s
Portal Café Brasil
Por dentro das Big Techs
Por dentro das Big Techs
Alguma coisa está mudando na cultura do trabalho, e ...

Ver mais

Um pouquinho de história
Um pouquinho de história
Um pouquinho de história só para manter as coisas em ...

Ver mais

Não olhe para cima
Não olhe para cima
Não olhe para cima é uma comédia para ser levada a ...

Ver mais

Nem tudo se desfaz
Nem tudo se desfaz
Vale muito a pena ver a história da qual somos ...

Ver mais

Café Brasil 805 – O Estupro da Mente
Café Brasil 805 – O Estupro da Mente
Muito bem! No episódio passado, eu introduzi o conceito ...

Ver mais

Café Brasil 804 – Psicose de formação em massa
Café Brasil 804 – Psicose de formação em massa
O termo Mass Formation Psychosis, psicose de formação ...

Ver mais

Café Brasil 803 – Enquanto houver sol
Café Brasil 803 – Enquanto houver sol
E aí? Pronto pro ano novo? Tá complicado, é? Muita ...

Ver mais

Café Brasil 802 – A Lei de Lindy
Café Brasil 802 – A Lei de Lindy
Olhe pela janela... o que restará daqui a 100 anos, de ...

Ver mais

LíderCast 227 – Leticia Zamperlini e Cristian Lohbauer
LíderCast 227 – Leticia Zamperlini e Cristian Lohbauer
No programa de hoje temos Leticia Zamperlini e Cristian ...

Ver mais

Café Brasil 793 – LíderCast Antônio Chaker
Café Brasil 793 – LíderCast Antônio Chaker
Hoje bato um papo com Antônio Chaker, que é o ...

Ver mais

Café Brasil 789 – LíderCast Osvaldo Pimentel – Monetizze
Café Brasil 789 – LíderCast Osvaldo Pimentel – Monetizze
Hoje bato um papo com Osvaldo Pimentel, CEO da ...

Ver mais

Café Brasil 785 – LíderCast Leandro Bueno
Café Brasil 785 – LíderCast Leandro Bueno
Hoje bato um papo muito interessante com Leandro Bueno, ...

Ver mais

Café na Panela – Luciana Pires
Café na Panela – Luciana Pires
Episódio piloto do projeto Café na Panela, com Luciana ...

Ver mais

Sem treta
Sem treta
A pessoa diz que gosta, mas não compartilha.

Ver mais

O cachorro de cinco pernas
O cachorro de cinco pernas
Quantas pernas um cachorro tem se você chamar o rabo de ...

Ver mais

Leitura do Cafezinho 304 – (in) Tolerância
Leitura do Cafezinho 304 – (in) Tolerância
A intolerância é muito maior na geração que mais teve ...

Ver mais

Os novos Odoricos
Fernando Lopes
Iscas Politicrônicas
Dias Gomes (1922-1999) foi um grande autor de romances, peças teatrais e novelas. Também pertencia à Academia Brasileira de Letras, nos bons tempos em que ser escritor era pré-requisito óbvio ...

Ver mais

Trivium: Capítulo 5 – Predicáveis: Classificação e Números (parte 4)
Alexandre Gomes
Os PREDICÁVEIS representam a mais completa classificação das relações que podem ser afirmadas DE UM PREDICADO. em relação a um sujeito, TANTO QUANTO as categorias (do ser) são a mais completa ...

Ver mais

Expectativas em relação à China
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
Expectativas em relação à China “Embora ainda seja prematuro especular sobre os delineamentos básicos de uma nova e inevitável ordem internacional, a evolução dos acontecimentos parece apontar ...

Ver mais

Trivium: Capítulo 5 – Formas Proposicionais A E I O (parte 3)
Alexandre Gomes
As distinções apresentadas na lição anterior são as bases da CONCEITUAÇÃO e do MANEJO das proposições. Usando a qualidade, ou tanto a quantidade quanto a modalidade, como base, TODA PROPOSIÇÃO ...

Ver mais

Cafezinho 458 – Pedrinha no lago
Cafezinho 458 – Pedrinha no lago
Procure gente que valoriza o pensamento, que puxa para ...

Ver mais

Cafezinho 457 – Eu não sabia
Cafezinho 457 – Eu não sabia
O jornalista, crítico da mídia e filósofo amador ...

Ver mais

Cafezinho 456 – Humildade na liderança
Cafezinho 456 – Humildade na liderança
Quando você mistura ignorância com arrogância, pitadas ...

Ver mais

Cafezinho 455 – Para pensar direito
Cafezinho 455 – Para pensar direito
George Orwell escreveu: "Se as idéias corrompem a ...

Ver mais

Banda Black Rio

Banda Black Rio

Luciano Pires -

alt

Banda Black Rio é um grupo carioca formado em 1976 pelo saxofonista Oberdan Magalhães pelo trompetista José Carlos Barroso (Barrosinho) juntamente com o guitarrista Claudio Stevenson, o baterista Luiz Carlos Batera, o baixista Jamil Joanes, Lucio Trombone e o tecladista Cristovao Bastos com repertório fundamentado na música funk misturada com samba, jazz e ritmos brasileiros.

A idéia surgiu a partir do produtor Don Filó, na época contratado pela WEA Discos (Warner/Elektra/Atlantic) que pilotava o sucesso fonográfico das equipes de som com os parceiros Alcione Magalhães (irmão de Oberdan Magalhães) e Nirto Promoções (primo de Don Filó). A equipe Soul Grand Prix, que liderava as vendas de disco pelo movimento black resolveu inovar no lançamento do seu segundo LP pela WEA, criando em 1976 uma surpresa.

Don Filó convenceu a cúpula da gravadora (Andre Midani e Mazola) a incluir uma faixa instrumental da música “Juju Man” do grupo alemão “Passport” no novo LP da Soul Grand Prix. Oberdan Magalhães foi arregimentado para montar o grupo que teve como base o grupo “Azimuth”, além dos saudosos Oberdan Magalhães, Barrosinho e Marcio Montarroyos.

Com um swing samba/funky/Brasil, a música foi um sucesso nas pistas de dança black. Estava aberto o caminho para a criação da Banda Black Rio, que envolveu Luis Carlos (bateria e percussão), Barrosinho (trumpete), Lucio (trombone), Claudio Stevenson (guitarra), Jamil Joanes (baixo), Cristovão Bastos (piano).
A produção do primeiro álbum foi do produtor Mazola, cabendo a Don Filó a coordenação artística e concepção de repertório, juntamente com Oberdan Magalhães.

Oberdan Magalhães e Barrosinho integraram, entre o final da década de 60 e início da década de 70, o grupo Abolição, grupo esse que acompanhava o pianista Dom Salvador, e com quem, em 1971, gravaram o álbum “Som, Sangue e Raça”.

Ainda na década de 70, Salvador resolve morar em Nova York; com isso, Barrosinho e Oberdan resolvem criar um nova banda, a “Banda Black Rio”.

A banda gravou 6 discos: Maria Fumaça, produzido por Mazola, foi o primeiro álbum, originalmente lançado em 1977, e no mesmo ano a canção que da nome ao álbum foi o tema de abertura da telenovela Locomotivas da Rede Globo. Gafieira Universal, o segundo, foi produzido por Durval Ferreira e lançado em 1978: Gafieira Universal. Esse álbum marcou a estréia do grupo na RCA.

O terceiro álbum, Saci Pererê, foi lançado em 1980. O quarto foi com o cantor Caetano Veloso, show gravado ao vivo no Teatro Carlos Gomes no Rio,em 1978 . Mas so foi lancado pela Universal em 2002. O grupo foi desfeito em 1985,1 ano apos a morte de Oberdan Magalhaes.

Em 2000, a banda foi reeditada pelo produtor musical, William Magalhaes, filho do líder Oberdan Magalhaes; quem leva com muita honra a cultura musical da Black Rio. A banda finca a volta da Black Rio e lança o álbum “Movimento” pela Regata Music. Um pouco diferente das anteriores formações, onde o repertório era de basicamente instrumental, o novo álbum tem faixas com vocais: o cantor e compositor Cassiano assina a direção vocal do disco. Em 2002, a Banda Black Rio lança na Inglaterra pelo Selo Mr Bongo[9] o album Rebirth.

Em 2011, a Banda Black Rio, ainda sob liderança do William Magalhães e ainda mais fortalecida, segue como referência musical no mercado e lança o álbum Super Nova Samba Funk pelo respeitado selo Inglês, Far Out Recordings. Esse disco tem participação de aclamados artistas como Mano Brown, Giberto Gil, Caetano Veloso, Seu Jorge, Elza Soares, Marcio Local, Aleh Ferreira. A banda tráz todos elementos das formações anteriores; o samba com funk, o jazz com o soul, e além disso acrescenta o hip hop e rap como batida contemporânea. Isso dá uma nova prospecção internacional à banda.

Hoje a Banda Black Rio segue sendo um das maiores referências musicais no Brasil e recebe o apoio dos ex-integrantes como Jamil Joanes, Arthur Maia e Darcy Trombone. Além de serem apoiados pelo publico brasileiro e internacional.

http://pt.wikipedia.org/wiki/Banda_Black_Rio

http://www.bandablackrio.com/

http://www.myspace.com/BandaBlackRioOriginal

[youtube]2Y7GgaHfGGQ[/youtube]
[youtube]4v2RgancH3k[/youtube]
[youtube]ah13AKQBl8Y[/youtube]