s
Portal Café Brasil
Henrique Viana
Henrique Viana
O convidado para o LíderCast desta vez é Henrique ...

Ver mais

Deduzir ou induzir
Deduzir ou induzir
Veja a quantidade de gente que induz coisas, ...

Ver mais

Origem da Covid – seguindo as pistas
Origem da Covid – seguindo as pistas
Tradução automática feita pelo Google, de artigo de ...

Ver mais

Palestra Planejamento Antifrágil
Palestra Planejamento Antifrágil
Aproveite o embalo, pois além de ouvir a história, você ...

Ver mais

Café Brasil 788 – Love, Janis
Café Brasil 788 – Love, Janis
Janis Joplin era uma garota incompreendida, saiu da ...

Ver mais

Café Brasil 787 – Reações ao Cuzão
Café Brasil 787 – Reações ao Cuzão
O Café Brasil anterior, o 786 – O Cuzão, rendeu, viu? ...

Ver mais

Café Brasil 786 – O cuzão.
Café Brasil 786 – O cuzão.
Cara, como é complicada a vida de podcaster, bicho! A ...

Ver mais

Café Brasil 785 – LíderCast Leandro Bueno
Café Brasil 785 – LíderCast Leandro Bueno
Sabe quem ajuda este programa chegar até você? É a ...

Ver mais

Café Brasil 785 – LíderCast Leandro Bueno
Café Brasil 785 – LíderCast Leandro Bueno
Sabe quem ajuda este programa chegar até você? É a ...

Ver mais

Café Brasil 775 – LíderCast Henrique Viana – Brasil Paralelo
Café Brasil 775 – LíderCast Henrique Viana – Brasil Paralelo
Um papo muito interessante com Henrique Viana, um jovem ...

Ver mais

Café Brasil 771 – LíderCast Aurelio Alfieri
Café Brasil 771 – LíderCast Aurelio Alfieri
Aurélio Alfieri é um educador físico e youtuber, ...

Ver mais

Café Brasil 766 – LíderCast Ilona Becskeházy
Café Brasil 766 – LíderCast Ilona Becskeházy
E a educação brasileira, como é que vai, hein? Mal, não ...

Ver mais

Café na Panela – Luciana Pires
Café na Panela – Luciana Pires
Episódio piloto do projeto Café na Panela, com Luciana ...

Ver mais

Sem treta
Sem treta
A pessoa diz que gosta, mas não compartilha.

Ver mais

O cachorro de cinco pernas
O cachorro de cinco pernas
Quantas pernas um cachorro tem se você chamar o rabo de ...

Ver mais

Leitura do Cafezinho 304 – (in) Tolerância
Leitura do Cafezinho 304 – (in) Tolerância
A intolerância é muito maior na geração que mais teve ...

Ver mais

Menos Marx, mais Mises
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
Menos Marx, mais Mises  “Apesar de ainda ser muito pouco conhecido entre os jovens brasileiros em comparação com Karl Marx, o nome do economista austríaco Ludwig von Mises se tornou um dos ...

Ver mais

Você ‘tem fé’ no Estado democrático de direito?
Gustavo Bertoche
É preciso lançar pontes.
Hoje, num grupo de professores, um velho colega me escreveu que “tem fé” no “Estado democrático de direito” e na “separação dos poderes”. Mas com uma ressalva: ...

Ver mais

Percepções diferentes na macro e na microeconomia
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
Percepções diferentes na macro e na microeconomia “Na economia, esperança e fé coexistem com grande pretensão científica e também um desejo profundo de respeitabilidade.” John Kenneth Galbraith ...

Ver mais

Não pode nem rir
Fernando Lopes
Iscas Politicrônicas
Todo mundo (ou quase) viu nas redes sociais e nos grupos de whatsapp; vídeo de uma mulher careca de ares muito sérios discorrendo didaticamente sobre a necessidade de mudarmos nossa forma de ...

Ver mais

Cafezinho 422 – A política do ódio
Cafezinho 422 – A política do ódio
Não siga a maioria só porque é maioria. Não siga a moda ...

Ver mais

Cafezinho 421 – A normose
Cafezinho 421 – A normose
É confortante saber que somos normais, não é? Pois é. ...

Ver mais

Cafezinho 420 – A regra dos 30
Cafezinho 420 – A regra dos 30
Pé quente, cabeça fria, numa boa. Mas cuidado porque ...

Ver mais

Cafezinho 419 – Pau que só dá em Chico.
Cafezinho 419 – Pau que só dá em Chico.
Há quem chame isso de dissonância cognitiva, mas não é. ...

Ver mais

Brian May

Brian May

Luciano Pires -

alt
Brian May

Brian Harold May, CBE (Hampton, Middlesex, Inglaterra, 19 de Julho de 1947) é um músico e astrofísico inglês, mais conhecido por ser o guitarrista e um dos vocalistas da banda inglesa Queen desde sua formação, tendo sido, inclusive, um dos responsáveis pela criação da banda (juntamente com Roger Taylor), no início dos anos 1970.

Como guitarrista, é conhecido por seu distintivo timbre assim como pelo fato de ter construído (com seu pai) sua própria guitarra, chamada de Red Special. Ele também escreveu várias músicas famosas da banda como “We Will Rock You”, “Tie Your Mother Down”, “The Show Must Go On” “Who Wants to Live Forever” e “I Want It All”.

Recentemente, lançou em co-autoria um livro sobre como o universo foi desenvolvendo-se após o Big Bang.[1] Também vale destacar que em algumas músicas ele utiliza uma moeda para tocar ao invés de palheta, em outras Brian toca somente com as unhas. Com uma carreira musical que abrange quatro décadas, Brian May um dos fundadores do Queen é um guitarrista de renome mundial e compositor, com a produção e desempenho créditos em gravações, que vendeu mais de 100 milhões de cópias em todo o mundo.

Brian já escreveu 22 sucessos em todo o mundo para os Queen, entre eles os hinos “We Will Rock You”, “The Show Must Go On” e “I Want It All” , e baladas poderosas, incluindo “Who Wants To Live Forever”, “No-One But You (Only The Good Die Young) “e” Save Me “. Como um artista solo de sucesso e respeitado, Brian gravações incluem álbuns Back To The Light (1992), com “Too Much Love Will Kill You” e “Driven By You”, ambos vencedores do Prêmio Ivor Novello, e 1998 do Outro Mundo .

Suas canções continuam a influenciar novas gerações de artistas e ter inspirado gravações por artistas tão diversos como Elton John, Def Leppard, The Royal Philharmonic Orchestra, Shirley Bassey e Eminem. Brian tem desfrutado de colaborações com vários artistas, incluindo Robbie Williams, Foo Fighters, Richard Cliff, Guns N ‘Roses, Diana Ross e Luciano Pavarotti. Ele também foi o orgulho de tocar guitarra característica na música de abertura Jogos Olímpicos de Inverno de 2002, “The Fire Within” para o seu amigo e compositor, o falecido Michael Kamen.

Talvez a exibição mais memoráveis ??de estilo único de Brian e musicalidade foi o seu desempenho de seu próprio arranjo de “God Save the Queen”, ao vivo a partir do telhado do Palácio de Buckingham, para abrir HM da Rainha 2002 as celebrações do Jubileu de Ouro na frente de um público de mais de 200 milhões de pessoas em todo o mundo.

Em 2007, após uma pausa de 30 anos buscando sua carreira musical, Brian voltou ao Imperial College, Londres, para se inscrever para completar sua tese de doutorado em Astrofísica, e depois de um ano, submetido com sucesso a nova versão de sua tese sobre poeira interplanetária. Embora já titular orgulhoso de diplomas honorários das Universidades de Hertfordshire, Exeter e John Moore, de Liverpool, Brian, em 2007, finalmente conseguiu a obtenção de um diploma de doutorado pleno e DIC – Diploma of Imperial College. Brian posteriormente aceitou um cargo de Pesquisador Visitante do Imperial College e será continuar seu trabalho em Astronomia.

http://pt.wikipedia.org/wiki/Brian_May

http://www.brianmay.com/ – em inglês

http://www.freewebs.com/brianmayniac/ – em inglês

http://brianmay1986.vilabol.uol.com.br/

[youtube]JYabmM-uxdE[/youtube]
[youtube]cPD7_hQk7hk[/youtube]
[youtube]HdiZ4NQ3LkE[/youtube]
[youtube]NsleEWE8MPI[/youtube]