s
Artigos Café Brasil
Nem tudo se desfaz
Nem tudo se desfaz
Vale muito a pena ver a história da qual somos ...

Ver mais

Henrique Viana
Henrique Viana
O convidado para o LíderCast desta vez é Henrique ...

Ver mais

Deduzir ou induzir
Deduzir ou induzir
Veja a quantidade de gente que induz coisas, ...

Ver mais

Origem da Covid – seguindo as pistas
Origem da Covid – seguindo as pistas
Tradução automática feita pelo Google, de artigo de ...

Ver mais

Café Brasil 793 – LíderCast Antônio Chaker
Café Brasil 793 – LíderCast Antônio Chaker
Hoje bato um papo com Antônio Chaker, que é o ...

Ver mais

Café Brasil 792 – Solte o belo!
Café Brasil 792 – Solte o belo!
A beleza existe? Ou é só coisa da nossa cabeça? E se ...

Ver mais

Café Brasil 791 – Tempo Perdido
Café Brasil 791 – Tempo Perdido
Você certamente já ouviu falar do Complexo de ...

Ver mais

Café Brasil 790 – Don´t be evil
Café Brasil 790 – Don´t be evil
Existe uma preocupação crescente sobre o nível de ...

Ver mais

Café Brasil 789 – LíderCast Osvaldo Pimentel – Monetizze
Café Brasil 789 – LíderCast Osvaldo Pimentel – Monetizze
Hoje bato um papo com Osvaldo Pimentel, CEO da ...

Ver mais

Café Brasil 785 – LíderCast Leandro Bueno
Café Brasil 785 – LíderCast Leandro Bueno
Sabe quem ajuda este programa chegar até você? É a ...

Ver mais

Café Brasil 775 – LíderCast Henrique Viana – Brasil Paralelo
Café Brasil 775 – LíderCast Henrique Viana – Brasil Paralelo
Um papo muito interessante com Henrique Viana, um jovem ...

Ver mais

Café Brasil 771 – LíderCast Aurelio Alfieri
Café Brasil 771 – LíderCast Aurelio Alfieri
Aurélio Alfieri é um educador físico e youtuber, ...

Ver mais

Café na Panela – Luciana Pires
Café na Panela – Luciana Pires
Episódio piloto do projeto Café na Panela, com Luciana ...

Ver mais

Sem treta
Sem treta
A pessoa diz que gosta, mas não compartilha.

Ver mais

O cachorro de cinco pernas
O cachorro de cinco pernas
Quantas pernas um cachorro tem se você chamar o rabo de ...

Ver mais

Leitura do Cafezinho 304 – (in) Tolerância
Leitura do Cafezinho 304 – (in) Tolerância
A intolerância é muito maior na geração que mais teve ...

Ver mais

Pax Aeterna
Gustavo Bertoche
É preciso lançar pontes.
Maquiavel é, com alguma freqüência, considerado o primeiro cientista político moderno: nas suas análises, ele teria sido um dos primeiros a rejeitar tanto uma concepção metafísica da natureza ...

Ver mais

Trivium: Capítulo 4 – Regras de Definição (parte 5)
Alexandre Gomes
  Para cumprir a função de DEFINIÇÃO, esta deve atender alguns requisitos. Do contrário, será apenas enrolação ou retórica vazia. Os requisitos são: 1. CONVERSÍVEL em relação ao sujeito, à ...

Ver mais

O Brasil e o Dia do Professor
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
O Brasil e o Dia do Professor Aulinha de dois mil réis Apesar das frequentes notícias que vêm a público, dando conta do elevado grau de corrupção existente em nosso país, e da terrível ...

Ver mais

Trivium: Capítulo 4 – Definição dos Termos (parte 4)
Alexandre Gomes
  Uma definição torna explícita a INTENSÃO* ou significado de um termo, a essência que este termo representa.   *  você deve ter estranhado a palavra INTENSÃO, imaginando que seria ...

Ver mais

Cafezinho 432 – O vencedor
Cafezinho 432 – O vencedor
As pessoas não se importam com o que você diz, desde ...

Ver mais

Cafezinho 431 – Sobre Egosidade
Cafezinho 431 – Sobre Egosidade
Descobri o que acontece com aquela gente enfática, que ...

Ver mais

Cafezinho 430 – A desigualdade nossa de cada dia
Cafezinho 430 – A desigualdade nossa de cada dia
Gritaria ideológica em rede social, sustentada em ...

Ver mais

Cafezinho 429 – Minha tribo
Cafezinho 429 – Minha tribo
E no limite, a violência, o xingar, o ofender, o ...

Ver mais

Saúde implícita

Saúde implícita

Luciano Pires -

Já escrevi sobre o “problema” dos sistemas formais de informação como livros, sites, emails, CDs, que só transmitem o conhecimento explícito, nunca o implícito. É possível distribuir através de um sistema formal de informações tudo que conseguimos traduzir por meio de letras, fotos, desenhos e descrições. Mas para conhecer o implícito, aquilo que é impossível de se traduzir em palavras, símbolos ou imagens, você tem que colocar as mãos na massa, sentir o calor, ver, respirar o ar. Pois passei por uma experiência recente que demonstra como essa questão é importante.

No meio da loucura dos lulas, gilmares, ratinhos, ronaldinhos, deltas, tiriricas e outras, fui até Salvador fazer a palestra GENTE NUTRITIVA para o pessoal do Hospital Aliança. Como sempre, entrei em contato com antecedência para saber dos objetivos do evento e conhecer o cliente. E o fiz usando os tais sistemas formais: acessando materiais impressos e o site do hospital (http://www.hospitalalianca.com.br), onde obtive as informações explícitas.

Mas meu queixo caiu mesmo foi quando cheguei ao hospital e encontrei uma ilha de excelência que nasceu do sonho de um milionário, Paulo Sergio Tourinho, que nos anos 1990 decidiu deixar um legado para a Bahia. Ele construiu um hospital como imaginou que deveria ser um hospital: elegante, moderno, com luz natural, caloroso, repleto de obras de arte, todo com a cerâmica de Francisco Brennand, além de inovações impensáveis, como uma área de UTI que parece um resort na praia. A explicação implícita é: “Já existe sofrimento suficiente numa UTI para que ela não tenha cores, vibração, vida!”.

A ala infantil é de tirar o chapéu. Toda colorida, com animais de concreto espalhados pelo jardim, quartos coloridos e repletos de imagens de animais. Até mesmo a sinalização interna é feita com um tipo de letra “infantil”, tudo para que as crianças sintam-se num ambiente alegre, “pra cima”, o que ajuda enormemente na recuperação. Você pode ver algumas imagens aqui: http://portalcafebrasil.com.br/livre/brasilidade/hospital-alianca.

Não, eu não estava em São Paulo. Estava em Salvador, Bahia, vendo com meus olhos coisas que jamais aparecem na televisão e que me dão certeza que nós é que temos o poder de transformar este país numa potência. Foi o sonho de um milionário que criou tudo aquilo, e talvez existam outros milhares de milionários pelo Brasil que estão fazendo o mesmo em suas comunidades. O que Paulo Tourinho fez foi o explícito, aquilo que o dinheiro compra, mas é no implícito que está a diferença: dentro do hospital Aliança, fazendo a máquina funcionar com amor, carinho e entusiasmo, estão centenas de brasileiros de todas as classes sociais, como faxineiros, enfermeiras, médicos, administradores e seguranças, uma equipe motivada e alegre, discutindo sofisticados processos de qualidade para garantir excelência ao atendimento dos pacientes. Todos orgulhosos por fazer parte de uma ilha de excelência e de saber que estão elevando o padrão da saúde na comunidade onde atuam.

À turma do Hospital Aliança, meus parabéns. Que seu exemplo de iniciativa – independente do poder público – multiplique-se, chegando às classes mais necessitadas. Quem sabe acabamos com o pesadelo que é a Saúde no Brasil.

Ah, sim, o que você acaba de ler é só o explícito.

Luciano Pires