s
Portal Café Brasil
Nem tudo se desfaz
Nem tudo se desfaz
Vale muito a pena ver a história da qual somos ...

Ver mais

Henrique Viana
Henrique Viana
O convidado para o LíderCast desta vez é Henrique ...

Ver mais

Deduzir ou induzir
Deduzir ou induzir
Veja a quantidade de gente que induz coisas, ...

Ver mais

Origem da Covid – seguindo as pistas
Origem da Covid – seguindo as pistas
Tradução automática feita pelo Google, de artigo de ...

Ver mais

Café Brasil 788 – Love, Janis
Café Brasil 788 – Love, Janis
Janis Joplin era uma garota incompreendida, saiu da ...

Ver mais

Café Brasil 787 – Reações ao Cuzão
Café Brasil 787 – Reações ao Cuzão
O Café Brasil anterior, o 786 – O Cuzão, rendeu, viu? ...

Ver mais

Café Brasil 786 – O cuzão.
Café Brasil 786 – O cuzão.
Cara, como é complicada a vida de podcaster, bicho! A ...

Ver mais

Café Brasil 785 – LíderCast Leandro Bueno
Café Brasil 785 – LíderCast Leandro Bueno
Sabe quem ajuda este programa chegar até você? É a ...

Ver mais

Café Brasil 785 – LíderCast Leandro Bueno
Café Brasil 785 – LíderCast Leandro Bueno
Sabe quem ajuda este programa chegar até você? É a ...

Ver mais

Café Brasil 775 – LíderCast Henrique Viana – Brasil Paralelo
Café Brasil 775 – LíderCast Henrique Viana – Brasil Paralelo
Um papo muito interessante com Henrique Viana, um jovem ...

Ver mais

Café Brasil 771 – LíderCast Aurelio Alfieri
Café Brasil 771 – LíderCast Aurelio Alfieri
Aurélio Alfieri é um educador físico e youtuber, ...

Ver mais

Café Brasil 766 – LíderCast Ilona Becskeházy
Café Brasil 766 – LíderCast Ilona Becskeházy
E a educação brasileira, como é que vai, hein? Mal, não ...

Ver mais

Café na Panela – Luciana Pires
Café na Panela – Luciana Pires
Episódio piloto do projeto Café na Panela, com Luciana ...

Ver mais

Sem treta
Sem treta
A pessoa diz que gosta, mas não compartilha.

Ver mais

O cachorro de cinco pernas
O cachorro de cinco pernas
Quantas pernas um cachorro tem se você chamar o rabo de ...

Ver mais

Leitura do Cafezinho 304 – (in) Tolerância
Leitura do Cafezinho 304 – (in) Tolerância
A intolerância é muito maior na geração que mais teve ...

Ver mais

Agronegócio, indústria e mudança de mindset
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
Agronegócio, indústria e mudança de mindset “Quando adotamos um mindset, ingressamos num novo mundo. Num dos mundos – o das características fixas –, o sucesso consiste em provar que você é ...

Ver mais

Menos Marx, mais Mises
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
Menos Marx, mais Mises  “Apesar de ainda ser muito pouco conhecido entre os jovens brasileiros em comparação com Karl Marx, o nome do economista austríaco Ludwig von Mises se tornou um dos ...

Ver mais

Você ‘tem fé’ no Estado democrático de direito?
Gustavo Bertoche
É preciso lançar pontes.
Hoje, num grupo de professores, um velho colega me escreveu que “tem fé” no “Estado democrático de direito” e na “separação dos poderes”. Mas com uma ressalva: ...

Ver mais

Percepções diferentes na macro e na microeconomia
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
Percepções diferentes na macro e na microeconomia “Na economia, esperança e fé coexistem com grande pretensão científica e também um desejo profundo de respeitabilidade.” John Kenneth Galbraith ...

Ver mais

Cafezinho 423 – Capital social? Só se der lucro.
Cafezinho 423 – Capital social? Só se der lucro.
Estamos perdendo aquilo que o cientista político e ...

Ver mais

Cafezinho 422 – A política do ódio
Cafezinho 422 – A política do ódio
Não siga a maioria só porque é maioria. Não siga a moda ...

Ver mais

Cafezinho 421 – A normose
Cafezinho 421 – A normose
É confortante saber que somos normais, não é? Pois é. ...

Ver mais

Cafezinho 420 – A regra dos 30
Cafezinho 420 – A regra dos 30
Pé quente, cabeça fria, numa boa. Mas cuidado porque ...

Ver mais

Dupla Ouro e Prata

Dupla Ouro e Prata

Luciano Pires -

alt
Dupla Ouro e Prata

Em 1945 no Bom Retiro existia um grupo vocal – instrumental chamado “Bando do Sereno”. Os rapazes eram amadores mas ganhavam todos os prêmios nas Horas de Calouros. No Natal daquele ano, um desentendimento fez com que o conjunto se desfizesse. Mas um dos vocalistas, o pandeirista Miguel Angelo Roggieri havia prometido a uma garota que o grupo iria abrilhantar sua festa…. A solução que encontrou foi propor a um dos violonistas do conjunto, o seu amigo Renato, comparecerem somente os dois (violão e pandeiro), e assim o fizeram. A dupla agradou em cheio. Entusiasmados, inscreveram-se no programa de calouros “A hora do gato” – de J. Antônio D’Avila – com o nome “Dupla R” (Roggieri e Renato); ganharam o prêmio. O Diretor da Rádio Bandeirantes, José Nicolini, gostou dos dois rapazes e resolveu contratá-los, inicialmente por seis meses (tempo que foi prorrogado para oito meses).

Nos ultimos quatro meses do contrato, (por incompatibilidade), ocorreu a troca de um dos integrantes , o Renato, pelo outro violonista (e crooner) do Bando do Sereno, o Rubião de Oliveira. Em uma das apresentações, o animador Vicente Leporace, que não gostava do nome “Dupla R” , sugeriu a troca : e , Num improviso, na hora da apresentação, anunciou: “Com vocês , a grande Dupla Ouro e Prata !” – E o nome ficou…. e o estilo tambem marcou, ja que, com aqueles arranjos, a dupla parecia um conjunto ( eram os arranjos do Bando do Sereno).

Nos ultimos quatro meses,(por incompatibilidade), ocorreu a troca de um dos integrantes , o Renato, pelo outro violonista (e crooner) do Bando do Sereno, o Rubião de Oliveira. Em uma das apresentações, o animador Vicente Leporace, que não gostava do nome “Dupla R” , sugeriu a troca : e , Num improviso, na hora da apresentação, anunciou: “Com vocês , a grande Dupla Ouro e Prata !” – E o nome ficou…. e o estilo tambem marcou, ja que, com aqueles arranjos, a dupla parecia um conjunto ( eram os arranjos do Bando do Sereno).

No Carnaval de 1949, o maior sucesso coube à Dupla, com o samba “Bebo” de José Roy e Vitor Simon.

Nem bem aconteceu a vitória naquele Carnaval e… um terrível e inesperado fato abalou os meios artísticos: Uma doença que, dias antes, se apoderara do nosso Rubião de Oliveira,no Sabado de Aleluia de 1949,aos 23 anos de idade levou-o para a eternidade, pegando de surpresa todos os que o circundavam. E o Miguel ficou arrazado, com uma expressão angustiosa estampada no rosto, só pensando em parar com tudo. Nem lhe passava pela mente prosseguir na carreira artística. Porém os diretores da emissora procuraram convencê-lo a não parar, dando-lhe o tempo que fosse necessário para conseguir outro parceiro. Esse gesto fez renascer nele o desejo de continuar.

http://www.duplaouroeprata.com.br

[youtube]4oY-rSbLdl4[/youtube]
[youtube]SVftsTxRsBY[/youtube]
[youtube]psiWUA-_wGU[/youtube]