s
Portal Café Brasil
Isca Intelectual sobre talento
Isca Intelectual sobre talento
O que tinham feito suas mãos?

Ver mais

Arremessando Alto (Hustle) na NetFlix.
Arremessando Alto (Hustle) na NetFlix.
Um filme para cima, focado na busca pelo sucesso mesmo ...

Ver mais

Planejamento Antifrágil – Aula gratuita!
Planejamento Antifrágil – Aula gratuita!
Planejamento Antifrágil é a capacidade de incorporar o ...

Ver mais

Ensaio sobre Palestras e Palestrantes
Ensaio sobre Palestras e Palestrantes
Depois de realizar mais de 1000 palestras no Brasil e ...

Ver mais

Café Brasil 828 – O catalisador
Café Brasil 828 – O catalisador
Então, chega mais! Eu quero fazer uma perguntinha pra ...

Ver mais

Café Brasil 827 – A complicada arte de ver – Revisitado
Café Brasil 827 – A complicada arte de ver – Revisitado
A árvore que o sábio vê não é a mesma árvore que o tolo ...

Ver mais

Café Brasil 826 – Os fatos? Ora, os fatos…
Café Brasil 826 – Os fatos? Ora, os fatos…
O mundo anda mesmo louco. Vira e mexe eu encontro ...

Ver mais

Café Brasil 825 – Precisamos falar sobre o medo
Café Brasil 825 – Precisamos falar sobre o medo
Coragem não é atributo apenas dos heróis. O medo é uma ...

Ver mais

LíderCast 235 – Gilberto Lopes
LíderCast 235 – Gilberto Lopes
Hoje a conversa é com Gilberto Lopes, o Giba, que é CEO ...

Ver mais

LíderCast 234 – Danilo Cavalcante
LíderCast 234 – Danilo Cavalcante
Hoje o convidado é o Danilo Cavalcante, que se diz ...

Ver mais

LíderCast 233 – Flavia Zülzke
LíderCast 233 – Flavia Zülzke
Flavia Zülzke é Head de Marketing, Branding, ...

Ver mais

LíderCast 232 – Giovanna Mel
LíderCast 232 – Giovanna Mel
Hoje a convidada é Giovanna Mel, comunicadora e ...

Ver mais

Café na Panela – Luciana Pires
Café na Panela – Luciana Pires
Episódio piloto do projeto Café na Panela, com Luciana ...

Ver mais

Sem treta
Sem treta
A pessoa diz que gosta, mas não compartilha.

Ver mais

O cachorro de cinco pernas
O cachorro de cinco pernas
Quantas pernas um cachorro tem se você chamar o rabo de ...

Ver mais

Leitura do Cafezinho 304 – (in) Tolerância
Leitura do Cafezinho 304 – (in) Tolerância
A intolerância é muito maior na geração que mais teve ...

Ver mais

Tentação perigosa
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
Tentação perigosa   “O tabelamento de preços é como o segundo casamento: é a vitória da esperança sobre a experiência.” John Kenneth Galbraith   Depois de quase trinta anos de relativa ...

Ver mais

A ignorância como motor do conhecimento e da ciência
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
A ignorância como motor do conhecimento e da ciência “Para quem busca o conhecimento, surpresas são achados valiosos. A descoberta de um fato surpreendente leva à procura de novos fatos e suscita ...

Ver mais

Trivium: Capítulo 7 – Silogismo Simples (parte 1)
Alexandre Gomes
Como mencionado na lição anterior, vamos agora tratar de silogismo – que é o raciocínio mais associado à lógica.   Definição: O silogismo é um ATO DE RACIOCÍNIO pelo qual a mente ...

Ver mais

Ser ou não ser criativo: eis a questão
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
Ser ou não ser criativo? Eis a questão  “Criatividade é a inteligência se divertindo.” Albert Einstein Nos eventos voltados ao lançamento do livro Economia + Criatividade = Economia Criativa, ...

Ver mais

Cafezinho 502 – Prenda o elefante!
Cafezinho 502 – Prenda o elefante!
Cinco fundamentos morais para o comportamento das ...

Ver mais

Cafezinho 501 – Libere o elefante!
Cafezinho 501 – Libere o elefante!
Na sociedade, o ginete são as minorias militantes que ...

Ver mais

Cafezinho 500 – Os mortos-vivos
Cafezinho 500 – Os mortos-vivos
Esse é o preço da liberdade: conviver com gente com ...

Ver mais

Cafezinho 499 – Por favor, diga-me não!
Cafezinho 499 – Por favor, diga-me não!
Quando o “não” não vem, é substituído por um silêncio ...

Ver mais

Walter Wanderley

Walter Wanderley

Luciano Pires -

Iniciou sua carreira profissional em Pernambuco.

No final da década de 1950, mudou-se se para São Paulo, onde passou a atuar com o conjunto do Bar Claridge.

Mais tarde, atuou com o conjunto da Boate Oásis, levado por Isaura Garcia, com quem veio a se casar.

Sua primeira gravação foi registrada em 1959, tocando órgão na faixa “E daí?” (Miguel Gustavo), em disco de Isaura Garcia lançado pela gravadora Odeon.

Atuou nas boates Michel e Rêverie, tocou em bailes e apresentou-se em programas de televisão.

Em 1960, foi convidado para trabalhar no Captain’s Bar do Hotel Comodoro, com o grupo que passou a se chamar Walter Wanderley e seu Conjunto, com o qual acompanhou, em gravações e programas de televisão, diversos cantores como Isaura Garcia, com quem foi casado, Dóris Monteiro, João Gilberto, Morgana e Francisco Egídio, entre outros.

No início da década de 1960, gravou os LPs “Eu, você e Walter Wanderley” (1960), “Walter Wanderley” (1961) e “Sucessos dançantes em ritmo de romance” (1961).

Em 1962, lançou os LPs “O sucesso é samba” e “Samba é samba com Walter Wanderley”, que incluiu “O barquinho” (Menescal e Bôscoli) e “Palhaçada” (Haroldo Barbosa e Luis Reis), entre outras.

Em 1963, lançou o LP “O samba é mais samba com Walter Wanderley”, registrando “Corcovado” (Tom Jobim) e “A mesma rosa amarela” (Capiba e Carlos Pena Filho), e o LP “Walter Wanderley e o bolero”, com destaque para as faixas “Sabor a mi” (Álvaro Carrilho) e “Solamente una vez” (Agustin Lara), e “Samba no esquema de Walter Wanderley”.

Em 1964, mudou a formação de seu conjunto.

Apresentou-se no Juan Sebastian Bar e fechou contrato com a gravadora Philips, que lançou, ainda nesse ano, os LPs “Entre nós” e “Órgão, sax e sexy”, com Portinho, e “O toque inconfundível de Walter Wanderley”.

No ano seguinte, gravou os LPs “O autêntico Walter Wanderley”, “Samba só” e “Quarteto Bossamba”.

Em 1966, lançou o LP “Sucessos + Boleros = Walter Wanderley”. Transferiu-se, nesse ano, para os Estados Unidos, onde viveu até o final de sua vida. Ainda em 1966, gravou “Samba de Verão” (c/ Paulo Sérgio Valle), alcançando o 2º lugar nas paradas de sucesso norte-americanas.

São também da década de 1960 seus LPs “Rainforest” (1966), “A certain smile, a certain sadness”, gravado com Astrud Gilberto, “Chegança” (1967), “Popcorn” (1967), com Luiz Henrique, “Kee-ka-roo” (1967), “Batucada” (1968), “When it was done” (1968) e “Moondreams” (1969).

Na década de 1970, lançou os LPs “The return of the original Walter Wanderley sound” (1971) e “Brazil’s greatest hits!” (1972).

Em 1981, gravou o LP “Perpetual motion love”.

Faleceu em São Francisco, no dia 1 de setembro de 1986. Dez anos depois, foram lançadas as coletâneas “The fantastic Walter Wanderley – Boss of the bossa nova” e “Samba swing!”.


Walter Wanderley

[youtube]i9aftG6pyb[/youtube]
[youtube]39m2lt5q7Qk[/youtube]