrinhos para adultos, de muita qualidade, em ...

Ver mais

Trivium: Capítulo 4 – Tipos e Regras de Divisão Lógica (parte 7)
Alexandre Gomes
Antes de tratar das regras da divisão lógica – pois pode parecer mais importante saber as regras de divisão que os tipos de divisão – será útil revisar alguns tópicos já tratados para ...

Ver mais

Cafezinho 444 – Congestão mental
Cafezinho 444 – Congestão mental
Quanto de alimento intelectual você consegue entuchar ...

Ver mais

Cafezinho 443 –  O crime nosso de cada dia
Cafezinho 443 –  O crime nosso de cada dia
A sociedade norte americana está doente. E eles somos ...

Ver mais

Cafezinho 442 – Por que cultura é boa?
Cafezinho 442 – Por que cultura é boa?
A cultura é boa porque influencia diretamente a forma ...

Ver mais

Cafezinho 441 – Qual cultura é melhor?
Cafezinho 441 – Qual cultura é melhor?
A baixa cultura faz crescer a bunda, melhorar o ...

Ver mais

O agora

O agora

Luciano Pires -

Se pudéssemos transformar nossas vidas numa linha que começa no nascimento e termina na morte, daria para dividir em três partes. A principal seria um ponto em algum lugar da linha, que representa o agora, o presente. A parte que estivesse para trás desse ponto, em direção ao momento do nosso nascimento, é o passado. A parte que vai do ponto presente até o momento de nossa morte é o futuro. E é nessa linha que nossa mente navega, hora aqui, hora nas lembranças do passado, hora nos sonhos do futuro.

Agora pense o seguinte: o passado já foi, só serve como lembrança, como ferramenta para nos educar sobre o que deu certo e o que não deu. Não podemos fazer nada para mudá-lo. E o futuro é simplesmente uma consequência do que você já é. Do agora. No futuro você viverá no corpo que está construindo agora. Tomará decisões com base no repertório que está reunindo agora.

Portanto, o momento mais importante de sua vida é o agora.

Esta semana fiz contato com um pessoal que se denomina CASA DO PRESENTE, um grupo de profissionais preocupado exatamente com o conceito de “formar jovens para o futuro”.  Essa turma se juntou para criar um movimento de conscientização para que os jovens descubram oportunidades que provavelmente lhes serão ocultadas pelo sistema educacional e profissional. O tal que “forma para o futuro”. Não! Os jovens precisam se formar para o agora!

O texto de apresentação deles diz: “O que você quer ser quando crescer? Essa é uma pergunta inocente, mas que esconde uma verdade inconveniente: estamos encaixotando o futuro das nossas crianças e adolescentes. Nem precisamos falar que o sistema de ensino para os nativos digitais é ultrapassado e que o mercado de trabalho é cruel. Mas precisamos sair da problematização e partir para uma solução rápida e definitiva. Como resolver isso?”

O pessoal da Casa do Presente reuniu um time de especialistas nos mais diversos campos do conhecimento para compartilhar voluntariamente aprendizados com os jovens. Serão aulas práticas, imersivas e democráticas, um papo reto sobre os nossos superpoderes. O formato dos cursos é (e sempre será) beta. Assim como o mundo e os jovens, eles estão em constante transformação.

O projeto ainda está em gestação e eles pretendem reunir 40 estudantes de escolas públicas e privadas (entre 14 a 17 anos) para a realização do Hackathon de Educação da Casa do Presente, um dia de experiências, consultas e conversas para ouvir quem realmente será beneficiado.

“Hackathon” é a denominação que se dá para uma maratona que reúne programadores, designers e outros profissionais ligados ao desenvolvimento de software, cujo objetivo é desenvolver programas inovadores. O Hackaton da Casa do Presente desenvolverá não um software, mas um programa educacional inovador, envolvendo disciplinas como falar em público (com gente do TED), alimentação saudável, empreendedorismo, educação financeira, despertar da criatividade e até aulas de programação. Tudo organizado de uma forma que a escola tradicional não oferece.

Esse Hackaton será gratuito e acontecerá no sábado, dia 20 de agosto, em São Paulo. Será um dia inteiro de atividades e metodologias de participação para fazer com que a Casa do Presente tenha um modelo co-criado com os jovens.

A Casa do Presente é independente, apartidária e sem vínculos com qualquer entidade privada ou estatal. Conheço alguns dos envolvidos, é gente de vários segmentos – vários educadores – querendo fazer acontecer, vale dar uma olhada!

Se você gostar da proposta, existem duas formas de participar: adultos podem se cadastrar como voluntários e jovens entre 14 e 17 anos podem se cadastrar como participantes. E depois torcer para serem selecionados. Lembrando: o evento é gratuito.

Olha, tem muita gente se mexendo, viu? Saindo do ressentimento passivo para a ação ativa, trabalhando o agora para transformar o futuro sem ficar esperando pelo Estado.

Que tal fazer parte?

Para mais informações e para participar desse movimento, inscreva-se!

https://www.facebook.com/events/200495993686575/

Jovens (14-17 anos): https://mltubio.typeform.com/to/ZAFWal
Pessoas >18 anos: https://mltubio.typeform.com/to/Jn5J2r