s
Artigos Café Brasil
Nem tudo se desfaz
Nem tudo se desfaz
Vale muito a pena ver a história da qual somos ...

Ver mais

Henrique Viana
Henrique Viana
O convidado para o LíderCast desta vez é Henrique ...

Ver mais

Deduzir ou induzir
Deduzir ou induzir
Veja a quantidade de gente que induz coisas, ...

Ver mais

Origem da Covid – seguindo as pistas
Origem da Covid – seguindo as pistas
Tradução automática feita pelo Google, de artigo de ...

Ver mais

Café Brasil 792 – Solte o belo!
Café Brasil 792 – Solte o belo!
A beleza existe? Ou é só coisa da nossa cabeça? E se ...

Ver mais

Café Brasil 791 – Tempo Perdido
Café Brasil 791 – Tempo Perdido
Você certamente já ouviu falar do Complexo de ...

Ver mais

Café Brasil 790 – Don´t be evil
Café Brasil 790 – Don´t be evil
Existe uma preocupação crescente sobre o nível de ...

Ver mais

Café Brasil 789 – LíderCast Osvaldo Pimentel – Monetizze
Café Brasil 789 – LíderCast Osvaldo Pimentel – Monetizze
Hoje bato um papo com Osvaldo Pimentel, CEO da ...

Ver mais

Café Brasil 789 – LíderCast Osvaldo Pimentel – Monetizze
Café Brasil 789 – LíderCast Osvaldo Pimentel – Monetizze
Hoje bato um papo com Osvaldo Pimentel, CEO da ...

Ver mais

Café Brasil 785 – LíderCast Leandro Bueno
Café Brasil 785 – LíderCast Leandro Bueno
Sabe quem ajuda este programa chegar até você? É a ...

Ver mais

Café Brasil 775 – LíderCast Henrique Viana – Brasil Paralelo
Café Brasil 775 – LíderCast Henrique Viana – Brasil Paralelo
Um papo muito interessante com Henrique Viana, um jovem ...

Ver mais

Café Brasil 771 – LíderCast Aurelio Alfieri
Café Brasil 771 – LíderCast Aurelio Alfieri
Aurélio Alfieri é um educador físico e youtuber, ...

Ver mais

Café na Panela – Luciana Pires
Café na Panela – Luciana Pires
Episódio piloto do projeto Café na Panela, com Luciana ...

Ver mais

Sem treta
Sem treta
A pessoa diz que gosta, mas não compartilha.

Ver mais

O cachorro de cinco pernas
O cachorro de cinco pernas
Quantas pernas um cachorro tem se você chamar o rabo de ...

Ver mais

Leitura do Cafezinho 304 – (in) Tolerância
Leitura do Cafezinho 304 – (in) Tolerância
A intolerância é muito maior na geração que mais teve ...

Ver mais

O Brasil e o Dia do Professor
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
O Brasil e o Dia do Professor Aulinha de dois mil réis Apesar das frequentes notícias que vêm a público, dando conta do elevado grau de corrupção existente em nosso país, e da terrível ...

Ver mais

Trivium: Capítulo 4 – Definição dos Termos (parte 4)
Alexandre Gomes
  Uma definição torna explícita a INTENSÃO* ou significado de um termo, a essência que este termo representa.   *  você deve ter estranhado a palavra INTENSÃO, imaginando que seria ...

Ver mais

Enquanto isso
Fernando Lopes
Iscas Politicrônicas
Em setembro do ano passado o STF julgou um processo muito interessante, sobre a propriedade do Palácio Guanabara, sede do governo do Estado do Rio de Janeiro. Foi decidido que o palácio pertence ...

Ver mais

Agronegócio, indústria e mudança de mindset
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
Agronegócio, indústria e mudança de mindset “Quando adotamos um mindset, ingressamos num novo mundo. Num dos mundos – o das características fixas –, o sucesso consiste em provar que você é ...

Ver mais

Cafezinho 430 – A desigualdade nossa de cada dia
Cafezinho 430 – A desigualdade nossa de cada dia
Gritaria ideológica em rede social, sustentada em ...

Ver mais

Cafezinho 429 – Minha tribo
Cafezinho 429 – Minha tribo
E no limite, a violência, o xingar, o ofender, o ...

Ver mais

Cafezinho 428 – A cultura da reclamação
Cafezinho 428 – A cultura da reclamação
O ser humano, naturalmente, só confia em membros de sua ...

Ver mais

Cafezinho 427 – Política e histeria
Cafezinho 427 – Política e histeria
A histeria política é sintoma da perda total do ...

Ver mais

Vivo tranquilo

Vivo tranquilo

Luciano Pires -

O episódio 33 do podcast Os Comentadores abre com um trecho de um dos textos que publiquei no Facebook no dia anterior ao segundo turno, uma espécie de carta aberta a Aécio Neves:

“Meu voto é seu por uma infinidade de razões que não pretendo repetir aqui, mas basicamente pela expectativa de que teremos mudanças. Assumi um risco, coloquei minha cara à tapa, defendi o senhor e apostei numa proposta que acredito ser a melhor para o Brasil. Ao explicitar meu voto perdi centenas de curtidores que ou deixaram de curtir a página ou foram bloqueados por falta de educação em seus comentários. Vários me escreveram decepcionados com minha escolha, outros saíram por aí falando mal de mim, alguns simplesmente me deletaram de suas vidas. Acho que perdi também alguns trabalhos, mas acredito que valeu a pena.”

Ouça o podcast aqui: http://bit.ly/1uwfdeh . A conversa sobre o assunto é muito boa.

Pois bem. Perdi, do final de agosto à semana pós-eleições, entre os que descurtiram e os que bloqueei, cerca de 150 pessoas na página do Facebook. E nesse mesmo período ganhei quase 4000 curtidores!

O que é que isso quer dizer?

Que as pessoas estão em busca de opiniões claras. Que querem ler ou ouvir quem não fica em cima do muro, não importa se a pessoa é contra ou a favor. As pessoas querem transparência. Ter opinião é fundamental para navegar no tsunami de informações que nos afoga diariamente.

Felizmente a maioria dos comentários que recebo traz elogios, mas a maioria dessa maioria começa assim: “Caro Luciano, embora eu nem sempre concorde com suas opiniões…”. Eu acho ótimo! E quando recebo um comentário demonstrando que a pessoa captou as ironias, os subtextos, e traz uma argumentação contrária de alto nível, tenho um orgasmo intelectual. Gente que, ao discordar de mim, me obriga a pensar, a buscar mais argumentos, me faz crescer! Mas isso só acontece quando os interlocutores têm educação, se respeitam e querem o mesmo: um país mais justo e melhor. Discordam dos meios para chegar lá, mas são capazes de conviver harmoniosamente. Isso é bom para todos.

Enfim, havendo boa educação e respeito é possível pensar totalmente diferente de outra pessoa e conviver em harmonia com ela.

Mas tem que ter boa educação e respeito.

Resumindo: torço diariamente para receber comentários de gente que pensa diferente de mim, com atitude educada e argumentos sólidos que me façam repensar minhas crenças e valores. Quando isso acontece, eu cresço.

Mas se você está entre os que simplesmente não gostam da minha opinião, da minha voz, do meu pensamento, do meu programa, do meu estilo, o recado é simples: o problema é seu.

E assim vivo tranquilo.