s
Portal Café Brasil
Pacto brutal
Pacto brutal
Terminei de assistir a Pacto Brutal, a mini série da ...

Ver mais

Isca Intelectual – O paraquedas de Da Vinci
Isca Intelectual – O paraquedas de Da Vinci
Cerca de 500 anos atrás, Leonardo da Vinci teve a ideia ...

Ver mais

Isca Intelectual – Música na cabeça e no corpo
Isca Intelectual – Música na cabeça e no corpo
Na isca de hoje, você verá Anna-Maria Helefe fazendo ...

Ver mais

Isca Intelectual – O mago Steve Ray Vaughn
Isca Intelectual – O mago Steve Ray Vaughn
Quando você domina sua técnica, tem repertório e ...

Ver mais

Café Brasil 834 – A Lei de Gresham
Café Brasil 834 – A Lei de Gresham
Quando lancei meu livro Brasileiros Pocotó em 2004, e ...

Ver mais

Café Brasil 833 – Rio, beleza e caos
Café Brasil 833 – Rio, beleza e caos
Um cantinho e um violão / Este amor, uma canção Pra ...

Ver mais

Café Brasil 832 – Carta Aberta Ao Brasil – Revisitado
Café Brasil 832 – Carta Aberta Ao Brasil – Revisitado
Em 2016 viralizou uma carta aberta ao Brasil, que um ...

Ver mais

Café Brasil 831 – Nossos problemas
Café Brasil 831 – Nossos problemas
Problemas, problemas, problemas.... todo mundo tem ...

Ver mais

LíderCast 237 – Marcus Kanieski
LíderCast 237 – Marcus Kanieski
No programa de hoje temos Markus Kanieski, advogado de ...

Ver mais

LíderCast 236 – Paulo Ganime
LíderCast 236 – Paulo Ganime
No programa de hoje temos Paulo Ganime, Deputado ...

Ver mais

LíderCast 235 – Gilberto Lopes
LíderCast 235 – Gilberto Lopes
Hoje a conversa é com Gilberto Lopes, o Giba, que é CEO ...

Ver mais

LíderCast 234 – Danilo Cavalcante
LíderCast 234 – Danilo Cavalcante
Hoje o convidado é o Danilo Cavalcante, que se diz ...

Ver mais

Café na Panela – Luciana Pires
Café na Panela – Luciana Pires
Episódio piloto do projeto Café na Panela, com Luciana ...

Ver mais

Sem treta
Sem treta
A pessoa diz que gosta, mas não compartilha.

Ver mais

O cachorro de cinco pernas
O cachorro de cinco pernas
Quantas pernas um cachorro tem se você chamar o rabo de ...

Ver mais

Leitura do Cafezinho 304 – (in) Tolerância
Leitura do Cafezinho 304 – (in) Tolerância
A intolerância é muito maior na geração que mais teve ...

Ver mais

A boa e velha realidade
Fernando Lopes
Iscas Politicrônicas
Frases que começam com as expressões “Então…” ou “Veja bem…” não têm como dar certo. Caso o cidadão receba resposta principiando com essas pérolas, pode esperar: Vem chumbo. Você ...

Ver mais

A visão pornográfica de mundo
Gustavo Bertoche
É preciso lançar pontes.
A minha família está passeando no Brasil. Eles estão aproveitando as férias escolares do nosso filho mais velho. Ontem uma menina de treze anos conversou com a Bruna, minha esposa. A menina lhe ...

Ver mais

Encontro de Cidades Criativas
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
Encontro de Cidades Criativas  “As cidades surgem como espaço de encontro; uma cidade é um conjunto de pessoas com oportunidades distintas.” Ana Carla Fonseca A XIV Conferência da Rede de Cidades ...

Ver mais

Nós do Brasil
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
Nós do Brasil  Nossas heranças e nossas escolhas “No Brasil, o futuro de uma criança está em grande parte determinado pelas condições socioeconômicas de sua família no momento do nascimento. ...

Ver mais

Cafezinho 516 – Pra quem decidiu não escolher
Cafezinho 516 – Pra quem decidiu não escolher
Tem uma frase de Willian James, que diz: “Quando você ...

Ver mais

Cafezinho 515 – Você nunca foi tão hipócrita
Cafezinho 515 – Você nunca foi tão hipócrita
O convívio civilizado entre interesses conflitantes é ...

Ver mais

Cafezinho 514 – Saia da Zona da Indiferença
Cafezinho 514 – Saia da Zona da Indiferença
Zona da Indiferença é uma área onde quando forçados a ...

Ver mais

Cafezinho 513 – A lei de Gresham cultural
Cafezinho 513 – A lei de Gresham cultural
Existe um princípio econômico chamado Lei de Gresham, ...

Ver mais

Jô de Souza

Jô de Souza

Luciano Pires -

alt

Jô de Souza por ela mesma

Nasci no dia 5 de dezembro de 1965.

Meu berço não era muito musical, mas eu nasci com alma de músico, com uma percepção musical das coisas.

Sou do interior de São Paulo (Araraquara), e pude exercer essa musicalidade natural, no tempo mais “aproveitado” que a gente tem fora das grandes cidades.

Tempo de ouvir música com os primeiros amigos músicos e de gostar de jazz lentamente, deixando o sopro de Coltrane, George Adams, Billie Holiday, Miles Davis entrar na minha alma junto com Orlando Silva (que meu pai adorava), Elis Regina, Milton Nascimento e tantos outros.

O piano chegou em casa quando eu tinha uns dois anos, portanto a minha primeira memória do instrumento é de um encantamento que permanece até hoje. Tive minhas primeiras lições musicais com uma professora aos 7 anos e depois entrei no Conservatório Musical Maestro José Tescari, em Araraquara, onde concluí o curso de 9 anos.

Naquele tempo a música já era a coisa mais importante da minha vida e tudo que eu queria era ser cantora. Antes de terminar o colegial, eu já vinha pra São Paulo uma vez por semana pra ter aulas de técnica vocal com o tenor Luiz Tenaglia. Participei de vários festivais no interior, sempre cantando.

Quando chegou a hora de fazer faculdade, já queria mais gente, outras histórias. Deixei o piano um pouco de lado e fui pra São Paulo cursar cinema na FAAP, mas sempre com a cabeça no canto. Tive outros professores de voz: Nancy Miranda, Madalena Bernardes e Maúde Salazar. Acabando a faculdade, fui trabalhar como vocalista. Então cantei com cantor espanhol (Manolo Otero), cantor sertanejo (Leandro e Leonardo, Zezé di Camargo e Luciano), cantor de samba, rock, funk e soul e assim foi.

Quando o piano me chamou de volta, tive aulas do instrumento e de harmonia com o mestre Gogô, que me apresentou um universo harmônico, e com Armando Ferrante, que me deu muita lição de casa pra ficar com os dedos em dia. Hoje eu penso que mixando isso tudo ficou um grande interesse pela palavra cantada, pela importância do discurso e como ele vem apresentado; do cinema eu trouxe a preocupação em contar histórias, em roteirizar.

Com o Tuco, já há muito tempo, vou construindo nossa história musical, mesclando as nossas influências, procurando nos bastar em todos os sentidos, achando no outro o complemento – eu sou fogo e terra, e ele é ar e água, então eu acendo e ele espalha. Juntos temos um filho lindo, que se chama Tom.

http://www.joetuco.com.br/pt/biografia.php

[youtube]JIDBjS2c2y4[/youtube]