s
Podcast Café Brasil com Luciano Pires
Encontro Roberto Motta e Luciano Pires
Encontro Roberto Motta e Luciano Pires
Roberto Motta e Luciano Pires numa manhã de conversas ...

Ver mais

Corrente pra trás
Corrente pra trás
O que vai a seguir é um capítulo de meu livro ...

Ver mais

O que é um “bom” número de downloads para podcasts?
O que é um “bom” número de downloads para podcasts?
A Omny Studio, plataforma global na qual publico meus ...

Ver mais

O campeão
O campeão
Morreu Zagallo. Morreu o futebol brasileiro que aprendi ...

Ver mais

Café Brasil 931 – Essa tal felicidade
Café Brasil 931 – Essa tal felicidade
A Declaração de Independência dos Estados Unidos foi um ...

Ver mais

Café Brasil 930 – A Escolha de Sofia
Café Brasil 930 – A Escolha de Sofia
Tomar decisões é uma parte essencial do dia a dia, ...

Ver mais

Café Brasil 929 – Desobediência Civil
Café Brasil 929 – Desobediência Civil
O livro "Desobediência Civil" de Henry David Thoreau é ...

Ver mais

Café Brasil 928 – Preguiça Intelectual
Café Brasil 928 – Preguiça Intelectual
Láááááááá em 2004 eu lancei meu livro Brasileiros ...

Ver mais

LíderCast 324 – Cristiano Corrêa
LíderCast 324 – Cristiano Corrêa
Hoje trazemos Cristiano Corrêa, um especialista no ...

Ver mais

LíderCast 323 – Sérgio Molina
LíderCast 323 – Sérgio Molina
O convidado de hoje é Sérgio Molina, – atual CEO do ...

Ver mais

LíderCast 322 – Rodrigo Rezende
LíderCast 322 – Rodrigo Rezende
Rodrigo Rezende, carioca, empreendedor raiz, um dos ...

Ver mais

LíderCast 321 – Rafael Cortez
LíderCast 321 – Rafael Cortez
Tá no ar o #LC321 O convidado de hoje é Rafael Cortez, ...

Ver mais

Segunda Live do Café Com Leite, com Alessandro Loiola
Segunda Live do Café Com Leite, com Alessandro Loiola
Segunda live do Café Com Leite, com Alessandro Loiola, ...

Ver mais

Live Café Com Leite com Roberto Motta
Live Café Com Leite com Roberto Motta
Live inaugural da série Café Com Leite Na Escola, ...

Ver mais

Café² – Live com Christian Gurtner
Café² – Live com Christian Gurtner
O Café², live eventual que faço com o Christian ...

Ver mais

Café na Panela – Luciana Pires
Café na Panela – Luciana Pires
Episódio piloto do projeto Café na Panela, com Luciana ...

Ver mais

Protagonismo das economias asiáticas
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
Protagonismo das economias asiáticas   “Os eleitores da Índia − muitos deles pobres, com baixa escolaridade e vulneráveis, sendo que um em cada quatro é analfabeto − votaram a favor de ...

Ver mais

Criatividade, destruição criativa e inteligência artificial
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
Criatividade, destruição criativa e inteligência artificial   “O capitalismo é, essencialmente, um processo de mudança econômica (endógena). O capitalismo só pode sobreviver na ...

Ver mais

Inteligência de mercado (Business intelligence)
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
A importância da inteligência de mercado[1] Considerações iniciais Este artigo tem por objetivo ressaltar a importância da inteligência de mercado no competitivo mundo contemporâneo, por se ...

Ver mais

Americanah
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
Americanah   “O identitarismo tem duas dimensões, uma dimensão intelectual e uma dimensão política, que estão profundamente articuladas, integradas. A dimensão intelectual é resultado ...

Ver mais

Cafezinho 328 – Crimes de Honra
Cafezinho 328 – Crimes de Honra
A Corte Constitucional da França recentemente declarou ...

Ver mais

Cafezinho 627 – O Pum da Vaca
Cafezinho 627 – O Pum da Vaca
O físico Richard Feynman tem uma frase ótima: "A ...

Ver mais

Cafezinho 626 – A Globo já era?
Cafezinho 626 – A Globo já era?
A internet mudou tudo. Ela acabou com os ...

Ver mais

Cafezinho 625 – Fake news que matam
Cafezinho 625 – Fake news que matam
Há tempos eu digo que saímos da Sociedade da Informação ...

Ver mais

Café Brasil 918 – O efeito dos Argonautas

Café Brasil 918 – O efeito dos Argonautas

Luciano Pires -

Você que pertence ao agronegócio ou está interessado nele, precisa conhecer a Terra Desenvolvimento.

A Terra oferece métodos exclusivos para gestão agropecuária, impulsionando resultados e lucros. Com tecnologia inovadora, a equipe da Terra proporciona acesso em tempo real aos números de sua fazenda, permitindo estratégias eficientes. E não pense que a Terra só dá conselhos e vai embora, não. Ela vai até a fazenda e faz acontecer! A Terra executa junto com você!

E se você não é do ramo e está interessado em investir no Agro, a Terra ajuda a apontar qual a atividade melhor se encaixa no que você quer.

Descubra uma nova era na gestão agropecuária com a Terra Desenvolvimento. Transforme sua fazenda num empreendimento eficiente, lucrativo e sustentável.

terradesenvolvimento.com.br.

Há 25 anos colocando a inteligência a serviço do agro. 

No episódio passado, contei a história de Jasão e o Velo de Ouro, um conto grego clássico que tem todos os elementos tradicionais da mitologia grega. A caracterização dos personagens e o cenário são super importantes para o enredo da história. A saga de Jasão depende bastante da geografia e mudou com o tempo conforme aumentava o conhecimento sobre o mundo físico. Ela explica a origem de várias comunidades litorâneas na região da Grécia e inclui um personagem principal com o carisma e as habilidades necessárias para realizar tarefas sobre-humanas. Além disso, a história apresenta o clássico triângulo de poder sombrio, o herói e a coprotagonista feminina. Oferece uma maneira única de estudar a caracterização e o cenário, dois elementos chave de uma ótima história, e discutir como a premissa básica e a trama do mito se comparam a alguns dos nossos clássicos modernos favoritos como Guerra nas Estrelas, Senhor dos Anéis, Harry Potter e Indiana Jones, entre outros. Todos eles tratando de como pessoas se juntam pra realizar o impossível.

Bom, eu terminei de publicar o episódio e fui assistir ao filme outra vez, cara. É mágico.

E alguns ouvintes se manifestaram a respeito da minha mensagem forte. Vamos ver o que aconteceu?

Bom dia, boa tarde, boa noite. Você está no Café Brasil e eu sou o Luciano Pires. Posso entrar?

“Salve, salve pessoal do Café Brasil, Ciça, Lalá Luciano. Vida longa aí.

Aqui é o Jader de Jundiaí. Faz tempo que eu não mando áudio pra vocês. Acabei de ouvir o Argonautas e faz sentido, então vou dar um prego pra vocês aí porque é o que eu estou podendo agora, mas eu queria também….eu não ouvi, não sou assinante, eu não ouvi os seus oito métodos de financiar o projeto, que é o conteúdo extra, fiquei guiado ali, fiquei com vontade, mas não posso mesmo, estou desempregado faz alguns dias.

Mas o que eu queria muito é… tem algumas iniciativas que talvez possam somar junto com o Café Brasil. Uma delas é o Gerando Falcões. Eu não sei se você conhece, mas sugiro muito. É um projeto que eu venho acompanhando, de certa forma ao longo das redes sociais e tudo mais e eles estão contando uma história muito legal de colocar a pobreza no museu antes do homem colonizar Marte.

Tem muito investimento de empresas privadas, eles estão transformando, justamente, a favela de Marte, já transformaram a favela que era Boca do Sapo e agora virou Favela dos Sonhos, eles tem um negócio que chama Dignômetro, e eu acho que esse projeto do Café com Leite nas escolas pode muito e precisa muito estar imerso e quem sabe, somando forças aí dentro desse Gerando Falcões, porque a pobreza não é só material, ela também é mental, ela é falta de acesso, falta de cultura, falta de visão.

Cara, fica a sugestão pra vocês, tomara que dê certo. É o Edu Lira que é o fundador do projeto, CEO do Gerando Falcões, talvez possa coparticipar, mas mesmo assim vou fazer minha parte e doar. Valeu.”

Graaande Jader, muito obrigado pela colaboração, meu caro. Olha, não importa se é um prego, se é um martelo, a vela ou o barco inteiro, o que importa é a sua atitude. Quando você nos confia um simples prego, que foi obtido pelo seu trabalho e esforço, você está gritando assim: “Eu vejo vocês, eu reconheço o trabalho de vocês, eu estou com vocês!”. E isso não tem preço, meu caro. O pior mesmo é quando recebemos a indiferença, isso é o que machuca., viu?

O comentário do ouvinte agora é patrocinado pela Livraria Café Brasil, e o Jader… aliás, não é só o Jader, não. Eu vou usar outros comentários no programa de hoje e todos ganharão um exemplar do meu Me Engana Que Eu Gosto, um livro no qual eu comento que o Brasil está na situação em que se encontra porque lá atrás, 40 anos atrás, quando nos unimos pela  volta da democracia e conseguimos, cruzamos os braços e fomos cuidar de nossas vidas. Largamos o Brasil nas mãos de gente que não estava interessada, não estava em aí em cuidar de nossas vidas. Queriam resolver o problema da vida delas. E deu no que deu… Precisamos  tomar as rédeas do Brasil, meus caros.

Mais um livro delicioso que você encontra em livrariacafebrasil.com.br.

Jader e demais, entrem em contato conosco pelo whatsapp 11 96429 4746 para combinarmos a remessa do livro. Muito obrigado!

Então as pessoas me pedem mais programas musicais, mais reflexões mais, mais, mais, mais… E eu posso fazer mais se eu conseguir me dedicar inteiramente àquilo que eu mais gosto de fazer que é produzir, escrever, apresentar, gravar, ajudar na edição dos podcasts, viu?

E eu posso fazer mais se eu conseguir me dedicar inteiramente àquilo que eu mais gosto de fazer que é produzir, escrever, apresentar, gravar, ajudar na edição dos podcasts, viu?

Isso só pode acontecer se a maioria de quem nos ouve e gosta da gente, se tornar um assinante. Se não juntar todo mundo pra preparar uma maneira de ajudar a gente a financiar este projeto aqui, não vai ter como permanecer independente não vai ter como dedicar o tempo que eu quero dedicar a isso, não vai ter como produzir conteúdo de qualidade, na velocidade, na quantidade que precisa ser produzida. E mais que isso, entregando gratuitamente pra milhares e milhares de pessoas.

Olha, tudo isso pode acontecer se as pessoas que amam o meu trabalho apoiarem os projetos, com mais que tapinhas nas costas, tornando-se assinantes do Café Brasil.

Qualquer plano, cara…olha, tem plano lá que custa menos que uma cerveja quente na balada. Pra você ter uma ideia, o plano da Confraria, se você assinar a anual, sai dez reais por mês, cara: isso é quase nada. O resultado é muito diferente. Se você gastar esse dinheiro com uma cerveja, você vai mijar ele no dia seguinte, cara! E não vai ficar com nada.

Aqui você gasta com conhecimento e fica com ele pro resto da vida.

Vai! Dá uma parada aí e acesse canalcafebrasil.com.br para se tornar um assinante. A gente espera.

Bom, eu farei uma sequência agora com alguns comentários que recebemos de ouvintes por conta do episódio passado,  Os Argonautas. Talvez eu elimine algum nome de quem comentou por uma questão de muito principalmente, ok? Vamos lá:

“Oi Luciano. Bom dia, tudo bem? Alex aqui de Presidente Prudente.

Cara, acabei de ouvir o podcast do Café Brasil dos Argonautas. Rapaz, eu parei o carro aqui pra parar de rir, cara. Que massa que foi essa musiquinha foda-se no final. Você é o cara, velho, por isso que a gente segue mesmo, tem que seguir.

E foda-se mesmo pra quem não está no barco, quem não entende. Que se foda, cada um com seus problemas aí, que ache sozinho a solução, né?

Fantástica a solução. Parabéns pelo programa.     

Cara, eu quero contribuir aí com o Café com Leite na Escola. Cara, passa pra mim o seu pix aí, por favor? Eu vou fazer uma contribuição direto pra você, ou pra tua empresa. Pode ser, irmão? Porque aí fica mais fácil pra mim. Eu estou fora, queria aproveitar o embalo, senão depois eu esqueço. Passa o pix aí que a gente já faz a contribuição. Tá legal?”


“Você tá louco. Se a gente não mudar, um pouquinho que seja, a educação no nosso país, a gente não vai ter futuro. Vamos ter que começar por aí mesmo. Parabéns pela iniciativa, viu? Grande abraço, fica com Deus, até mais.”

Grande Alex, muito obrigado por compreender a mensagem e contribuir efetivamente. É o que você falou mesmo cara, quem não concorda ou acha ruim, que busque resolver os problemas sozinho. Eu estou interessado é na turma que vem para o barco. Muito obrigado pela contribuição!

E então vem o Márcio:

“Oi Luciano. Tudo bem? Boa tarde. Estou escutando aqui esse podcast seu, sempre muito bom, de qualidade, mas em relação… eu vi que você fica realmente chateado sobre a falta de ação das pessoas em ajudar seus projetos.

Olha, Luciano. Vou falar por mim. Eu sou um que não apoiei. Eu gosto do Café com Leite, mas não entrei nesse projeto pra poder… essa coleta coletiva.

Eu vou lhe dar as minhas razões. Porque pode ser que seja a razão de outros também que não se manifestam. Eu dou tapinha nas costas, aplaudo, mas não vou lá no Café com Leite e não apoio.

Vou dizer as minhas razões: Luciano, eu acho seu trabalho excelente, eu já assino o Café Brasil Premium, eu gosto da revista Oeste e assino a revista Oeste, acredito na Gazeta do Povo e assino a revista da Gazeta do Povo. Acho uma injustiça o que está acontecendo com o Paulo Figueiredo, Alan dos Santos, Rodrigo Constantino e sou assinante dos canais dele. O Brasil Paralelo também sofreu uma censura sou assinante do Brasil Paralelo, o Olavo de Carvalho me trouxe um grande enriquecimento cultural, e até hoje eu sou assinante lá do corte do Olavo de Carvalho. Paulo Ricardo me trouxe grande ajuda espiritual e eu sou assinante do site do Paulo Ricardo. E assim vai, Luciano.

Às vezes… eu não sou rico, eu sou classe média, eu ajudo o PH Vox, o Sando da Bolha, que eu conheci através de você. Faço um pix todo mês. Sou muito católico, ajudo…faço muita filantropia, não sou bacana, não tenho a intenção de me tornar o Padre Pio aqui do Norte. Mas eu estou dando as razões que às vezes você fica indignado, mas às vezes tem alguma justificativa.

Eu sou um, eu adoro as pessoas que fazer crescer o Brasil, como você e todos esses que eu acabei de mencionar. Mas às vezes não dá, Luciano. Eu estou engasgado financeiramente, mas dá pra ajudar. É por isso que às vezes eu me sinto atingido com as suas reclamações e eu me vi na obrigação de dar essa justificativa.

Tá, Luciano? Vou continuar assinante do Café Brasil Premium. Sou desde a época que você foi na Hebe Camargo. Eu gostei e eu lhe escuto. Quando o Café Brasil era ao vivo, você fazia ao vivo. Tenho até hoje aí os áudios gravados.

Desculpe o áudio longo, mas eu falo muito.”

Eu respondi assim:

Grande Márcio. Bom dia, boa tarde, boa noite. Tudo bem, meu caro? Obrigada aí pelo feedback.

Cara, é claro que não é pra você o recado que está lá. É evidente, que não é, né? Aquele recado está muito bem dirigido, ele vai pros caras que consomem e não mexem uma palha, nunca se mexeram. Tem gente que me consome aí há dezoito anos e nunca se mexeu pra coisa nenhuma.

É evidente que eu sei que todo mundo tem limitação. Tanto que eu falo na sequência, ninguém é obrigado a ajudar, ninguém é obrigado a se matar pra estar ajudando as ideias que a gene tem aqui, né?

Mas é claro que o recado não é pra você, de jeito nenhum, que já está conosco nas nossas assinaturas. Seja muito bem-vindo, né? Mas o recado ali é muito bem dirigido, é pros caras que consomem um monte de conteúdo com propaganda por aí, e me escreve pra reclamar porque eu tenho propaganda do podcast, consomem conteúdo gratuito há muito tempo e não tem… não se mexe pra coisa nenhuma, cara.

Agora, aqueles que se mexem, como é o teu caso, não. Não foi pra você, não é pra você o recado, né? Eu vou continuar reclamando, vou continuar batendo, porque eu sei que se você não bater… cara, dá uma olhada no Paulo Figueiredo. Enche o saco, cara, a quantidade de temo que ele fica falando: me curte, me segue… porque se não for assim, a turma não vem, cara.

Então, essa é a nova realidade. Mas o recado não é pra quem já está conosco não, pelo contrário. Muito obrigado pela tua atenção e pelo feedback enviado, tá? Um abraço, cara.

Então chegou outro comentário

“Alô, Luciano. Como é que você está?

Luciano, eu não costumo usar mensagem de áudio, não envio, não recebo mensagem de áudio, mas eu resolvi fazer essa mensagem pra você aí, depois de ouvir o episódio 917, Os argonautas.

Acompanho o seu trabalho sou seu assinante há desde que você estava na Dana, já estive presente nas suas palestras, nos cumprimentamos, sou seu assinante há uns bons anos, cinco, dez anos, já sou assinante, acho seu conteúdo realmente excelente, acho importante apoiar o seu trabalho independente do quanto eu realmente consumo, né? Do material que é produzido.

Além desse meu apoio faço uma boa propaganda do grupo, distribuo isso pra outras pessoas, distribuo informação de que assinem, tenho vários amigos que são assinantes, são seus assinantes também, já consegui converter algumas pessoas que passaram a ser seus assinantes, seu assinante, do Café Brasil, e até já fiz a assinatura pra um grupo de umas vinte pessoas da minha equipe, você lembra essa história. Eu paguei do bolso, não foi a empresa que pagou não, fui eu que paguei do bolso, Luciano. A assinatura é para um grupo de pessoas, quando eu estava me mudando do Brasil, eu deixei isso pro meu time aí do Brasil, como um legado.

E aí eu estava pensando: um dos motivos que eu não consigo consumir todo o seu conteúdo, é simplesmente o fato e que os episódios estão ficando carregados de mensagens pra não assinante, ne verdade. E essa parte está consumindo um tempo precioso.

Eu não gosto de mensagens de áudio, como falei aqui no começo, então eu também não ouço as mensagens dos ouvintes. Realmente eu não gosto. Não gosto e não ouço e eu só quero consumir o conteúdo que tem o valor adicionado, que tem realmente a mensagem.

Eu sei o quanto você valoriza o tempo e eu também valorizo muito o meu tempo. Então, realmente, eu quero ouvir só a parte que me interessa. E é lógico, eu posso simplesmente adiantar o episódio, mas é que na maioria das vezes eu estou dirigindo, não dá pra fazer isso de uma forma segura.

O que eu acabo fazendo, simplesmente, eu deixo o áudio no zero. Prefiro não ouvir nada dez minutos ali do que realmente ouvir essa parte, do que ficar ouvindo essa etapa

E agora, eu estava ouvindo aqui, estava aqui na estrada, falei, deixa eu ouvir aqui um episódio, peguei um qualquer, nem olhei, falei: é do Luciano Pires eu ouço o que tiver ali eu comecei a ouvir o episódio 917, que estava aqui falando. E eu confesso que quando chegou nessa parte onde você começou a dar um foda-se nos seus assinantes, que acho justo terem um episódio exclusivo, direto ao ponto.

Eu vou ser sincero. Achei bastante desrespeitoso, Luciano. E pela primeira vez eu, realmente, fiquei com vontade de cancelar a minha assinatura. Teve um efeito contrário o que você fez.

Eu entendo a sua frustração de desenvolver um trabalho genial e não tem o retorno que você gostaria da sociedade, especial o suporte financeiro.

Agora, eu tenho certeza que você escolheu o alvo errado pra bater. Normalmente eu ouço os episódios em família, quando eu estou viajando. Por sorte eu não ouvi esse episódio em família, senão eu teria passado vergonha na frente da minha família de ter colocado esse episódio. Corri esse risco, porque eu ouço bastante junto com a família e eu ia passar vergonha na frente da minha família de ter ouvido isso.

Minha mensagem aqui é como uma reflexão. Acho que, realmente, esse ponto precisa de uma reflexão sobre o tema. Eu acho que seria o caso de refazer esse episódio, trocar ele por uma mensagem positiva, eu realmente acho que o poder do mal que tá sendo utilizado aqui não vai ajudar pra converter assinantes não. Isso aqui vai ajudar realmente a tirar assinantes ou deixar as pessoas insatisfeitas.

De qualquer forma é um feedback é somente um feedback. Resolvi tirar aqui três, quatro minutos da minha vida aqui pra te mandar este áudio, doar alguns minutos do meu tempo, da minha vida, estou doando minutos da minha vida pra te dar esse feedback.

Você pode, realmente, considerar e tentar refazer esse episódio, ou simplesmente, ignorar e dar um foda-se pros seus ouvintes aí que te prestigiam. Tá bom?

Um grande abraço, Luciano, longa vida aí ao Café Brasil.”

Que eu respondi assim

Bom dia, boa tarde, boa noite, Luciano Pires aqui, tudo bom, meu caro? Obrigado aí pelo teu feedback.

Eu sabia que aquele foda-se ia causar, né? Ia causar pra todos os lados. Ia ter gente que ia ficar incomodada, ia ter gente que ia ficar antenada, ia ter gente que ia ter algum tipo de reação, eu sabia disso é um risco calculado, esse risco só chegou agora, porque faz dezoito anos que eu faço mensagens positivas, bicho.

Há dezoito anos eu faço positivo, o tranquilo, com a maior boa educação e tudo. E não adianta, cara. Não tem retorno. Então, eu vou ter que mudar a minha estratégia. E a estratégia não é fazer mais positivo, porque eu já vi que não dá, não adianta. Por mais que eu fique construindo uma postura positiva, sem entrar em conflito com ninguém, sem arriscar a ofender alguém, o resultado eu já sei qual é. É nada. É o que está acontecendo hoje com o Café Brasil, cara. Nada, nada. É muito tapinha nas costas, adoro, amo você e foda-se. Esse é o resultado até agora.

Então eu tenho que procurar alguma coisa, outras estratégias. Uma dessas foi essa de, realmente, pegar forte, né? Mas foi um risco calculado. Da mesma forma que você não gostou teve gente que me mandou aqui mensagem agora dizendo: genial cara, que delícia, adorei Va pancada, estou indo assinar agora, com essa tua chamada. Então, é um risco calculado. Não tem como ser de uma forma diferente, ou seja, não estou usando o poder do mal, pelo contrário, eu estou mostrando que: cara, as pessoas tem que se mexer.

E se eu não correr o risco de ofende-las, não vai acontecer nada. Vai ficar como está sendo hoje em dia. Então, o risco foi totalmente calculado. Eu lamento se você, de alguma forma vestiu a carapuça, cara, não foi pra você. Eu falei claramente lá foi pras pessoas que chamam de vagabundo, de mendigo, ficam reclamando.

Você consome um monte de conteúdo, cheio de propaganda, cheio de  anúncio e não se incomoda. E quando vem o podcast, ah, tá me incomodando aqui tem coisa demais. Não adianta, cara, de alguma forma esse material tem que se pagar, então eu vou precisar continuar fazendo, eu tenho que continuar colocando as propagandas ali, eu vou ter que continuar fazendo a chamada, internet funciona assim, tem que chamar o pessoal todo tempo. Se você não chamar, eles não vêm.

E eu estou pegando até leve, cara, porque de acordo com os especialistas que eu conversei, eu tinha que estar batendo muito mais forte, fazendo gatilho mental, pancada de coisas que eu me recusei a fazer.

Então, no momento em que surge … isso que nós estamos passando aqui agora, falar: cara, as chamadas educadas não trouxeram nada, é hora de tentar outras formas e uma delas é bater pra valer, né?

A internet funciona assim. Quando mais treta você tem, mais audiência você tem, mais a internet te remunera, é assim que ela funciona. Realmente eu lamento, mas faz parte. Eu estou testando vários modelos. Não vou refazer o episódio, pelo contrário, vou deixar ele como está aí, e cara, lamento profundamente. Se você se sentiu ofendido, não era essa a intenção e bola pra frente. Vamos ver o que vem pela frente aí. Grande abraço.

Depois da resposta nós conversamos de forma positiva e está tudo certo. E aprovei a sugestão dele para pensar em tornar a versão do podcast para assinantes ainda mais enxuta, direta ao ponto. Eu vou fazer isso sim. Mas tem mais, viu? Tem gente que partiu efetivamente para a ação:

“Fala meu, beleza? Boa tarde, faz um tempo que a gene não fala, hoje eu ouvi o episódio do Argonautas e cara, já estava fazendo, mas resolvi intensificar um pouco as ações aqui.

Mandei uma mensagem pra coordenadora da escola do meu filho, ele estuda aqui em Resende numa escola Santa Ângela, que é das Irmãs Ursulinas, se eu não me engano tem outra unidade em Salvador e outra em Paraisópolis, São Paulo, Minas, sei lá.

Enfim, eu mandei uma mensagem bastante incisiva pra eles aqui, que uma coisa que me chamou a atenção. Só setenta assinantes do Café com Leite? É muito pouco, Luciano.

Realmente fiquei chateado com isso hoje, porque cara, eu estou numa pindaíba já tem um tentei empreender, fali duas vezes, tô na merda financeira, um monte de dívida pra pagar, mas com a graça de Deus eu consegui um emprego na Wolks agora de novo, estou voltando pras minhas origens.

Mesmo assim, sempre acreditei ali, sempre com muita dificuldade vou fazendo assinatura. A minha do Café Brasil Premium eu tive que parar porque não consegui, mas fiz questão de manter a do Café com Leite, por realmente acreditar que é um trabalho que precisa ser feito e levado adiante.

Então, eu acabei de mandar a mensagem pra orientadora educacional e pedagógica lá da escola pedindo que ela visse. Mandei Os Argonautas e o trabalho em equipe do Café com Leite pra ela ouvir. Pedi, encarecidamente, que ela ouvisse os dois, porque acho que ilustra bem qualquer situação que a gente está vivendo agora.

Cara, até cheguei a falar, vou até te encaminha o áudio que eu mandei pra ela, porque além de ser coordenadora é muito amiga, se formou junto com a minha esposa, então mandei um áudio mais relaxado lá pra ela. Mas falei até que, se fosse preciso, que você entraria no circuito, porque, se eu entendi direito, você está levando bem a sério, esse é o seu barco, então é o seu Argo do momento e eu acho que da vida.

Cara, conte comigo, aquilo que eu puder fazer pra poder ajudar aí, dentro das minhas possibilidades que não são muitas, mas se eu puder fazer algo diferente, você, por favor me diga se tiver ao meu alcance vai ser um prazer.

Vou ficar pentelhando ela, eu tenho acesso ao diretor, e se ela não responder, e ela vai responder, porque ela tem uma boa relação e se ela demorar eu vou direto no diretor e a gente vai fazer esse troço acontecer, pelo menos por aqui.

Grande abraço, fica com Deus.”

Quando ouvi esse último comentário, eu enviei para a Bárbara do Café Com Leite comentando com elaassim: existe um exército de gente se mexendo, cada um na medida de suas possibilidades. Essas pessoas vão costurando contatos, despertando curiosidade e tentando ajudar da forma como é possível. E é isso que nos inspira e motiva para continuar: o pessoal que, como aqueles Argonautas do programa passado, topa entrar no barco para participar ativamente.

O episódio dos Argonautas, em seu momento mais enfático, foi dirigido a pessoas que ouvem gratuitamente os programas que eu produzo há anos e, além de não contribuírem com nada, mandam mensagens me chamando de mendigo, pedinte, vagabundo e outros adjetivos. E também para gente que diz que fiquei chato quando comecei a pedir assinantes e contribuições, ou então que reclamam que tem muita propaganda nos episódios que ela não paga para ouvir. Como se essas pessoas não tivessem crescido a vida toda assistindo propagandas bem no meios do filme, novelas, revistas, jornais e programas de rádio. Cara, isso é a coisa mais normal do mundo. Pois é, mas no podcast, não pode.

Teve um pai que mandou mensagem dizendo que foi mostrar o Café Com Leite para seu filho, mas como tinha propaganda no começo do episódio, a criança se desinteressou. E ele, em vez de insistir com o filho, adiantar o episódio e aproveitar o conteúdo, preferiu escrever reclamando da propaganda que paga o programa que ele ouve de graça, tentendeu? Quem assina, tem a versão sem propagandas.

Tá entendendo onde está o problema?

https://youtu.be/awnEj_d2E4s?si=SP3BKo2ulDr_9J30

É importante ressaltar, como eu disse em um dos comentários: se você é assinante do Café Brasil, já está cumprindo a sua parte, cara. A mensagem do programa Os Argonautas não foi para você. Aquilo foi um grito para despertar nas pessoas que podem fazer, um gatilho para que façam. Sim, vieram diversas contribuições por conta do programa, mas nem de longe aquilo que a gente precisa para fazer com que as coisas aconteçam. Subimos de 20% da meta para 24%. O que significa que entraram mais 4 mil reais. Estamos buscando 100 mil, que é o que vai custar para botar o projeto em pé. Estamos longe ainda.

Mas a gente vai continuar,a gente é chato, cara. Nos próximos dias faremos uma série de lives com pais e mães conhecidos, para falar sobre como cada um está fazendo para garantir que a educação que seus filhos, ou netos ou sobrinhos, estão recebendo, os prepare para a vida. Serão conversas fascinantes, entre os dias 29 de março e 6 de abril, com Roberto Motta, Alessandro Loiola, Ana Paula Henkel, Thiago Ferraz com a Criss Dias, do Vênus Podcat, Cristina Graeml, Rodrigo Constantino e William Borghetti. E mais uns nomes ainda que a gente está sondando. Tudo isso para ampliar o alcance do projeto Café Com Leite Na Escola.

Muito bem, mas na semana passada aconteceu algo muito importante. Eu vou ler a seguir um press release que está sendo distribuído para a imprensa da cidade de Cerquilho, em São Paulo. Prestenção. Lalá, bote uma música de snhos.

Podcast “Café com Leite” Encanta Crianças em Cerquilho: Uma noite memorável na Escola Lavínia Sanson

O Podcast “Café com Leite”, voltado para o público infantojuvenil, marcou presença em uma noite memorável na Escola Lavínia Sanson, em Cerquilho. Em 2022, Luciano Pires, escritor, palestrante e apresentador de um dos maiores podcasts do Brasil, confrontou-se com um dilema: como dialogar com os filhos dos milhares de ouvintes do seu famoso Podcast “Café Brasil”. Após quase duas décadas de sucesso com o podcast de áudio, Luciano decidiu inovar e lançar um projeto revolucionário: o Podcast “Café com Leite”.

O lema do “Café com Leite” é “Um Podcast para Crianças Inteligentes e Pais que se Importam”, com o objetivo de proporcionar um espaço onde crianças e pais possam debater sobre diversos temas, como fábulas, história, filosofia, cultura, cidadania, princípios e valores, sempre utilizando uma linguagem adequada para os pequenos.

Em Cerquilho, a professora Ana Paula, da Escola Lavínia Sanson, percebeu o potencial do podcast ao ouvi-lo em casa com suas filhas. Decidida a integrá-lo ao currículo, Ana Paula reservou 15 minutos semanais para ouvir o “Café com Leite” com seus alunos do terceiro ano. O sucesso foi imediato. Logo, a apresentadora Bárbara tornou-se uma amiga para os alunos, especialmente por meio de seu avatar no celular, a Babica. Durante os programas, Babica interage com Bárbara, discutindo assuntos difíceis, cantando músicas e divertindo a todos. Essa abordagem cativou os alunos da “Prô Ana”.

À medida que os programas avançavam, Ana Paula aproveitava cada oportunidade para trazer os temas discutidos para a sala de aula, reconhecendo o potencial do podcast para estimular a imaginação, criatividade, atenção, emoção, raciocínio e comunicação das crianças.

Mas o ápice ocorreu quando um ouvinte de Piracicaba enviou um áudio para o programa e ganhou uma camiseta como prêmio. Inspirados, os 22 alunos de Ana Paula decidiram enviar cada um o seu áudio na esperança de ganhar 22 camisetas. Embora a professora tenha explicado que seria uma tarefa difícil, não desencorajou seus alunos, que prepararam os áudios e fotos do projeto dentro da sala de aula, enviando-os para o programa com esperança.

Ao receber os áudios, a apresentadora Barbara Stock não hesitou em presentear os 22 alunos com as camisetas. Em uma negociação com a direção da escola, foi organizado um evento especial para a entrega das camisetas, com a presença de Luciano Pires, que veio da capital paulista, e Barbara Stock, que veio do Rio de Janeiro exclusivamente para o evento.

Barbara expressou sua emoção: “Foi a primeira vez que fizemos uma aparição presencial diante de pais e filhos, nosso público. Foi fascinante sentir o carinho e a participação de todos, além da oportunidade de abraçar nossos ouvintes, ouvir suas demandas, sugestões e agradecimentos. Estamos dando início ao nosso projeto focado em escolas, e começar com uma turma tão especial em uma cidade fantástica como Cerquilho, com tanto calor humano, foi muito importante.”

As crianças ficaram emocionadas durante o evento, mas o ápice foi quando Barbara mostrou uma mensagem do avatar Babica em seu celular. Os alunos vibraram, gritaram e se emocionaram.

Foi, enfim, uma noite especial. Cerquilho deu o pontapé inicial em um projeto maior que pretende alcançar escolas em todo o Brasil. Quem quiser saber mais pode acessar cafecomleitenaescola.com.br e participar.

Para encerrar, uma frase de Luciano Pires: “Cerquilho já está marcada na história do Podcast ‘Café com Leite'”.

Pois é, cara. Estamos fazendo o sonho virar realidade.

Dreams
Stevie Nicks

Now here you go again
You say you want your freedom
Well who am I to keep you down?
It’s only right that you should
Play the way you feel it
Of your loneliness
Like a heartbeat .. drives you mad
In the stillness of remembering what you had
And what you lost …
And what you had …
And what you lost

Thunder only happens when it’s raining
Players only love you when they’re playing
Say women they will come and they will go
When the rain washes you clean you’ll know
You’ll know

Now here I go again I see the crystal visions
I keep my visions to myself
It’s only me who wants to
Wrap around your dreams and …
Have you any dreams you’d like to sell?
Dreams of loneliness
Like a heartbeat .. drives you mad
In the stillness of remembering what you had
And what you lost …
And what you had …
And what you lost

Thunder only happens when it’s raining
Players only love you when they’re playing
Women they will come and they will go
When the rain washes you clean you’ll know

You’ll know …
You will know …
Ooo you’ll know

Sonhos

Agora vem você de novo
Você diz que quer a sua liberdade
Bem quem sou eu pra te manter pra baixo?
Está certo que você deve
Jogar como você quiser
Mas escute com cuidado o som
Da sua solidão
Como a batida do coração… te leva a loucura
No silêncio ao se lembrar do que você tinha
E o que você perdeu…
E o que você tinha…
E o que você perdeu…

Trovão só acontece quando está chovendo
Jogadores só te amam quando estão jogando
Dizem: Mulheres elas vão vir e ir
Quando a chuva te lavar você saberá
Você saberá

Agora eu vou de novo eu vejo as visões de cristal
Eu guardo as minhas visões para mim
Somente eu quero
Sonhos e solidaõ
Você tem algum sonho que gostaria de vender?
Sonhos de solidão
Como a batida do coração… te leva a loucura
No silêncio ao se lembrar do que você tinha
E o que você perdeu…
E o que você tinha…
E o que você perdeu…

Trovão só acontece quando está chovendo
Jogadores só te amam quando estão jogando
Disse mulheres elas vão vir e ir
Quando a chuva te lavar você saberá

Você saberá
Você saberá
ooooh Você saberá

Ah, que delícia, cara… você está ouvindo Dreams, Sonhos, de e com a Stevie Nicks, do Fleetwood Mac.

Lá vou eu de novo, eu vejo nos cristais
Mantenho minhas visões para mim mesma
Sou só eu que quero
Me envolver nos meus sonhos e
Há algum sonho que você queira vender?

Aproveitando a deixa, começamos 2024 com tudo em minha Mentoria MLA – Master Life Administration, que junta um grupo de pessoas interessadas em fazer acoontecer, em aprender uns com os outros e ouvir palestras que são instigantes e se reunir.

Todo mês tem uma reunião, um mês a gente faz a reunião online, no mês seguinte a reunião é presencial, passa pelo menos um sábado inteirinho trocando ideias, conversando, Participando de um almoço em família, e produzindo ali um círculo de honra e conhecimento.

Um círculo de gratidão, onde as pessoas podem manifestar suas opiniões sem ser perseguidas, sem ter pentelhação. Gente interessada em crescer pessoal e profissionalmente.

Existem vagas disponíveis, se você se interessa em estar comigo, acesse mundocafebrasil.com e clique no link para saber mais.

E se você é assinante do Café Brasil agora vem o conteúdo extra, vou falar sobre como muitos indivíduos independentes estão oferecendo atividades enriquecedoras para crianças através das redes sociais. Vou dar exemplos e falar sobre como encontrar, selecionar e dedicar-se a essas atividades. Olha, essa pode ser uma excelente maneira de complementar a educação formal, promovendo habilidades críticas, criatividade e bem-estar.

Se você não é assinante, vamos para o fechamento.

Então é isso. O que eu tenho feito, nestes dezoito anos, é convidar você para que vivamos um sonho juntos. Que nem precisa ser o mesmo sonho, mas que aponte para a mesma direção: a construção de um país justo, com gente generosa e interessada em fazer o bem. É isso, cara. Gente que saiba e queira fazer o bem. Para isso é fundamental que princípios e valores morais sejam incutidos em nossas crianças, são elas que vão carregar o piano lá na frente. Se ajudarmos que elas construam seu caráter, o resto vem naturalmente.

É isso.

Dream a little dream of me
Fabian Andre
Wilbur Schwandt
Gus Kahn

Stars shining bright above you
Night breezes seem to whisper “I love you”
Birds singing in a sycamore tree
Dream a little dream of me

Say nighty night and kiss me
Just hold me tight and tell me you miss me
While I’m alone and blue as can be
Dream a little dream of me

Stars fading but I linger on dear
Still craving your kiss
I’m longing to linger till dawn dear
Just saying this

Sweet dreams till sunbeams find you
Sweet dreams that leave all worries behind you
But in your dreams whatever they be
Dream a little dream of me

Stars fading but I linger on dear
Still craving your kiss
I’m longing to linger till dawn dear
Just saying this

Sweet dreams till sunbeams find you
Sweet dreams that leave all worries far behind you
And in your dreams
Whatever they be
Dream a little dream of me

Sonhe um breve sonho comigo

Estrelas brilhando acima de você
Brisas da noite parecem sussurrar “eu te amo”
Pássaros cantando em uma figueira
Sonhe um breve sonho comigo

Diga boa noite e me beije
Apenas me abrace forte e me diga que você sente falta de mim
Quando eu estou sozinho e triste como pode ser
Sonhe um breve sonho comigo

Estrelas desaparecendo, mas eu permaneço, querido
Ainda desejando seu beijo
Eu desejo permanecer até a madrugada, meu bem
Estou apenas dizendo

Bons sonhos até o raio de sol te encontrar
Bons sonhos que deixam todas as preocupações para trás
Mas em seus sonhos, quaisquer que sejam
Sonhe um pequeno sonho comigo

Estrelas desaparecendo, mas eu permaneço, querido
Ainda desejando seu beijo
Eu desejo permanecer até a madrugada, meu bem
Estou apenas dizendo

Bons sonhos até o raio de sol te encontrar
Bons sonhos que deixam todas as preocupações para trás
Mas em seus sonhos
Quaisquer que sejam
Sonhe um pequeno sonho comigo

Bem, já que estamos falando de sonhar um sonho juntos, vamos fechando com uma cançao maravilhosa chamada Dream a little dream of me, aqui com ninguém menos que Ella Fitzgerald e Louis Armstrong, cara. É pra ouvir de joelhos…

Rarararararaar… que tal? Vem pro nosso barco? Ajudar a levantar o Argo do Café Com Leite Na Escola, cara.

cafecomleitenaescola.com.br. Tamojunto.

Reitero aqui meu convite: junte-se aos conspiradores do Café Brasil: canalcafebrasil.com.br. Escolha seu plano e venha para o barco.

O Café Brasil é produzido por quatro pessoas. Eu, Luciano Pires, na direção e apresentação, Lalá Moreira na técnica, Ciça Camargo na produção e, é claro, você aí, que completa o ciclo.

De onde veio este programa tem muito, mas muito mais. E se você gosta do podcast, imagine uma palestra ao vivo. Tem cada uma, cara… E eu já tenho mais de mil e cem palestras no currículo. Conheça os temas que eu abordo no mundocafebrasil.com.

Mande um comentário de voz pelo WhatSapp no 11 96429 4746. E também estamos no Telegram, com o grupo CTem cada umaafé Brasil.

E para terminar, que tal uma frase de Alice no país das maravilhas:

Você não deve viver a vida como outras pessoas esperam que você viva; tem que ser sua escolha, pois quando estiver lutando, você estará sozinho…