s
Portal Café Brasil
Henrique Viana
Henrique Viana
O convidado para o LíderCast desta vez é Henrique ...

Ver mais

Deduzir ou induzir
Deduzir ou induzir
Veja a quantidade de gente que induz coisas, ...

Ver mais

Origem da Covid – seguindo as pistas
Origem da Covid – seguindo as pistas
Tradução automática feita pelo Google, de artigo de ...

Ver mais

Palestra Planejamento Antifrágil
Palestra Planejamento Antifrágil
Aproveite o embalo, pois além de ouvir a história, você ...

Ver mais

Café Brasil 787 – Reações ao Cuzão
Café Brasil 787 – Reações ao Cuzão
O Café Brasil anterior, o 786 – O Cuzão, rendeu, viu? ...

Ver mais

Café Brasil 786 – O cuzão.
Café Brasil 786 – O cuzão.
Cara, como é complicada a vida de podcaster, bicho! A ...

Ver mais

Café Brasil 785 – LíderCast Leandro Bueno
Café Brasil 785 – LíderCast Leandro Bueno
Sabe quem ajuda este programa chegar até você? É a ...

Ver mais

Café Brasil 784 – Avatar
Café Brasil 784 – Avatar
Se você está achando complicado lidar com ...

Ver mais

Café Brasil 785 – LíderCast Leandro Bueno
Café Brasil 785 – LíderCast Leandro Bueno
Sabe quem ajuda este programa chegar até você? É a ...

Ver mais

Café Brasil 775 – LíderCast Henrique Viana – Brasil Paralelo
Café Brasil 775 – LíderCast Henrique Viana – Brasil Paralelo
Um papo muito interessante com Henrique Viana, um jovem ...

Ver mais

Café Brasil 771 – LíderCast Aurelio Alfieri
Café Brasil 771 – LíderCast Aurelio Alfieri
Aurélio Alfieri é um educador físico e youtuber, ...

Ver mais

Café Brasil 766 – LíderCast Ilona Becskeházy
Café Brasil 766 – LíderCast Ilona Becskeházy
E a educação brasileira, como é que vai, hein? Mal, não ...

Ver mais

Café na Panela – Luciana Pires
Café na Panela – Luciana Pires
Episódio piloto do projeto Café na Panela, com Luciana ...

Ver mais

Sem treta
Sem treta
A pessoa diz que gosta, mas não compartilha.

Ver mais

O cachorro de cinco pernas
O cachorro de cinco pernas
Quantas pernas um cachorro tem se você chamar o rabo de ...

Ver mais

Leitura do Cafezinho 304 – (in) Tolerância
Leitura do Cafezinho 304 – (in) Tolerância
A intolerância é muito maior na geração que mais teve ...

Ver mais

Menos Marx, mais Mises
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
Menos Marx, mais Mises  “Apesar de ainda ser muito pouco conhecido entre os jovens brasileiros em comparação com Karl Marx, o nome do economista austríaco Ludwig von Mises se tornou um dos ...

Ver mais

Você ‘tem fé’ no Estado democrático de direito?
Gustavo Bertoche
É preciso lançar pontes.
Hoje, num grupo de professores, um velho colega me escreveu que “tem fé” no “Estado democrático de direito” e na “separação dos poderes”. Mas com uma ressalva: ...

Ver mais

Percepções diferentes na macro e na microeconomia
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
Percepções diferentes na macro e na microeconomia “Na economia, esperança e fé coexistem com grande pretensão científica e também um desejo profundo de respeitabilidade.” John Kenneth Galbraith ...

Ver mais

Não pode nem rir
Fernando Lopes
Iscas Politicrônicas
Todo mundo (ou quase) viu nas redes sociais e nos grupos de whatsapp; vídeo de uma mulher careca de ares muito sérios discorrendo didaticamente sobre a necessidade de mudarmos nossa forma de ...

Ver mais

Cafezinho 420 – A regra dos 30
Cafezinho 420 – A regra dos 30
Pé quente, cabeça fria, numa boa. Mas cuidado porque ...

Ver mais

Cafezinho 419 – Pau que só dá em Chico.
Cafezinho 419 – Pau que só dá em Chico.
Há quem chame isso de dissonância cognitiva, mas não é. ...

Ver mais

Cafezinho 418 – Na esquina da sua rua.
Cafezinho 418 – Na esquina da sua rua.
Você pode causar um impacto imediato, poderoso e ...

Ver mais

Cafezinho 417 – We are the world
Cafezinho 417 – We are the world
Os esforços tão valiosos dos artistas e de todos que ...

Ver mais

Vânia Bastos

Vânia Bastos

Luciano Pires -

 

Mudou-se em 1975 para São Paulo, onde começou a estudar sociologia e canto. Em 1980, passou a atuar como vocalista da banda Sabor de Veneno de Arrigo Barnabé. Além de ser a principal solista do músico a partir de Tubarões Voadores (álbum de 1983), participou de apresentações e gravações com Itamar Assumpção, o outro nome de destaque da Vanguarda. Também gravou com bandas de rock como Magazine e Joelho de Porco.

A partir de 1986, começou a gravar trabalhos-solo.

Em 86, a convite de Eduardo Gudim grava seu primeiro disco que contou com a produção de Passoca e nele está uma das primeiras músicas gravadas de José Miguel Wisnik. Foi muito bem acolhido pela crítica brasileira, inaugurando uma ótima fase para a cantora.

No ano de 1989 é a convidada de Eduardo Gudin para a realização de uma temporada de shows no Sesc Pompéia, onde é gravado o disco “Eduardo Gudin e Vânia Bastos”, com músicas e arranjos do próprio compositor. Nessa época também gravou “Corra e olhe o céu”, no disco em homenagem a Cartola, tendo como colegas de elenco Gal Costa e Caetano Veloso, entre outros. No mesmo ano cantou em Paris, no aniversário de 200 anos da Revolução Francesa e apresentou-se em Berlim ao lado de Arrigo Barnabé.

“Cantando Caetano”, de 1992, teve a participação do próprio Caetano Veloso em “No dia que eu vim-me embora” e os arranjos de Paulo Bellinati.

Em 2002 gravou o CD “Vânia Bastos canta Clube da Esquina”, para o qual selecionou 11 músicas do LP “Clube da Esquina” de 1972.

Em 2007, lançou o CD e DVD “Tocar na Banda”, gravado ao vivo em novembro de 2005 no Teatro Sesc Vila Mariana (SP).

Lançou, em 2010, o CD ”Na Boca do Lobo”, dedicado à obra musical de Edu Lobo.
http://www.vaniabastos.com.br/


Vânia Bastos

 

[youtube]4hC5SccT8yU[/youtube]

[youtube]XPClvklSzhE[/youtube]

[youtube]TJ94LfxHI4Q[/youtube]