s
Podcast Café Brasil com Luciano Pires
Encontro Roberto Motta e Luciano Pires
Encontro Roberto Motta e Luciano Pires
Roberto Motta e Luciano Pires numa manhã de conversas ...

Ver mais

Corrente pra trás
Corrente pra trás
O que vai a seguir é um capítulo de meu livro ...

Ver mais

O que é um “bom” número de downloads para podcasts?
O que é um “bom” número de downloads para podcasts?
A Omny Studio, plataforma global na qual publico meus ...

Ver mais

O campeão
O campeão
Morreu Zagallo. Morreu o futebol brasileiro que aprendi ...

Ver mais

Café Brasil 931 – Essa tal felicidade
Café Brasil 931 – Essa tal felicidade
A Declaração de Independência dos Estados Unidos foi um ...

Ver mais

Café Brasil 930 – A Escolha de Sofia
Café Brasil 930 – A Escolha de Sofia
Tomar decisões é uma parte essencial do dia a dia, ...

Ver mais

Café Brasil 929 – Desobediência Civil
Café Brasil 929 – Desobediência Civil
O livro "Desobediência Civil" de Henry David Thoreau é ...

Ver mais

Café Brasil 928 – Preguiça Intelectual
Café Brasil 928 – Preguiça Intelectual
Láááááááá em 2004 eu lancei meu livro Brasileiros ...

Ver mais

LíderCast 324 – Cristiano Corrêa
LíderCast 324 – Cristiano Corrêa
Hoje trazemos Cristiano Corrêa, um especialista no ...

Ver mais

LíderCast 323 – Sérgio Molina
LíderCast 323 – Sérgio Molina
O convidado de hoje é Sérgio Molina, – atual CEO do ...

Ver mais

LíderCast 322 – Rodrigo Rezende
LíderCast 322 – Rodrigo Rezende
Rodrigo Rezende, carioca, empreendedor raiz, um dos ...

Ver mais

LíderCast 321 – Rafael Cortez
LíderCast 321 – Rafael Cortez
Tá no ar o #LC321 O convidado de hoje é Rafael Cortez, ...

Ver mais

Segunda Live do Café Com Leite, com Alessandro Loiola
Segunda Live do Café Com Leite, com Alessandro Loiola
Segunda live do Café Com Leite, com Alessandro Loiola, ...

Ver mais

Live Café Com Leite com Roberto Motta
Live Café Com Leite com Roberto Motta
Live inaugural da série Café Com Leite Na Escola, ...

Ver mais

Café² – Live com Christian Gurtner
Café² – Live com Christian Gurtner
O Café², live eventual que faço com o Christian ...

Ver mais

Café na Panela – Luciana Pires
Café na Panela – Luciana Pires
Episódio piloto do projeto Café na Panela, com Luciana ...

Ver mais

Protagonismo das economias asiáticas
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
Protagonismo das economias asiáticas   “Os eleitores da Índia − muitos deles pobres, com baixa escolaridade e vulneráveis, sendo que um em cada quatro é analfabeto − votaram a favor de ...

Ver mais

Criatividade, destruição criativa e inteligência artificial
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
Criatividade, destruição criativa e inteligência artificial   “O capitalismo é, essencialmente, um processo de mudança econômica (endógena). O capitalismo só pode sobreviver na ...

Ver mais

Inteligência de mercado (Business intelligence)
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
A importância da inteligência de mercado[1] Considerações iniciais Este artigo tem por objetivo ressaltar a importância da inteligência de mercado no competitivo mundo contemporâneo, por se ...

Ver mais

Americanah
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
Americanah   “O identitarismo tem duas dimensões, uma dimensão intelectual e uma dimensão política, que estão profundamente articuladas, integradas. A dimensão intelectual é resultado ...

Ver mais

Cafezinho 328 – Crimes de Honra
Cafezinho 328 – Crimes de Honra
A Corte Constitucional da França recentemente declarou ...

Ver mais

Cafezinho 627 – O Pum da Vaca
Cafezinho 627 – O Pum da Vaca
O físico Richard Feynman tem uma frase ótima: "A ...

Ver mais

Cafezinho 626 – A Globo já era?
Cafezinho 626 – A Globo já era?
A internet mudou tudo. Ela acabou com os ...

Ver mais

Cafezinho 625 – Fake news que matam
Cafezinho 625 – Fake news que matam
Há tempos eu digo que saímos da Sociedade da Informação ...

Ver mais

Café Brasil 893 – Por que mentimos?

Café Brasil 893 – Por que mentimos?

Luciano Pires -

Que tal uma fonte alternativa de renda, que transforme você num empreendedor? Uma alternativa acessível é se tornar um franqueado da Santa Carga, a melhor microfranquia do mercado. Com um investimento inicial de apenas R$ 19.900, você adquire um totem carregador de celular com tela grande para exibir anúncios em vídeo e notícias em tempo real, além de oferecer acesso à internet via WiFi próprio.

Instale seu totem em locais movimentados, como shoppings, oficinas, padarias ou lojas, e venda espaço de anúncio em vídeo para comerciantes locais. A Santa Carga fornece todo o suporte e produz os vídeos, permitindo que você ganhe uma renda sólida. Muitos empreendedores já têm múltiplos totens, e você pode alcançar ganhos superiores a     R$ 8.000,00 por mês por totem!

Tudo isso sem precisar gerenciar estoque, contratar funcionários ou pagar aluguel. Acesse santacarga.vip para obter mais informações e mencione que é ouvinte do Café Brasil ou do Lídercast para ganhar um bônus de R$ 1.000,00.

Abra seu próprio negócio com uma das franquias de crescimento mais rápido no Brasil a Santa Carga. 

Mentimos, mentimos, mentimos, por várias razões: ganho pessoal, proteção emocional, ou simplesmente por hábito. Detectar mentiras é desafiador por causa dos sinais ambíguos. Compreender as motivações por trás das mentiras é crucial para promover relações honestas e identificar quando alguém precisa de apoio psicológico, especialmente no caso de mentirosos patológicos. Você conhece algum?

Bom dia, boa tarde, boa noite. Você está no Café Brasil e eu sou o Luciano Pires. Posso entrar?

“Luciano Pires. Bom dia, boa tarde, boa noite, aqui é o Wdson, falando do Canadá.

Rapaz, só você mesmo pra fazer a gente se emocionar falando de comunicação. Cara, que programa foi esse! Eu acabei de escutar aqui. Maravilhoso.

Eu sou mais um daqueles que depois do episódio do Cuzão, aí você põe o pi aí, passei a assinar o Café Brasil. E esse conteúdo pros assinantes, cara, é realmente muito mais que a cereja do bolo.

Sem palavras pra poder descrever todo conteúdo que você, de uma forma excepcional consegue trazer pra gente e afetar o nosso emocional de uma forma tão positiva e tão profunda, com assuntos que a gente nem imaginava o quanto isso poderia nos atingir, né? 

Então, é isso. Eu queria muito agradecer a toda equipe aí do Café Brasil pelo trabalho primoroso que vocês fazem e pedir a Deus que dê muita oportunidade pra vocês continuarem fazendo isso por muitos e muitos longos anos. Tá bom? É isso aí!”

Grande Wdson, direto do Canadá! Obrigado pelo comentário, meu caro. Olha! Pra quem não entendeu ainda, os assinantes do podcast recebem um conteúdo extra depois que termina o episódio. Tenho tentado fazer com que esse conteúdo seja uma sugestão de como colocar em prática atitudes relacionadas ao tema do podcast, e tem sido sensacional o retorno. É isso aí! Muito obrigado, meu caro!

O comentário do ouvinte agora é patrocinado pela Livraria Café Brasil, e o Wdson ganhou um livro! Como ele está no Canadá, eu vou mandar um dos meus e-books. Wdson, entre em contato conosco peloWhatsApp 11 96429 4746, para escolher o e-book. Muito obrigado!

Então vamos lá… se você vê valor no trabalho que a gente faz aqui no Café Brasil, torne-se um assinante. E se gosta de ler, compre  livros na nossa Livraria Café Brasil. É só acessar mundocafebrasil.com. Vai lá. A gente espera.

Estamos em 30 de abril de 1973. Pela TV, o presidente Richard Nixon faz seu primeiro pronunciamento à nação, negando veementemente suas ligações com o escândalo de Watergate, um caso de espionagem política no qual vários membros de sua administração foram envolvidos. Nixon mentiu repetidamente sobre seu envolvimento e tentou encobrir as atividades ilegais de sua equipe. As mentiras de Nixon provocaram sua renúncia à presidência dos Estados Unidos em 1974.

Quantas vezes você viu ou ouviu políticos mentindo, hein? Cara, isso é a coisa mais normal do mundo, não é? Mas e nós aqui, os pobres mortais, hein?

A palavra “mentira” deriva do latim “mentiri”, que significa “mentir” ou “falsificar”. O termo “mentiri” era usado na língua latina para descrever o ato de dizer algo que não é verdade, enganando ou iludindo os outros. A partir do latim, a palavra “mentira” foi incorporada em várias línguas europeias, mantendo seu significado básico de falsidade ou engano. Ela evoluiu ao longo do tempo e permanece como um termo amplamente reconhecido em muitos idiomas para se referir a declarações ou afirmações que não são verdadeiras.

A mentira ocorre quando alguém faz afirmações falsas, mas deseja que outra pessoa acredite nelas. Quando as circunstâncias parecem favoráveis, as pessoas mentem que é uma beleza. Algumas mentiras são relativamente inofensivas, algumas mudam vidas e outras são mais fáceis de confiar. Todos nós provavelmente já mentimos. Inclusive você.

A mentira é uma maneira de comunicar. Comunicamos verbalmente, por escrito, através das palavras e de gestos, e a mentira é comunicação, mesmo que numa forma mais complexa.

Mentir envolve duas partes se comunicando. Em uma extremidade está o mentiroso, e na outra está o enganado. O mentiroso está tentando comunicar informações que não são verdadeiras.  E a comunicação ocorre quando ambas as partes estão envolvidas, independentemente do motivo pelo qual a mentira está sendo contada em primeiro lugar.

Dê uma olhada ao seu redor. A maioria das pessoas que você vê nas atividades diárias, está mentindo. De acordo com pesquisas, 75% das pessoas contam cerca de duas mentiras por dia. Isso significa que a maioria de sua família e entes queridos provavelmente já mentiu para você antes. E você também já deve ter contado uma ou duas mentirinhas. Ou então, mentironas.

Pega na mentira
Erasmo Carlos

Zico tá no Vasco, com Pelé
Minas importou do Rio, a maré
Beijei o beijoqueiro na televisão
Acabou-se a inflação
Barato é o marido da barata
Amazônia preza a sua mata
Pega na mentira, pega na mentira
Corta o rabo dela, pisa em cima
Bate nela, pega na mentira
Já gravei um disco voador
Disse a Castro Alves seu valor
Em Copacabana não tem argentino
Sou mais moço que um menino
Vi papai Noel numa favela
O Brasil não gosta de novela
Pega na mentira, pega na mentira
Corta o rabo dela, pisa em cima
Bate nela, pega na mentira
Sônia Braga é feia, não é boa
Já não morre peixe, na lagoa
Passa todo mundo no vestibular
O amor vai se acabar
Carnaval agora é um dia só
Sem censura e guaraná em pó
Pó, pó, pó
Pega na mentira, pega na mentira
Corta o rabo dela, pisa em cima
Bate nela, pega na mentira

Rararararrarara… Erasmo Carlos, no começo dos anos oitenta com Pega na mentira… Você lembra, hein?

Pois é… Mas, por que será que a gente mente, hein? Como as pessoas mentem por diferentes razões, a psicologia da mentira pode ser um conceito meio complicado. Algumas pessoas podem mentir para evitar serem punidas, enquanto outras mentem para não ferir os sentimentos de alguém. Podemos mentir de várias maneiras em algumas circunstâncias.

Todo mundo mente, estamos de acordo, hein? É a quantidade e a intensidade das mentiras que varia de indivíduo para indivíduo. Uma pesquisa realizada pela Universidade de Wisconsin-LA afirma que existem várias razões pelas quais as pessoas mentem.

O estudo da universidade examinou 632 indivíduos e as 116.366 mentiras combinadas que eles contaram ao longo de um período de 91 dias. O estudo descobriu que em média, 25% dos participantes mentiram duas vezes por dia. Além disso, os participantes que representavam o primeiro 1% dos mais mentirosos do estudo, contaram em média 17 mentiras por dia, cara. Dezessete! Além disso, o estudo descobriu que noventa por cento das mentiras contadas eram classificadas como pequenas mentiras brandas, como dizer a alguém que você gostou de um presente quando na verdade não gostou.

A maioria de nós impõe um limite ao nível de mentira que estamos dispostos a contar. Queremos ser honestos porque a sociedade nos ensinou esse valor. A menos que sejamos sociopatas. Para a maioria das pessoas, o limite é definido por normas sociais estabelecidas por consenso não verbalizado; um exemplo disso é que é tacitamente aceitável, entre aspas, né? Levar um simples lápis e outros materiais de escritório para casa.

Mas o estudo da universidade examinou não apenas com que frequência os participantes mentiam, mas também porque eles o mentiam. Os pesquisadores então dividiram as mentiras em nove categorias. Vamos ver onde encaixamos as nossas. Lalá, muda o clima aí:

  1. As pessoas mentem para evitar problemas

De vez em quando, as pessoas mentem para evitar agir de acordo com seus próprios desejos. Por exemplo, você já se recusou a ir a uma festa ou jantar familiar na casa de um amigo? Claro que sim, né? Pode ser que você diga que já tenha agendado outro compromisso, que não está se sentindo bem ou que tem visitas em casa. Mentiras são um meio pelo qual evitamos situações e pessoas que não desejamos experimentar ou encontrar.

  1. As pessoas mentem para melhorar o clima

Algumas pessoas gostam de brincar para atenuar um clima de tensão ou desconforto. Além disso, muitas pessoas gostam de contar uma piada. Contar mentiras é uma maneira de relaxar ou começar essas brincadeiras.

Sabe o tiozão lá que diz: “O que é isso aí na sua camisa?”, indicando uma mancha imaginária no seu peito? Você olha assustado, não tem nada. E ele diz: “Ahahahahah, fiz você olhar”. Essa situação é de natureza falsa. No entanto, o tiozão não está tentando enganar você, ele só quer arrancar uma risada.

  1. As pessoas mentem para se proteger

Há momentos em que as pessoas fazem perguntas pessoais ou íntimas às quais você simplesmente não quer responder. Um estranho pode perguntar seu nome na loja ou uma paquera pode solicitar seu endereço para buscar você logo no primeiro encontro. Você pode mentir, dar um nome falso ou omitir um endereço para se proteger nesses casos.

  1. As pessoas mentem para proteger outras pessoas

Aposto que você já ouviu um segredo que quem contou pediu que evitasse revelar a outras pessoas, não é? Se você conseguiu manter o segredo, provavelmente teve que mentir para evitar que a informação se espalhasse. As pessoas mentem para proteger a si mesmas e a outras pessoas. Às vezes, as informações simplesmente não são suas, e você pode contar uma mentira ou cometer uma omissão apenas para manter essa informação em segredo. Você pode estar mentindo para uma pessoa, mas também estará protegendo outra pessoa.

  1. As pessoas mentem para fazer com que outras pessoas gostem delas

Para impressionar os outros, as pessoas geralmente mentem. Elas podem não querer decepcionar alguém ou estar preocupadas que, se alguém descobrir a verdade sobre elas, serão rejeitadas. A verdade pode ser exagerada para dar a impressão de que a pessoa é mais bem-sucedida, popular ou vive uma vida perfeita.

  1. As pessoas mentem para obter vantagens pessoais

De vez em quando, as pessoas são obrigadas a mentir para obter acesso a outras pessoas e oportunidades que podem melhorar sua situação de vida. Por exemplo, alguém pode mentir em seu currículo e dizer que tem dez anos de experiência, quando na verdade tem apenas dois. Numa situação dessas, exagerar a verdade pode ajudar a obter um emprego melhor remunerado, que pode ajudar a melhorar suas habilidades e a sustentar sua família, por exemplo. É uma ferramenta que as pessoas usam para se concentrar em seu próprio bem-estar.

Mentir para obter benefícios para outras pessoas nem sempre é feito por egoísmo. Na verdade, as pessoas às vezes mentem para ajudar os outros.

Por exemplo, você pode ajudar um amigo a conseguir um emprego exagerando seu currículo. Ou pode conseguir outro cliente aumentando artificialmente as provas sociais que indicam o seu sucesso. Ao mesmo tempo em que pensam em seus próprios interesses, as pessoas também se preocupam com o bem-estar de seus amigos e familiares e frequentemente fazem o que podem para aumentar as chances.

  1. As pessoas mentem para enganar outras pessoas. Aí começou a ficar complicado, cara!

Pode ser muito doloroso quando alguém mente para você. Infelizmente, existem ocasiões em que a pessoa que mente pode realmente ter má intenção e ferir seus sentimentos. Uma mentira pode ajudá-lo a ganhar controle sobre você ou sobre uma situação e pode ser usada para manipular ou persuadir as pessoas a fazerem ou concordar com coisas com as quais normalmente não concordariam. Olha o Nixon lá. Por exemplo, uma pessoa pode exagerar algumas informações para tornar um acordo mais atraente se quiser financiar um projeto. Ou alguém pode mentir a sua idade em um aplicativo de namoro na esperança de conhecer candidatos com os quais normalmente não se conectaria se fosse sincero sobre sua idade.

  1. As pessoas mentem para revelar falsidades anteriores

As mentiras têm a capacidade de crescer com o tempo. Esse efeito bola de neve geralmente ocorre porque uma mentira leva a outra necessária para encobrir ou manter a primeira mentira.

Por exemplo, se você engana alguém dizendo que foi esquiar, eles podem perguntar sobre as pistas de esqui, se você caiu ou então outras coisas que você fez enquanto estava frio. A mentira inicial, então, se transforma numa série de mentiras que podem se prolongar indefinidamente.

  1. Pessoas mentem para contar sua história

Em alguns casos, alguém pode contar uma mentira e nem mesmo saber que está mentindo. Pode, por exemplo, contar uma história do ponto de vista dela para expressar como se sentiu em determinadas experiências. Uma pessoa pode contar uma história diferente sobre a mesma experiência. Além disso, algumas pessoas mentem porque suas memórias não são confiáveis. A perda de memória não é exclusiva da idade. Na verdade, as pessoas podem criar memórias falsas em situações estressantes ou emocionalmente carregadas. Embora essas memórias pareçam verdadeiras, elas podem não ser a verdade objetiva de outras pessoas.

Resumindo:

  1. Mentimos para evitar problemas
  2. Mentimos para melhorar o clima
  3. Mentimos para nos proteger
  4. Mentimos para proteger outra pessoa
  5. Mentimos para fazer com que outras pessoas gostem de nós
  6. Mentimos para obter vantagens pessoais
  7. Mentimos para enganar outras pessoas
  8. Mentimos para revelar falsidades anteriores
  9. Mentimos para contar nossa história

E aí, cara? Qual dessas mentiras você já contou?

Cara, sempre que é hora de manutenção do meu veículo eu tenho aquelas dúvidas de todos nós. Qual é o produto que eu escolho, hein? E como eu não sei muito sobre manutenção de automóveis, sabe o que que eu faço? Eu procuro quem me traz confiança.

Por isso, quando se trata de peças para automóveis, motos e caminhões, eu vou de Nakata, sabe por quê, hein? Porque a Nakata entrega alta performance na reta, na curva, na subida…em qualquer caminho. E principalmente porque não sou só eu que estou falando, não. Pode perguntar para o seu mecânico de confiança.

Amortecedores, componentes de suspensão e direção, certeza que ele vai dizer que a marca é Nakata. Sabe porquê?

Oras: porque é Nakata!

Assine gratuitamente o boletim em nakata.com.br e receba as últimas novidades em seu e-mail.

Tudo azul, tudo Nakata.

O estudo da universidade foi mais longe e procurou entender para quem as pessoas mentiam. De acordo com os resultados, mentimos para pessoas queridas. 51% dos participantes disseram que mentiram para amigos e 21% para familiares. Além disso, 11% dos entrevistados mentiram para colegas de classe ou de trabalho, cerca de 9% para estranhos e 8% para conhecidos casuais.

Isso indica, infelizmente, que a maioria das pessoas está mentindo para as pessoas que estão mais próximas delas. Talvez simplesmente porque interagimos mais com essas pessoas em nossos círculos sociais próximos, o que oferece mais oportunidades e discussões onde as mentiras podem surgir.

A pesquisa também afirma que quando alguém diz a verdade, várias áreas do córtex pré-frontal são ativadas. E quanto mais mentiras uma pessoa conta repetidamente, menos áreas do cérebro são ativadas. Isso sugere que, quando a mentira se torna constante, pode ser mais difícil resistir a ela.

A maioria das pessoas mente ocasionalmente, e não há nada de errado com isso. Isso simplesmente indica que você é um ser humano. O problema é quando a coisa se torna patológica e você se pega mentindo com mais frequência em certas circunstâncias.

Qualquer um que insista em condenar todas as mentiras deve pensar sobre o que aconteceria se pudéssemos afirmar com segurança que nossas pessoas queridas, amigos, colegas de trabalho e funcionários do governo estavam mentindo, hein. Quando os enganos são removidos de nossas tentativas de comunicação genuína ou intima, é tentador esperar que o mundo melhore, não é? Mas cara, quando as verdades são reveladas, elas podem acabar com nossas relações sociais. Embora a onipresença da mentira seja inquestionavelmente um problema, será que queremos acabar com a mentira em sua totalidade?  O que é que você acha? Não minta.

No material bônus que os assinantes recebem após o final deste episódio, eu vou desenvolver mais sobre certas condições psicológicas ligadas à mentira patológica. Ah, você ficou curioso? Ih! Não é assinante? Então acesse mundocafebrasil.com e faça lá suaassinatura. Os planos começam em 12 reais por mês. Quase o preço de uma garrafa de cerveja quente na balada…

No more lies
Steve Harris

There’s a darkened sky before me
There’s no time to prepare
Salvage a last horizon
But no regrets from me

Maybe I’ll be back some other day
To live again just who can say
In what shape or form that I might be
Just another chance for me

A hurried time no disgrace
Instead of racing to conclusion
And wishing all my life away
No-one can stop me now

Time is up it couldnt last
But there’s more things I’d like to do
I’m coming back to try again
Someday maybe I’ll wait till then

No more lies
No more lies

They’re all sitting at my table
Talking tall and drinking wine
Their time is up just like me
But they just dont know it yet

So just a word of warning
When you’re in your deepest dream
There’s nothing you can hide from
I’ve got my eye on you

The clock is fast the hour is near
Eventful past is everclear
My life is set the time is here
I think I’m coming home

No more lies
No more lies

A hurried time no disgrace
Instead of racing to conclusions
And wishing all your life away
No-one can stop me now

Time is up it couldnt last
But there’s more things I have to do
I’m coming back to try again
Don’t tell me back this is the end

No more lies
No more lies

Sem mais mentiras

Há um céu escurecido à minha frente
Não há tempo para preparações
Recuperar um último horizonte
Mas eu não me arrependo

Talvez eu volte algum outro dia
Para viver novamente, quem pode dizer
Em que forma ou estado eu estarei
Apenas uma outra chance para mim

Um tempo apressado, sem desgraça
Ao invés de correr para a conclusão
E desejando por toda a minha vida
Ninguém pode me impedir agora

O tempo acabou, não poderia durar
Mas há mais coisas que eu gostaria de fazer
Eu estou voltando para tentar novamente
Algum dia talvez eu espere até lá

Sem mais mentiras
Sem mais mentiras

Eles estão todos sentados à minha mesa
Falando alto e bebendo vinho
O tempo deles esgotou assim como o meu
Mas eles ainda não sabem disto

Então apenas uma palavra de aviso
Quando está em seu mais profundo sonho
Não há nada de que possa se esconder
Eu estou de olho em você

O relógio é rápido, a hora está próxima
O passado agitado está cada vez mais claro
Minha vida está marcada, a hora chegou
Eu acho que estou indo pra casa

Sem mais mentiras
Sem mais mentiras

Um tempo apressado, sem desgraça
Ao invés de correr para a conclusão
E desejando por toda a minha vida
Ninguém pode me impedir agora

O tempo acabou, não poderia durar
Mas há mais coisas que eu gostaria de fazer
Eu estou voltando para tentar novamente
Não me diga novamente que isso é o fim

Sem mais mentiras
Sem mais mentiras

 E é assim então, ao som de No more lies com ninguém menos que o Iron Maiden, que você nao ouve muito aqui no Café Brasil, que vamos saindo curiosos…

No roteiro deste episódio no portalcafebrasil.com.br, coloquei o link para pesquisa da Universidade de Wisconsin

https://www.uwlax.edu/currents/how-often-do-people-lie/

O Café Brasil é produzido por quatro pessoas. Eu, Luciano Pires, na direção e apresentação, Lalá Moreira na técnica, Ciça Camargo na produção e, é claro, você aí, que completa o ciclo.

De onde veio este programa tem muito mais. E se você gosta do podcast, imagine só uma palestra ao vivo. Tm uma palestra sobre mentira, cara? Eu tenho. E eu já tenho mais de mil e cem no currículo. Conheça os temas que eu abordo no mundocafebrasil.com.

Mande um comentário de voz pelo WhatSapp no 11 96429 4746. E também estamos no Telegram, com o grupo Café Brasil.

E para terminar a parte gratuita deste episódio, já que os assinantes vão receber agora um bônus logo na sequência, uma frase do escritor Mark Twain:

“Uma das notáveis diferenças entre o gato e a mentira é que o gato tem apenas nove vidas.”