s
Portal Café Brasil
Henrique Viana
Henrique Viana
O convidado para o LíderCast desta vez é Henrique ...

Ver mais

Deduzir ou induzir
Deduzir ou induzir
Veja a quantidade de gente que induz coisas, ...

Ver mais

Origem da Covid – seguindo as pistas
Origem da Covid – seguindo as pistas
Tradução automática feita pelo Google, de artigo de ...

Ver mais

Palestra Planejamento Antifrágil
Palestra Planejamento Antifrágil
Aproveite o embalo, pois além de ouvir a história, você ...

Ver mais

Café Brasil 787 – Reações ao Cuzão
Café Brasil 787 – Reações ao Cuzão
O Café Brasil anterior, o 786 – O Cuzão, rendeu, viu? ...

Ver mais

Café Brasil 786 – O cuzão.
Café Brasil 786 – O cuzão.
Cara, como é complicada a vida de podcaster, bicho! A ...

Ver mais

Café Brasil 785 – LíderCast Leandro Bueno
Café Brasil 785 – LíderCast Leandro Bueno
Sabe quem ajuda este programa chegar até você? É a ...

Ver mais

Café Brasil 784 – Avatar
Café Brasil 784 – Avatar
Se você está achando complicado lidar com ...

Ver mais

Café Brasil 785 – LíderCast Leandro Bueno
Café Brasil 785 – LíderCast Leandro Bueno
Sabe quem ajuda este programa chegar até você? É a ...

Ver mais

Café Brasil 775 – LíderCast Henrique Viana – Brasil Paralelo
Café Brasil 775 – LíderCast Henrique Viana – Brasil Paralelo
Um papo muito interessante com Henrique Viana, um jovem ...

Ver mais

Café Brasil 771 – LíderCast Aurelio Alfieri
Café Brasil 771 – LíderCast Aurelio Alfieri
Aurélio Alfieri é um educador físico e youtuber, ...

Ver mais

Café Brasil 766 – LíderCast Ilona Becskeházy
Café Brasil 766 – LíderCast Ilona Becskeházy
E a educação brasileira, como é que vai, hein? Mal, não ...

Ver mais

Café na Panela – Luciana Pires
Café na Panela – Luciana Pires
Episódio piloto do projeto Café na Panela, com Luciana ...

Ver mais

Sem treta
Sem treta
A pessoa diz que gosta, mas não compartilha.

Ver mais

O cachorro de cinco pernas
O cachorro de cinco pernas
Quantas pernas um cachorro tem se você chamar o rabo de ...

Ver mais

Leitura do Cafezinho 304 – (in) Tolerância
Leitura do Cafezinho 304 – (in) Tolerância
A intolerância é muito maior na geração que mais teve ...

Ver mais

Menos Marx, mais Mises
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
Menos Marx, mais Mises  “Apesar de ainda ser muito pouco conhecido entre os jovens brasileiros em comparação com Karl Marx, o nome do economista austríaco Ludwig von Mises se tornou um dos ...

Ver mais

Você ‘tem fé’ no Estado democrático de direito?
Gustavo Bertoche
É preciso lançar pontes.
Hoje, num grupo de professores, um velho colega me escreveu que “tem fé” no “Estado democrático de direito” e na “separação dos poderes”. Mas com uma ressalva: ...

Ver mais

Percepções diferentes na macro e na microeconomia
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
Percepções diferentes na macro e na microeconomia “Na economia, esperança e fé coexistem com grande pretensão científica e também um desejo profundo de respeitabilidade.” John Kenneth Galbraith ...

Ver mais

Não pode nem rir
Fernando Lopes
Iscas Politicrônicas
Todo mundo (ou quase) viu nas redes sociais e nos grupos de whatsapp; vídeo de uma mulher careca de ares muito sérios discorrendo didaticamente sobre a necessidade de mudarmos nossa forma de ...

Ver mais

Cafezinho 422 – A política do ódio
Cafezinho 422 – A política do ódio
Não siga a maioria só porque é maioria. Não siga a moda ...

Ver mais

Cafezinho 421 – A normose
Cafezinho 421 – A normose
É confortante saber que somos normais, não é? Pois é. ...

Ver mais

Cafezinho 420 – A regra dos 30
Cafezinho 420 – A regra dos 30
Pé quente, cabeça fria, numa boa. Mas cuidado porque ...

Ver mais

Cafezinho 419 – Pau que só dá em Chico.
Cafezinho 419 – Pau que só dá em Chico.
Há quem chame isso de dissonância cognitiva, mas não é. ...

Ver mais

Tennessee Ernie Ford

Tennessee Ernie Ford

Luciano Pires -

Nascido em Bristol, Tennessee, filho de Clarence Thomas Ford e Maud Long, Ford começou sua carreira no rádio como locutor na WOPI-AM em sua cidade natal.

Em 1939, ele saiu da estação para estudar música clássica e canto no Conservatório de Música de Cincinnati em Ohio. O primeiro-tenente Ford serviu na Segunda Guerra Mundial como responsável pelas bombas nas missões do bombardeiro B-29 Superfortress sobre o Japão. Depois da guerra, Ford trabalhou em estações de rádio em San Bernardino e Pasadena, na Califórnia. Em San Bernardino, Ford foi contratado como locutor, apresentando um programa matutino de música country, chamado Bar Nothin’ Ranch Time. Para diferenciar-se, ele criou o personagem “Tennessee Ernie,” um selvagem, louco e exagerado caipira. Ficou popular na região e depois foi contratado pela rádio KXLA de Pasadena.

Ford também fez turnês. Os Mayfield Brothers do oeste do Texas, incluindo Smokey Mayfield, Thomas Edd Mayfield e Herbert Mayfield, estavam entre bandas de aquecimento de Ford, tendo tocado com ele em Amarillo and Lubbocl, durante o final da década de 1940. Na KXLA, Ford continuou fazendo o mesmo espetáculos e ainda juntou-se ao grupo do programa de Cliffie Stone na rádio KXLA, Dinner Bell Roundup como vocalista, sem deixar de fazer seu programa matutino. Cliffie Stone, um olheiro de meia jornada da Capitol Records, levou-o à atenção da gravadora.

Em 1949, quando ainda fazia seu programa de manhã, ele assinou um contrato com a Capitol. Tornou-se também uma estrela da televisão local no programa passado no sul da Califórnia, Hometown Jamboree. A RadiOzark produziu 260 episódios de 15 minutos de The Tennessee Ernie Show para transmissão nacional.

Ele lançou quase 50 singles de country no início da década de 1950, vários dos quais chegaram às paradas da Billboard. Na mesma época, Ford encerrou seu programa matutino na rádio KXLA e passou para o programa Hometown Jamboree. Em 1955, Ford gravou “Davy Crockett, King of the Wild Frontier” (que atingiu a 4ª posição na parada country) com “Farewell to the Mountains” no lado B.

Ford obteve um sucesso inesperado com sua versão de 1955 da canção de Merle Travis, Sixteen Tons, uma canção pungente dos lamentos dos mineiros de carvão que Travis escrevera em 1946, baseado em sua própria experiência familiar nas minas do Condado de Muhlenberg, no Kentucky. Seu tom fatalista contrastava vividamente com as baladas melosas e o rock and roll em seus primórdios, já começando a dominar as paradas da época.

Em sua vida pessoal, tanto Ford como sua esposa Betty enfrentaram numerosos problemas com o alcoolismo. Ele se manteve capaz de trabalhar, aparentemente sem prejuízo em função da ingestão de uísque Cutty Sark, mas na década de 1970 isto começou a cobrar um preço cada vez maior de sua saúde e de sua habilidade de cantar. Após a morte de Betty em função da bebida em 1989, a saúde declinante e os problemas hepáticos de Ernie começaram a se tornar mais aparentes. Sua última entrevista foi gravada em setembro de 1991 para o programa de televisão de sua amiga de longa data, Dinah Shore. Sua deterioração física naquele momento era bastante óbvia.

Ford recebeu reconhecimento póstumo por suas músicas gospel, através da Gospel Music Association no Gospel Music Hall of Fame em 1994.


Tennessee Ernie Ford

[youtube]jIfu2A0ezq0[/youtube]

[youtube]VwqWcn2gbTM[/youtube]

[youtube]ixVUY5g5E7w[/youtube]

[youtube]EaX1NkE3rmk[/youtube]

[youtube]2q3eTObNiUU[/youtube]