s
Portal Café Brasil
Corrente pra trás
Corrente pra trás
O que vai a seguir é um capítulo de meu livro ...

Ver mais

O que é um “bom” número de downloads para podcasts?
O que é um “bom” número de downloads para podcasts?
A Omny Studio, plataforma global na qual publico meus ...

Ver mais

O campeão
O campeão
Morreu Zagallo. Morreu o futebol brasileiro que aprendi ...

Ver mais

O potencial dos microinfluenciadores
O potencial dos microinfluenciadores
O potencial das personalidades digitais para as marcas ...

Ver mais

Café Brasil 915 – O Homem Brinquedo
Café Brasil 915 – O Homem Brinquedo
A Inteligência Artificial é uma maravilha e está ...

Ver mais

Café Brasil 914 – Os canteiros de Cecília
Café Brasil 914 – Os canteiros de Cecília
Cecília Meireles deixou uma obra que transcende o ...

Ver mais

Café Brasil 913 – Tá ligado?
Café Brasil 913 – Tá ligado?
Na animação da Disney "A Bela e a Fera", de 1991, Bela, ...

Ver mais

Café Brasil 912 – Pobreza e Riqueza revisitado
Café Brasil 912 – Pobreza e Riqueza revisitado
Para que o Brasil estabeleça os requisitos básicos para ...

Ver mais

LíderCast 312 – Renata Silbert
LíderCast 312 – Renata Silbert
No episódio de hoje trazemos Renata Silbert, que tem ...

Ver mais

LíderCast 311 – Gus Erlichmann e Ariel Krok
LíderCast 311 – Gus Erlichmann e Ariel Krok
O episódio de hoje é especial, com dois convidados: Gus ...

Ver mais

LíderCast 310 – Estevan Oliveira
LíderCast 310 – Estevan Oliveira
No episódio de hoje temos Estevan Oliveira, que tem uma ...

Ver mais

LíderCast 309 – Sérgio Siqueira
LíderCast 309 – Sérgio Siqueira
No episódio de hoje temos Sérgio Siqueira, um ouvinte ...

Ver mais

Café² – Live com Christian Gurtner
Café² – Live com Christian Gurtner
O Café², live eventual que faço com o Christian ...

Ver mais

Café na Panela – Luciana Pires
Café na Panela – Luciana Pires
Episódio piloto do projeto Café na Panela, com Luciana ...

Ver mais

Sem treta
Sem treta
A pessoa diz que gosta, mas não compartilha.

Ver mais

O cachorro de cinco pernas
O cachorro de cinco pernas
Quantas pernas um cachorro tem se você chamar o rabo de ...

Ver mais

Os 30 anos do Plano Real
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
Os 30 anos do Plano Real   Paulo Galvão Júnior (*) Luiz Alberto Machado (**)   1. Considerações iniciais É preciso sempre debater os destinos econômicos, sociais e ambientais de nosso ...

Ver mais

Releituras
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
Releituras   “Quando um país é capaz de contar com as instituições preservadoras da autonomia individual (Estado de Direito e economia de mercado), de melhorar a qualificação de seus ...

Ver mais

Canadenses ganhadores do Prêmio Nobel de Economia
Luiz Alberto Machado
Iscas Econômicas
Visão geral dos economistas canadenses ganhadores do Prêmio Nobel de Economia Paulo Galvão Júnior (*) Luiz Alberto Machado (**) Enquanto o Brasil, com população estimada de 203,0 milhões de ...

Ver mais

Temperatura e Calor
alexsoletto
Iscas Científicas
TEMPERATURA E CALOR Esse texto é baseado no livro de Robert L. Wolke, professor emérito de química da Universidade de São Pittsburg (EUA) “Lo Que Einstein  Le Contó A Su Barbeiro”.   Texto de ...

Ver mais

Cafezinho 613 – Baixe a bola? Eu não!
Cafezinho 613 – Baixe a bola? Eu não!
Pô, Luciano, nessa idade você já devia ter baixado a ...

Ver mais

Cafezinho 612 – Se o Facebook não protege as crianças…
Cafezinho 612 – Se o Facebook não protege as crianças…
Em 2021, Frances Haugen, ex-diretora do Facebook, vazou ...

Ver mais

Cafezinho 611 – O funk no busão
Cafezinho 611 – O funk no busão
Não é difícil comprovar que as pessoas, em geral, estão ...

Ver mais

Cafezinho 610 – Siga Los Pájaros!
Cafezinho 610 – Siga Los Pájaros!
As decisões triviais que tomamos podem ir muito além do ...

Ver mais

Cafezinho 601 – Os ladroezinhos

Cafezinho 601 – Os ladroezinhos

Julio Bessa -

 

Assine o Café Brasil em https://canalcafebrasil.com.br 

Acabo de ler um post no Linkedin dando conta de que todo mundo no mundo do SEO no Twitter estava falando sobre algo interessante:

Uma empresa deu um jeito de roubar uma quantidade enorme de tráfego dos seus concorrentes, tipo 3.6 milhões de visitas!

A empresa pegou uma lista de sites dos concorrentes, botou numa IA que cria textos e gerou 1.800 artigos. Aí eles postaram esses 1.800 textos sem editar nada, e rapidinho começaram a aparecer nos primeiros lugares no Google, roubando os cliques que eram dos concorrentes.

Muita gente ficou meio chateada ou preocupada com o rumo que essa estratégia pode tomar se outras empresas começarem a fazer a mesma coisa em grande escala. Os comentários iam desde “Isso não é meio errado?” até “Outro maluco bagunçando a internet”.

A pessoa que fez o post disse assim: “Foi então que percebi que, apesar de parecer ser uma estratégia que pode gerar resultados de curto-médio prazo, um fator que não foi levado em consideração foi o próprio Google.

O Google está (como sempre esteve) evoluindo diariamente justamente para evitar que esse tipo de conteúdo “vazio” tenha força no seu algoritmo.

Anos atrás, as pessoas postavam conteúdos rasos e escondiam palavras-chave no artigo (escritas em branco, no fundo branco), para que o algoritmo o rankeasse bem. Isso funcionou por um pequeno período, até o Google perceber e começar a penalizar. (…) E, trabalhando com SEO há quase 10 anos, tenho a certeza de que rapidinho o Google vai começar a penalizar este tipo de conteúdo.”

Os formatos de “conteúdo que funciona” podem mudar com o tempo, mas uma coisa continua a mesma: o conteúdo tem que ser bom.

Eu não resisti e coloquei um comentário assim lá no post:

“Considero que isso não tem nada a ver com conteúdo de qualidade. Estão reduzindo uma questão moral e ética fundamental a uma questão técnica, como se o fundamental, não fosse o “roubar tráfego”. A internet está repleta de gente ensinando como se apropriar do trabalho dos outros, como roubar cadastros, como “modelar” vídeos de terceiros e assim vai. Com a Inteligência Artificial isso ficará mais fácil. Não existe mais barreira moral, vale tudo desde que você não seja pego. E esses ladrõezinhos ganham prêmios de “Best Isso”, “Best aquilo”, são convidados para apresentar seu “modelo de negócios” em eventos do mundo digital. Tudo bem, se me convém.

A resposta está em Platão, Aristóteles, Sêneca, não no Google.