s
Artigos Café Brasil
Nem tudo se desfaz
Nem tudo se desfaz
Vale muito a pena ver a história da qual somos ...

Ver mais

Henrique Viana
Henrique Viana
O convidado para o LíderCast desta vez é Henrique ...

Ver mais

Deduzir ou induzir
Deduzir ou induzir
Veja a quantidade de gente que induz coisas, ...

Ver mais

Origem da Covid – seguindo as pistas
Origem da Covid – seguindo as pistas
Tradução automática feita pelo Google, de artigo de ...

Ver mais

Café Brasil 792 – Solte o belo!
Café Brasil 792 – Solte o belo!
A beleza existe? Ou é só coisa da nossa cabeça? E se ...

Ver mais

Café Brasil 791 – Tempo Perdido
Café Brasil 791 – Tempo Perdido
Você certamente já ouviu falar do Complexo de ...

Ver mais

Café Brasil 790 – Don´t be evil
Café Brasil 790 – Don´t be evil
Existe uma preocupação crescente sobre o nível de ...

Ver mais

Café Brasil 789 – LíderCast Osvaldo Pimentel – Monetizze
Café Brasil 789 – LíderCast Osvaldo Pimentel – Monetizze
Hoje bato um papo com Osvaldo Pimentel, CEO da ...

Ver mais

Café Brasil 789 – LíderCast Osvaldo Pimentel – Monetizze
Café Brasil 789 – LíderCast Osvaldo Pimentel – Monetizze
Hoje bato um papo com Osvaldo Pimentel, CEO da ...

Ver mais

Café Brasil 785 – LíderCast Leandro Bueno
Café Brasil 785 – LíderCast Leandro Bueno
Sabe quem ajuda este programa chegar até você? É a ...

Ver mais

Café Brasil 775 – LíderCast Henrique Viana – Brasil Paralelo
Café Brasil 775 – LíderCast Henrique Viana – Brasil Paralelo
Um papo muito interessante com Henrique Viana, um jovem ...

Ver mais

Café Brasil 771 – LíderCast Aurelio Alfieri
Café Brasil 771 – LíderCast Aurelio Alfieri
Aurélio Alfieri é um educador físico e youtuber, ...

Ver mais

Café na Panela – Luciana Pires
Café na Panela – Luciana Pires
Episódio piloto do projeto Café na Panela, com Luciana ...

Ver mais

Sem treta
Sem treta
A pessoa diz que gosta, mas não compartilha.

Ver mais

O cachorro de cinco pernas
O cachorro de cinco pernas
Quantas pernas um cachorro tem se você chamar o rabo de ...

Ver mais

Leitura do Cafezinho 304 – (in) Tolerância
Leitura do Cafezinho 304 – (in) Tolerância
A intolerância é muito maior na geração que mais teve ...

Ver mais

Trivium: Capítulo 4 – Regras de Definição (parte 5)
Alexandre Gomes
  Para cumprir a função de DEFINIÇÃO, esta deve atender alguns requisitos. Do contrário, será apenas enrolação ou retórica vazia. Os requisitos são: 1. CONVERSÍVEL em relação ao sujeito, à ...

Ver mais

O Brasil e o Dia do Professor
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
O Brasil e o Dia do Professor Aulinha de dois mil réis Apesar das frequentes notícias que vêm a público, dando conta do elevado grau de corrupção existente em nosso país, e da terrível ...

Ver mais

Trivium: Capítulo 4 – Definição dos Termos (parte 4)
Alexandre Gomes
  Uma definição torna explícita a INTENSÃO* ou significado de um termo, a essência que este termo representa.   *  você deve ter estranhado a palavra INTENSÃO, imaginando que seria ...

Ver mais

Enquanto isso
Fernando Lopes
Iscas Politicrônicas
Em setembro do ano passado o STF julgou um processo muito interessante, sobre a propriedade do Palácio Guanabara, sede do governo do Estado do Rio de Janeiro. Foi decidido que o palácio pertence ...

Ver mais

Cafezinho 431 – Sobre Egosidade
Cafezinho 431 – Sobre Egosidade
Descobri o que acontece com aquela gente enfática, que ...

Ver mais

Cafezinho 430 – A desigualdade nossa de cada dia
Cafezinho 430 – A desigualdade nossa de cada dia
Gritaria ideológica em rede social, sustentada em ...

Ver mais

Cafezinho 429 – Minha tribo
Cafezinho 429 – Minha tribo
E no limite, a violência, o xingar, o ofender, o ...

Ver mais

Cafezinho 428 – A cultura da reclamação
Cafezinho 428 – A cultura da reclamação
O ser humano, naturalmente, só confia em membros de sua ...

Ver mais

Tempo é vida

Tempo é vida

Luciano Pires -

E então… dentro de algumas horas será outro ano. Depois que passamos dos 40, o tempo voa numa velocidade inacreditável. Tempo é o único recurso que não pode ser renovado e, portanto, o mais valioso, mas só percebemos isso quando ele nos falta, especialmente depois que passamos dos 40.

Eu, por exemplo, nunca consegui passar horas praticando qualquer atividade que sirva para “passar o tempo”. Já me acusaram de CDF, de só pensar em trabalho, de não curtir o lazer, mas não é assim. Não tenho nenhum problema em curtir o lazer lendo um bom livro, assistindo um bom filme, uma peça de teatro, jantando com amigos interessantes ou numa praia. A questão é outra.

 

O que sempre compreendi é que o tempo é valioso demais para ser trocado por qualquer coisa. Se vou fazer uma troca, que valha a pena. Por isso, quando vou escrever um texto, gravar um Podcast ou montar uma palestra, a primeira coisa que me vem à cabeça é: será que minha obra valerá o tempo que a pessoa dedicará para consumi-la? A palestra valerá os 30, 60 ou 90 minutos que a pessoa dedicará para ela? O texto valerá os 5 minutos de leitura? O Podcast valerá os 25 minutos de audição?

 

Esse é meu mote: farei com que seu tempo valha a pena?

 

Desenvolvi essa ideia em minha palestra GENTE NUTRITIVA (que você encontra no www.lucianopires.com.br). Tente se lembrar das pessoas que chegam para conversar com você, dão prazer, têm o dom de nutrir com simpatia, conhecimento, humor.

 

Lembrou?

 

Agora pense naquelas pessoas que, quando chegam, você preferia estar trocando o pneu do carro numa rua escura, na chuva. Gente chata, desinteressante, que tem o dom de nos sugar energia.

 

Sabe a diferença entre uma e outra? É a convicção que você tem de que as primeiras, nutritivas, não estão desperdiçando seu tempo. Com elas você ganha algo, faz uma troca justa, enquanto com as outras, joga fora minutos preciosos de sua vida. Minutos que nunca mais terá de volta.

A melhor coisa que você pode fazer é substituir a palavra “tempo” por “vida”. Experimente! Fale “me falta vida” em vez de “me falta tempo”. “Passavida” em vez de “passatempo”. “Me dê uns minutos da sua vida”.

 

Tempo é vida.

 

E é essa consciência que faz com que a gente reflita muito antes de decidir gastar nosso tempo, ou o tempo dos outros.

 

Assim, quando percebo que dentro de algumas horas 2016 chegará, me dá um frio na barriga. O que é que fiz com meu tempo durante 2015? Valeu a pena?

 

Fica assim então: que em 2016, cada minuto de seu tempo valha a pena. E que você faça com que cada segundo que alguém dedicar a você, também valha a pena.

 

Tempo é vida. O que é que você está fazendo com sua vida? E com a vida dos outros?

 

Feliz 2016.