s
Portal Café Brasil
Corrente pra trás
Corrente pra trás
O que vai a seguir é um capítulo de meu livro ...

Ver mais

O que é um “bom” número de downloads para podcasts?
O que é um “bom” número de downloads para podcasts?
A Omny Studio, plataforma global na qual publico meus ...

Ver mais

O campeão
O campeão
Morreu Zagallo. Morreu o futebol brasileiro que aprendi ...

Ver mais

O potencial dos microinfluenciadores
O potencial dos microinfluenciadores
O potencial das personalidades digitais para as marcas ...

Ver mais

Café Brasil 928 – Preguiça Intelectual
Café Brasil 928 – Preguiça Intelectual
Láááááááá em 2004 eu lancei meu livro Brasileiros ...

Ver mais

Café Brasil 927 – Quando a água baixar
Café Brasil 927 – Quando a água baixar
A história de Frodo Bolseiro em "O Senhor dos Anéis" ...

Ver mais

Café Brasil 926 – Definição de Gaúcho – Revisitado
Café Brasil 926 – Definição de Gaúcho – Revisitado
Então... diante dos acontecimentos dos últimos dias eu ...

Ver mais

Café Brasil 925 – No Beyond The Cave
Café Brasil 925 – No Beyond The Cave
Recebi um convite para participar do podcast Beyond The ...

Ver mais

LíderCast 322 – Rodrigo Rezende
LíderCast 322 – Rodrigo Rezende
Rodrigo Rezende, carioca, empreendedor raiz, um dos ...

Ver mais

LíderCast 321 – Rafael Cortez
LíderCast 321 – Rafael Cortez
Tá no ar o #LC321 O convidado de hoje é Rafael Cortez, ...

Ver mais

LíderCast 320 – Alessandra Bottini
LíderCast 320 – Alessandra Bottini
A convidada de hoje é Alessandra Bottini, da 270B, uma ...

Ver mais

LíderCast Especial – Rodrigo Gurgel – Revisitado
LíderCast Especial – Rodrigo Gurgel – Revisitado
No episódio de hoje a revisita a uma conversa que foi ...

Ver mais

Segunda Live do Café Com Leite, com Alessandro Loiola
Segunda Live do Café Com Leite, com Alessandro Loiola
Segunda live do Café Com Leite, com Alessandro Loiola, ...

Ver mais

Live Café Com Leite com Roberto Motta
Live Café Com Leite com Roberto Motta
Live inaugural da série Café Com Leite Na Escola, ...

Ver mais

Café² – Live com Christian Gurtner
Café² – Live com Christian Gurtner
O Café², live eventual que faço com o Christian ...

Ver mais

Café na Panela – Luciana Pires
Café na Panela – Luciana Pires
Episódio piloto do projeto Café na Panela, com Luciana ...

Ver mais

Americanah
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
Americanah   “O identitarismo tem duas dimensões, uma dimensão intelectual e uma dimensão política, que estão profundamente articuladas, integradas. A dimensão intelectual é resultado ...

Ver mais

A tragédia e o princípio da subsidiariedade
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
A tragédia e o princípio da subsidiariedade “Ações que se limitam às respostas de emergência em situações de crise não são suficiente. Eventos como esse – cada vez mais comuns por ...

Ver mais

Percepções opostas sobre a Argentina
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
Percepções opostas sobre a Argentina “A lista de perrengues diários e dramas nacionais é grande, e a inflação, com certeza, é um dos mais complicados. […] A falta de confiança na ...

Ver mais

Economia + Criatividade = Economia Criativa
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
Economia + Criatividade = Economia Criativa Já se encontra à disposição no Espaço Democrático, a segunda edição revista, atualizada e ampliada do livro Economia + Criatividade = Economia ...

Ver mais

Cafezinho 625 – Fake news que matam
Cafezinho 625 – Fake news que matam
Há tempos eu digo que saímos da Sociedade da Informação ...

Ver mais

Cafezinho 624 – Desastres não naturais
Cafezinho 624 – Desastres não naturais
Ao longo dos anos, o Brasil experimentou uma variedade ...

Ver mais

Cafezinho 623 – Duas lamas, duas tragédias
Cafezinho 623 – Duas lamas, duas tragédias
O Brasil está vivenciando duas lamas que revelam muito ...

Ver mais

Cafezinho 622 – Sobre liderança e culhões
Cafezinho 622 – Sobre liderança e culhões
Minhas palestras e cursos sobre liderança abrem assim: ...

Ver mais

Café Com Leite 2 – Cada um por si

Café Com Leite 2 – Cada um por si

Luciano Pires -

 

(barbara) Bom dia, boa tarde, boa noite!

Você não gosta de política é? Que coisa chata! Sua família discute, às vezes fala alto, briga, seus colegas da escola acham que sabem sobre política, mas será que não estão apenas repetindo o que ouvem dos outros?

Olha, a política é necessária, viu? E você precisa entender algumas coisinhas antes de dar opiniões sobre ela!

Meu nome é Bárbara Stock e você está no Café Com Leite, um podcast feito para ajudar você a… pensar! E junto comigo, está a Babica, meu avatar!

(babica) Oieeeeeeeee. Tô aqui outra vez pra dizer que estamos muito felizes com o carinho com que este Café Com Leite está sendo recebido! Olha o recado que a Sara mandou!

RECADO DO OUVINTE

(barbara) Que legal, Sara! Tô sabendo que você tem 15 anos, não é? Pois é, a gente vai mergulhar nuns assuntos bem sérios aqui, mas tratados de uma forma que o público infanto juvenil aproveite! E contamos com sua audiência sempre!

(babica) Não só audiência, mas que ajude a gente a espalhar o Café Com leite por aí, não é?

(barbara) Claro! Sara, você ganhou uma camiseta! Vamos entrar em contato para explicar como fazer. Depois queremos uma foto sua com ela, viu? Muito obrigado pelo comentário!

(babica) Se você quiser comentar este episódio, mande uma mensagem de voz para nós no whatsapp 11 93723-7711. Se sua mensagem for escolhida, vamos publicá-la no próximo episódio e você ganhará uma camiseta muito legal, que você mesmo escolherá!

EFEITO SONORO DO ÓCULOS VIRTUAL

(barbara) Que legal! Estamos adorando fazer este programa junto com você, viu? O que é que vai acontecer hoje, Babica?

Sobe efeito

(babica) Ah, hoje vamos viajar no tempo! Imagine que você está usando um óculos de realidade virtual e está num jogo que tem muita história legal. Vem comigo, uiiii!!

EFEITO DE DISCUSSAO GENTE BRIGANDO NA IDADE DA PEDRA

(babica) O episódio de hoje é baseado num texto de um escritor brasileiro chamado Rubem Alves.

(barbara) Há muito, muito tempo, antes mesmo que a roda tivesse sido inventada, a vida era uma pancadaria geral. Pauladas, pedradas, cada um por si. Um famoso pensador inglês chamado Thomas Hobbes disse que era como se as pessoas estivessem vivendo uma “guerra de todos contra todos”.

Sobe o efeito

Não havia leis nem regras a serem respeitadas. E isso era um problema. A gente sabe que essas regras servem para proibir aquilo que não pode ser feito.

Mas, naquele tempo, cada um fazia o que queria. Roubar não era crime porque não havia uma lei que dissesse “é proibido roubar”. Matar não era crime porque não havia uma lei que dissesse “é proibido matar”. E não havia pessoas encarregadas de fazer cumprir a lei: juízes, polícia. Quem fosse maior, mais forte, mais poderoso, mandava.

(babica) Ah, já sei! Era como a Cidade dos ladrões, do desenho Hora da Aventura! Ou, como no anime Full Metal Alchemist, quando mostra a Muralha de Briggs, onde quem manda é o mais forte!

(barbara) Isso mesmo! É fácil entender. Vamos entrar em outro cenário… agora você está num estádio de futebol.

EFEITO DO ESTÁDIO COM TORCIDA

(barbara) As arquibancadas cheias, os torcedores animados ao verem seus times entrando em campo e gritando de felicidade, porque mais uma partida vai começar!

sobe

Agora, imagine que esse jogo acontece na época quando não havia regras e nem um juiz que apitasse as faltas. Tudo era permitido. Tapas, socos, agressões de todo tipo, rasteiras, xingamentos, levar a bola com a mão, mudar de time no meio do jogo.

Imagine que doideira seria esse tal de futebol daquela época né?

(babica) Ué, mas será que isso é mesmo futebol?

(barbara) Você está em dúvida… ainda não entendeu como jogar, porque se antes quem era da sua equipe lutava do seu lado, agora ao final de cada jogo o número de mortos e feridos era grande. Os jogadores mudam de lado quando querem.

Seus amigos amam esse jogo e querem continuar a jogá-lo, mas fica chato. Eles não querem mais sentir medo da violência e de seus avatares serem mortos sem motivo…

(babica) Opa! Eu não quero isso, não! Essa fase não tem regras claras! É impossível passar pra próxima!

(barbara) Pois é. Então os jogadores se reúnem e dizem: “Não é possível continuar assim. Vamos fazer regras. E vamos ter, no campo, um outro tipo de jogador que faça com que as regras sejam cumpridas.”

E assim eles fazem. Mudam as regras do jogo. E o futebol se transforma num jogo civilizado, no qual as pessoas respeitam umas às outras (às vezes…), pois sabem que se não obedecerem às regras, perderão e não passarão de fase.

(babica) Já entendi. Se não tiver regra, vira uma bagunça e o mais forte é que vai levar vantagem, né?

(barbara) Isso mesmo. Os homens (da vida real) daqueles tempos cheios de agressões sem propósito, chegaram à mesma conclusão. Não valia a pena continuar a viver daquele jeito. Então eles se reuniram numa grande assembleia e chegaram a um acordo: “Só há uma solução. É preciso que cada um deixe de fazer o que lhe dá na cabeça. Precisamos de regras, que vamos chamar de leis.

Mas, para ter leis, precisamos de um homem que faça cumprir as leis. E não é só isso: um homem que tenha o poder para punir todos aqueles que não cumprirem a lei.”

Naruto soundtrack

(babica) Há, também já sei! É como em NARUTO, onde antes de existirem as vilas, só tinha aqueles clãs ninjas que guerreavam entre si. Era só tiro, porrada e bomba!

(barbara). Justamente! Depois o povo decide que não dá pra viver daquela forma. E um dia, as principais clãs se reúnem e resolvem fazer as pazes, porque viver sem regras, um matando o outro todo dia não tava dando certo. E começam a buscar por uma forma de viver em harmonia. O objetivo era construir uma grande vila para que todos pudessem morar em paz.

(babica) Daí escolhem um dos dois líderes dos dois clãs para ser o Hokage, o líder supremo da vila.

(barbara) Isso mesmo! E voltando para aquela época distante, com os homens reais, eles decidiram abrir mão das suas pequenas vontades individuais para poder viver uns com os outros em paz.

A partir daquele momento não valia pensar: vou fazer o que eu quero, eu mando em mim! As pessoas tinham de respeitar umas às outras!

E para que houvesse um homem que fizesse as leis e punisse os criminosos eles escolheram um que seria o seu rei, que reinaria para a paz dos homens comuns, os seus súditos.

(babica) Mas então o rei teria de ser uma pessoa que, ao mesmo tempo, combinasse sabedoria para fazer as coisas certas e força para punir os malfeitores, não é?

(barbara) Isso mesmo, Babica. No futebol, por exemplo, os malfeitores são aqueles que, pensando que o juiz está distraído, dão rasteiras e tentam fazer gols com a mão. Se o juiz ficar desatento e não apitar as faltas, a partida de futebol vira pancadaria.

Mas sabe qual era o problema? Os homens que elegeram o rei não eram bons de pensar…

(babica) E acabaram escolhendo mal, não é?

Sobe ou troca a música

(barbara) Pois é. Mas isso é história pra outros episódios. Neste aqui, chegamos nos dias atuais.  Em período de eleição todos os candidatos que estão disputando nossos votos se apresentam como honestos, puros, pessoas que só desejam o bem do povo. Mas o povo não conhece bem essas pessoas nem como tudo funciona. Acredita naquilo que elas dizem.

(babica) É. As falas de muitos dos candidatos são como a isca no anzol do pescador. O objetivo é pescar o voto do povo, falando o que o povo quer ouvir.

(barbara) Sim. Mas também é claro que existem candidatos honestos e bem intencionados. Mas a história já mostrou que é muuuuuuito importante a gente ficar esperto na hora de escolher quem vamos eleger para fazer as regras que vão conduzir nossas vidas.

(babica) Então. Mas nós vamos continuar essa história nos próximos episódios?

(barbara) Claro, Babica! A gente só começou a contar como a história começou. Nos próximos episódios vamos com mais detalhes.

E não esqueça, nosso whatsapp é o 11 93723-7711. É por ele que esperamos que você nos envie uma mensagem. Se ala for a escolhida, você vai ganhar uma camiseta.

Sobe a música

Meu nome é Bárbara Stock

(babica) E eu sou o babica!

(barbara) Somos suas companheiras neste Café Com Leite, que é feito com muito carinho pela turma do Podcast Café Brasil. Quem nos ajudou com o texto foi a Milena Campello, a edição é do Senhor A e a direção é do Luciano Pires.

Para terminar, uma frase que é muito falada para quem diz que não gosta de política. Quem disse foi um importante filósofo chamado Platão. Como é mesmo, Babica?

(babica) Não há nada de errado com aqueles que não gostam de política. Simplesmente serão governados por aqueles que gostam.