s
Portal Café Brasil
Henrique Viana
Henrique Viana
O convidado para o LíderCast desta vez é Henrique ...

Ver mais

Deduzir ou induzir
Deduzir ou induzir
Veja a quantidade de gente que induz coisas, ...

Ver mais

Origem da Covid – seguindo as pistas
Origem da Covid – seguindo as pistas
Tradução automática feita pelo Google, de artigo de ...

Ver mais

Palestra Planejamento Antifrágil
Palestra Planejamento Antifrágil
Aproveite o embalo, pois além de ouvir a história, você ...

Ver mais

Café Brasil 787 – Reações ao Cuzão
Café Brasil 787 – Reações ao Cuzão
O Café Brasil anterior, o 786 – O Cuzão, rendeu, viu? ...

Ver mais

Café Brasil 786 – O cuzão.
Café Brasil 786 – O cuzão.
Cara, como é complicada a vida de podcaster, bicho! A ...

Ver mais

Café Brasil 785 – LíderCast Leandro Bueno
Café Brasil 785 – LíderCast Leandro Bueno
Sabe quem ajuda este programa chegar até você? É a ...

Ver mais

Café Brasil 784 – Avatar
Café Brasil 784 – Avatar
Se você está achando complicado lidar com ...

Ver mais

Café Brasil 785 – LíderCast Leandro Bueno
Café Brasil 785 – LíderCast Leandro Bueno
Sabe quem ajuda este programa chegar até você? É a ...

Ver mais

Café Brasil 775 – LíderCast Henrique Viana – Brasil Paralelo
Café Brasil 775 – LíderCast Henrique Viana – Brasil Paralelo
Um papo muito interessante com Henrique Viana, um jovem ...

Ver mais

Café Brasil 771 – LíderCast Aurelio Alfieri
Café Brasil 771 – LíderCast Aurelio Alfieri
Aurélio Alfieri é um educador físico e youtuber, ...

Ver mais

Café Brasil 766 – LíderCast Ilona Becskeházy
Café Brasil 766 – LíderCast Ilona Becskeházy
E a educação brasileira, como é que vai, hein? Mal, não ...

Ver mais

Café na Panela – Luciana Pires
Café na Panela – Luciana Pires
Episódio piloto do projeto Café na Panela, com Luciana ...

Ver mais

Sem treta
Sem treta
A pessoa diz que gosta, mas não compartilha.

Ver mais

O cachorro de cinco pernas
O cachorro de cinco pernas
Quantas pernas um cachorro tem se você chamar o rabo de ...

Ver mais

Leitura do Cafezinho 304 – (in) Tolerância
Leitura do Cafezinho 304 – (in) Tolerância
A intolerância é muito maior na geração que mais teve ...

Ver mais

Menos Marx, mais Mises
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
Menos Marx, mais Mises  “Apesar de ainda ser muito pouco conhecido entre os jovens brasileiros em comparação com Karl Marx, o nome do economista austríaco Ludwig von Mises se tornou um dos ...

Ver mais

Você ‘tem fé’ no Estado democrático de direito?
Gustavo Bertoche
É preciso lançar pontes.
Hoje, num grupo de professores, um velho colega me escreveu que “tem fé” no “Estado democrático de direito” e na “separação dos poderes”. Mas com uma ressalva: ...

Ver mais

Percepções diferentes na macro e na microeconomia
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
Percepções diferentes na macro e na microeconomia “Na economia, esperança e fé coexistem com grande pretensão científica e também um desejo profundo de respeitabilidade.” John Kenneth Galbraith ...

Ver mais

Não pode nem rir
Fernando Lopes
Iscas Politicrônicas
Todo mundo (ou quase) viu nas redes sociais e nos grupos de whatsapp; vídeo de uma mulher careca de ares muito sérios discorrendo didaticamente sobre a necessidade de mudarmos nossa forma de ...

Ver mais

Cafezinho 421 – A normose
Cafezinho 421 – A normose
É confortante saber que somos normais, não é? Pois é. ...

Ver mais

Cafezinho 420 – A regra dos 30
Cafezinho 420 – A regra dos 30
Pé quente, cabeça fria, numa boa. Mas cuidado porque ...

Ver mais

Cafezinho 419 – Pau que só dá em Chico.
Cafezinho 419 – Pau que só dá em Chico.
Há quem chame isso de dissonância cognitiva, mas não é. ...

Ver mais

Cafezinho 418 – Na esquina da sua rua.
Cafezinho 418 – Na esquina da sua rua.
Você pode causar um impacto imediato, poderoso e ...

Ver mais

Papo de Anjo

Papo de Anjo

Luciano Pires -

Seis músicos tão talentosos quanto experientes e um repertório de clássicos apresentados com nova roupagem é a receita que vem fazendo o sucesso do “Papo de Anjo”, um dos grupos mais importantes do país quando o assunto é choro.

O gênero, redescoberto pelas novas gerações de músicos e admiradores da boa música, é a base do trabalho do sexteto formado em 1998 em São Paulo, com nítida influência de grupos veteranos como o Época de Ouro, formação instrumental clássica – com violão de 7 e 6 cordas, cavaquinho, pandeiro, flauta e clarinete – e uma linguagem própria, atual, que reinterpreta as criações do passado sem jamais descaracterizá-las.

Os integrantes são velhos conhecidos de quem acompanha o cenário instrumental brasileiro: além de trabalhos solo de qualidade, todos têm sólida carreira ao lado de grandes nomes da nossa música.

Edmilson Capelupi é o talento por trás do violão sete cordas, além de criar os arranjos. Lula Gama é responsável pelo violão de seis cordas; Haroldo Capelupi, pelo cavaquinho; Betinho Sodré, pela percussão. Os sopros se dividem entre Daniel Alain, na flauta e no sax tenor, e Zezinho Pitoco, que toca clarinete, sax alto e tenor e também assina parte dos arranjos.

O grupo presta uma homenagem a um dos maiores nomes do choro – o maestro, compositor, arranjador e pianista Radamés Gnattali, que em 2006 completaria cem anos de idade.

É ele o autor de Papo de Anjo, a música que dá nome ao grupo e que faz parte de uma série de composições batizadas com nomes de doces brasileiros, como Bolacha Queimada, Pé-de-moleque e Puxa-Puxa. Do maestro, o grupo apresenta o choro Remexendo e o segundo movimento da suíte Retratos. O primeiro CD do sexteto, Papo de Anjo – Choro, lançado em 2003 pela Paulinas-COMEP reúne choros, polcas, valsas e maxixes de compositores clássicos, além de criações dos próprios integrantes.

Entre os destaques, Nostalgia e Bola Preta, de Jacob do Bandolim, Queira-me Bem, de Waldir Azevedo, Tenebroso, de Ernesto Nazareth e Dominante, do mestre Pixinguinha, o artista que deu forma, estrutura e vida ao gênero.

A proposta do grupo é a mais simples possível: divulgar um dos gêneros mais ricos da música brasileira e tocar o coração de cada vez mais “chorões” e fãs da boa música. Uma tarefa que não exige grandes estruturas ou investimentos – mas que é da maior importância para a cultura brasileira como um todo. Além de ser um grande prazer.

http://www.myspace.com/papodeanjo


Papo de anjo