s
Portal Café Brasil
Por dentro das Big Techs
Por dentro das Big Techs
Alguma coisa está mudando na cultura do trabalho, e ...

Ver mais

Um pouquinho de história
Um pouquinho de história
Um pouquinho de história só para manter as coisas em ...

Ver mais

Não olhe para cima
Não olhe para cima
Não olhe para cima é uma comédia para ser levada a ...

Ver mais

Nem tudo se desfaz
Nem tudo se desfaz
Vale muito a pena ver a história da qual somos ...

Ver mais

Café Brasil 806 – Não recuse imitações – Revisitado
Café Brasil 806 – Não recuse imitações – Revisitado
Então... semana passada recebi uma daquelas notícias ...

Ver mais

Café Brasil 805 – O Estupro da Mente
Café Brasil 805 – O Estupro da Mente
Muito bem! No episódio passado, eu introduzi o conceito ...

Ver mais

Café Brasil 804 – Psicose de formação em massa
Café Brasil 804 – Psicose de formação em massa
O termo Mass Formation Psychosis, psicose de formação ...

Ver mais

Café Brasil 803 – Enquanto houver sol
Café Brasil 803 – Enquanto houver sol
E aí? Pronto pro ano novo? Tá complicado, é? Muita ...

Ver mais

Lídercast 227 – Luzia Costa
Lídercast 227 – Luzia Costa
Hoje trazemos Luzia Costa, que criou a franquia ...

Ver mais

LíderCast 226 – Leticia Zamperlini e Cristian Lohbauer
LíderCast 226 – Leticia Zamperlini e Cristian Lohbauer
No programa de hoje temos Leticia Zamperlini e Cristian ...

Ver mais

Café Brasil 793 – LíderCast Antônio Chaker
Café Brasil 793 – LíderCast Antônio Chaker
Hoje bato um papo com Antônio Chaker, que é o ...

Ver mais

Café Brasil 789 – LíderCast Osvaldo Pimentel – Monetizze
Café Brasil 789 – LíderCast Osvaldo Pimentel – Monetizze
Hoje bato um papo com Osvaldo Pimentel, CEO da ...

Ver mais

Café na Panela – Luciana Pires
Café na Panela – Luciana Pires
Episódio piloto do projeto Café na Panela, com Luciana ...

Ver mais

Sem treta
Sem treta
A pessoa diz que gosta, mas não compartilha.

Ver mais

O cachorro de cinco pernas
O cachorro de cinco pernas
Quantas pernas um cachorro tem se você chamar o rabo de ...

Ver mais

Leitura do Cafezinho 304 – (in) Tolerância
Leitura do Cafezinho 304 – (in) Tolerância
A intolerância é muito maior na geração que mais teve ...

Ver mais

A gastrodiplomacia, a economia criativa e o Brasil
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
A gastrodiplomacia, a economia criativa e o Brasil  “A gastrodiplomacia tem o envolvimento direto de governos, que procuram expor a gastronomia de um determinado país como atrativo de destino ...

Ver mais

Os novos Odoricos
Fernando Lopes
Iscas Politicrônicas
Dias Gomes (1922-1999) foi um grande autor de romances, peças teatrais e novelas. Também pertencia à Academia Brasileira de Letras, nos bons tempos em que ser escritor era pré-requisito óbvio ...

Ver mais

Trivium: Capítulo 5 – Predicáveis: Classificação e Números (parte 4)
Alexandre Gomes
Os PREDICÁVEIS representam a mais completa classificação das relações que podem ser afirmadas DE UM PREDICADO. em relação a um sujeito, TANTO QUANTO as categorias (do ser) são a mais completa ...

Ver mais

Expectativas em relação à China
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
Expectativas em relação à China “Embora ainda seja prematuro especular sobre os delineamentos básicos de uma nova e inevitável ordem internacional, a evolução dos acontecimentos parece apontar ...

Ver mais

Cafezinho 459 – Velhos problemas
Cafezinho 459 – Velhos problemas
O economista italiano Amilcare Puviani publicou seu ...

Ver mais

Cafezinho 458 – Pedrinha no lago
Cafezinho 458 – Pedrinha no lago
Procure gente que valoriza o pensamento, que puxa para ...

Ver mais

Cafezinho 457 – Eu não sabia
Cafezinho 457 – Eu não sabia
O jornalista, crítico da mídia e filósofo amador ...

Ver mais

Cafezinho 456 – Humildade na liderança
Cafezinho 456 – Humildade na liderança
Quando você mistura ignorância com arrogância, pitadas ...

Ver mais

Quebrando o galho

Quebrando o galho

Luciano Pires -

O grupo surgiu nas dependências do Conservatório de Tatuí a partir de uma idéia simples: a dedicação exclusiva ao choro por meio de estudos, pesquisas e divulgação do gênero.

Desde sua origem, o ineditismo do Quebrando Galho esteve sempre focado em seu caráter pedagógico. Além de apresentações públicas, o grupo atua na formação de novos músicos e novos públicos, primando por recitais beneficentes, sem perder a qualidade.

A partir disso, o Quebrando Galho gravou seu primeiro CD em 1999, no mesmo ano em que passou a ser reconhecido como um grupo estável do Conservatório Dramático e Musical “Dr. Carlos de Campos”. A gravação ocorreu em tempo recorde – seis horas – com objetivo de passar ao ouvinte uma audição fiel de uma “roda de choro”, com seus erros e acertos, livres dos truques comuns nas gravações.

O Quebrando Galho tem, ainda, participações nos CDs “Horn Brasil” (do trompista Adalto Soares) e “Soleil” (da cantora francesa Clementine, artista da Sony Music do Japão). O mesmo Quebrando Galho assina a trilha do longa-metragem “Divino”, sobre o jogador de futebol Ademir da Guia.

Com carreira intensa, o grupo se apresentou em diferentes pontos do Estado de São Paulo, incluindo o Teatro Claudio Santoro (Campos de Jordão), Sesc Paulista (no programa “Brasil Instrumental” da TV Sesc-Senac), palco da TV Cultura (dentro do programa “Jazz & Companhia”) e Memorial da América Latina (São Paulo). Dentre as inúmeras apresentações, destaca-se a realizada em julho de 2004, no Festival de Inverno de Campos do Jordão, quando o grupo executou, acompanhado pela Orquestra Sinfônica Paulista, o concerto “Retratos”, de Radamés Gnattali, para Bandolim e Orquestra.

Ao longo de sua carreira, o Quebrando Galho também acompanhou nomes como os de Altamiro Carrilho e Naylor “Proveta”.

A criação do grupo, seis anos após sua fundação, foi decisiva para que o Conservatório Dramático e Musical “Dr. Carlos de Campos” se tornasse a primeira escola de música brasileira – mantida por um Governo Estadual – a incluir o gênero choro em seu currículo, como matéria pedagógica.

m março de 2009, a partir da contratação formal de seus integrantes, o Quebrando Galho passou a ser denominado Grupo de Choro do Conservatório de Tatuí, resgatando e valorizando o nome de sua instituição de origem, tendo como coordenador Alexandre Bauab Junior (violão sete cordas). Também integram o grupo Altino Toledo (bandolim), Marcelo Cândido (cavaquinho) e Rodrigo Moura (pandeiro). O grupo é completado por alunos de nível avançado dos cursos de flauta, clarinete e trombone.

http://www.quebrandogalho.mus.br/


Quebrando o galho

[youtube]ky5tMrAv0Ug[/youtube]
[youtube]eThimJFKKdk[/youtube]