s
Portal Café Brasil
Henrique Viana
Henrique Viana
O convidado para o LíderCast desta vez é Henrique ...

Ver mais

Deduzir ou induzir
Deduzir ou induzir
Veja a quantidade de gente que induz coisas, ...

Ver mais

Origem da Covid – seguindo as pistas
Origem da Covid – seguindo as pistas
Tradução automática feita pelo Google, de artigo de ...

Ver mais

Palestra Planejamento Antifrágil
Palestra Planejamento Antifrágil
Aproveite o embalo, pois além de ouvir a história, você ...

Ver mais

Café Brasil 787 – Reações ao Cuzão
Café Brasil 787 – Reações ao Cuzão
O Café Brasil anterior, o 786 – O Cuzão, rendeu, viu? ...

Ver mais

Café Brasil 786 – O cuzão.
Café Brasil 786 – O cuzão.
Cara, como é complicada a vida de podcaster, bicho! A ...

Ver mais

Café Brasil 785 – LíderCast Leandro Bueno
Café Brasil 785 – LíderCast Leandro Bueno
Sabe quem ajuda este programa chegar até você? É a ...

Ver mais

Café Brasil 784 – Avatar
Café Brasil 784 – Avatar
Se você está achando complicado lidar com ...

Ver mais

Café Brasil 785 – LíderCast Leandro Bueno
Café Brasil 785 – LíderCast Leandro Bueno
Sabe quem ajuda este programa chegar até você? É a ...

Ver mais

Café Brasil 775 – LíderCast Henrique Viana – Brasil Paralelo
Café Brasil 775 – LíderCast Henrique Viana – Brasil Paralelo
Um papo muito interessante com Henrique Viana, um jovem ...

Ver mais

Café Brasil 771 – LíderCast Aurelio Alfieri
Café Brasil 771 – LíderCast Aurelio Alfieri
Aurélio Alfieri é um educador físico e youtuber, ...

Ver mais

Café Brasil 766 – LíderCast Ilona Becskeházy
Café Brasil 766 – LíderCast Ilona Becskeházy
E a educação brasileira, como é que vai, hein? Mal, não ...

Ver mais

Café na Panela – Luciana Pires
Café na Panela – Luciana Pires
Episódio piloto do projeto Café na Panela, com Luciana ...

Ver mais

Sem treta
Sem treta
A pessoa diz que gosta, mas não compartilha.

Ver mais

O cachorro de cinco pernas
O cachorro de cinco pernas
Quantas pernas um cachorro tem se você chamar o rabo de ...

Ver mais

Leitura do Cafezinho 304 – (in) Tolerância
Leitura do Cafezinho 304 – (in) Tolerância
A intolerância é muito maior na geração que mais teve ...

Ver mais

Menos Marx, mais Mises
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
Menos Marx, mais Mises  “Apesar de ainda ser muito pouco conhecido entre os jovens brasileiros em comparação com Karl Marx, o nome do economista austríaco Ludwig von Mises se tornou um dos ...

Ver mais

Você ‘tem fé’ no Estado democrático de direito?
Gustavo Bertoche
É preciso lançar pontes.
Hoje, num grupo de professores, um velho colega me escreveu que “tem fé” no “Estado democrático de direito” e na “separação dos poderes”. Mas com uma ressalva: ...

Ver mais

Percepções diferentes na macro e na microeconomia
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
Percepções diferentes na macro e na microeconomia “Na economia, esperança e fé coexistem com grande pretensão científica e também um desejo profundo de respeitabilidade.” John Kenneth Galbraith ...

Ver mais

Não pode nem rir
Fernando Lopes
Iscas Politicrônicas
Todo mundo (ou quase) viu nas redes sociais e nos grupos de whatsapp; vídeo de uma mulher careca de ares muito sérios discorrendo didaticamente sobre a necessidade de mudarmos nossa forma de ...

Ver mais

Cafezinho 421 – A normose
Cafezinho 421 – A normose
É confortante saber que somos normais, não é? Pois é. ...

Ver mais

Cafezinho 420 – A regra dos 30
Cafezinho 420 – A regra dos 30
Pé quente, cabeça fria, numa boa. Mas cuidado porque ...

Ver mais

Cafezinho 419 – Pau que só dá em Chico.
Cafezinho 419 – Pau que só dá em Chico.
Há quem chame isso de dissonância cognitiva, mas não é. ...

Ver mais

Cafezinho 418 – Na esquina da sua rua.
Cafezinho 418 – Na esquina da sua rua.
Você pode causar um impacto imediato, poderoso e ...

Ver mais

Nenhum de Nós

Nenhum de Nós

Luciano Pires -

alt

Nenhum de Nós é uma banda de rock brasileira do estado do Rio Grande do Sul fundada em 1986.

Sady Homrich e Carlos Stein se conheceram nos tempos da primeira série escolar, mais tarde, na quinta série, conhecem Thedy Corrêa. Tudo isso no colégio lasallista Nossa Senhora das Dores, em Porto Alegre.

Thedy ganhou um violão aos quatorze anos, foi aluno de violão clássico do professor Afrânio. Carlos, com quinze anos, comprou sua primeira guitarra , juntamente com seu irmão, Thedy e outro amigo em comum formam um grupo folk batizado de Quarteto Jererê.

Na faculdade, Carlão foi um dos fundadores do grupo Engenheiros do Hawaii. Depois de dois shows, saiu para formar uma banda com os amigos Thedy e Sady, sendo que este tinha na faculdade um grupo de samba-de-raiz chamado “Grupo do Fadinho”. Após decidirem formar a banda, Sady começou a ter aulas de bateria.Ensaiavam quase todas as tardes no bar Bangalô, onde Sady trabalhava como músico.

O espetáculo de lançamento do trio com o nome Nenhum de Nós foi no mesmo bar. Precisavam de um nome para a apresentação. Eles buscavam um nome que provocasse curiosidade e que denotasse algo em comum entre os três: “Nenhum de nós” enxerga direito; “Nenhum de nós” rodou na escola; “Nenhum de nós” foi para o quartel etc. De tanto se repetir ficou este o nome: “Nenhum de Nós”.

Após algum tempo, foram chamados para abrir um espetáculo do DeFalla na Sociedade de Amigos da Praia do Imbé (SAPI) e, devido a um imprevisto, se atrasaram. Isto fez com que o DeFalla iniciasse seu show e os meninos do Nenhum tocassem depois. O produtor e a banda, que acabou tocando antes, foram obrigados a esperar o show do Nenhum acabar pois eles utilizariam o mesmo equipamento de som. Antônio Meira, o produtor, gostou da música dos jovens e pediu uma fita demo, que enviou às gravadoras. Foram então para a cidade de São Paulo para gravar seu primeiro disco, em junho de 1987.

O 1º disco do Nenhum de Nós, álbum homônimo, com 10 faixas, foi lançado em 1987.

1989 foi o ano escolhido para receber o segundo disco do Nenhum de Nós, Cardume. Disco de vendagem expressiva e que levou a música do Nenhum aos quatro cantos do país. Cardume vendeu 210.000 cópias, garantindo à banda seu primeiro disco de ouro.

Em 1990 foi lançado Extraño. O Nenhum, então formado por Thedy, Carlos e Sady, recebia ainda a participação do guitarrista, amigo e parceiro nas composições Veco Marques.

No ano de 1992 o Nenhum de Nós lançou o disco Nenhum de Nós. Esse é o 4º disco de sua carreira. A música de trabalho Ao Meu Redor teve um clipe que levou o Nenhum De Nós ao Video Music Awards. Em 1994 lançaram o primeiro álbum ao vivo. Acústico ao Vivo foi gravado no Theatro São Pedro. O álbum vendeu mais de 100.000 cópias, ganhando um disco de ouro.

Em 2001 lançaram o disco Histórias Reais, Seres Imaginários. A música de trabalho Amanhã Ou Depois chegou a ficar entre as mais tocadas nas rádios. Em 2002 gravaram outro acústico. Acústico Ao Vivo 2, lançado em 2003, foi um grande sucesso comercial, assim como o primeiro. Vendeu 100.000 cópias, garantindo ao Nenhum De Nós o seu 3° disco de ouro. Em 2005 lançaram o álbum Pequeno Universo que gerou os hits Dança do Tempo, Feedback e Igual a Você. Em 2008 lançaram A Céu Aberto. Este ábum é o registro do show em comemoração aos 20 anos da banda, que aconteceu em 2007.

Em 2011, após 6 anos sem lançar nenhum álbum de estúdio, lançaram Contos de Água e Fogo, disco que conta com várias parcerias. Último Beijo e “Pequena” foram os principais singles.

Em 2012, o álbum Acústico ao Vivo foi relançado em CD. Ainda neste ano, foi lançada a coletânea Nenhum de Nós Outros, com as músicas de outros artistas que foram regravadas pela banda.

http://pt.wikipedia.org/wiki/Nenhum_de_Nós

http://www.nenhumdenos.com.br/

[youtube]hJy-6Ucvtjg[/youtube]
[youtube]0_dHc1Jt6Bs[/youtube]
[youtube]mDQWz27Ju8Y[/youtube]
[youtube]UV-1wxAySOs[/youtube]
[youtube]sd7ZsyiTOrg[/youtube]