s
Portal Café Brasil
Isca Intelectual – O Tema da Vitória
Isca Intelectual – O Tema da Vitória
Senna foi o típico exemplo de que para saber algo, só ...

Ver mais

5o. Sarau Café Brasil
5o. Sarau Café Brasil
Depois da Pandemia, está de volta o #Sarau Café Brasil, ...

Ver mais

Isca Intelectual: o poder da autenticidade
Isca Intelectual: o poder da autenticidade
Coisas que só acontecem quando somos autênticos, quando ...

Ver mais

Isca Intelectual: a emoção de se mostrar humano
Isca Intelectual: a emoção de se mostrar humano
É a emoção de se mostrar humano que fará com que você ...

Ver mais

Café Brasil 821 – O amor que nunca morre
Café Brasil 821 – O amor que nunca morre
A Pandemia causou prejuízos em todas as esferas de ...

Ver mais

Café Brasil 820 – My Generations
Café Brasil 820 – My Generations
O conflito de gerações está presente desde o princípio ...

Ver mais

Café Brasil 819 – Num sei por que tô tão feliz
Café Brasil 819 – Num sei por que tô tão feliz
E aí? Como é que você tá, hein? Apanhando da vida? Ela ...

Ver mais

Café Brasil 818 – A cultura do cancelamento
Café Brasil 818 – A cultura do cancelamento
Você sabe o que é cultura do cancelamento? Na ...

Ver mais

LíderCast 235 – Gilberto Lopes
LíderCast 235 – Gilberto Lopes
Hoje a conversa é com Gilberto Lopes, o Giba, que é CEO ...

Ver mais

LíderCast 234 – Danilo Cavalcante
LíderCast 234 – Danilo Cavalcante
Hoje o convidado é o Danilo Cavalcante, que se diz ...

Ver mais

LíderCast 233 – Flavia Zülzke
LíderCast 233 – Flavia Zülzke
Flavia Zülzke é Head de Marketing, Branding, ...

Ver mais

LíderCast 232 – Giovanna Mel
LíderCast 232 – Giovanna Mel
Hoje a convidada é Giovanna Mel, comunicadora e ...

Ver mais

Café na Panela – Luciana Pires
Café na Panela – Luciana Pires
Episódio piloto do projeto Café na Panela, com Luciana ...

Ver mais

Sem treta
Sem treta
A pessoa diz que gosta, mas não compartilha.

Ver mais

O cachorro de cinco pernas
O cachorro de cinco pernas
Quantas pernas um cachorro tem se você chamar o rabo de ...

Ver mais

Leitura do Cafezinho 304 – (in) Tolerância
Leitura do Cafezinho 304 – (in) Tolerância
A intolerância é muito maior na geração que mais teve ...

Ver mais

Trivium: Capítulo 7 – Silogismo Simples (parte 1)
Alexandre Gomes
Como mencionado na lição anterior, vamos agora tratar de silogismo – que é o raciocínio mais associado à lógica.   Definição: O silogismo é um ATO DE RACIOCÍNIO pelo qual a mente ...

Ver mais

Ser ou não ser criativo: eis a questão
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
Ser ou não ser criativo? Eis a questão  “Criatividade é a inteligência se divertindo.” Albert Einstein Nos eventos voltados ao lançamento do livro Economia + Criatividade = Economia Criativa, ...

Ver mais

Diferentes gerações, diferentes traumas
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
Inflação e crescimento: diferentes gerações, diferentes traumas “Vejo o Brasil como um país que viveria os ideais do crescimento sustentável. É o lugar mais bonito do mundo e integrar o mundo ...

Ver mais

Segura o Tchan
Fernando Lopes
Iscas Politicrônicas
O Carnaval de 1996 coroou o sucesso da banda de axé É o Tchan/Gera Samba, liderada por Compadre Washington, com a música-chiclete Segura o Tchan. Além da letra – digamos – exótica, a dançarina ...

Ver mais

Cafezinho 490 – Seja ignorante, por favor!
Cafezinho 490 – Seja ignorante, por favor!
A única certeza que podemos ter é que nas questões ...

Ver mais

Cafezinho 489 – Lucrando na crise
Cafezinho 489 – Lucrando na crise
Há muito tempo compreendi que as pessoas apreendem ...

Ver mais

Cafezinho 488 – Quanta porcaria.
Cafezinho 488 – Quanta porcaria.
Parece que estamos sob um surto psicótico planetário, ...

Ver mais

Cafezinho 487 – A ditadura de precisão
Cafezinho 487 – A ditadura de precisão
Foi-se o tempo da truculência, do tiro, porrada e ...

Ver mais

Marco Pereira

Marco Pereira

Luciano Pires -

Fez seus estudos de violão sob a orientação do mestre uruguaio Isaias Sávio e obteve os títulos de Mestre em Violão Clássico pela Université Musicale Internationale de Paris e Mestre em Musicologia na Universidade de Paris-Sorbonne com seu livro Heitor Villa-Lobos, sua obra para violão.

Criou na Universidade de Brasília os cursos de Violão Superior e Harmonia Funcional. Gravou dois discos pelo selo Som da Gente, de São Paulo (Violão Popular Brasileiro Contemporâneo – 1985 e Círculo das Cordas – 1987), trabalhos que o levaram ao Town Hall, de Nova York, em 1988.

A partir de 1990, já morando no Rio de Janeiro, participou, em quatro oportunidades diferentes, do Free Jazz Festival: numa memorável apresentação do Trio D’Alma, em 1989; com seu trabalho solo, em 1991; ao lado de Wagner Tiso, em 1992 e ao lado de Edu Lobo, em 1996.

Gravou com importantes artistas do cenário musical brasileiro, tais como: Zélia Duncan, Edu Lobo, Cássia Eller, Gilberto Gil, Gal Costa, Wagner Tiso, Daniela Mercury, Zizi Possi, Rildo Hora, Paulinho da Viola, Tom Jobim, Milton Nascimento, Leila Pinheiro, Fátima Guedes, Nelson Gonçalves e Roberto Carlos, entre outros.

Recebeu o prêmio Sharp em dois anos consecutivos: Melhor Arranjador de MPB pelo disco Gal, da cantora Gal Costa – 1993 e Melhor Solista/Melhor Disco Instrumental do ano pelo trabalho Bons Encontros , em duo com o pianista Cristóvão Bastos – 1994.

Em 1995, lançou três CDs : Dança dos Quatro Ventos pelo selo belga GHA, Elegia pelo selo Channel Classics da Holanda e Brasil Musical pelo selo Tom Brasil de São Paulo. Gravou em 1999 o elogiadíssimo CD de violão solo, Valsas Brasileiras, com um repertório primoroso de modernas valsas populares. Seus outros CDs são: Luz das Cordas (com o bandolinista Hamilton de Holanda), Afinidade (com o gaitista Gabriel Grossi), Original (CD autoral com suas composições para violão solo – GSP (Guitar Solo Publications – San Francisco, CA – USA), O samba da minha terra (com composições próprias e novas leituras de clássicos da música brasileira), Stella del Matino (EGEA – Perugia –Itália) e Essence (Kind of Blue – Lugano – Suíça)

Foi diretor artístico da série Grandes Encontros, um importante projeto de valorização do músico brasileiro que aconteceu no Teatro Leblon – Rio de Janeiro entre os anos de 2001 e 2004.

Mantem intensa atividade como solista, tanto nos Estados Unidos quanto na Europa, onde se apresenta regularmente. É professor adjunto no Departamento de Composição da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e tem suas composições estão pela Editora Lemoine de Paris e pela GSP (Guitar Solo Publications – San Francisco, CA – USA). Suas obras para violão têm sido gravadas e tocadas em concerto por grandes intérpretes americanos e europeus.

Seus CDs Camerístico e Cristal foram muito bem recebidos pelo público e crítica, sendo que este último foi indicado como Melhor CD Instrumental no Prêmio da Música Brasileira de 2011.

Realizaou três trabalhos didáticos de suma importância para a historiografia do violão brasileiro, todos eles acompanhados de CDs de áudio: Ritmos Brasileiros, trabalho de pesquisa dos principais ritmos brasileiros de todas as regiões do Brasil (Garbolights Produções Artísticas Ltda.); Sete Cordas, técnica e estilo, método para violão de 7 cordas, típico da linguagem do choro e do samba (Garbolights Produções Artísticas Ltda.) e Cadernos de Harmonia, método de Harmonia em três volumes totalmente dedicado ao violão (Garbolights Produções Artísticas Ltda.)

http://www.marcopereira.com.br/

http://www.myspace.com/marcopereiraguitar

http://www.dicionariompb.com.br/marco-pereira

http://www.musicosdobrasil.com.br/marco-pereira


Marco Pereira

[youtube]U8OT_yuhbVA[/youtube]
[youtube]ZIN3OHbllGw[/youtube]
[youtube]a6Ca4ULrAGE[/youtube]
[youtube]mIzOP6fVmw0[/youtube]