s
Podcast Café Brasil com Luciano Pires
Corrente pra trás
Corrente pra trás
O que vai a seguir é um capítulo de meu livro ...

Ver mais

O que é um “bom” número de downloads para podcasts?
O que é um “bom” número de downloads para podcasts?
A Omny Studio, plataforma global na qual publico meus ...

Ver mais

O campeão
O campeão
Morreu Zagallo. Morreu o futebol brasileiro que aprendi ...

Ver mais

O potencial dos microinfluenciadores
O potencial dos microinfluenciadores
O potencial das personalidades digitais para as marcas ...

Ver mais

Cafezinho 619 – Don´t make stupid people famous
Cafezinho 619 – Don´t make stupid people famous
As pessoas que realmente fazem diferença na sua vida ...

Ver mais

Café Brasil 921 – A Praça e a torre
Café Brasil 921 – A Praça e a torre
O livro "A Praça e a Torre: Redes, Hierarquias e a Luta ...

Ver mais

Café Brasil 920 – No Caravelas
Café Brasil 920 – No Caravelas
O Caravelas Podcast foi criado pelo advogado e ...

Ver mais

Café Brasil 919 – Muito Além do Jardim
Café Brasil 919 – Muito Além do Jardim
Neste episódio, a partir de um filme delicioso, uma ...

Ver mais

LíderCast Especial Ozires Silva – Parte 2
LíderCast Especial Ozires Silva – Parte 2
Segunda parte da entrevista realizada com o ex-ministro ...

Ver mais

LíderCast Especial Ozires Silva – Parte 1
LíderCast Especial Ozires Silva – Parte 1
Seguindo na missão de trazer de volta alguns dos ...

Ver mais

LíderCast 316 – Gustavo Succi
LíderCast 316 – Gustavo Succi
No episódio de hoje temos Gustavo Succi, que é o CEO da ...

Ver mais

LíderCast 315 – Marina Helena
LíderCast 315 – Marina Helena
Hoje temos como convidada Marina Helena, pré-candidata ...

Ver mais

Café² – Live com Christian Gurtner
Café² – Live com Christian Gurtner
O Café², live eventual que faço com o Christian ...

Ver mais

Café na Panela – Luciana Pires
Café na Panela – Luciana Pires
Episódio piloto do projeto Café na Panela, com Luciana ...

Ver mais

Sem treta
Sem treta
A pessoa diz que gosta, mas não compartilha.

Ver mais

O cachorro de cinco pernas
O cachorro de cinco pernas
Quantas pernas um cachorro tem se você chamar o rabo de ...

Ver mais

Daniel Kahneman, a economia e a psicologia
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
Daniel Kahneman, a economia e a psicologia   “O trabalho de Kahneman é realmente monumental na história do pensamento”. Steven Pinker (Entrevista em 2014 ao jornal The Guardian) ...

Ver mais

Oppenheimer e a Bomba
alexsoletto
Iscas Científicas
  Texto de Alex Soletto   “Agora me tornei a Morte, o destruidor dos mundos” (frase do livro hindu Bhagavad Gita)   A frase foi repetida por Oppenheimer após o teste da ...

Ver mais

G20
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
Esclarecendo o que é o G20          Katherine Buso    Luiz A. Machado  Paulo Galvão Jr. 1. Considerações iniciais O presente artigo analisa os principais indicadores econômicos do Grupo dos Vinte ...

Ver mais

Talentos, tecnologia, tesouros e tolerância
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
Talentos, tecnologia, tesouros e tolerância “É a relação entre quem tem a força das ideias e quem tem o poder da força que permite progredir no tempo e no espaço na cidade, de forma ...

Ver mais

Cafezinho 618 – Uma descoberta no Polo Norte
Cafezinho 618 – Uma descoberta no Polo Norte
Em 2008 eu embarquei numa viagem até o Polo Norte, que ...

Ver mais

Cafezinho 917 – Mais pedras no lago
Cafezinho 917 – Mais pedras no lago
Já devíamos ter percebido que a colaboração e a união ...

Ver mais

Cafezinho 616 –  Bem-vindo, seu Caos
Cafezinho 616 –  Bem-vindo, seu Caos
Vivemos numa era de caos. Não se trata mais de planejar ...

Ver mais

Cafezinho 615 – Esquerda e direita
Cafezinho 615 – Esquerda e direita
Ser verdadeiramente racional significa estar aberto a ...

Ver mais

Café Brasil 916 – Um papo sobre produtividade

Café Brasil 916 – Um papo sobre produtividade

Luciano Pires -

Você que pertence ao agronegócio ou está interessado nele, precisa conhecer a Terra Desenvolvimento.

A Terra oferece métodos exclusivos para gestão agropecuária, impulsionando resultados e lucros. Com tecnologia inovadora, a equipe da Terra proporciona acesso em tempo real aos números de sua fazenda, permitindo estratégias eficientes. E não pense que a Terra só dá conselhos e vai embora, não. Ela vai até a fazenda e faz acontecer! A Terra executa junto com você!

E se você não é do ramo e está interessado em investir no Agro, a Terra ajuda a apontar qual a atividade melhor se encaixa no que você quer.

Descubra uma nova era na gestão agropecuária com a Terra Desenvolvimento. Transforme sua fazenda num empreendimento eficiente, lucrativo e sustentável.

terradesenvolvimento.com.br.

Há 25 anos colocando a inteligência a serviço do agro. 

Quando Fernando Collor abriu o mercado, no início dos anos 90, o que se viu foi uma revolução na indústria, em termos de qualidade e produtividade. Dentro de uma dessas indústrias, eu mergulhei de cabeça nos processos de manufatura enxuta e qualidade total. Quando em 2008 decidi empreender como criador de conteúdo, eu trouxe comigo muito do que aprendi na indústria.

Percebi que não dá para falar em produtividade se o seu olhar não estiver treinado para uma busca sistemática, organizada e contínua por oportunidades de ser mais produtivo.

Produtividade tem de ser visão de mundo.

E essa é a maior dificuldade que eu encontro no mercado: pessoas preocupadas em mergulhar nas ações táticas, em copiar fórmulas prontas, em seguir processos escritos e detalhados. Mas pouca gente preocupada em mudar o olhar, que vem antes de aprender a usar as ferramentas.

E o olhar faz toda a diferença.

Foi para conversar sobre isso que o Rafael Soares me convidou para participar de seu RafaSuperCast. É essa conversa que você ouvirá aqui hoje.

Bom dia, boa tarde, boa noite. Você está no Café Brasil e eu sou o Luciano Pires. Posso entrar?

“Olá Luciano. Bom dia, boa tarde, boa noite. Aqui é o André, falando de Belo Horizonte.

Cara! Esse episódio da Cecília Meireles, foi muito, muito bom. Na verdade Cecília Meireles, Belchior, Fagner, entre outros aí, né? Produção incrível mesmo. Às vezes eu fico impressionando como você consegue sempre superar expectativas, né?  Como você disse no início, mais um podcast de poesia, que na verdade, assim… é muito mais, é sempre surpreendente.

Sou seu ouvinte há alguns anos já, já sou assinante também há alguns anos.

Comecei a escutar o Café Brasil por causa de do uma pessoa, de uma pessoa que já participou o LíderCast, que hoje eu trabalho na empresa dela, do Marcelo Suster, e cara, assim… eu não me arrependo em nada de ser assinante.

Deixo um relato aqui, pra que outras pessoas se tornem assinantes também. Claro, cada um tem sua condição, tem que ver sua viabilidade, mas é muito barato pelo tanto de conteúdo que, realmente, a gente recebe, que a gente tem disponível na plataforma e, realmente, aqui é um investimento, não é um custo, é um investimento que você faz em repertório.

Eu sou um adulto ainda jovem, tenho 34 anos, venho de uma cidade muito, muito pequena, do interior de Minas, moro aqui em Belo Horizonte há 11 anos, e percebo que não sei nada. Sem falsa modéstia, realmente, a gente não sabe nada, porque pelas várias falhas que nosso sistema no Brasil traz pra gente, um mar de conhecimento a gente pode explorar e pode explorar muito.

Queria deixar meu relato só porque já quis deixar outras vezes e não parei pra fazer isso. Ou ficava um pouco envergonhado de deixar um relato, mas, sem dúvida nenhuma, foi mais um exemplo claro do potencial que tem o Café Brasil.

Claro, todos os outros episódios foram muito bons, mas esse, como alguns outros aí que a gente pode falar, os clássicos, do Café Brasil, surpreenderam muito. Fiquei, realmente, bastante feliz de ter escutado isso aqui.

Valeu, um abraço, longa vida do Cafezinho”

Grande André, muito obrigado pela mensagem, meu caro. Às vezes esses temas mais, digamos “românticos” me capturam e eu simplesmente tenho de fazer um episódio como o da Cecília Meireles: não mundano. E aí é uma festa pra mim e para quem ouve. Olha, muito obrigado por estar conosco como um assinante, meu caro! Você entendeu direitinho a proposta. Só assim, com os ouvintes que gostam da gente se transformando em assinantes que vamos conseguir produzir mais conteúdos tão legais

O comentário do ouvinte agora é patrocinado pela Livraria Café Brasil, e o André ganhou um livro, vamos ver… vamos ver… É claro, né? Crônicas Para Jovens, da Cecília Meireles, que reúne 24 crônicas agrupadas em seis temas. A natureza, reflexões sobre a vida, o espaço urbano, reminiscências de lugares, de pessoas, de acontecimentos, pequenos detalhes do dia a dia, entre outros, são observados e tecidos com a sensibilidade poética de Cecília Meireles. Divirta-se André. Mais um livro delicioso que você encontra na livrariacafebrasil.com.br.

André, entre em contato conosco pelo whatsapp 11 96429 4746 para combinarmos a remessa do livro e muito obrigado!

Então, o André ficou sensibilizado com um programa diferente, esse de poesia da Cecília Meireles. Eu queria poder fazer muito mais programas assim, se eu tivesse tempo, se eu tivesse energia, se eu tivesse grana pra me dedicar àquilo que eu mais amo fazer que é produzir episódios do Café Brasil que sejam daqueles clássicos.

Mas, infelizmente, eu não tenho tempo pra isso. Eu tenho que me dedicar a uma porrada de outras coisas aqui, senão eu não pago as contas, né?

A única forma de eu ter o tempo necessário pra me dedicar à  produção dos episódios que você acha fantásticos, é se todo mundo que gostar da gente se transformar num assinante do Café Brasil.

Olha, a quantidade de gente que nos ouve e que virou assinante é ínfima. Eu sempre fiz aqui um levantamento meio no chute, mas eu calculo que alguma coisa em torno de 0,8% da audiência do Café Brasil, que consome gratuitamente o que a gente coloca no ar aqui, há 18 anos, foi se transformar em assinante. 0,8%, cara.

Se a gente conseguisse dobrar isso daí pra 1,6%, estariam resolvidos todos os nossos problemas. Isso significa que com 1,6% de assinantes, 98,4% continuam recebendo tudo gratuito, cara. É ínfimo, se mexe aí, vai lá, dá uma parada, acesse canalcafebrasil.com.br, torne-se um assinante.

Vem pra cá. A gente espera.

O Rafael Soares é um empreendedor desde quando essa palavra não existia. Ele é o dono da Santa Carga que patrocinou a gente aqui por um bom tempo, né? O Rafael tem uma história sensacional de um batalhador que, de vendedor de sanduíches na praia, se torna dono de uma franquia de mídia que cresce a taxas absurdas. É um estudioso, cara, fascinado pelas dicas de produtividade, de produção de conteúdo. Ele mostra que ser um inconformado é o primeiro passo para quem quer fazer acontecer. Eu tive o prazer de tê-lo como um dos convidados para o LíderCast e, tempos depois, ele me convidou para seu podcast recém-criado, o RafaSuperCast. Vou colocar o link para o episódio no roteiro deste programa  portalcafebrasil.com.br.

Aqui vai nosso papo na íntegra

(Sittin’on) the dock of the bay
Ottis Redding

Sittin in the morning sun
I’ll be sittin’ when the evening come
Watching the ships roll in
And I’ll watch ’em roll away again, yeah
I’m sittin’ on the dock of the bay
Watching the tide roll away, ouh
I’m just sittin’ on the dock of the bay
Wasting time

I left my home in Georgia
Headed for the Frisco bay
I have nothing to live for
Look like nothings gonna come my way

So I’m just go sit on the dock of the bay
Watching the tide roll away
I’m sittin’ on the dock of the bay
Wasting time

Look like nothings gonna change
Everything still remain the same
I can’t do what ten people tell me to do
So I guess I’ll remain the same, yes

Sittin’ here resting my bones
And this loneliness won’t leave me alone, yes
Two thousand miles I roam
Just to make this dock my home

Now I’m just go sit at the dock of the bay
Watching the tide roll away, ooh
Sittin’ on the dock of the bay
Wasting time

Sentado no pier do porto

Sentado ao sol da manhã
Eu vou ficar sentado até que a tarde acabe
Vendo os navios chegando
Então eu vou vê-los partirem de novo

Sentado no pier do porto
Vendo a maré ir
Sentado no pior do porto
Deixando o tempo passar

Deixei minha casa na Georgia
Em direção à Baía de São Francisco
Não tinha nada pelo o que viver
Parece que nada vai cruzar o meu caminho… yeahh

Estou apenas
Sentado no pier do porto
Vendo a maré ir
Sentado no pier do porto
Deixando o tempo passar

Parece que nada nunca vai mudar
Tudo ainda está do mesmo jeito
Eu não posso fazer o que dez pessoas queiram que eu faça
Eu eu acho que eu vou continuar o mesmo… ohh

Sentado, descansando os ossos
Essa solidão não vai me deixar em paz
Por 2000 milhas eu vaguei
Apenas para fazer desse pier minha casa… yeah

Sentado no pier do porto
Vendo a maré ir
Sentado no pier do porto
Deixando o tempo passar

Uau!! Essa delícia é Denise King com Sittin’On the dock of the bay, o megasucesso de Ottis Redding, que estava tocando aqui ao fundo enquanto eu escrevia o roteiro deste programa. Achei tão legal que decidi trazer como um presente pra você.

Que tal? Gostou do Rafa SuperCast? É gostoso quando papo rola solto, não é? Espero que você tenha conseguido algumas ideias sobre o tal olhar produtivo. Vocâ quer mais, é? Eu tenho um curso completo chamado Produtividade Antrifrágil, no qual mergulho muito mais fundo. Está no Hotmart e o link para ele publiquei no roteiro deste episódio em portalcafebrasil.com.br.

https://hotmart.com/pt-br/marketplace/produtos/produtividade-antifragil/U25404572I

Reitero aqui meu convite: junte-se aos conspiradores do Café Brasil: canalcafebrasil.com.br. Escolha seu plano e venha para o barco.

O Café Brasil é produzido por quatro pessoas. Eu, Luciano Pires, na direção e apresentação, Lalá Moreira na técnica, Ciça Camargo na produção e, é claro, você aí, que completa o ciclo.

De onde veio este programa tem muito mais. E se você gosta do podcast, imagine só uma palestra ao vivo. E eu já tenho mais de mil e cem no currículo. Conheça os temas que eu abordo no mundocafebrasil.com.

Mande um comentário de voz pelo WhatSapp no 11 96429 4746. E também estamos no Telegram, com o grupo Café Brasil.

E para terminar, que tal uma frase de um santo, hein? São Francisco de Assis:

“Comece fazendo o que é necessário; então faça o que é possível e, de repente, você estará fazendo o impossível.”