s
Portal Café Brasil
Henrique Viana
Henrique Viana
O convidado para o LíderCast desta vez é Henrique ...

Ver mais

Deduzir ou induzir
Deduzir ou induzir
Veja a quantidade de gente que induz coisas, ...

Ver mais

Origem da Covid – seguindo as pistas
Origem da Covid – seguindo as pistas
Tradução automática feita pelo Google, de artigo de ...

Ver mais

Palestra Planejamento Antifrágil
Palestra Planejamento Antifrágil
Aproveite o embalo, pois além de ouvir a história, você ...

Ver mais

Café Brasil 787 – Reações ao Cuzão
Café Brasil 787 – Reações ao Cuzão
O Café Brasil anterior, o 786 – O Cuzão, rendeu, viu? ...

Ver mais

Café Brasil 786 – O cuzão.
Café Brasil 786 – O cuzão.
Cara, como é complicada a vida de podcaster, bicho! A ...

Ver mais

Café Brasil 785 – LíderCast Leandro Bueno
Café Brasil 785 – LíderCast Leandro Bueno
Sabe quem ajuda este programa chegar até você? É a ...

Ver mais

Café Brasil 784 – Avatar
Café Brasil 784 – Avatar
Se você está achando complicado lidar com ...

Ver mais

Café Brasil 785 – LíderCast Leandro Bueno
Café Brasil 785 – LíderCast Leandro Bueno
Sabe quem ajuda este programa chegar até você? É a ...

Ver mais

Café Brasil 775 – LíderCast Henrique Viana – Brasil Paralelo
Café Brasil 775 – LíderCast Henrique Viana – Brasil Paralelo
Um papo muito interessante com Henrique Viana, um jovem ...

Ver mais

Café Brasil 771 – LíderCast Aurelio Alfieri
Café Brasil 771 – LíderCast Aurelio Alfieri
Aurélio Alfieri é um educador físico e youtuber, ...

Ver mais

Café Brasil 766 – LíderCast Ilona Becskeházy
Café Brasil 766 – LíderCast Ilona Becskeházy
E a educação brasileira, como é que vai, hein? Mal, não ...

Ver mais

Café na Panela – Luciana Pires
Café na Panela – Luciana Pires
Episódio piloto do projeto Café na Panela, com Luciana ...

Ver mais

Sem treta
Sem treta
A pessoa diz que gosta, mas não compartilha.

Ver mais

O cachorro de cinco pernas
O cachorro de cinco pernas
Quantas pernas um cachorro tem se você chamar o rabo de ...

Ver mais

Leitura do Cafezinho 304 – (in) Tolerância
Leitura do Cafezinho 304 – (in) Tolerância
A intolerância é muito maior na geração que mais teve ...

Ver mais

Menos Marx, mais Mises
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
Menos Marx, mais Mises  “Apesar de ainda ser muito pouco conhecido entre os jovens brasileiros em comparação com Karl Marx, o nome do economista austríaco Ludwig von Mises se tornou um dos ...

Ver mais

Você ‘tem fé’ no Estado democrático de direito?
Gustavo Bertoche
É preciso lançar pontes.
Hoje, num grupo de professores, um velho colega me escreveu que “tem fé” no “Estado democrático de direito” e na “separação dos poderes”. Mas com uma ressalva: ...

Ver mais

Percepções diferentes na macro e na microeconomia
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
Percepções diferentes na macro e na microeconomia “Na economia, esperança e fé coexistem com grande pretensão científica e também um desejo profundo de respeitabilidade.” John Kenneth Galbraith ...

Ver mais

Não pode nem rir
Fernando Lopes
Iscas Politicrônicas
Todo mundo (ou quase) viu nas redes sociais e nos grupos de whatsapp; vídeo de uma mulher careca de ares muito sérios discorrendo didaticamente sobre a necessidade de mudarmos nossa forma de ...

Ver mais

Cafezinho 420 – A regra dos 30
Cafezinho 420 – A regra dos 30
Pé quente, cabeça fria, numa boa. Mas cuidado porque ...

Ver mais

Cafezinho 419 – Pau que só dá em Chico.
Cafezinho 419 – Pau que só dá em Chico.
Há quem chame isso de dissonância cognitiva, mas não é. ...

Ver mais

Cafezinho 418 – Na esquina da sua rua.
Cafezinho 418 – Na esquina da sua rua.
Você pode causar um impacto imediato, poderoso e ...

Ver mais

Cafezinho 417 – We are the world
Cafezinho 417 – We are the world
Os esforços tão valiosos dos artistas e de todos que ...

Ver mais

Renato Piau

Renato Piau

Luciano Pires -

No início da década de 70, veio para o Rio de Janeiro a convite do poeta Torquato Neto, com quem iniciou uma parceria. Como guitarrista e violonista, já acompanhou boa parte dos artistas da MPB.

Na década de 70, acompanhou Raul Seixas, Sérgio Sampaio, Luiz Gonzaga, Fagner, Zé Ramalho e Baiano e os Novos Caetanos. Compôs com Chico Anísio e Arnaud Rodrigues várias canções gravadas pela dupla Baiano e Os Novos Caetanos, com a qual viajou em torneê por todo o país.

Na década de 80, começou a acompanhar Luiz Melodia, com quem desenvolveu uma parceria em várias canções, entre elas ” Cara a cara” e “Morena da novela”, gravadas com sucesso pelo próprio parceiro e ainda “Este filme eu já vi”, gravada por Cássia Eller, com quem também trabalhou.

Participou da ” Banda Vitória Régia” que acompanhava Tim Maia, este, também gravou um de seus sucessos, “Pais e filhos”. Em 1990, gravou pela CID seu primeiro disco, o CD “Camelo Voador” em parceria com Carlos Cal. Neste disco interpreta várias de suas composições, entre elas “Jane das Selvas” (c/ Krisnas), “Carmelita”, “Te quero já” (c/ James Felzem) e “Arco da Lapa”, parceria com Sérgio Natureza, que lhe foi apresentado pelo poeta Torquato Neto no início da década de 7O.

Em 1995, gravou o seu primeiro disco individual “Guitarra Brasileira” pelo Selo Amazon Records, que teve a participação especial de Luiz Melodia em duas faixas: “Fadas” (Luiz Melodia) e “Me beija” (c/ Luiz Melodia e Tureko). Ainda deste disco, uma outra composição viria a ressaltar na mídia, “Gato por Lebre” parceria com Sérgio Natureza, que virou tema do Programa Globo Ecologia, sendo muito executada nas FMs. Nas participações especiais deste disco constam, Raul de Souza no trombone, Sebastião Tapajós no violão e João Batista no saxofone.

Em 1998, produziu juntamente com o poeta Sérgio Natureza, para MZA Music, o CD “Balaio do Sampaio”, distribuído pela Polygram, contando com as participações de João Nogueira, Erasmo Carlos, Zizi Possi, Chico César, Zeca Baleiro, Elba Ramalho, Eduardo Dusek, João Bosco, Luiz Melodia, Jards Macalé, Lenine e o próprio Renato Piau interpretando a faixa “Que loucura” , além do homenageado Sérgio Sampaio, na faixa “Quero botar meu bloco na rua”, seu maior sucesso, remasterizado e acrescido de alguns instrumentos.

Neste mesmo ano de 1998, participou com duas faixas, retiradas do seu CD “Guitarra Brasileira” da coletânea “Piauienses da Rádio Barulho Vol. II”.

Em 1999, participou do disco “Acústico” de Luiz Melodia, gravado ao vivo no teatro Rival do Rio de Janeiro, ao lado do guitarrista Perinho Santana e figurando no CD a sua parceria com Luiz Melodia “Cara a cara”.

Ainda em 1999, seu disco “Guitarra Brasileira” é reprensado e ganhou uma faixa bônus “Meu pobre blues” de Sérgio Sampaio , antigo sucesso da cantora Zizi Possi.

Neste mesmo ano, sua música “Choro alegre” gravada anteriormente no CD “Guitarra Brasileira” ganhou letra de Euclides Amaral e Rubens Cardoso , passando a se chamar “Choro de passarinho”, sendo gravada no CD “Do Nada” pela cantora Denise Kremmer, juntamente com outra composição sua “O Arco da Lapa”. No mesmo ano de 1999, participou da coletânea “Conexão Carioca”, produzida por Euclides Amaral e Paulo Renato e apresentada pelo crítico musical Ricardo Cravo Albin. Neste disco, participou com duas faixas; interpretando uma nova gravação de “Gato por lebre” e uma regravação de “Choro de Passarinho”, desta vez interpretada pela cantora Elza Maria.

Em 2000, Rodrigo Moreira lançou a biografia de Sérgio Sampaio “Eu Quero botar Meu Bloco na Rua”. Neste livro o escritor faz várias referências a Renato Piau, que conviveu durante muitos anos com o biografado.

Dentre seus muito parceiros estão, Chico Anísio, Arnaud Rodrigues, Krisnas, Rubens Cardoso, Luiz Melodia, Tureko e os poetas Manoel de Barros, Torquato Neto, Euclides Amaral e Sérgio Natureza.

Tem mais de 80 músicas gravadas por diversos artistas da MPB.

http://renatopiau.blogspot.com/


Renato Piau

[youtube]dy6iOYAmivI[/youtube]
[youtube]4oNSGU5i6UA[/youtube]
[youtube]8x5I8StzbwQ[/youtube]