Artigos Café Brasil
Produtividade Antifrágil
Produtividade Antifrágil
PRODUTIVIDADE ANTIFRÁGIL vem para provocar você a rever ...

Ver mais

Cafezinho Live
Cafezinho Live
Luciano Pires, criador e apresentador dos podcasts Café ...

Ver mais

Me Engana Que Eu Gosto
Me Engana Que Eu Gosto
Me engana que eu gosto: dois meio brasis jamais somarão ...

Ver mais

Tá chegando o Podcast Café Brasil 700!
Tá chegando o Podcast Café Brasil 700!
Tá chegando a hora do Podcast Café Brasil 700!

Ver mais

Café Brasil 725 – A revolução da mídia
Café Brasil 725 – A revolução da mídia
Estamos protagonizando uma revolução nas mídias, com ...

Ver mais

Café Brasil 724 – A Pátria dos bobos felizes
Café Brasil 724 – A Pátria dos bobos felizes
Nos últimos 100 anos, na Alemanha e nos EUA, o ...

Ver mais

Café Brasil 723 – O Paradoxo do Dadinho
Café Brasil 723 – O Paradoxo do Dadinho
Pois é... esta semana completo 64 anos de idade. ...

Ver mais

Café Brasil 722 – O Poder do Mau
Café Brasil 722 – O Poder do Mau
Um Podcast Café Brasil com quase três horas de duração ...

Ver mais

Comunicado sobre o LíderCast
Comunicado sobre o LíderCast
Em função da pandemia e quarentena, a temporada 16 do ...

Ver mais

LíderCast 204 – Marco Bianchi
LíderCast 204 – Marco Bianchi
Humorista, um dos criadores dos Sobrinhos do Athaíde, ...

Ver mais

LíderCast 203 – Marllon Gnocchi
LíderCast 203 – Marllon Gnocchi
Empreendedor de Vitória, no Espírito Santo, que começa ...

Ver mais

LíderCast 202 – Richard Vasconcelos
LíderCast 202 – Richard Vasconcelos
Que está à frente da LEO Learning Brasil, uma empresa ...

Ver mais

Sobre Liberdade
Sobre Liberdade
Abri uma das aulas de meu curso Produtividade ...

Ver mais

Minuto da Produtividade 4 – Registre os pensamentos e ideias
Minuto da Produtividade 4 – Registre os pensamentos e ideias
A mente da gente é que nem o Windows; está agitando mas ...

Ver mais

Minuto da Produtividade 3 – Livre-se do lixo
Minuto da Produtividade 3 – Livre-se do lixo
Minuto da Produtividade 3 - Livre-se do lixo

Ver mais

Minuto da Produtividade 2 – Desenvolva sua própria pegada produtiva
Minuto da Produtividade 2 – Desenvolva sua própria pegada produtiva
Desenvolva a sua própria pegada produtiva!

Ver mais

O fenômeno da fraude acadêmica no Brasil
Gustavo Bertoche
É preciso lançar pontes.
Existe um fenômeno curioso na cultura brasileira: a falsificação de credenciais acadêmicas. A mentira do novo ex-ministro da Educação, Carlos Decotelli, que afirma ter concluído um doutorado que ...

Ver mais

Pandemia ou misantropia?
Filipe Aprigliano
Iscas do Apriga
Mais importante que defender a sua opinião, é defender o direito de livre expressão e escolha.

Ver mais

Revisionismos e intolerância
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
Revisionismos e intolerância “Sabemos que ninguém jamais toma o poder com a intenção de largá-lo. O poder não é um meio, é um fim em si. Não se estabelece uma ditadura com o fito de salvaguardar ...

Ver mais

Motivos de orgulho
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
Motivos de orgulho Numa época repleta de dificuldades, pessimismo e más notícias como a que estamos vivendo em razão da pandemia de coronavírus e suas consequências sanitárias, econômicas, ...

Ver mais

Cafezinho 296 – Conhecimento ao seu alcance
Cafezinho 296 – Conhecimento ao seu alcance
Se você tem acesso a informações que outras pessoas não ...

Ver mais

Cafezinho 295 – O Domingão do Faustinho
Cafezinho 295 – O Domingão do Faustinho
Estamos assistindo a uma revolução na mídia, meus ...

Ver mais

Cafezinho 294 – Vem pra Confraria
Cafezinho 294 – Vem pra Confraria
Se você vê algum valor em nosso trabalho, acesse ...

Ver mais

Cafezinho 293 – Democracia da porta pra fora.
Cafezinho 293 – Democracia da porta pra fora.
Não coloque a distribuição do seu trabalho nas mãos das ...

Ver mais

O pacto dos canalhas

O pacto dos canalhas

Luciano Pires -

No hangout de apresentação do Café Brasil Premium, que você pode assistir aqui: https://www.youtube.com/watch?v=WLYtRhk9YLI , aos cinco minutos apresento as Cinco Leis Fundamentais da Estupidez Humana, de Carlo Maria Cipolla, comentando que se a sociedade fosse toda composta de canalhas, estaria em harmonia. Se eu sei que você é um canalha, me protejo, se você sabe que eu sou um canalha, se protege.

O indivíduo que chega a um posto de poder nessa república que aí está tem perfeito conhecimento do ambiente em que circula, dos podres e, em alguma medida, se utiliza de “práticas não-republicanas”. Uns mais, outros menos, uns por ganância, outros por sede de poder, uns para enriquecer, outros para ter influência, mas todos utilizam. Quem não o faz é colocado para escanteio, perde influência, é deixado fora da festa, dos holofotes, das posições de poder.

Michel Temer, por exemplo, é raposa velha, conhece os bandidos pelo primeiro nome, navega em meio a esse ofidiário há décadas e só poderia ter sobrevivido se fosse cobra. O mesmo com Aécio e com outras figuras de proa que, para conviver em harmonia, fazem o Pacto dos Canalhas:

– Eu sei da sua sujeira, você sabe da minha, nós sabemos das sujeiras deles, eles sabem das nossas, mantemos em segredo. De quando em quando a gente briga, mas só até um limite. Se você me entregar, eu entrego você. Se você se comportar bem, dá pra levar uma vantagens aqui e ali. Eu sou amigo do Joesley!

E assim vão levando.

Às vezes surge alguém disposto a não fazer parte do pacto, mas é logo enquadrado ao perceber que terá vida curta, que não aprovará nenhum projeto, que jamais penetrará nos círculos do poder. O Pacto dos Canalhas é a base de toda a organização política dessa república que aí está. E não é de hoje.

Enquanto houver seres humanos, existirá um Pacto dos Canalhas. A corrupção é como o Clima: sempre esteve e sempre estará por aí, é inevitável, só podemos monitorá-lo e nos proteger de suas consequências. Isso exige esforço, tempo, recursos, dá um baita trabalho, mas não há outro jeito.

Lá na apresentação das Cinco Leis Fundamentais da Estupidez Humana, divido a sociedade entre Gente Ingênua, Gente Estúpida, Gente Sábia e Gente Canalha. Os canalhas são poucos, os sábios menos ainda, a maioria absoluta é composta de ingênuos e estúpidos. Canalhas e sábios não se espantaram com as revelações sobre Temer, Aécio e tantos outros. Só os ingênuos e os estúpidos ficaram espantados, e muitos continuam pelas redes sociais tentando provar que seus bandidos são melhores que os bandidos dos outros. Não são, são todos canalhas.

O Pacto só pode ser desestabilizado se alguma força maior se apresentar, que é exatamente o que acontece com a Lava Jato. É a ela que devemos nos apegar, para que vá às últimas consequências. E temos de entender que ela terá de usar canalhas para pegar canalhas! Estamos em meio a uma faxina gigantesca, espantados com a quantidade de ratos e baratas, mas é assim mesmo que funciona a limpeza. As sociedades que conseguiram migrar de um ambiente corrupto para um ambiente ético, conseguiram fazê-lo assim, com uma limpeza dolorida e a criação de instituições com regras éticas consistentes e com a punição clara e evidente para quem quebrá-las. Ver a Lava Jato implodir o Pacto dos Canalhas não deve ser motivo de desesperança, mas de orgulho.

Mas há outra forma de combate, que é compreender que são os ingênuos e os estúpidos que reelegem os canalhas.

Ingênuo, estúpido, canalha ou sábio.

Onde é que você se situa?