s
Artigos Café Brasil
Nem tudo se desfaz
Nem tudo se desfaz
Vale muito a pena ver a história da qual somos ...

Ver mais

Henrique Viana
Henrique Viana
O convidado para o LíderCast desta vez é Henrique ...

Ver mais

Deduzir ou induzir
Deduzir ou induzir
Veja a quantidade de gente que induz coisas, ...

Ver mais

Origem da Covid – seguindo as pistas
Origem da Covid – seguindo as pistas
Tradução automática feita pelo Google, de artigo de ...

Ver mais

Café Brasil 792 – Solte o belo!
Café Brasil 792 – Solte o belo!
A beleza existe? Ou é só coisa da nossa cabeça? E se ...

Ver mais

Café Brasil 791 – Tempo Perdido
Café Brasil 791 – Tempo Perdido
Você certamente já ouviu falar do Complexo de ...

Ver mais

Café Brasil 790 – Don´t be evil
Café Brasil 790 – Don´t be evil
Existe uma preocupação crescente sobre o nível de ...

Ver mais

Café Brasil 789 – LíderCast Osvaldo Pimentel – Monetizze
Café Brasil 789 – LíderCast Osvaldo Pimentel – Monetizze
Hoje bato um papo com Osvaldo Pimentel, CEO da ...

Ver mais

Café Brasil 789 – LíderCast Osvaldo Pimentel – Monetizze
Café Brasil 789 – LíderCast Osvaldo Pimentel – Monetizze
Hoje bato um papo com Osvaldo Pimentel, CEO da ...

Ver mais

Café Brasil 785 – LíderCast Leandro Bueno
Café Brasil 785 – LíderCast Leandro Bueno
Sabe quem ajuda este programa chegar até você? É a ...

Ver mais

Café Brasil 775 – LíderCast Henrique Viana – Brasil Paralelo
Café Brasil 775 – LíderCast Henrique Viana – Brasil Paralelo
Um papo muito interessante com Henrique Viana, um jovem ...

Ver mais

Café Brasil 771 – LíderCast Aurelio Alfieri
Café Brasil 771 – LíderCast Aurelio Alfieri
Aurélio Alfieri é um educador físico e youtuber, ...

Ver mais

Café na Panela – Luciana Pires
Café na Panela – Luciana Pires
Episódio piloto do projeto Café na Panela, com Luciana ...

Ver mais

Sem treta
Sem treta
A pessoa diz que gosta, mas não compartilha.

Ver mais

O cachorro de cinco pernas
O cachorro de cinco pernas
Quantas pernas um cachorro tem se você chamar o rabo de ...

Ver mais

Leitura do Cafezinho 304 – (in) Tolerância
Leitura do Cafezinho 304 – (in) Tolerância
A intolerância é muito maior na geração que mais teve ...

Ver mais

Trivium: Capítulo 4 – Regras de Definição (parte 5)
Alexandre Gomes
  Para cumprir a função de DEFINIÇÃO, esta deve atender alguns requisitos. Do contrário, será apenas enrolação ou retórica vazia. Os requisitos são: 1. CONVERSÍVEL em relação ao sujeito, à ...

Ver mais

O Brasil e o Dia do Professor
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
O Brasil e o Dia do Professor Aulinha de dois mil réis Apesar das frequentes notícias que vêm a público, dando conta do elevado grau de corrupção existente em nosso país, e da terrível ...

Ver mais

Trivium: Capítulo 4 – Definição dos Termos (parte 4)
Alexandre Gomes
  Uma definição torna explícita a INTENSÃO* ou significado de um termo, a essência que este termo representa.   *  você deve ter estranhado a palavra INTENSÃO, imaginando que seria ...

Ver mais

Enquanto isso
Fernando Lopes
Iscas Politicrônicas
Em setembro do ano passado o STF julgou um processo muito interessante, sobre a propriedade do Palácio Guanabara, sede do governo do Estado do Rio de Janeiro. Foi decidido que o palácio pertence ...

Ver mais

Cafezinho 431 – Sobre Egosidade
Cafezinho 431 – Sobre Egosidade
Descobri o que acontece com aquela gente enfática, que ...

Ver mais

Cafezinho 430 – A desigualdade nossa de cada dia
Cafezinho 430 – A desigualdade nossa de cada dia
Gritaria ideológica em rede social, sustentada em ...

Ver mais

Cafezinho 429 – Minha tribo
Cafezinho 429 – Minha tribo
E no limite, a violência, o xingar, o ofender, o ...

Ver mais

Cafezinho 428 – A cultura da reclamação
Cafezinho 428 – A cultura da reclamação
O ser humano, naturalmente, só confia em membros de sua ...

Ver mais

Sim Senhora

Sim Senhora

Luciano Pires -

Cena um: fui palestrar no Congresso do Saber, organizado pelo Sindicato dos Estabelecimentos de Ensino de São Paulo. Quando terminei a palestra, saí do auditório e tomei um susto. Os corredores do Centro de Convenções Imigrantes estavam tomados por milhares de educadores que entupiam os estandes em busca de livros, materiais de ensino e serviços. Era muita gente. E o que chamou a atenção: 95% eram mulheres…

Parece que os homens delegaram definitivamente para as mulheres a educação dos brasileiros. No entanto, dos 46 ministros da Educação que tivemos desde 1930, apenas um foi mulher: Esther de Figueiredo Ferraz.

Será que isso não explica algumas coisas?

Cena dois: fui palestrar para um dos grandes escritórios de advocacia de São Paulo. Quando as portas dos ônibus se abriram, começaram a descer mulheres. Mulheres, mulheres e mais mulheres, numa proporção de dez para cada homem. Perguntei para um diretor se havia alguma política privilegiando a contratação de mulheres e a resposta foi reveladora:

– Não. É que elas é que passam nos testes de seleção.

Cena três: ontem palestrei na Bahia para o Boticário, num evento dedicado às consultoras que trabalham nas lojas da rede. Eram 1300 mulheres na plateia, reagindo com energia às apresentações da nova linha de produtos, da nova campanha publicitária. Era contagiante ver aquele mundo de gente pegar fogo a cada provocação. Mas o que mais chamou a atenção: quando fui tratar com o pessoal “da ténica”, encontrei uns 30 ogros responsáveis por toda a estrutura técnica de imagem, som e luz, como em 99% dos eventos a que compareço. Mas no meio deles, dirigindo o evento… uma mulher. Seu braço direito, outra mulher. Duas mulheres comandando um exército de Orks.

Cena quatro: estive com a Chevrolet realizando dez eventos pelo Brasil. Todos eles a cargo da Regina, a produtora que cuidava de todos os detalhes, dava as ordens, tratava da logística, da recepção, dos brindes, dos equipamentos, da minha hospedagem. Nos bastidores, outra mulher, a Natália, cuidando de todos os detalhes. Impecáveis.

Cena cinco: Angela Merkel acaba de vencer as eleições legislativas na Alemanha, assumindo o terceiro mandato à frente da maior economia europeia, enquanto todos os chanceleres, primeiros ministros ou presidentes de outros países europeus que tentaram reeleição, fracassaram.

Cinco situações distintas em que as mulheres ocuparam os espaços, seja pela capacitação, pela opção ou pela reunião de atributos que as fizeram ideais para as posições que ocupam. Nas quatro ocasiões em que estive envolvido, tratei com homens apenas quando o assunto era estratégico, quando tudo estava pronto, quando era hora do palhaço entrar no picadeiro. Quem colocou o circo em pé foram elas, as mulheres. Sem ironia…

Que diferença dos tempos em que comecei minha vida profissional, no final dos anos setenta. As mulheres foram chegando devagarinho, mais sérias, mais compenetradas, mais dispostas a sacrifícios, mais detalhistas, mais comprometidas, mais duras nas negociações. O mundo mudou com elas e por causa delas, e tenho a convicção de que foi para melhor. Logo mais elas estarão ocupando o lugar dos homens também nas decisões estratégicas. E você estará dizendo: sim, senhora.

É por isso que ainda tenho esperança.

Mas por que será que elas continuam não dando passagem pra gente no trânsito?

Luciano Pires

PS: Não falei da Dilma, pois não a considero mulher. Ela é o Lula.