s
Portal Café Brasil
Corrente pra trás
Corrente pra trás
O que vai a seguir é um capítulo de meu livro ...

Ver mais

O que é um “bom” número de downloads para podcasts?
O que é um “bom” número de downloads para podcasts?
A Omny Studio, plataforma global na qual publico meus ...

Ver mais

O campeão
O campeão
Morreu Zagallo. Morreu o futebol brasileiro que aprendi ...

Ver mais

O potencial dos microinfluenciadores
O potencial dos microinfluenciadores
O potencial das personalidades digitais para as marcas ...

Ver mais

Cafezinho 619 – Don´t make stupid people famous
Cafezinho 619 – Don´t make stupid people famous
As pessoas que realmente fazem diferença na sua vida ...

Ver mais

Café Brasil 921 – A Praça e a torre
Café Brasil 921 – A Praça e a torre
O livro "A Praça e a Torre: Redes, Hierarquias e a Luta ...

Ver mais

Café Brasil 920 – No Caravelas
Café Brasil 920 – No Caravelas
O Caravelas Podcast foi criado pelo advogado e ...

Ver mais

Café Brasil 919 – Muito Além do Jardim
Café Brasil 919 – Muito Além do Jardim
Neste episódio, a partir de um filme delicioso, uma ...

Ver mais

LíderCast Especial Ozires Silva – Parte 2
LíderCast Especial Ozires Silva – Parte 2
Segunda parte da entrevista realizada com o ex-ministro ...

Ver mais

LíderCast Especial Ozires Silva – Parte 1
LíderCast Especial Ozires Silva – Parte 1
Seguindo na missão de trazer de volta alguns dos ...

Ver mais

LíderCast 316 – Gustavo Succi
LíderCast 316 – Gustavo Succi
No episódio de hoje temos Gustavo Succi, que é o CEO da ...

Ver mais

LíderCast 315 – Marina Helena
LíderCast 315 – Marina Helena
Hoje temos como convidada Marina Helena, pré-candidata ...

Ver mais

Café² – Live com Christian Gurtner
Café² – Live com Christian Gurtner
O Café², live eventual que faço com o Christian ...

Ver mais

Café na Panela – Luciana Pires
Café na Panela – Luciana Pires
Episódio piloto do projeto Café na Panela, com Luciana ...

Ver mais

Sem treta
Sem treta
A pessoa diz que gosta, mas não compartilha.

Ver mais

O cachorro de cinco pernas
O cachorro de cinco pernas
Quantas pernas um cachorro tem se você chamar o rabo de ...

Ver mais

Daniel Kahneman, a economia e a psicologia
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
Daniel Kahneman, a economia e a psicologia   “O trabalho de Kahneman é realmente monumental na história do pensamento”. Steven Pinker (Entrevista em 2014 ao jornal The Guardian) ...

Ver mais

Oppenheimer e a Bomba
alexsoletto
Iscas Científicas
  Texto de Alex Soletto   “Agora me tornei a Morte, o destruidor dos mundos” (frase do livro hindu Bhagavad Gita)   A frase foi repetida por Oppenheimer após o teste da ...

Ver mais

G20
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
Esclarecendo o que é o G20          Katherine Buso    Luiz A. Machado  Paulo Galvão Jr. 1. Considerações iniciais O presente artigo analisa os principais indicadores econômicos do Grupo dos Vinte ...

Ver mais

Talentos, tecnologia, tesouros e tolerância
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
Talentos, tecnologia, tesouros e tolerância “É a relação entre quem tem a força das ideias e quem tem o poder da força que permite progredir no tempo e no espaço na cidade, de forma ...

Ver mais

Cafezinho 618 – Uma descoberta no Polo Norte
Cafezinho 618 – Uma descoberta no Polo Norte
Em 2008 eu embarquei numa viagem até o Polo Norte, que ...

Ver mais

Cafezinho 917 – Mais pedras no lago
Cafezinho 917 – Mais pedras no lago
Já devíamos ter percebido que a colaboração e a união ...

Ver mais

Cafezinho 616 –  Bem-vindo, seu Caos
Cafezinho 616 –  Bem-vindo, seu Caos
Vivemos numa era de caos. Não se trata mais de planejar ...

Ver mais

Cafezinho 615 – Esquerda e direita
Cafezinho 615 – Esquerda e direita
Ser verdadeiramente racional significa estar aberto a ...

Ver mais

Café Com Leite 69 – O coração leve

Café Com Leite 69 – O coração leve

Luciano Pires -

Babica: Bárbara, eu queria conversar sobre um assunto que a gente sempre trata aqui no Café Com Leite.

Bárbara: Ah, aposto que consigo adivinhar!

Babica: O quê?

Bárbara: Moral e ética!

Babica: Ué? Como você sabe?

Bárbara: Ahahahahaha, porque esse é o assunto mais importante aqui do Café Com Leite. Vamos sempre falar disso!

Meu nome Bárbara Stock e este é o Café Com Leite, um podcast para famílias com crianças inteligentes e para pais que se importam.

Babica: E eu sou a Babica, o avatar da Bárbara que vive dentro do celular dela! Também estarei aqui com você!

Bárbara: Babica, quem é o ouvinte de hoje?

Babica: Hoje é a Alice!

COMENTÁRIO DO OUVINTE

Bárbara: Ahahaahhahaha, Alice de São Caetano do Sul já mandou até o tamanho da camiseta!

Babica: Ahahahahah é assim mesmo! Ela tem certeza que ia ganhar. E ganhou!

Bárbara: Um beijão para você Alice! Você ganhou uma linda camiseta do Café Com Leite! Entre em contato conosco pra combinarmos o envio. Muito obrigada pela mensagem!

Babica: E se você gostou do nosso Café com Leite, mande uma mensagem de voz para nós no whatsapp 11915670602. Se sua mensagem for escolhida, vamos publicá-la no próximo episódio e você ganhará uma camiseta muito legal!

____________________________________________

Bárbara: Babica! Tenho uma história sobre uma deusa do Egito que você vai gostar..

Babica: Lá vem…

Bárbara: O nome dela era Ma’at.

Babica: Maat!

Bárbara: Ma, apóstrofo, at.

Babica: Apóstrofo é o sobrenome dela?

Bárbara: Rarararraarra, não. Apóstrofo é um sinal gráfico, como se fosse uma virgulazinha pequena que gosta de se encaixar entre palavras e fazer algumas coisinhas especiais.

Babica: Quais coisinhas?

Bárbara: Ele pode unir duas palavras para formar uma só. Por exemplo, em vez de dizer “de água”, a gente pode escrever “d” apóstrofo “água”! D´água.

Babica: Ahhhhhh, é aquele sinalzinho que faz com que pingo de água vire pingo d´água!

Bárbara: Isso mesmo. E o nome da deusa lá é Ma’at.

Babica: Tá bom. Você tá caprichando nos nomes, né?

Bárbara: Eu não tenho culpa… No Antigo Egito, Ma’at era uma deusa fundamental, que representava a ordem cósmica, a justiça e a verdade.

Babica: Ordem cósmica?

Bárbara: A ordem cósmica é como se fosse uma dança ou equilíbrio no universo, onde estrelas, planetas e outros elementos têm papéis importantes, como se fossem personagens numa peça teatral. Cada um tem um lugar e realiza suas atividades de maneira organizada, como se estivessem ensaiando uma grande dança.

Babica: entendi…

Bárbara: Essa ordem cósmica é como uma regrinha que faz com que tudo no universo funcione corretamente, onde cada coisa sabe o que fazer e quando fazer, num espetáculo bonito e equilibrado. A deusa Ma´at representava essa ordem cósmica. Ela era uma mulher com uma pena de avestruz em sua cabeça.

Babica: Uma pena de avestruz? Mas era o quê? Carnaval?

Bárbara: Ahahahahahaha. Não, Babica, a pena de avestruz simbolizava a verdade, e a ideia era que, durante a vida após a morte, o coração do falecido era pesado em uma balança contra a pena de Ma’at.

Babica: Espera, Bárbara. Vida após a morte? Como assim?

Bárbara: Os antigos egípcios acreditavam que a vida na Terra era apenas uma fase passageira, Babica. A morte era vista como uma transição para uma existência eterna. Quando morriam, as pessoas iam para outro lugar.

Babica: Era por isso que eles tinham múmias?

Bárbara: Ah, Babica, essa crença deles é muito complicada, um dia a gente faz um programa falando disso, tá bem?

Babica: Tá.

Bárbara: Então, a pena de avestruz simbolizava a verdade. Quando a pessoa morria e ia para outro lugar, eles colocavam o coração dela num prato de uma balança, com a pena da deusa Ma´at no outro prato.

Babica: Não tô acreditando…

Bárbara: Espera.  Se o coração fosse mais pesado que a pena, indicava que a pessoa tinha agido de maneira injusta ou desonesta durante sua vida aqui na Terra. Se o coração fosse mais leve que a pena, significava que a pessoa tinha vivido de acordo com os princípios éticos de Ma’at.

Babica: Essas histórias são muito loucas, mas eu entendi! Então, ela era meio como uma juíza.

Bárbara: Sim, exatamente! Ma’at era como uma guardiã da ética e da moralidade. Ela influenciava não apenas a vida após a morte, mas também a vida diária das pessoas. A deusa Ma’at era muito importante para as pessoas entenderem como viver uma vida significativa e como contribuir para a harmonia do universo. Essa deusa representava a importância de viver de acordo com princípios éticos para alcançar um equilíbrio duradouro.

Babica: Princípios éticos… a gente já falou disso por aqui, não?

Bárbara: Ah, falamos várias vezes. Mas discutir ética nunca é demais. A palavra “ética” vem do grego antigo, mais especificamente de “ethos”, que significa caráter e modo de ser.

Babica: Ética tem a ver com caráter, então? Falamos muito disso nos episódios 30 até o 33.

Bárbara: Sim! A ética é como um manual invisível que nos ajuda a decidir o que é certo ou errado. Imagina ser um super-herói das boas ações todos os dias.

Babica: Como assim?

Bárbara: Tipo, se encontrasses algo que não é seu, o que você faria?

Babica: Eu devolveria, claro!

Bárbara: Exatamente! Isso é ética em ação. Agir corretamente mesmo quando ninguém está vendo, lembra?

Babica: Lembro! Lembro da ética das virtudes, de ser bom praticando boas ações todo o tempo. Isso é muito antigo, não é?

Bárbara: Sim. Lembra dos filósofos? Sócrates, Aristóteles, Platão… todos eles falaram sobre ética.  Há outros como Kant, que dizia que agir corretamente era um dever, independentemente das consequências. E outro chamado John Stuart Mill, que achava que as ações eram certas se trouxessem felicidade geral.

Babica: Então existem formas diferentes de compreender a ética?

Bárbara: Exatamente! Cada filósofo contribuiu com ideias únicas. Mas, no fundo, ética é sobre ser gentil, honesta e justa nas ações do dia a dia.

Babica: Vou ser uma super-heroína ética!

Bárbara: Isso mesmo, Babica! Ser ético faz do mundo um lugar melhor. Tratar os outros como gostaríamos de ser tratados é uma regra importante.

Babica: Lembro do Nico na escola.

Bárbara: O Nico? O que ele fez

Babica: O Nico encontrou dinheiro na sala de aula. Mesmo quando ninguém estava olhando, ele devolveu à professora.

Bárbara: Muito bem! Isso é agir com ética, fazer o que é certo, mesmo quando ninguém está olhando!

Babica: Oh, entendi! É tipo ser um super-herói todos os dias.

Bárbara: Sim, é exatamente isso! Ser ético não é apenas sobre ações, mas também sobre palavras. Como falamos com os outros é tão importante quanto o que fazemos. Imagina se todos fossem amáveis e respeitosos uns com os outros.

Babica: Seria bem legal!

Nico: Oi!

As duas: Nicoooooooo!!

Babica: Estávamos falando de você!

Bárbara: Eu queria dar os parabéns pra você?

Nico: Ué? N-n-não é meu aniversá-sário!

Bárbara: Ahahahahahah… não é por causa do aniversário. É que a Babica me contou que você achou dinheiro na sala de aula e devolveu, mesmo que ninguém estivesse olhando.

Nico: Ué? M-mas-mas não era pra devolver?

Babica: Nico, tem gente que diz que achado não é roubado! Se você achou, azar de quem perdeu!

Nico: Ah, m-mas n-não é assim! Quando você acha dinheiro, significa que alguém perdeu! Alguém deve estar preocupado e chorando!

Babica: Nico! Você nem gaguejou!

Nico: Ah, é que e-esses assuntos me deixam muito liga-gado.

Bárbara: Nico, por que a ética é tão importante?

Nico: Hmm, acho que é p-porque torna o mundo um lugar melhor para to-todos.

Bárbara: Excelente! Tá vendo, Babica?

Babica: TÔ sim! Quando todos agem com ética, criamos um ambiente onde podemos confiar uns nos outros.

Nico: Sendo g-gentil, honesta e justa, v-você contribui para um mundo mais ético e feliz.

Babica: Vou fazer isso! Obrigada Bárbara e Nico por me ensinarem sobre ética!

Nico: De na-nada! Fui!

As duas: Tchau, Nico!

Bárbara: De nada, Babica! Lembra-te, a ética é uma superforça que todos podemos usar para fazer a diferença no mundo.

Babica: Agora vou procurar a deusa Ma´at.

Bárbara: Pra quê?

Babica: Quero saber o que acontecia com quem tinha o coração pesado.

Bárbara: Ah, mas isso eu conto!

Babica: Você sabe?

Bárbara: Sei! Quem tinha o coração pesado era condenado a passar a eternidade no Duat, uma espécie de submundo. Quem tinha o coração bom e puro era enviados para Aaru, uma espécie de paraíso.

Babica: Então temos de viver uma vida para ter o coração leve!

Bárbara: Tratando os outros…

Babica: … como nós gostaríamos de sermos tratados.

_____________________________________

Bárbara: Não esqueça então: agora os assinantes do Café Com Leite recebem um conteúdo extra no final de cada episódio!

Babica: Isso mesmo! Pule pra dentro do Café Com Leite! Ajude a gente a continuar! No canalcafebrasil.com.br

Bárbara: Venha pro Clube Café Com Leite!

_______________________________________________________

Bárbara: Muito bem! Eu sou a Bárbara Stock…

Babica: E eu sou a Babica! O avatar de Bárbara que mora no celular dela.

Bárbara: somos suas companheiras neste Café Com Leite, que é feito com muito carinho pela turma do Podcast Café Brasil. A edição é do Senhor A e o texto e direção são do Luciano Pires.

E hoje como vamos encerrar o episódio?

Babica: Ah, vou com uma frase do detetive Booker DeWitt no game BioShock Infinite.

“Nós fazemos escolhas, mas no final, são nossas escolhas que nos fazem.”