Artigos Café Brasil
Produtividade Antifrágil
Produtividade Antifrágil
PRODUTIVIDADE ANTIFRÁGIL vem para provocar você a rever ...

Ver mais

Cafezinho Live
Cafezinho Live
Luciano Pires, criador e apresentador dos podcasts Café ...

Ver mais

Me Engana Que Eu Gosto
Me Engana Que Eu Gosto
Me engana que eu gosto: dois meio brasis jamais somarão ...

Ver mais

Tá chegando o Podcast Café Brasil 700!
Tá chegando o Podcast Café Brasil 700!
Tá chegando a hora do Podcast Café Brasil 700!

Ver mais

Café Brasil 724 – A Pátria dos bobos felizes
Café Brasil 724 – A Pátria dos bobos felizes
Nos últimos 100 anos, na Alemanha e nos EUA, o ...

Ver mais

Café Brasil 723 – O Paradoxo do Dadinho
Café Brasil 723 – O Paradoxo do Dadinho
Pois é... esta semana completo 64 anos de idade. ...

Ver mais

Café Brasil 722 – O Poder do Mau
Café Brasil 722 – O Poder do Mau
Um Podcast Café Brasil com quase três horas de duração ...

Ver mais

Café Brasil 721 – Lake Street Dive
Café Brasil 721 – Lake Street Dive
Olha, os dias andam um saco! Todo mundo nervoso, ...

Ver mais

Comunicado sobre o LíderCast
Comunicado sobre o LíderCast
Em função da pandemia e quarentena, a temporada 16 do ...

Ver mais

LíderCast 204 – Marco Bianchi
LíderCast 204 – Marco Bianchi
Humorista, um dos criadores dos Sobrinhos do Athaíde, ...

Ver mais

LíderCast 203 – Marllon Gnocchi
LíderCast 203 – Marllon Gnocchi
Empreendedor de Vitória, no Espírito Santo, que começa ...

Ver mais

LíderCast 202 – Richard Vasconcelos
LíderCast 202 – Richard Vasconcelos
Que está à frente da LEO Learning Brasil, uma empresa ...

Ver mais

Sobre Liberdade
Sobre Liberdade
Abri uma das aulas de meu curso Produtividade ...

Ver mais

Minuto da Produtividade 4 – Registre os pensamentos e ideias
Minuto da Produtividade 4 – Registre os pensamentos e ideias
A mente da gente é que nem o Windows; está agitando mas ...

Ver mais

Minuto da Produtividade 3 – Livre-se do lixo
Minuto da Produtividade 3 – Livre-se do lixo
Minuto da Produtividade 3 - Livre-se do lixo

Ver mais

Minuto da Produtividade 2 – Desenvolva sua própria pegada produtiva
Minuto da Produtividade 2 – Desenvolva sua própria pegada produtiva
Desenvolva a sua própria pegada produtiva!

Ver mais

Revisionismos e intolerância
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
Revisionismos e intolerância “Sabemos que ninguém jamais toma o poder com a intenção de largá-lo. O poder não é um meio, é um fim em si. Não se estabelece uma ditadura com o fito de salvaguardar ...

Ver mais

Motivos de orgulho
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
Motivos de orgulho Numa época repleta de dificuldades, pessimismo e más notícias como a que estamos vivendo em razão da pandemia de coronavírus e suas consequências sanitárias, econômicas, ...

Ver mais

5 ações de marketing para ajudar a superar a crise do coronavírus
Michel Torres
Negócios em todo o mundo estão sentindo os efeitos da pandemia: menos clientes, menor receita e o medo de não ter condições de aguentar esse tempo de prejuízo. Precisamos salvaguardar a saúde e o ...

Ver mais

Brasis
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
Brasis  “Quanto tempo um homem deve virar a cabeça, fingindo não ver o que está vendo?” Bob Dylan Minha primeira lembrança pra valer do que vou focalizar neste artigo é de quando li Os dos ...

Ver mais

Cafezinho 294 – Vem pra Confraria
Cafezinho 294 – Vem pra Confraria
Se você vê algum valor em nosso trabalho, acesse ...

Ver mais

Cafezinho 293 – Democracia da porta pra fora.
Cafezinho 293 – Democracia da porta pra fora.
Não coloque a distribuição do seu trabalho nas mãos das ...

Ver mais

Cafezinho 292 – A bunda da Daniele
Cafezinho 292 – A bunda da Daniele
Qual janela você escolheu para ver o mundo?

Ver mais

Cafezinho 291 – Indignite
Cafezinho 291 – Indignite
- Tão pagando bem! Faz o seu e fica quieto!

Ver mais

#tutorial paraentenderopost

#tutorial paraentenderopost

Luciano Pires -

Publico sempre textos polêmicos no Facebook, que recebem muitos comentários, vários deles demonstrando que a pessoa não entendeu o que estava escrito. Chega a ser assustador. Então decidi publicar outra daquelas obviedades que podem ajudar um ou outro aí a entender o que lê, vê ou ouve. Vamos lá.

1. Procure saber um pouco sobre o autor. Quem é ele? Qual sua formação e influências? Que ideias e pontos de vista ele defende? De onde ele veio? Onde publica seus escritos? Ele tem Facebook? Entre na página e procure quem ele curte. Ele tem Twitter? Entre lá e veja principalmente o que ele retuíta. São pistas importantíssimas para ajudar a interpretar o texto.

2 . Procure entender para quem o texto foi escrito. Para homens? Mulheres? Jovens? Velhos? Pobres? Ricos? Esquerdistas? Direitistas? Conservadores? Cumpanheros? Isso ajuda imensamente a compreender as intenções do autor.

3. Se possível, verifique em que contexto o texto foi escrito. Foi por alguém que acaba de testemunhar um conflito entre a polícia e manifestantes e tomou um bordoada? Foi pelo jornalista que acaba de ser demitido do emprego por uma opinião mal dada? Ou alguém que acaba de perder uma eleição? Quem sabe alguém que estava na cena de um atentado terrorista? O contexto dá pistas preciosas sobre o estado psicológico e as intenções do autor.

4. Leia o texto pelo menos duas vezes. Primeiro observe o conteúdo, depois analise a forma como o autor desenvolveu o texto. Um ponto de exclamação, uma palavra entre aspas, uma quebra de ritmo podem significar que você está diante de uma ironia, que quer dizer exatamente o oposto do que está escrito. Assim você não paga o mico de criticar uma opinião com a qual você concorda.

5. O mesmo foco na forma deve ser aplicado ao texto como um todo. Como os parágrafos se relacionam? Houve uma quebra de ritmo? Um parágrafo que contradiz o anterior? Hummm… Será que esse idota está se contradizendo? Ou ele está olhando por um ângulo que eu não percebi? Se o escritor não for apenas ruim, essas relações entre os parágrafos também tem uma razão de ser.

6. Qual é a ideia mais importante em cada parágrafo? Ou em cada bloco de parágrafos? Mantenha-a em perspectiva.

7. Opa! Você se deparou com uma pergunta! Será que compreendeu a questão? Cuidado, um erro de interpretação da pergunta mudará completamente sua percepção do texto e a culpa será sua e não do autor!

8. O texto está no Facebook ou outro local que permite comentários de leitores? Se está, há grandes chances de ser um texto escrito de primeira, sem revisões, sem grandes cuidados com estilo, apenas um registro rápido de alguma ideia que depois será elaborado. Aproveite e leia os comentários dos leitores! O mesmo vale para os vídeos do Youtube e qualquer tipo de mídia social. Muitas vezes os comentários trazem interpretações sob pontos de vista muito diferentes dos seus que complementam o texto ou elucidam uma questão.

9. “O primeiro dever da inteligência é duvidar dela mesma” disse Albert Einstein. Duvide de sua inteligência. Sempre. Talvez aquele autor que, embora sem conhecer direito, você está prestes a ofender, seja mais inteligente que você. Ao fazer um comentário ácido ou uma gracinha você estará apenas fazendo papel de idiota.

10. Lembre-se: sempre que você encontrar algo que o satisfaça, compartilhe.

Putz… É tão óbvio que até me dá vergonha.